POSTADO EM REDES SOCIAIS

AMADURECIMENTO 'INDUZIDO'.

Ricardo Bing Reis ACHO QUE DEIXA PARA VOCÊ, QUE SOBREVIVEU, UMA GRATIFICAÇÃO QUE PODE SER INTERPRETADA COMO UM GRANDE PRESENTE COMPENSATÓRIO: A HUMILDADE, O AMADURECIMENTO E A PERCEPÇÃO DA VERDADEIRA DIMENSÃO DO VALOR DA VIDA.
9 de abril de 2012 às 23:48 ·

   

POSTADO EM REDES SOCIAIS

O CORPO MORTO.

Ricardo Bing Reis AO ROMPER-SE A RESISITÊNCIA DA LÂMPADA INCANDESCENTE QUE É NOSSO CÉREBRO, SOBREVÉM O BREU, A FALTA DE CONEXÕES E SINAPSES. ESTABELECIDA A MORTE, TEMOS ALI, À NOSSA FRENTE, O 'CORPO MORTO'. E, É JUSTO NESTE MOMENTO DE MAIOR TRISTEZA PELA PERDA DE FAMILIAR OU ENTE QUERIDO, QUE VOCÊ TERÁ DE ENFRENTAR EXAUSTIVAS BUROCRACIAS, PARA PROVIDENCIAR O VELÓRIO E O ENTERRO/CREMAÇÃO. E, DEPOIS, FICAR DE PLANTÃO JUNTO AO CORPO. NÃO QUERO AQUI ENTRAR NA QUESTÃO DA 'ALMA', MAS DOS AFAZERES, ALGO QUE PARECE SER UMA AINDA PUNIÇÃO EXTRA, NUM MOMENTO DE JÁ DIFÍCIL CONTROLE EMOCIONAL. NADA A VER COM O 'CORPO MORTO' EM AULA DE ANATOMIA; COISA QUE HOJE ME INPRESSIONA TER QUE SER PRÁTICA NECESSÁRIA, EMBORA SEJA. TAMBÉM DIFERENTE DO 'CORPO MORTO' FRENTE AO MÉDICO PELO PACIENTE QUE FALECEU; EMBORA TAMBÉM SEJA PERTURBADOR. O MÉDICO, TEM AS MESMAS EMOÇÕES E SENTIMENTOS QUE OS NÃO MÉDICOS; E NESTES, TAMBÉM SÃO OS MAIS VARIADOS, TAL POPULAÇÃO EM GERAL. TALVEZ APENAS COM UMA TÉCNICA E/OU PRÁTICA MAIOR, PARA ENFRENTAR TAIS DIFICULDADES EXISTENCIAIS. OU NEM ISTO.
1 de abril de 2012 às 00:20

COINCIDÊNCIA (?) > NÃO COSTUMO ABRIR MINHA CAIXA DE EMAILS ÀS 23 HORAS. POR MERO ACASO, O FIZ HOJE. MUITOS DELETÁVEIS ATÉ CHEGAR EM UM QUE DIZIA 'FALECIMENTO'. ERA O COMUNICADO DE FALECIMENTO DE GRANDE AMIGA; MÃE DE MEU COLEGA ESCOLAR E GRANDE AMIGO JÃO FRANCISCO CÉ E IRMÃOS ANA, MA.TEREZA E 'TED'. ESTAVA COM APROXIMADAMENTE 80 ANOS E SOFRIA DE MUITO AVANÇADA FIBROSE PULMONAR E MUITAS COMPLCAÇÕES PULMONARES INFECCIOSAS. CHEGUEI A TRATAR SUAS SINUSITES EM PASSADO RECENTE. FIQUEI CHOCADO, IMPACTADO, EM PESAR, LAMURIOSO. PERDER A MÃE É PERDER 50% DE SUA ORIGEM GENÉTICA, COMO SE 50% DE SI LHE FOSSE SONEGADO. E, POR MAIOR ACASO AINDA, RECEBI DE COLEGA MÉDICA DE SÃO PAULO, ESTE VÍDEO POR EMAIL, JUSTO QUASE INSTANTANEAMENTE. E, ASSIM, APRESENTOU-SE PARA MIM, O QUE EU MAIS GOSTARIA DE FAZER: UMA HOMENAGEM À QUERIDA 'MARIA DE LOURDES CÉ' > ESTA MÚSICA 'MOTHER'. ADEUS, E FIQUE NA COMPANHIA DE MINHA MÃE 'ILSE LÚCIA BING REIS', MORTA EM 05/05/2010. ELAS TERÃO MUITO A CONVERSAR, MAS NÃO A LAMENTAR...

 

'ARREPENDIMENTOS', NÃO NO SENTIDO DE SUPOSTAS COISAS QUE ACHAVA QUE NÃO DEVERIA TER FEITO; MAS, AO CONTRÁRIO, QUE ACHA DEVERIA TER FEITO E NÃO FÊZ.

Ricardo Bing Reis NA TERMINALIDADE/FINITUDE, NÃO RARO, NOS DAMOS CONTA DE COMO E QUANTO MELHOR PODERIA TER SIDO A VIDA VIVIDA. POR ISTO, FAÇO, COM FREQUÊNCIA, O SUGERIDO POR MINHA JÁ FALECIDA AVÓ PATERNA: 'VIVE A VIDA PENSANDO DA FRENTE PARA TRÁS, E NÃO DE TRÁS PARA FRENTE, COMO TODO MUNDO'. EXPLICO: QUANDO FORES TOMAR UMA ATITUDE, PROCURE PENSAR COMO ESTA DECISÃO TERÁ SIDO À ÓTICA DE QUANDO TIVERES 70 ANOS...
31 de março de 2012 às 18:08

Ricardo Bing Reis NÃO TER FEITO AS COISAS COMO QUERIA, POR MEDO DO ENFRENTAMENTO AO 'SENSO COMUM', É, DE CERTA FORMA, COVARDIA, POR TER PERDIDO PARA SI PRÓPRIO.
1 de abril de 2012 às 03:15 ·

Ricardo Bing Reis EM SUMA, 'CONHECE-TE A TI MESMO, E FAÇA AS COISAS, CONFORME SEUS CONFORMES E CIRCUNSTÂNCIAS'.
1 de abril de 2012 às 03:16

 

HISTÓRIA DA CIVILIZAÇÃO > SOFRIMENTOS HUMANOS EXTREMOS E MORTES TRÁGICAS > NA HISTÓRIA DA MEDICINA, UMA DAS DOENÇAS QUE ATÉ HOJE MAIS MATOU, E, AINDA MATA, É A TUBERCULOSE. RECRUDESCEU PELO ADVENTO DA IMUNOSSUPRESSÃO PELA AIDS, PRINCIPALMENTE NA ÁFRICA. MAS FREQUENTEMENTE INDEPENDE DAQUELA. JÁ NO BRASIL, AINDA É MUITO ENCONTRADA, PRICIPALMENE EM FAVELAS, COMO AS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, COM RUELAS ESTREITAS, ONDE O SOL NÃO PENETRA E A UMIDADE É INTENSA. FAMÍLIAS INTEIRAS JÁ FORAM DIAGNOSTICADAS COM O BACILO DE KOCH EM DOENÇA ATIVA. ANTES DO ADVENTO MEDICAMENTOSO, O BACILO FORMAVA VERDADEIRAS CAVERNAS NOS PULMÕES DE SUAS VÍTIMAS. IMAGINE-SE CUSPINDO CATARRO AMARELADO MISTURADO COM GRANDE QUANTIDADE DE SANGUE; E, MAIS UM POUCO, SANGUE PURO EM GOLFADAS(!): HEMOPTISE. COMO VOCÊ SE SENTIRIA? OU AINDA PIOR, PRESENCIANDO UMA CENA ONDE A PESSOA MORRE AFOGADA EM SEU PRÓPRIO SANGUE, POR HEMOPTISE MACIÇA (EXSANGUINEAÇÃO), QUE TRANSCENDE A CAPACIDADE DO CORPO HUMANO DE EXPECTORAR, PARA DEFENDER-SE. SENDO ASSIM, COMO NÃO SER A MORTE VISTA COMO ALGO TERRÍVEL E HORROROSO ATÉ MEADOS DO SÉCULO XX ? HOJE, ESTAS COISAS NÃO OCORREM MAIS, DESDE QUE SE FAÇA O TRATAMENTO. MAS FICOU O ESTIGMA DE MORTES TRÁGICAS; A PONTO DE SE CHEGAR AO 'NEM FALA NISTO', UM TABU.

HISTÓRIA GERAL > HISTÓRIA NATURAL E A ANTROPOLOGIA BIOLÓGICA; PRÉ-HISTÓRIA E A ANTROPOLOGIA BIO-SOCIAL; HISTÓRIA DA CIVILIZAÇÃO E A ANTROPOLOGIA SOCIAL.

Ricardo Bing Reis A VIDA COMO ELA ERA E É: SEQUÊNCIA INFINDÁVEL DE SOFRIMENTOS E MORTES TRÁGICAS.
24 de março de 2012 às 05:15

Ricardo Bing Reis ASSIM, ESTAS PASSAGENS HISTÓRICAS SE CRUZAM COM A 'HITÓRIA DA MEDICINA'.
24 de março de 2012 às 19:21 ·

SEM COMENTÁRIOS, SEM PALAVRAS.

LUTO ETERNO > A PERDA DE QUALQUER ENTE QUERIDO DEIXA UM VAZIO IMPREENCHÍVEL. NO ENTANTO, O EXTREMO PARECE SER A PERDA DE UM FILHO. E O VAZIO É MAIOR QUE A 'CRATERA DE UM VULCÃO' OU 'GARGANTA DO DIABO NA FOZ DO RIO IGUAÇÚ'. SIMPLESMENTE, POR SER A INVERSÃO DA ORDEM NATURAL DA VIDA. ESTAMOS ACOSTUMADOS COM A IDÉIA DE VERMOS A PERDA DE NOSSOS ASCENDENTES ANTES DE NÓS; OS HORIZONTAIS MEIO QUE JUNTO; MAS OS DECENDENTES NUNCA ANTES DE NÓS. O FILHO REPRESENTA A 'IMORTALIDADE', SOB O PONTO DE VISTA GENÉTICO. SERIA NÓS PRÓPRIOS(50% DE CADA PAI), EM CONTINUIDADE ETERNA, LEVANDO, ALÉM DO NOSSO BIOLÓGICO, NOSSA EDUCAÇÃO E ENSINO. COMO QUE UMA 'CORRIDA DE BASTÃO'. O AVÔ DISPARA E, AO CANÇAR, PASSA O BASTÃO PARA O PAI, DAÍ PARA O FILHO E, DEPOIS, AO NETO... E ASSIM ETERNAMENTE, TAL QUAL FOI 'ETERNO' ATÉ AGORA. MAS ESTA INTERRUPÇÃO, É CORRESPONDENTE A MORRER EM SI MESMO, PELO MENOS NA CARGA QUE ERA LEVADA NAQUELE FILHO. ISTO, SEM FALAR NOS ESFORÇOS DESPRENDIDOS ATÉ ENTÃO. MAS, QUANTO A ISTO, NÃO ME ATERIA, POIS, POR CADA SEGUNDO QUE FICOU JUNTO CONOSCO, VALEU CADA ESFORÇO EM PROL DELE.

PERDAS, LAMENTAÇÕS, PRANTOS E LUTOS. DEPOIS, EM ACEITAÇÃO POSSÍVEL, REAÇÃO POR SUPERAÇÃO À 'TERRA ARRASADA PELO MAR'. EXEMPLO PARA O MUNDO. E, ESTÁ AJUDANDO A REERGUER O ORGULHO JAPONÊS, QUE ESTAVA UM POUCO ARRANHADO PELA CRISE ECONÔMICA, NÃO RECENTE. ISTO SIM É FAZER DE LIMÃO, LIMONADA.

LUTO E MELANCOLIA: GENERALIDADES.

LUTO E MALANCOLIA.

LUTO E MELANCOLIA.

Recessão faz famílias optarem por cremação.

Ricardo Bing Reis Com certeza mais prático. A burocracia para um entero convencional é insana, principalmente considerando o momento de fragilidade do enlutado que, se vê obrigado à este 'injusto' sacrifício extra. E as cerimônias de cremação que fui, foram mais sensibilizantes que os enterros convencionais. Achei.
4 de janeiro de 2012 às 23:56

Ricardo Bing Reis Não chego a me preocupar comigo mesmo, já que, cremado ou enterrado, estarei morto e tanto fará. Por isto, ideal, é nem um nem outro! Beijo.
5 de janeiro de 2012 às 19:24

I M P E R D Í V E L >
A LINHA MAIS CURTA/RETA PARA ENCONTRAR-SE PRECOCEMENTE COM A MORTE, SERIA O WORKAHOLICISMO/DINHEIRISMO?

Ricardo Bing Reis Levo a profissão mais light possível, ainda evitando sobressaltos. Costuma parar à 15hs, embora sem intervalo ao meio-dia.
20 de março de 2013 às 17:36 ·

Ricardo Bing Reis O que mais me foi impactante de tudo isto, não foi o vídeo em si (embora muito interessante, ainda mais frisando sobre os sorrateiros e traiçoeiros inimigos da sua vida; com o que alerta para uma necessidade de prevenção de uma morte prematura); mas sim o ato falho de quem cometeu a inversão (provavelmente não intencional) do enunciado do vídeo: ..."Estou rindo de chorar"... Não é de surpreender, pelo contrário, é genuíno, pois vejo todos nós como 'máquinas anti-morte' e, como tal, é difícil aceitar a idéia da terminalidade, a idéia da finitude, a idéia da morte. Por isto, fomos implementados pela 'zoologia humana' das emoções básicas reptilianas de 'medo e raiva'; para, se necessário, 'fugir ou lutar', respectivamente. Ou ambos, se capturado na fuga. Já a maturidade, seria uma suficiente aceitação da idéia 'morrer', isto é, seria 'con-viver' suficientemente bem com a idéia da morte e do morrer. Um 'conformar-se (isto é, com luta e com dignidade)', sem que isto implique em ser 'conformista (isto é, sem luta e sem dignidade)'. Por outro lado, este mesmo professor que isto proferiu, lá pelas tantas também sentenciou que a idéia da terminalidade, da finitude, da inexistência e da morte; são 'enlouquecedoras'!...
19 de maio de 2013 às 03:05