POSTADO EM REDES SOCIAIS

22 de agosto
ENSINO PÚBLICO > Quão útil é uma aula por vídeo? "Disciplina Descontentamento Humano".https://www.youtube.com/watch?v=1spF4_Z1P88&feature=share

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/fNxWPBwJCHQ

Mario Se´rgio Cortella - Viver Apressadamente

O que é o ÓCIO? Por Mário Sérgio Cortella
Ócio, tempo livre de escolha ....Palestra sensacional do querido Cortella. http://youtu.be/YxZPsfWuAFk

VIVER BEM! Mario Sergio Cortella fala sobre VIDA, MORTE, LONGEVIDADE e..

http://youtu.be/elDaZhMDdMU

VIVER BEM! Mario Sergio Cortella fala sobre VIDA, MORTE, LONGEVIDADE e...

http://youtu.be/elDaZhMDdMU

Ricardo Bing Reis POR NELSON JONAS > http://youtu.be/fQlNmP1hTz0

Descontentamento: a trilha menos percorrida
Tema lido: http://pensarcompulsivo.blogspot.com.br/2...

The Rolling Stones - You Can't Always Get What You Want - Glastonbury 2013 (HD) Live at Glastonbury Festival, June 29th 2013. © The...

http://youtu.be/e89Awhxjxq8

Madonna - Material Girl [Official Music Video]
Some boys kiss me, some boys hug me I think they're...

http://youtu.be/DNSUOFgj97M

Lívia Barbosa - Consumo: porque a gente é assim?
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliadoB...

http://youtu.be/IYhlGdl5Cvk

EU MAIOR - entrevista com Mário Sérgio Cortella
Trechos da entrevista com Mário Sérgio Cortella....

http://youtu.be/h8rJiQ80rXg

Filosofia e felicidade, com Marcia Tiburi e Mario Sergio Cortella
O que é felicidade? Essa é uma pergunta que...

http://youtu.be/W_1EtLeJEh0

 

POSTADO EM REDES SOCIAIS

Vida e Carreira Um Equilíbrio Possível! - Mário Sérgio Cortella
Mário Sérgio Cortella possui graduação em Filosofia...

http://youtu.be/vQTLfPQDtv4

Al Stewart - Time Passages (1978)

http://youtu.be/wFKcWAWmhTY

Titãs - É Preciso Saber Viver
Versão da Música "É Preciso Saber Viver" (Roberto Carlos/Erasmo Carlos) por Titãs. Clipe e Letra...

http://youtu.be/LpYj_sI79v8

O trabalho auto escravizante > Mário Sérgio Cortella - Inquietações propositivas
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliadoB...

http://youtu.be/2IQhcOxHXEw

Ricardo Bing Reis Consumismo (desde infância) >
Mídia como Corpo Docente:
Quando pensamos no campo da formação ética e de cidadania, os problemas na educação brasileira não são, evidentemente, um ônus a recair prioritariamente sobre o corpo docente escolar; há um outro corpo docente não-escolar com uma estupenda e eficaz ascendência sobre as crianças e jovens. Vide vídeo abaixo.
6 de setembro às 21:31 · Curtir

Mário Sérgio Cortella - A Mídia Como Corpo Docente
http://www.facebook.com/horizonteampliadoA mídia..

http://youtu.be/rug1I69Udmo

Ricardo Bing Reis EU MAIOR > Vide Vídeo abaixo > Publicado em 21/11/2013
Um filme sobre autoconhecimento e busca da felicidade. A film about self-knowledge and the pursuit of happiness.
............................................
Foram entrevistados trinta personalidades, incluindo líderes espirituais, intelectuais, artistas e esportistas. EU MAIOR também está disponível em DVD/Blu-ray (com conteúdos extras exclusivos), e CD (trilha musical). Exibições independentes no cinema também podem ser organizadas.
8 de setembro às 17:02 · Curtir

EU MAIOR (Higher Self)
Um filme sobre autoconhecimento e busca da felicidade. A film about self-knowledge and the pursuit...

http://youtu.be/V0gquwUQ-b0

Ricardo Bing Reis Aborda a Consciência da Morte & Felicidade como um somatório de suficientes alegria > vídeo devir.
8 de setembro às 17:05 · Curtir

Entrevista MSCortella
Entrevista com Mário Sérgio Cortella, filósofo, professor e escritor. Filosofando sobre Liberdade, Felicidade e...

http://youtu.be/dlVkDStHvvY

"O ETERNO E INATO DESCONTENTAMENTO ENDÓGENO INERENTE A TODOS OS SERES HUMANOS" > Da oportunidade ao êxito: mudar é complicado? Acomodar é perecer
Conferencia no XI Congresso Internacional de...

http://youtu.be/q9HsKNx1YnY

"Tempo Disponível para suas Práticas de Atividades Prazerosas" > Pharrell Williams -- HAPPY (We are from HIGH TATRAS SLOVAKIA)
Happy people in High Tatras / Vysoke Tatry / Slovakia...

http://youtu.be/sGrHwBlf-7M

A (Louca) Obrigatoriedade de ser Feliz (!). > Luiz Felipe Pondé - A Tirania da Felicidade e o Mundo do Trabalho
http://www.facebook.com/horizonteampliadoTrecho...

http://youtu.be/GKHx39grtAM?list=UUWIS30jutbS3-LZv1uldOjQ

Ricardo Bing Reis Publicado em 06/02/2014
Qualquer ser humano, num processo de mudança, passa sempre por 5 fases:
- Negação
- Raiva
- Negociação
- Depressão
- Aceitação
15 de setembro às 11:07 · Curtir · 2

A GIRAFA - Os 5 estágios do comportamento humano
Comportamento humano: os cinco estágios diante...

http://youtu.be/w38Ed9RPyIw

A vida que vale a pena ser vivida, com Clóvis de Barros Filho
Neste programa, Gabriel Chalita conversa com o...

http://youtu.be/WZIRqNsgC6c

Ricardo Bing Reis "A Velhice só é honrada na medida em que resiste, afirma seu direito, não deixa ninguém roubar seu poder". Cícero, escritor e político romano (106-43 a.C.).
23 de setembro às 00:21 · Curtir

pink floyd - time
Else look at https://plus.google.com/+FeofanGrekDON/posts

http://youtu.be/9rNr2pBexMU

Ricardo Bing Reis DEMÔNIOS DO MEIO DIA - Salomon >
"Pode estar havendo alguma dificuldade de lidar com dores que fazem parte da vida e que acabam sendo confundidas com depressão?
Acredito que é uma pobreza de nossas línguas usar a palavra “depressão” para descrever sentimentos de tristeza e também uma condição clínica. A experiência que uma criança tem quando seu jogo de futebol é cancelado, por exemplo, é bem diferente da experiência de alguém que comete suicídio. O fato de usarmos a mesma palavra para ambas as situações gera confusão. Pessoas que já tiveram a experiência de ter um dia muito ruim às vezes acreditam saber o que é uma depressão. Ressalto que o oposto de depressão não é felicidade, mas vitalidade. Depressão não é tristeza, é a falta de energia para fazer qualquer coisa com a sua vida. Não há como comprovar isso, mas suspeito que exista uma taxa maior de depressão atualmente do que se costumava ter. E há muitas razões para isso: estamos interagindo mais com computadores do que com pessoas, o ritmo de vida é rápido demais, nós temos várias possibilidades de comunicação, mas não usamos porque ficamos vendo TV... Há mais fatores estressantes na vida moderna que podem ajudar a desencadear depressões".
28 de setembro às 16:00 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Chorar é diminuir a profundidade da dor.

Mário Sérgio Cortella - Vida Simples
http://www.fb.com/horizonteampliadoO que é uma vida simples? Qual a diferença entre o fundamental e o...

http://youtu.be/sglbbzuIUxs

Palestra Completa de Mário Sérgio Cortella sobre vida e carreira
Palestra Completa de Mário Sérgio Cortella sobre vida e carreira na Câmara Municipal de São Paulo

Ricardo Bing Reis
23 de agosto
A VIDA COMO ELA É > Desde os tolos até os cultos e maduros.
http://youtu.be/4AETcZOv2Ac

Nelson Jonas >http://youtu.be/IJ5nv5dRFxY

Falando sobre Imaturidade Emocional
Falando sobre Imaturidade Emocional http://pensarcompulsivo.blogspot.com.br/
YOUTUBE.COM
23 de agosto às 13:17

Quero ser importante - Mario Sergio Cortella
A nossa partida desse plano físico será aceito como...

http://youtu.be/JBZ5WH1PznM

Ricardo Bing Reis ENSINO PÚBLICO E A DIFÍCIL ESCOLHA DA CARREIRA PROFISSIONAL > A difícil (e até muito possivelmente equivocada) escolha profissional em tão tenra idade! Sem ainda sequer o necessário auto conhecimento inerente ao adolescente (talvez menos ainda quanto o conhecimento de como é realmente a vida do profissional para o curso em que nos inscrevemos para bacharelado). Testes vocacionais ajudariam mesmo?
28 de outubro às 23:21 · Curtir · 3

Febre chikungunya tem potencial de se espalhar rápido no país, diz infectologista
O CBN Brasil conversou com Jacir Pasternack, infectologista do Hospital Albert Einstein.

Ricardo Bing Reis
12 de outubro às 03:52
SAÚDE PÚBLICA > Febre Chikungunya: não só Ebola preocupa como 'novo' risco de epidemia no Brasil. Já a Dengue, é 'velha conhecida'. Essa parafernália de Infecções Virais Epidêmicas poderiam ter relação, pelo menos parcialmente, com Desequilíbrio Ecológico e/ou Miséria pelo Mundo (África, em especial!)?

Ricardo Bing Reis Informação é do Ministério da Saúde. Do total, 299 foram transmitidos dentro do próprio país. Outros 38 casos foram importados, ou seja, os pacientes foram infectados durante viagens a outros países.
Até o momento três estados brasileiros registraram casos de transmissão do vírus: Bahia, Amapá e Minas Gerais. A infecção provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém mais dolorosos. Também é doença hemorrágica.
28 de outubro às 22:40 · Curtir · 3

POLÍTICA IDEOLÓGICA > Não confundir 'Capitalismo Selvagem (Predador)'; com 'Capitalismo (Sustentado)'.

Ricardo Bing Reis
Ferreira Gullar fala qual é a real sobre direita e esquerda na política atual http://youtu.be/_r_xqfgRx8E

Ricardo Bing Reis CAPITALISMO SELVAGEM > É função do Estado proteger seu povo dos 'Fluxos de Capitais Predadores'. Não confundir com Investidores não parasitas. Há quem diga até que, alguns Bancos, usariam dinheiro da poupança (aplicação dos 'velhinhos aposentados'), para fazer especulações que prejudicam povos em prol de seus lucros aviltantes, em aplicações migratórias voláteis...
19 de outubro às 21:08

Ricardo Bing Reis NEOLIBERALISMO > "Neoliberalismo não existe em Economia, é só uma palavra que os Marxistas usam para falar inverdades, etc ! (Marilia Bertoluci).

POLÍTICA IDEOLÓGICA cont.

Ricardo Bing Reis SOCIALISMO > Ah tá que OS JOVENS querem saber de socialismo !!!!!!!!!!!! Querem alegria! Conheci países ainda comunistas antes da queda do Muro; e, tudo que nunca existiu lá, é alegria. Os jovens querem liberdade para suas CRIATIVIDADES e EMPREENDEDORISMOS. Quer vida cinza e retrógrada? Vota em socialismo !!!!

Ricardo Bing Reis Se a Ideologia do Socialismo é a Igualdade entre as Pessoas; e, se o lerdo não vai para frente nem empurrado, resta criar-se obstáculos para o ativo ficar lerdo.

Ricardo Bing Reis Finalizando, é duro dizer, mas infelizmente o brasileiro não é exatamente um povo, em sua maioria, muito iluminado. Temos dificuldades intelectuais Históricas e Culturais. Sendo que em ambos, está incrustado também transtornos e distúrbios até de personalidade. Ou será que alguém acredita mesmo que quem embarcou nos navios na Alemanha, Itália e Portugal rumo ao Brasil era uma elite cultural, pessoas saudáveis, etc; para viver num além mar há 200 anos! Não é a mesma situação tal a britânica, que foi fugida (Napoleão?) por opção própria frente às circunstâncias, com seus tesouros para os Estados Unidos ...

POLÍTICA IDEOLÓGICA cont.

Ricardo Bing Reis "O COMUNISMO SERIA UM MITO, CAPAZ DE SEDUZIR MUITA GENTE, COM SEU SONHO IGUALITARISTA". Mario Vargas Llosa.

Ricardo Bing Reis Caso sim, como fazer para isso acontecer? Elevando o desfavorecido (?); achatando o favorecido (?); ou ambos? Observar que rotulo de 'favorecido' aquela pessoa que é obstinada; bem como rotulo de desfavorecido, o não obstinado!

Ricardo Bing Reis Não seria aqui, uma circunstância onde o esforçado serve de burro de carga (?), isto é, leva outo(s) nas costas? Caso sim de novo, por que o esforçado se esforçaria? Daí meu enunciado-chave inicial lá em cima.
28 de outubro às 16:51 · Curtir · 1

Comportamento Humano > O quanto os transtornos e/ou distúrbios emocionais podem ser 'pesados' para a sociedade em geral (das mais variadas formas de 'pesos'!)?

O cão negro: DEPRESSÃO
Uma descrição realista, mas animadora sobre a depressão, com uma abordagem clara e descontraída!
http://youtu.be/bO9XdQd1SOM

Ricardo Bing Reis Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) O que é? Nosso grupo sobre TPB 27 de agosto às 19:32 http://youtu.be/OayxwH2JYf4

Comportamento Humano Cont.

Ricardo Bing Reis - Mais Você - 2007 - Cássia Kiss conta como é sofrer de bipolaridade - p1. Entrevista da Cássia Kiss para Ana Maria Braga - http://youtu.be/UECPXLyT5O0

Ricardo Bing Reis Animação Comportamentos Obsessivos http://youtu.be/n5ErZW2x1wc

Ricardo Bing Reis Psicopatas - Happy Hour - Ana Beatriz Silva
Entrevista com a médica psiquiatra e escritora Dra..

http://youtu.be/ZlLD3118FBA

Você já pensou em enganar a morte? O inusitado assunto será abordado no Almoço Clio da próxima quarta-feira (03): a prof. Me. Ana Maria Marshall vai apresentar, de forma divertida, o universo da literatura onde vários personagens já inventaram formas criativas de espantar a "temida senhora". Últimos lugares disponíveis!

Ricardo Bing Reis Comportamento Humano > Talvez, o Melhor Mecanismo (de Defesa) para Enganar a Morte, talvez seja justo, Ignorar a Existência dela Morte (para não perceber a proximidade da sua Inexistência Pessoal); mediante NEGAÇÃO da Finitude. Não parece ser a melhor opção!

Ricardo Bing Reis Publicado em 06/02/2014
Qualquer ser humano, num processo de mudança, passa sempre por 5 fases:
- Negação
- Raiva
- Negociação
- Depressão
- Aceitação

A GIRAFA - Os 5 estágios do comportamento humano
Comportamento humano: os cinco estágios diante... http://youtu.be/w38Ed9RPyIw

ENSINO PÚBLICO > DISCIPLINA DESCONTENTAMENTO HUMANO - Disciplina de Ensino Escolar Curricular (adaptada à todas as Fases de Graduação no Ensino); abordando de forma democrática, a vida como ela é, as adversidades e os não raros sofrimentos (diários e circunstanciais). www.facebook.com/descontentamento + Web Site em construção > www.descontentamentohumano.com.br

Ricardo Bing Reis Publicado em 06/02/2014
Qualquer ser humano, num processo de mudança, passa sempre por 5 fases:
- Negação
- Raiva
- Negociação
- Depressão
- Aceitação
15 de setembro às 11:07

A GIRAFA - Os 5 estágios do comportamento humano Comportamento humano: os cinco estágios diante... http://youtu.be/w38Ed9RPyIw

POUPANÇA & VIVER A VIDA > Há quem alegue que 'Economistas' se preocupam demais com décimos de juros e que; assim, fica difícil viver! Gera drama em comprar um carrão, uma viagem com luxo e coisas semelhantes. Mas parece que 'Economia' seria administrar bens escassos. As análises tem que levar em conta aquele com orçamentos justos, sem abundância. Para quem tem sobras grandes, claro que a flexibilidade é compreensível. Entretanto, avaliar se você pode mesmo ou vive de aparências. Ou ainda se não estaria esbanjando, sendo perdulário. Senão, na velhice, também precisarão de um Economista !!! ...

O que fazer com o dinheiro neste momento de desanimo do mercado financeiro no Brasil?
Investidores com visão de longo prazo e com carteira equilibrada não devem fazer nada. Já quem fez apostas exageradas, deve rever os planos e colocar um limite para eventuais perdas.

Ricardo Bing Reis A vida cinzenta seria o principal objeto de estudo da Economia, embora a colorida também seja. Comentar sobre a vida cinzenta não é pessimismo. Ter uma vida colorida não é otimismo. Ponderação sim; para não transformar uma vida colorida em uma vida cinzenta.

Comportamento Humano >O Comportamento Animal (Etologia) da nossa Origem igualmente Animal (Biológica); e o Evolucionismo Darwiniano e Neodarwiniano; e a relação de ambos até chegarmos ao Comportamento dos Seres Humanos nos Dias atuais (Behaviorismo). -

Jaime Vaz - O que Darwin diria ao homem contemporâneo
A ideia é discutir as mudanças do comportamento e do papel do homem no interior das famílias contemporâneas, do homem que deixou de ser o chefe-provedor da f... http://youtu.be/RINv5JTJLuc?list=UUWIS30jutbS3-LZv1uldOjQ

Ricardo Bing Reis Acho que nossa faceta Animal, que parece querermos ignorar ou negar, é justo aquela que faz o elo entre o comportamento selvagem de outrora, e o de hoje, talvez nem tanto menos selvagem.
12 de setembro às 21:21

Ricardo Bing Reis Psiqweb
É preciso acreditar que somos do jeito que pensamos ser, afinal sempre foi assim que nos conhecemos.... http://www.psiqweb.med.br/site/Default.aspx...

Ricardo Bing Reis Psiqweb
A ilusão do eu É preciso acreditar que somos do jeito que pensamos ser, afinal sempre foi assim que nos... http://www.psiqweb.med.br/site/

CIÊNCIA POLÍTICA > Planos de Governo - Não existe lado certo e errado, e sim pontos de vista diferentes: para Mara Luquet, muda a forma com que os candidatos encaram os desafios. É importante ao eleitor saber que desafios são esses e de que forma cada um irá tratá-los, para que possa julgar quem tem mais condições de lidar com os problemas.

Não existe lado certo e errado, e sim pontos de vista diferentes
Para Mara Luquet, muda a forma com que os candidatos encaram os desafios. É importante ao eleitor saber que desafios são esses e de que forma cada um irá tratá-los, para que possa julgar quem tem mais condições de lidar com os problemas.

Ricardo Bing Reis Um país em dois
A política sempre foi a força da divisão. Ela nomeia os interesses esquecidos, nos faz ver o sofrimento de... http://www1.folha.uol.com.br/colunas/vladimirsafatle/2014/10/1532000-um-pais-em-dois.shtml

Basta

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/alexandrevidalporto/2014/10/1527130-basta.shtml

CIÊNCIA POLÍTICA > Cont.

Ricardo Bing Reis PESQUISA RECOMENDADA POR MARA LUQUET > http://g1.globo.com/.../compare-o-que-dilma-e-aecio...

PROPOSTAS DE DILMA E AÉCIO (RECOMENDADO POR MARA LUQUET) >http://www.valor.com.br/eleicoes2014/3745160/compare-propostas-de-governo-de-dilma-e-aecio

________________________________________________

ENSINO PÚBLICO & AS DROGAS - PONTO ALTO DE ONTEM > Professora ('indecisos') - "Nossos alunos, por causa das drogas, estão trocando as canetas por facas e os cadernos por lápides". Ninguém nem elogiou !!! ...

 

SAÚDE PÚBLICA > Um intercâmbio profissional/cultural de possíveis (e até prováveis) incompetências: médicos brasileiros poderão(?) atuar na Argentina, Uruguai, Venezuela e Paraguai (provavelmente Bolívia também); sem revalidar seus diplomas lá. E vice-versa (que é o que realmente interessa) aos tolos no poder desse Brasil Tupiniquim. Observe-se que, justo estes países, são os de ideologias vigentes retrógradas. A ideia é do PT, em seu "MAIS MÉDICOS MEGA PLUS". Já os países Íbero-Americanos da costa do Pacífico, melhor liderados, estão vinculados à União Europeia e Estados Unidos; não participando destas 'presepadas' de países governados por quem não estudou; ou não entendeu o que leu nas não obstinadas tentativas de estudar.

Ricardo Bing Reis Não me aprofundo muito sobre as problemáticas médicas burocráticas da classe. Isso não é bom. Hoje recebi o periódico do Conselho de Medicina com a seguinte chamada: "Depois de alterar a Lei do Ato Médico, lançar o Mais Médicos e estimular a criação de dezenas de faculdades, o governo quer que se escreva no diploma, Bacharel em Medicina (e não Médico!). A Lei do Ato Médico sofreu distorções com vetos da presidência, deixando que não médicos pratiquem atos que, à ótica dos médicos, deveriam ser restritos à médicos. O programa Mais Médicos dispensa o Revalida para que estrangeiros pratiquem no Brasil. Novas Faculdades seriam abertas sem uma estrutura mínima para formar médicos realmente competentes. Teríamos assim, quantidade sem qualidade. Com relação à palavra bacharel, nem sei direito que diferença isso faria, talvez menosprezar o termo Médico. Tudo isso poderia apontar para uma intenção de socializar a medicina e os médicos. Mais um desses sonhos surreais retrógrados.
25 de setembro às 21:33 ·

ENSINO PÚBLICO >
Palestra "A Escola do Futuro - o Modelo da Finlândia", realizada na Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), de Sorocaba, no dia 11/8/2010, por Antônio Francisco dos Santos, coordenador do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Comercial no Estado de São Paulo (Sieeesp) na região de Campinas

____________________________________________________

CIÊNCIA POLÍTICA > O incrível POLITICAMENTE CORRETO que nos amordaça !!! Contribuição de Marilia Bertoluci A ditadura do Politicamente Correto - O maravilhoso discurso do Doutor Benjamin Carson
Os males do Politicamente Correto Infelizmente hoje em dia o "Politicamente Correto" está na...

http://youtu.be/ffz13o-P3nU

Ricardo Bing Reis Talvez haja aqui ainda, o agravante da 'indústria dos danos morais', 'assédios diversos', etc. Se procedem, excelente; se não e de má fé...

 

CIÊNCIA POLÍTICA > cont.

Ricardo Bing Reis BILL WHITTLE e as 3 mensagens mais importantes, de cada 1, dos 2 lados da política (por Marília Bertolucci) >
"Há 40 anos o outro lado vem nos desenhando como vilões e repetindo a mesma mensagem, via cultura pop, universidades e partido democrata, dia após dia, e hoje temos uma nação que é pelo menos 50% coletivista ou socialista, precisamos reconhecer isso. A esquerda tem basicamente três discursos, especialmente para os jovens:

1. Riqueza não é merecida.
Se alguém é milionário porque virou noites trabalhando duro durante a vida inteira, ele merece ter o que tem. Quando você convence as pessoas de que ele não mereceu seu patrimônio, tirar o dinheiro dele e dar para os outros não é roubo, é redistribuição de renda. Se os ricos não merecem ser ricos, você tem uma nação pronta para uma elevação de impostos sem limites, já que é tudo moralmente justificável. É por isso que a máquina de propaganda de Hollywood está há décadas criando esse ambiente e dizendo a você, em todos os filmes, seriados e programas, que todo rico é ladrão.

CIÊNCIA POLÍTICA > cont.

2. Todo mundo é especial.
Não há mais vencedores nem em competições escolares, agora todo mundo recebe uma medalha e um troféu até por chegar em último, em nome da "auto-estima". Numa sociedade em que todo mundo é especial, ninguém é especial, é uma outra forma de dizer a mesma coisa. Como é feio dizer "ninguém é especial" eles falam "todo mundo é especial", que quer dizer exatamente o mesmo. E por que isso é importante para eles? Porque assim as suas realizações da vida não valem nada. Não há mérito, não há talento, não há trabalho duro ou disciplina, tanto faz se você é um neurocirurgião ou se passa o dia na rua se drogando, todo mundo é especial. Se tanto faz o que você realiza na vida, você tem uma nação pronta para o coletivismo progressista

3. Deixe-me ajudar você.
"Você merece comida de graça, saúde de graça, educação de graça, moradia de graça, passagem de graça, deixe-me ajudar você, são esses direitistas que me impedem de te ajudar." Eles estão sempre dizendo isso, só não explicam o preço, que é você abrir mão de sua liberdade, do seu trabalho e de qualquer coisa que você tiver. Esqueça liberdade e responsabilidade individual, me deixe controlar sua vida que eu te darei de volta tudo de graça.
xxxxxxxxxxxxxxxxx
Se você durante quatro décadas repete dia após dia, via cultura pop, que riqueza não é merecida, que ninguém é especial e que o governo pode te dar tudo que você precisa de graça, você produz uma nação de progressitas e está dando certo. Obama não é o problema, Obama é um sintoma, é o resultado da destruição dos valores da nossa sociedade
Antes que vocês fiquem pessimistas, saibam que podemos vencer esse pessoal, na verdade é fácil vencer, por um motivo muito simples: estamos do lado da verdade, dos fatos e da história, e a verdade tem uma força intrínseca, é como a luz que sempre vence a escuridão. Você consegue iluminar um ambiente escuro mas não existe uma máquina para jogar escuridão um ambiente iluminado. Uma simples vela enche de luz uma sala e é por isso que eles são tão preocupados com calar o nosso lado, eles precisam passar a vida colocando tapumes em tudo para que a luz não entre, enquanto para nós basta acender uma vela.

xxxxxxxxxxxxxxxxx
O que precisamos é vencer as três mensagens da esquerda com as nossas três mensagens:

1. Quero te deixar em paz
Eu não quero me meter na sua vida, eu não quero dizer o que você tem que fazer, eu quero que você tenha liberdade para fazer suas escolhas na vida. Eu não quero entrar na sua casa e dizer que tipo de lâmpada você tem na sala, não quero controlar que tipo de carro você dirige, o que você come, não quero policiar sua vida. Se você gosta de liberdade, de ser deixado em paz, você é de direita.

2. Você merece o que tem
Um simples smartphone ou um Xbox tem um valor que poderia alimentar uma família inteira na periferia da sua cidade por meses. Um auto-declarado socialista não pode defender o socialismo se tem em casa, para seu simples prazer, coisas que poderiam ser vendidas e alimentar uma família inteira na favela da sua própria cidade ou na África. Nunca aceite a superioridade moral de alguém que se diz um socialista, que acredita em redistribuição de renda, mas que não vive nem dá o exemplo do que diz defender. Mostre a eles que são hipócritas, que nem socialistas eles são, já que se eles acreditam que merecem ter o que tem eles são direitistas e conservadores.

3. Não seja um babaca.
É careta dizer "tenha valores morais", por isso é mais fácil traduzir como "não seja um babaca". A idéia é a mesma, não seja um idiota, não desrespeite os outros, não atrapalhe a vida de ninguém, não roube nada de ninguém, não cometa crimes, não seja um babaca. Se você não for um babaca, se você for uma pessoa de valores, nós podemos te deixar em paz. Para aqueles que não são, precisamos da polícia, de câmeras e da justiça, mas só para eles. Numa sociedade de pessoas virtuosas, que não são babacas, o governo não tem necessidade de se meter na vida deles.
xxxxxxxxxxxxxxxxxx
Quando Martin Luther King disse "eu tenho um sonho de viver num país em que meus quatro filhos serão julgados não pela cor da sua pele mas pelo valor do seu caráter" ele estava articulando uma idéia conservadora. Se um político só pode ser julgado pela cor da sua pele e quando você quer conhecer melhor seu caráter você é chamado de racista, esse não é o país sonhado por Martin Luther King, na verdade é exatamente o oposto, e é contra isso que temos que lutar.
Esses socialistas tentam te calar porque eles sabem que se você falar e mostrar como são hipócritas e como tudo que defendem só levou à ruína, ao desastre e ao fracasso, eles serão atropelados pela nossa mensagem
Fale a verdade com clareza e convicção e você vai ver a força que ela tem."

 

 

CIÊNCIA POLÍTICA > cont.

Ricardo Bing Reis O "POLITICAMENTE CORRETO" - Tem seu lado positivo, quando diminui ou aplaca preconceitos nocivos propriamente ditos. Entretanto, teria uma outra faceta, nada boa: Estabelecer Igualdade Social por "Decreto" (!), simplesmente ignorando o fato de que todos nós, Seres Humanos, somos 'balas sortidas'... > http://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/.../a-violencia...

CIÊNCIA POLÍTICA > cont.

Ricardo Bing Reis O "POLITICAMENTE CORRETO"
Carolina Foglietti *
Ao longo dos últimos anos o fenômeno cultural do politicamente correto invadiu a vida pública e privada das pessoas, tendo assumido o estatuto de uma nova religião. Estamos vivendo na era dos eufemismos onde o ato de nomear passou a ser meticulosamente cerceado e, dependendo do caso, severamente punido. Uma série de restrições simbólicas, imaginárias e reais, nos foram impostas por parte da própria sociedade, que se quer livre de todo e qualquer preconceito, da maldade e do ódio ao próximo. Trata-se de uma época em que se sonha com um mundo habitado por pessoas completamente tolerantes e isentas de qualquer julgamento... Como se isso fosse possível!
Se, em um primeiro momento, chamar um deficiente físico de portador de necessidades especiais, ou um negro de afro-descente, pode parecer louvável, por outro, devemos questionar ate que ponto tal atitude não é fruto de um sentimento de culpa inconsciente que, ao mascarar a diferença com rótulos que ressaltam o preconceito e a segregação, satisfazem o desejo de manter a alteridade distante de si.
Basta um olhar mais atento para perceber que por trás dessa áurea de boas intenções, jaz uma profunda intolerância marcada por um narcisismo primário, próprio de sujeitos que se mostram incapazes de lidar com as adversidades da vida. Assim, buscam inutilmente se blindar contra o mal-estar próprio ao laço social impondo a si próprios e aos demais uma visão de mundo maniqueísta, neutralizando a linguagem e causando diversos efeitos nefastos principalmente às crianças, que precisam simbolizar seus conflitos e angústias para constituir sua identidade de forma mais saudável.
Para viver de forma mais desejante e autoral, imprimindo em nossa trajetória os traços de nossa singularidade, o ser humano precisa elaborar uma tarefa particularmente difícil: desenvolver a capacidade de dotar a vida em geral de mais significado. Para tanto, sabemos que nada é mais importante do que o impacto da família e das pessoas que cuidam da criança, bem como da transmissão da herança cultural. Quando as crianças são pequenas, porém, a literatura mostra ser um dos instrumentos que melhor canaliza esse tipo de informação. Isso porque para lidar melhor com os obstáculos psicológicos do crescimento – superando decepções narcisistas, dilemas edipianos, rivalidades fraternas – a criança precisa elaborar o que está se passando em seu eu consciente para que possa enfrentar o que se passa em seu inconsciente.
O fenômeno do politicamente correto, porém, se recusa a permitir que as crianças saibam que a fonte de nossos males e insucessos está na própria natureza humana – no pendor de todos os homens a agir de forma agressiva e egoísta, por raiva e angústia. A ditatura, não tão velada, do manto da retidão nutre a ilusão de que todos os homens são bons. Entretanto as crianças sabem que elas não são sempre boas e que, vez ou outra, escolhem, de fato, não sê-lo. Isso contradiz a mensagem politicamente correta, tornando a criança um monstro a seus próprios olhos.
O que mais preocupa nessa cruzada do politicamente correto é a manipulação e a distorção da literatura infantil, que tem a importante função de ajudar as crianças à suportarem, minimamente, a complexidade da vida. É um grande engano supor que, em nome de um "mundo melhor", seria possível retirar do mundo infantil o medo, o mal, a insegurança, a ambiguidade de sentimentos pela mesma pessoa, a angústia, etc. Tentar fazer isso é uma maneira cruel de se proteger contra o inevitável, aprofundando a culpa e a violência de nossos filhos.
Uma parcela dominante de nossa cultura deseja fingir, particularmente no que se refere às crianças, que o lado obscuro do homem não existe, e professa a crença num aprimoramento otimista. No entanto, o que a psicanálise nos ensina e que atestamos tanto em nossas clínicas quanto no social é que o que não pode ser fantasiado sendo, portanto, recusado no simbólico, retorna no real, dando margem tanto às devastadoras, e às vezes irreversíveis, passagens ao ato: suicídios, homicídios, racismo, espancamentos, etc., quanto à graves doenças psicossomáticas.
A criança necessita que lhe sejam oferecidos recursos simbólicos sobre como lidar com situações e sentimentos tão contraditórios e, assim, saber equilibrar de forma mais satisfatória a introjeção da autoridade dos pais com a autonomia necessária para poder se separar deles.
O politicamente correto é uma forma extremamente poderosa de eliminar as diferenças. Quando todos são iguais e não há espaço para a discriminação, isto é, para a separação, a possibilidade de fazer escolhas é aniquilada, bem como o exercício de metabolizar as perdas e assumir as consequências do ato de escolher. Para suportar e tolerar melhor o diferente é preciso que antes possamos escolher o que NÃO queremos ser. Caso contrário, não estaremos lidando com diferenças, mas apenas com nosso acovardado narcisismo que além de cego é cínico.
19 de outubro às 22:08

Ricardo Bing Reis O "Politicamente Correto" apregoa aceitar-se as diversidades e ao mesmo tempo, apregoa igualdades. É um paradoxo e um contraditório por definição e descrição; dentro de si mesmo. É um conceito que não consegue se entender; é um conceito mal resolvido. Em se tratando de respeitar as diversidades, não deveria estar incluído respeitar as diversidades existentes em todas as pessoas (entre si mesmas - física e psiquicamente)!? Então, como apregoar na sequência a igualdade? Sinceramente, não entendo.
20 de outubro às 16:23 · Curtir

______________________________________________

CIDADANIA > Altruísmo. Ferreira Gullar: "nunca fui religioso... o outro é o sentido da vida" Trecho do programa Roda Viva exibido em 28 de Fevereiro de 2011 pela TV Cultura. Ferreira Gullar...

Ricardo Bing Reis John Lennon mostrou-se um sonhador; em IMAGINE. Mas sonho é sonho, realidade é realidade. A música lembra preceitos até socialistas, mas sem qualquer aplicação prática, pois ignora totalmente as diferenças biológicas e ambientais de todas as pessoas (entre si). > Letra:
"Imagine que não há paraíso, É fácil se você tentar,
Nenhum inferno abaixo de nós, Acima de nós apenas o céu,
Imagine todas as pessoas, Vivendo para o hoje,

Imagine não existir países, Não é difícil de fazê-lo,
Nada pelo que lutar ou morrer, E nenhuma religião também,
Imagine todas as pessoas, Vivendo a vida em paz,

Você pode dizer, Que eu sou um sonhador,
Mas eu não sou o único, Eu tenho a esperança de que um dia,
você se juntará a nós, E o mundo será como um só,

Imagine não existir posses, Me pergunto se você consegue,
Sem necessidade de ganância ou fome,
Uma irmandade de humana, Imagine todas as pessoas,
Compartilhando todo o mundo,

Você pode dizer, Que eu sou um sonhador,
Mas eu não sou o único, Eu tenho a esperança de que um dia,
Você se juntará a nós, E o mundo será como um só".
20 de outubro às 16:08 · Curtir

____________________________________________

ECONOMIA > "Fluxos de Capitais Especulativos Voláteis e Migratórios - Dos tais "Investidores Especulativos Predadores tal os ditos Abutres" :

Publicado em 07/09/2014
O assunto dívida pública é censurado pela mídia mercantilista porque esta se alimenta do abjeto poder financeiro, constituído por abutres insaciáveis que devoram impiedosamente massas humanas em todo o mundo, gerando desemprego, fome e miséria. A abordagem desse assunto pelos órgãos de comunicação é parcial, distorcida e enganosa.
A Comunicação, sem qualquer escrúpulo com o seu fundamental papel para capacitar a população na tomada de decisões em benefício de todos, denomina a auditoria como calote, aceita e reforça o conceito de dívida líquida, subtraindo do valor real, bruto da nossa dívida, as reservas internacionais, que são aplicações do Brasil no exterior, a juros perto de zero.
Enquanto isso, pagamos juros acima da taxa SELIC, os maiores do mundo. É como subtrair de uma dívida com juros altíssimos o dinheiro parado dentro de um colchão.
A dívida total brasileira no ano de 2013 chegou ao valor aproximado de R$ 4 trilhões; o pagamento de juros e amortizações alcançou R$ 718 bilhões, o que corresponde a aproximadamente R$ 2 bilhões por dia; esse desembolso anual representa 40% do orçamento da nação.
Este filme contribuirá muito para ajudar na conscientização do povo brasileiro, única forma de libertar o nosso país dessa submissão ilegal, injusta e odiosa.

Ricardo Bing Reis É FUNÇÃO DO ESTADO, IDENTIFICAR E CONTROLAR O CAPITALISMO SELVAGEM, POIS ESSE SUGA O SANGUE DAS CARÓTIDAS DA PRÓPRIA MÃE. > http://youtu.be/_r_xqfgRx8E

POLÍTICA INTERNACIONAL (ONU) & SAÚDE PÚBLICA MUNDIAL (OMS) > Os desprezos e descuidos de quase todo mundo e de quase todo o Mundo para com as mazelas e misérias generalizadas na África (que não proporciona lucro!), terão seus múltiplos preços!

_________________________________________________

EDUCAÇÃO PÚBLICA (A 'Cultura da Popozuda' Invade a América) > A "Cultura" de muitos (as) brasileiros (as) passa, não raro, por aqui. Haveria ainda, uma suposta correlação entre essa "Cultura das Popozudas" com a "Cultura do Funk"?

Ricardo Bing Reis A cultura das ‘popozudas’ invade a América

Representantes de corpos avantajados como Jennifer Lopez, Nicki Minaj e Kim Kardashian põem em evidência, nos Estados Unidos, uma antiga paixão brasileira. O culto ao derrière já movimenta o mercado da música, das academias de ginástica e é, claro, o da cirurgia plástica.

EDUCAÇÃO PÚBLICA Cont.

Ricardo Bing Reis O que as apresentações do último Video Music Awards (VMA), a premiação da MTV americana, os clipes de Anaconda e Booty, de Nicki Minaj e Jennifer Lopez, e o figurino de Miley Cyrus, que vem se apresentando com o que pode ser descrito como um fraldão sexy sobre os quadris, têm em comum? Uma mudança de gosto – e de comportamento – do público americano. O chamado “popozão”, paixão antiga do brasileiro, conquistou espaço no país obcecado pelos seios e pela magreza. Foi tanta poupança, como diria Didi Mocó, no VMA deste ano que a associação de pais que acompanha a programação da TV americana chiou, apesar de a festa da MTV ter sido puro recato em comparação com a do ano passado, aquela em que Miley surtou, pôs a língua para fora e dançou o twerk – palavra aliás derivada da nova mania americana, a de mexer as cadeiras. “Festa machista”, esbravejaram. Reclamações à parte, em uma coisa os pais têm razão: era derrière para todo lado, uma explosão que reflete um movimento não só da indústria fonográfica, dominada em seu segmento jovem pelo hip hop, estilo capaz de fazer mais de 10 bilhões de dólares por ano só nos Estados Unidos. Na terra de Beyoncé, o culto ao "booty" movimenta também as telas de TV e cinema, o mercado das academias de ginástica, e é, claro, o da cirurgia plástica.
Há ainda mudanças linguísticas, como a incorporação de twerk ao vocabulário oficial. O termo, que representa um rebolado feito pelos negros nos EUA, foi aceito pelo tradicional Dicionário Oxford, o mais extenso da língua inglesa. Até o selfie, outro termo recente do dicionário britânico, ganhou uma variação, o “belfie”, que contempla o popozão. Belfie nada mais é que o “selfie do traseiro”. Como toda novidade linguística, essas espelham transformações na sociedade americana, que, ao lado da cultura do hip hop, vem incorporando traços de uma crescente comunidade latina.
16 de outubro às 01:10 · Curtir

EDUCAÇÃO PÚBLICA Cont.

Ricardo Bing Reis “O novo padrão de beleza é uma mistura da beleza das negras e latinas, com corpos mais arredondados e lábios grossos, mas com padrões ocidentais, como cabelos lisos e loiros, e pernas e narizes finos, que são elementos da mulher branca”, diz Denise Bernuzzi de Sant’Anna, professora de História da Pontifícia Universidade Católica (PUC/SP) e autora do livro História da Beleza no Brasil, que será lançado em outubro pela editora Contexto. A descrição, como se vê, representa um padrão de beleza novo.
Quem assistiu de camarote ao começo dessa mudança — e aproveitou para lucrar — foi o personal trainer Leandro Carvalho. Há vinte anos nos Estados Unidos, o mineiro tem um programa especial só para aumentar, modelar e fortalecer os glúteos. “A explosão latina, que evidenciou Jennifer Lopez, e depois o hip hop e o R&B, que deram destaque a artistas como Beyoncé, fizeram com que o corpo com curvas se tornasse moda por aqui”, diz Carvalho. Ele se especializou ainda mais na região ao conhecer, há dez anos, a modelo Alessandra Ambrósio. Ela o contratou para esculpir a parte de trás do corpo, com uma ressalva: as pernas deveriam permanecer finas para que continuasse a ser aceita nas passarelas.
16 de outubro às 01:11 · Curtir

EDUCAÇÃO PÚBLICA Cont.

Ricardo Bing Reis Plásticas – As aspirantes a popozuda sem disposição para malhar podem lançar mão da gluteoplastia, cirurgia plástica feita com o implante de próteses de silicone nos músculos das nádegas, ou com enxerto de gordura na região. O procedimento foi adotado por algumas mulheres-fruta brasileiras e por suas congêneres americanas Nicki Minaj, natural de Trinidad e Tobago mas radicada nos EUA, e Kim Kardashian – que negam, apesar da evidente mutação corpórea sofrida ao longo dos anos.
A técnica da prótese, criada em 1980, se aprimorou nos últimos anos pelas mãos de médicos brasileiros e, por isso, ganhou lá fora o apelido carinhoso de Brazilian butt lift. Por aqui, a procura pela gluteoplastia deu um salto impressionante entre 2012 e 2013, quando cresceu 547%, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas. Nos Estados Unidos, o crescimento foi de 17% no mesmo período, número menor, mas ainda mais significativo para um país que até pouco tempo não realizava nem valorizava este tipo de operação.
“Os números aumentaram porque a cirurgia, que antes apresentava muitos riscos, se tornou mais confiável e com resultados mais consistentes. No Brasil, a demanda também está relacionada ao retorno do culto às nádegas, que por um tempo perdeu força no país”, diz José Horácio Aboudib, professor e chefe de cirurgia plástica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Segundo Aboudib, as próteses de glúteos possuem um limite de tamanho, ao contrário das feitas para os seios. O máximo permitido para cada nádega é de 500 ml. Porém, muitas pacientes acabam complementando o tamanho com o enxerto de gordura, que é ilimitado, após a inserção da prótese.
16 de outubro às 01:12 · Curtir

EDUCAÇÃO PÚBLICA Cont.

R icardo Bing Reis Feminismo ou mulher-objeto? – Se antes dançarinas como Carla Perez e Scheila Carvalho eram classificadas apenas como mulher-objeto, Valesca Popozuda, a funkeira do beijinho no ombro, chega a ser incensada como símbolo do feminismo — há até, para o bem do humor, quem a titule de “grande pensadora contemporânea”. Outra semelhança entre as “divas” do Brasil e dos EUA, o discurso de Valesca é o mesmo de Beyoncé, uma das pessoas mais influentes do mundo, de acordo com a revista Time. Com seu pop marcado pelo hip hop e seu figurino que não deve em nada aos do grupo baiano É o Tchan, Beyoncé manda recado em canções como All the Single Ladies. Pode ser exagero. Pode ser marketing. Mas ela rebola como quem é dona do próprio nariz. E de algo mais, é claro. E, quando quer retocar sua imagem no Photoshop, é a perna, e não o popozão que ela diminui.“É difícil enxergarmos que uma mulher que rebola de shortinho pode ser um símbolo do feminismo”, diz Mirian Goldenberg, professora de antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autora do livro O Corpo como Capital (Estação das Letras e Cores). A antropóloga relembra a reflexão do sociólogo francês Pierre Bourdieu, no livro A Dominação Masculina (Bertrand), que diz que, na lógica masculina, os homens devem ser fortes, viris, com tórax e braços grandes, enquanto as mulheres deveriam ser discretas e magras. “Essas mulheres voluptuosas podem estar reagindo a isso de forma inconsciente. Com seus corpos avantajados, elas rejeitam esse conceito de invisibilidade social. Não são transparentes nem frágeis.”
Filosofia à parte, o fato é que os americanos estão se rendendo ao booty – tema e título do clipe em que Jennifer Lopez e Iggy Azalea parecem, as duas, a loira e a morena do Tchan. Carla Perez agora pode, ao lado de Valesca Popozuda, dar o seu beijinho no ombro da América.c
16 de outubro às 01:12 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/LDZX4ooRsWs

POLÍTICA INTERNACIONAL > Os desprezos e descuidos de quase todo mundo e de quase todo o Mundo para com as mazelas e misérias generalizadas na África (que não proporciona lucro!), terão seus múltiplos preços!

Ricardo Bing Reis Publicado em 02/10/2014
Resumo das principais atividades da organização médico humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras ao redor do mundo, em Setembro de 2014:

Ebola - Uma coalização global na inércia

RDC - Membro da equipe de MSF é encontrada ilesa

Gaza - Em meio às ruínas

Etiópia - Acampamento inundado torna-se um lago

Pneumonia - Necessidade de vacinação urgente

Síria - O alcance da Guerra
15 de outubro às 23:52 · Curtir

SAÚDE PÚBLICA > Analisando o Quadro Clínico de "Infecção por Ebola Vírus", particularmente, encontrei, pelo menos em parte, descrições de sintomas e sinais cruzados com da GRIPE A.

Transmissão do ebola é tão eficiente quanto o da gripe
Segundo o clínico infectologista da Unifesp, Paulo Olzon, vírus está presente na secreção e pode ser difundido por meio de espirros ou tosses.

_________________________________________________

COMPORTAMENTO HUMANO > A tecnologia por Redes Sociais estão socializando as pessoas como diz o nome (?), ou estão as afastando cada vez mais, fomentando o maléfico isolacionismo? Se o real valor da vida é mesmo o OUTRO (Altruísmo), eu já tenho minha certeza.

Comportamento Humano > Lembre-se que quando as coisas estão ruins, sempre podem piorar. Quando você chega no fundo do poço, pode descobrir que ainda havia subsolo. Mas não se esqueça também, que não há mal que dure para sempre. Entretanto, vale o vice-versa!...

Ricardo Bing Reis Na procura de dias melhores; na procura da tal felicidade; e, sempre postergando-a, sempre procrastinando-a; o tempo vai e vai passando, passa ainda mais, cada vez mais, vai-se 1 e outras décadas, até que... // http://youtu.be/xE_dA479MCs

MOBILIDADE URBANA > Motorista é na cidade, por direção defensiva. Piloto é em pista de corrida. É ultra comum tolos acharem ser bom motorista o habilidoso que costura e acelera dentro da cidade!... Piloto na cidade atrapalha; motorista na corrida atrapalha.

(IN)SEGURANÇA PÚBLICA > Acho, apenas acho, que a o origem do banditismo e das vidas destruídas, caracterizando existências trágicas, em verdade, no cerne, são questões de SAÚDE (INSANIDADE) PÚBLICA. Saúde Pública não é só tratamento de Diabete, Hipertensão, Dislipidemias, AVCs, Infartos, Epilepsias, Asmas, etc. É, e muuuito, INSANIDADE MENTAL. Há de se proporcionar a melhor condição possível para mitigar tais dores psico e mentais. Pessoas que padecem de Transtornos e/ou Distúrbios Mentais de fortes traços em Agressividade, por Raiva e Irritabilidade exacerbadas; merecem, precisam e devem ter assistência médica gratuita pelo SUS; inclusive recebendo gratuitamente, medicação psiquiátrica pertinente, caso seja indicado. O mesmo valeria para usuários de drogas; ainda mais se pertencerem a esse grupo de Temperamento Forte, Explosivo, Destrutivo e Agressivo. Assim, a SEGURANÇA PÚBLICA DEPENDE, PRIMARIAMENTE, DA SAÚDE PÚBLICA.

Ricardo Bing Reis - O Advogado do Diabo trailer http://youtu.be/h36tBPi0YYM

Ricardo Bing Reis - Top 10 Movie Psychopaths
Criteria: No supernatural psychopaths! These aren't the kinds of folks you'd want to hang out with. http://youtu.be/XIvhabwQq4Q

Ricardo Bing Reis PSYCHO & SERIAL KILLER > Talking Heads Perform "Psycho Killer" at the 2002 Inductions
Talking Heads perform "Psycho Killer" at the 2002...http://youtu.be/dRNh_qdNB5c

ECONOMIA & SOCIEDADE > Muitos Idosos e muitos Jovens não trabalhando. Os que trabalham viraram Atlas?

Ricardo Bing Reis A Economia de praticamente todo o mundo, não somente de formas focais, anda mal há 7 anos. No mínimo. E os sinais de recuperação são pífios. Vemos hoje jovens brilhantes, muito inteligentes e muito preparados, porém, que se recusam a aceitar 'gramar' s...Ver mais
9 de outubro às 15:43 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > Educomunicação. Talvez o termo mais correto fosse Ensicomunicação! - Educomunicação é tema de Seminário na UCB

____________________________________________________

EDUCAÇÃO PÚBLICA > As crianças e o Dinheirismo.

Não encha as crianças de presentes

EDUCAÇÃO > A criança, o Jovem e o Dinheiro.

Por que semanada, quinzenada e mesada?

________________________________________________

CIÊNCIA POLÍTICA & CIDADANIA > Maus governos deseducam o povo? Maus governos tem influência no caráter das pessoas (em especial dos jovens em fase de formação)? Ensinam a roubar e ser corrupto? Ensinam imoral e maus costumes? Ou seria ambos a se influenciarem? Acho haver uma retro alimentação, em círculo vicioso ou virtuoso. Tanto para o bem, quanto para o mal. Por aqui, infelizmente, pelo menos por enquanto, parece prevalecer para o mal.

Ricardo Bing Reis -Sinto vergonha de mim - Rolando Boldrin HD
Tenho vergonha de mim poema Rolando Boldrin http://youtu.be/patBZWLgrzA

Só existe uma maneira de evitar as críticas

Ricardo Bing Reis Supostamente Aristóteles, teria constatado existir apenas 1 maneira de evitar as críticas: não fazendo nada, não dizendo nada e não ser nada. Tenho dúvida, pois não faltaria quem o classificasse, com razão, de um peso morto. E é mesmo. Pior sentimento deve ser perder para si mesmo, perder para seus medos. Não opinar, não receber retorno. Não interagir. Viver numa treva interna e externa. Isso até não seria a descrição da Depressão com Ansiedade agregada(?) ou vice-versa?

Comportamento Humano & Cidadania > Interpreto que aqui teríamos a Antropologia Biológica; os desdobramentos e a transição desta para a Antropologia Social e suas amarras. É a loucura Humana(!), entre o Animal (dito Id/Es) e os Limites (dito Superego/überich)...

Phosphorescent - Song For Zula
Credits: Directors: Djuna Wahlrab and Matthew Houck Producers: Casey McGrath and Joshua Levine Production Company: Phear Creative Buylinks: iTunes http://gln...

SÍMBOLOS DA PÁTRIA E CIDADANIA > Brasão, Hino Nacional e Bandeira do Brasil >
............................
ORDEM e PROGRESSO
A inscrição "Ordem e Progresso" é uma forma abreviada do lema político positivista cujo autor é o francês Auguste Comte: O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim (em francês: L'amour pour principe et l'ordre pour base; le progrès pour but)7 . Euclides da Cunha, aluno de Benjamin Constant, declarou: "O lema da nossa bandeira é uma síntese admirável do que há de mais elevado em política"7 8 .
Apesar de a lei 5700/71, que dispõe sobre as formas da bandeira nacional, determinar apenas a cor do lema, verde, esse é geralmente escrito com tipo sem serifa de família neogrotesca, em caixa alta, sendo que a conjunção E aparece um pouco menor, em versalete. Essa configuração é confirmada pelo anexo da lei 8.421, de 11 de maio de 19929 , que apresenta modelo de desenho da bandeira nacional.

ENSINO PÚBLICO > A vida gelada e de trevas dos homens nórdicos do gelo no hemisfério norte; e, suas vidas caseiras e introspectivas, os levariam mais aos estudos? Uma vida mais tropical, com praias paradisíacas e atrativas prejudicaria? http://youtu.be/DCkbfyk6XGc?list=UUeEi1My3KTXHT0SG1JkR9gA

Comportamento Humano > O olho não seria o mais evidente tentáculo do cérebro? A pupila preta não seria a porta de entrada para as misteriosa trevas de nossas sinapses? http://smarturl.it/playbsidesitunes?IQid=youtube

CIDADANIA > Para quem acha que pode salvar o mundo! Mas um pouco (mesmo que muito pouco) sempre se pode fazer. Aquela do passarinho e o incêndio na floresta...

CIÊNCIA ECONÔMICA, CIÊNCIA POLÍTICA & SEUS ELOS DE INTER LIGAÇÃO ALICERÇADOS NOS EGOÍSMOS NARCÍSICOS!
Obs > Pré Requisito de pensamento devir ('possivelmente correto', embora não necessariamente 'provavelmente correto'): se analisarmos friamente, o dinheiro e/ou a onisciência são, muito frequentemente, os 2 principais 'objetos' de desejo de um Ego Exageradamente Apaixonado por Si Mesmo.

Ricardo Bing Reis Nem imagino qual o significado etimológico da terminação "-ismo". Mas imagino que pelo menos em muitas vezes tem implicação com extremos: extremismo, conformismo, racismo, etc. Fácil identificar em 'Fascismo', 'Nazismo' e 'Comunismo'; já que são mesmo DITADURAS. Menos fácil, por ser menos evidente, nos termos ideológicos 'Socialismo' e 'Capitalismo'. Estas 2 últimas, a mim parece, se camuflam e se ocultam sob o véu da palavra 'DEMOCRACIAS'; jogando areia em nossos olhos. Alegar tratar-se de Ditadura a sucessão sem votação popular; e, de Democracia a sucessão corroborada pelo povo medinte votação; é, no mínimo, uma super simplificação para 'ingleses verem'. Isso, no máximo, é o ponto de partida de uma real Democracia.
28 de setembro às 01:41 · Curtir

Ricardo Bing Reis Mediante essa forma de pensar, colocando o EGOCENTRISMO acima de tudo, ser um Socialista ou ser um Capitalista seria uma escolha para satisfazer sua onisciência. Tendo em vista que a quantidade de idiotas no mundo é, chutemorficamente supondo, 9 vezes maior, não fica difícil deduzir que cada qual lê uma cartilha ou brochura, decora aquilo e fica repetindo sempre a mesma coisa à papagaio, incapaz de pensar em cima daquilo, não por paixão cega, ou não apenas, mas por burrice mesmo. Ou ambos, já que um implica no outro. O socialistinha se torna uma seita da dita esquerda; o capitalistinha se torna uma seita da dita direita.
28 de setembro às 02:31 · Curtir

Ricardo Bing Reis Cada qual, socialistas e capitalistas, estudam apenas a metade dos temas, além disso, apenas abordar as limitações dos 'adversários'. O mais aproximado das melhorias, exigiria o somatório das 2 brochuras. Entretanto, nem isso daria certo, pois quem escreveu (se escreveu apenas sobre a metade), nem sequer bem escrita deve estar aquela metade, pois ele já se demonstrou ser muito burro. Cada qual, quer, ao fundo, um PRETEXTO, algo que EXPLIQUE sem necessariamente JUSTIFICAR (isto é, sem qualquer compromisso com a coerência; e também sem qualquer compromisso com a justeza do modus operandi). Pronto, temos aí a receita da 'gana gananciosa' dos ditos Políticos pela montanha de dinheiro acumulado pelo povo mediante impostos.
28 de setembro às 02:42 · Curtir

Ricardo Bing Reis Para ilustrar, a Ditadura Militar dos anos 64 à 86; 'simulava' uma Democracia, tanto que havia 2 Partidos Políticos; a ARENA da situação e o MDB (uma coligação em salada de frutas de todas esquerdas e correlatos). E eleições diretas acho que para vereadores, deputados estaduais e congressistas. mas todos os cargos executivos eram nomeados. Isso é Democracia? Da mesma forma hoje, o socialismo brasileiro também tem um comportamento ditatorial velado, disfarçado de democracia. Coitada da palavra Democracia. É mencionada o tempo todo pelos partidários socialistas e pelos partidários capitalistas. só não tenho realmente pena da palavra Democracia porque ela não existe em lugar nenhum. Nem nunca existiu, nem nunca existirá. salvo desenvolva-se um chip cerebral que retroceda o 'Homo Sapiens Sapiens sp.' à sua bem mais coerente condição de Animal Biológico; mais coerente que o mal pensador de hoje.
28 de setembro às 02:52 · Curtir

Ricardo Bing Reis Não havendo Democracia, sobra a EUCRACIA. Para receber os votos dos ainda mais idiotas do que a idiotice dos políticos, cada qual, político, se apresenta com a roupagem que melhor lhe aprouvir, considerando sua cultura(?), circunstâncias e interesses pessoais (mas não sociais, da coletividade). E lá se vai ele ajeitar sua vida, e de seus capangas; sem sequer saber ou imaginar para o que deveria estar lá.
28 de setembro às 02:59 · Curtir

Ricardo Bing Reis Desta forma, relendo o enunciado, finalmente pode-se arrematar que a economia (o dinheiro, o capital) só interessa na medida que venha para si, não para o social. O elo de ligação entre os políticos ditos de direita e os políticos ditos de esquerda, são seus próprios egos inflados; buscando satisfazê-los pelo dinheiro e sensação de onisciência. Sim, sensação, pois são burros.
28 de setembro às 03:05 · Curtir

Ricardo Bing Reis Os Políticos, e todos os demais cidadãos (desconsiderando a máxima de que toda pessoa é um ser político), em verdade, são tão socialistas quanto capitalistas. São todos capitalistas nos lucros e socialistas nos prejuízo. salvo algumas exceções. A verdade é essa. Acho.
28 de setembro às 03:08 · Curtir

Ricardo Bing Reis Sou contra o pluripartidarismo. Sou adepto do monopartidarismo. Sou militante do PBS. O PBS é um Partido Político que deveria ser uma Ditadura. O PBS é o 'Partido do Bom Senso'. Nunca existiu, não existe e tende a nunca vir a existir. Por falta de afiliados. Não é socialista nem capitalista. Não é nem de direita nem de esquerda. Apenas do bom senso; e, assim, do senso restrito. Mas esses do senso restrito, por serem inteligentes, se irritam e se sentem diminuídos na presença e na companhia de tolos. E assim, se afastam da Política, o maior reduto de parvos e atoleimados.
28 de setembro às 03:16 · Curtir

Ricardo Bing Reis O PBS tem candidatos em potencial, que por serem inteligentes, não se candidatam. Entretanto, mesmo sendo inteligentes, sabem até que pouco sabem. Dentre as coisas que eles tem demonstrado não conhecer, é a frase que supostamente seria de Santo Agostinho(?), que aqui segue: "A Esperança tem 2 filhas lindas, a Indignação e a Coragem. A Indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las".
28 de setembro às 03:24 · Curtir

CIÊNCIA ECONÔMICA, CIÊNCIA POLÍTICA & SEUS ELOS DE INTER LIGAÇÃO ALICERÇADOS NOS EGOÍSMOS NARCÍSICOS! Cont.

Ricardo Bing Reis CIÊNCIA POLÍTICA > REGIMES POLÍTICOS [Ocultar]
Regime político
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé.

Formas de governo pelo mundo em Abril de 2006:
Repúblicas presidencialistas totais.
Repúblicas presidencialistas ligadas
a um parlamento.
Repúblicas semipresidencialistas.
Repúblicas parlamentares.
Monarquias parlamentares constitucionais em que o monarca não exerce poder pessoal.
Monarquias parlamentares constitucionais em que o monarca exerce poder pessoal (muitas vezes ao lado de um parlamento fraco).
Monarquias absolutistas.
Repúblicas unipartidárias.
Ditadura militar
Países que não se encaixam em nenhum dos sistemas acima.
Regime político, na ciência política, é o nome que se dá ao conjunto de instituições políticas por meio das quais um estado se organiza de maneira a exercer o seu poder sobre a sociedade. Cabe notar que esta definição é válida mesmo que o governo seja considerado ilegítimo.

Tais instituições políticas têm por objectivo regular a disputa pelo poder político e o seu respectivo exercício, inclusive o relacionamento entre aqueles que detêm o poder político (autoridade) e os demais membros da sociedade (administrados).

O regime político adotado por um Estado não deve ser confundido com a sua forma de Estado (Estado unitário ou federal) ou com o seu sistema de governo (presidencialismo ou parlamentarismo, dentre outros).

Outra medida de cautela a ser observada ao estudar-se o assunto é ter presente o fato de que é complicado categorizar as formas de governo. Cada sociedade é única em muitos aspectos e funciona segundo estruturas de poder e sociais específicas. Assim, alguns estudiosos afirmam que existem tantas formas de governo quanto há sociedades.

Índice [esconder]
1 Regimes políticos antigos
2 Regimes políticos contemporâneos
2.1 Democracia
2.2 Autoritarismo
2.3 Totalitarismo
Regimes políticos antigos[editar | editar código-fonte]
Absolutismo
Caciquismo
Czarismo
Ditadura
Regimes políticos contemporâneos[editar | editar código-fonte]
São, em geral, classificados em:[carece de fontes]

Democracia[editar | editar código-fonte]
Os regimes políticos democráticos se caracterizam por eleições livres, liberdade de imprensa, respeito aos direitos civis constitucionais, garantias para a oposição e liberdade de organização e expressão do pensamento político.

Autoritarismo[editar | editar código-fonte]
Os regimes políticos autoritários, como os que existiram na América Latina nos anos 1960/1970, operavam através da suspensão das garantias individuais e das garantias políticas. No regime político autoritário as normas constitucionais são manipuladas ou reeditadas conforme os interesses do grupo ou partido que detêm o poder.

Totalitarismo[editar | editar código-fonte]
Os regimes políticos totalitaristas diferem fundamentalmente dos dois regimes citados. No totalitarismo, o regime político está concentrado em uma pessoa que representa a figura de um “Führer” (comandante supremo). Nos regimes políticos totalitários não há nenhuma instituição política que possa representar qualquer vestígio de democracia. Tais regimes ocorreram entre os anos 1920/1945 na forma de fascismo na Itália e Espanha, nazismo na Alemanha e estalinismo na União Soviética.
28 de setembro às 03:44 · Curtir

CIÊNCIA POLÍTICA > FORMAS DE GOVERNO
Palestras em Porto Alegre sobre a Wikipédia nos dias 14 e 19 de novembro. [Ocultar]
Forma de governo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Formas de governo)
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Google — notícias, livros, acadêmico — Yahoo! — Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Vote2 final.png
Política
Poderes[Expandir]
Formas de governo[Expandir]
Regimes e sistemas[Expandir]
Tipos de poder[Expandir]
Classes de estado[Expandir]
Conceitos[Expandir]
Processos[Expandir]
Divisões administrativas[Expandir]
Cargos[Expandir]
Disciplinas[Expandir]
Espectro político[Expandir]
Ideologias[Expandir]
Atitudes[Expandir]
Portal • Categoria

CIÊNCIA POLÍTICA > FORMAS DE GOVERNO Cont.
v • e
Em ciência política, chama-se forma de governo (ou sistema político) o conjunto de instituições políticas por meio das quais um Estado se organiza a fim de exercer o seu poder sobre a sociedade. Cabe notar que esta definição é válida mesmo que o governo seja considerado ilegítimo.

Tais instituições têm por objetivo regular a disputa pelo poder político e o seu respectivo exercício, inclusive o relacionamento entre aqueles que o detêm (a autoridade) com os demais membros da sociedade (os administrados).

A forma de governo adotada por um Estado não deve ser confundida com a forma de Estado (unitária ou federal) nem com seu sistema de governo (Monarquismo, presidencialismo, parlamentarismo, dentre outros).

Outra medida de cautela a ser observada ao estudar-se o assunto é ter presente o fato de que é complicado categorizar as formas de governo. Cada sociedade é única em muitos aspectos e funciona segundo estruturas de poder e sociais específicas. Assim, alguns estudiosos afirmam que existem tantas formas de governo quanto há sociedades.

Formas de governo[editar | editar código-fonte]

Países do mundo de acordo com sua forma de governo em 2011
Repúblicas presidencialistas1
Repúblicas semipresidencialistas1
Repúblicas parlamentaristas1
Estados unipartidários
Monarquias constitucionais parlamentares
Monarquias absolutas
Ditaduras militares
Monarquias constitucionais onde o monarca exerce poder pessoalmente
Repúblicas com um presidente executivo dependente do parlamento
Países que não se encaixam em nenhum dos sistemas políticos acima
1Vários Estados constitucionalmente considerados repúblicas multipartidárias são amplamente descritos pela comunidade internacional como países autoritários. Este mapa apresenta apenas mostra a forma de governo de jure e não o grau de democracia de facto.
Tendo em mente a dificuldade em classificar-se as formas de governo, estas são tradicionalmente categorizadas em:

Monarquia
República
Anarquia (com ausência de Estado, autogoverno)
Para Aristóteles, reconhecido como fundador do pensamento e da ciência política, as formas de governo são subdivididas em 2 grupos, o de "formas puras" e o de "formas desviadas":

Formas puras de Governo (governo para o bem geral):

Monarquia - Governo de um só
Aristocracia - Governo de poucos ou dos melhores
Democracia - Governo do povo
Formas impuras de Governo (governo para o bem individual ou de um grupo):

Tirania - Governo de um só para o seu interesse ou de um grupo familiar
Oligarquia - Governo de poucos para seu interesse ou de um grupo social
Demagogia ou Politéia - Governo exercido pela maioria para oprimir a minoria
Outras formas de exercício do poder[editar | editar código-fonte]
Esta seção combina formas de governo, sistemas de governo e conceitos afins. Cada Estado pode adotar elementos de mais de um sistema.

Autocracia
Autoritarismo
Fascismo
Absolutismo
Despotismo esclarecido
Despotismo
Ditadura
Ditadura militar
Monarquia (uma variante, a monarquia constitucional, não pode ser considerada autocracia)
Monarquia absoluta (historicamente, o mesmo que absolutismo)
Totalitarismo
Nacional-Socialismo
Tirania
Democracia
Democracia direta
Democracia indireta(ou Democracia representativa)
Democracia semidireta
Democracia orgânica (podendo ser semidireta em alguns países, mas sempre com corporativismo)
Corporativismo
Parlamentarismo
Presidencialismo
Semi-presidencialismo
Oligarquia
Aristocracia
Cleptocracia
Gerontocracia
Meritocracia
Plutocracia
Tecnocracia
Teocracia
Ver também[editar | editar código-fonte]
Governo
Estado
Política
28 de setembro às 03:48 · Curtir

Ricardo Bing Reis PBS - Filosofia Política do "Partido do Bom Senso" (não existente, por falta de candidatos preparados) > Possível pioneiro é o porteiro do meu edifício: "Nossa Educação é ridícula. Ensino é ridículo. Saúde Pública é ridícula. Segurança Pública é ridícula. Previdência é ridícula. Infra Estrutura é ridícula. Serviços são ridículos. Congresso é ridículo. Judiciário/STF é ridículo. Executivo é ridículo. Brasil é ridículo".
28 de setembro às 15:30 · Curtir

Ricardo Bing Reis Pobreza Extrema para mim é a miséria. O zelo para com tal problemática, não se trata, para mim, de ideologia daqui ou de lá!... Se trata de estar na condição de ser humano e ser desumano. Toda e qualquer ideologia tem que passar beeeeem longe dessa problemática. A pobreza extrema/miséria tem que ser acolhida como calamidade pública. Uma questão de dignidade, para com quem é miserável e para quem socorre. Se, por acaso, as 'ideias ideológicas' entre esquerda e direita; socialismo/comunismo e liberalismo/capitalismo passam por esse terreno inóspito, aquele que se acha como pertencente ao grupo que os acolhe enquanto o outro os ignora, está no campo do mal entendido; quando conversa comigo sobre tais assuntos. Eu não posso imaginar que alguém interprete pensar de forma liberal como alguém que despreza o próximo, como alguém que despreza o miserável de forma cruel e desumana. Isso tem nome: capitalismo selvagem/predador/'abutre'/'insano'. Se não houver uma introdutória esclarecendo as regras que norteiam a conversa, como conversar? Há de se dar antes, quais são as premissas da conversa, quais são as dimensões (delimitações) das premissas da conversa, quais são as qualificações das premissas das conversas. Agora sim, com o ajuste fino definido, pode-se conversar. Isto é, o controverso na mesma frequência e não em linhas paralelas. Acho.
30 de setembro às 23:41 · Curtir

Ricardo Bing Reis Tirando-se os extremos, fica o centro. O centro tende a ser o local de ação do bom senso. E, delimita-se o centro, trabalhando para, pelo menos de forma suficiente, atenuar os extremos e suas problemáticas agregadas. Para fazer um mínimo exigido junto ao centro, há de se ter capital para aplicar no social, e há de se ter um minimamente competente social para gerar capital. É um círculo virtuoso; são 2 metades inseparáveis. Não se anda em uma motocicleta com 1 roda só. Talvez empina-se por alguns segundos, mas logo ali será necessária a outra roda. Talvez algo em torno de um social-capitalismo como gestor desse centro.
30 de setembro às 23:48 · Curtir

RCIÊNCIA POLÍTICA > IDEOLOGIAS POLÍTICAS
Lista de ideologias políticas
Espectro político -
De esquerda · De centro · De direita
· Sincretismo
............................................................
Sistema partidário:-------------------------
Partido dominante
Multi-partidário
Não-partidário
Partido único
Dois partidos
...................................................

Lista de ideologias políticas: muitos partidos

políticos baseiam sua ação política e programa

eleitoral em uma ideologia. Em Estudos Sociais,

uma ideologia política é uma certa ética com-

junto de ideais, princípios, doutrinas, mitos ou

símbolos de um movimento social, instituição,

classe, e ou grande grupo, que explica como a

sociedade deve funcionar, e oferece algum pla-

no político e cultural de uma determinada or-

dem social.
Exemplos de Ideologias Políticas
Ambientalismo ·
Autoritarismo ·
Anarquismo ·
Capitalismo ·
Centrismo ·
Comunismo ·
Comunitarismo ·
Conservadorismo ·
Democracia cristã ·
Direita política ·
Esquerda política ·
Fascismo ·
Feminismo ·
Individualismo ·
Islamismo ·
Liberalismo ·
Nacionalismo ·
Nazismo ·
Monarquismo ·
Social-democracia ·
Socialismo
1 de outubro às 18:46 · Curtir

CIÊNCIA POLÍTICA > Justiça e Igualdade - Na sua opinião, onde está(ão) o(s) erro(s) aqui?

Movimento Queromedefender
Margaret Thatcher foi a primeira mulher a ser eleita líder do Partido Conservador do Reino Unido em 1975 bem como a primeira a ocupar o cargo de primeira-minist...

Ricardo Bing Reis Bolsa Família e os Programas Sociais na Inglaterra
O Bolsa Família e outras bolsas

Por Alberto Carlos Almeida

O recente episódio dos boatos de extinção do Bolsa Família e o impacto coletivo que isso causou, quando milhares de pessoas em vários Estados correram para as agências da Caixa a fim de sacar o benefício, motivou falas de políticos e formadores de opinião, uns defendendo e outros criticando essa política social. A presidente Dilma veio a público em defesa do benefício e disse que não se tratava de pura e simples distribuição de recursos, como se fosse uma "bolsa esmola", mas, sim, de uma política social muito bem pensada. Aécio Neves, futuro candidato do PSDB a presidente, disse que o Bolsa Família foi criado pelo seu partido. As palavras de Aécio foram muito claras: "Se tivéssemos um jeito de tirar o Bolsa Família, pegar no berço e fazer o exame de DNA, veríamos que o pai dele é o PSDB".
Nas duas últimas campanhas eleitorais presidenciais, em 2006 e 2010, o Bolsa Família foi um tema importante do PT e do PSDB. Não há no Brasil, hoje, uma força política relevante que proponha acabar com o benefício. O máximo que se propõe é a criação de uma suposta "porta de saída", isto é, algum tipo de política social paralela ao Bolsa Família, como medidas para gerar empregos para os beneficiários do programa, de tal maneira que as famílias, com o passar dos anos, deixem de precisar do benefício. A busca de uma porta de saída tem a ver com a crítica de que o Bolsa Família não passa de um programa assistencialista.
27 de setembro às 23:08 · Curtir

R icardo Bing Reis Continuação>
Recordar é viver. Em 2006, ninguém menos do que o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil, d. Geraldo Magela, criticou o caráter assistencialista do programa. O líder religioso afirmou que "o Bolsa Família é assistencialismo, não é promoção humana. Em alguns casos, o programa estimula as pessoas a não fazerem nada, em troca de R$ 60, R$ 90 por mês. O que nós [a CNBB] queremos é trabalho e educação para todos". Será fácil encontrar os inúmeros críticos do Bolsa Família com base no argumento geral de que causaria acomodação nas famílias pobres; basta fazer uma pesquisa rápida na internet.
Há no Brasil a concepção predominante de que tudo que vem de fora é melhor do que o que é criado ou executado aqui. Trata-se do que Nelson Rodrigues batizou de "complexo de vira-latas", que o dramaturgo definiu assim: "Por "complexo de vira-lata" entendo eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. O brasileiro é um Narciso às avessas, que cospe na própria imagem. Eis a verdade: não encontramos pretextos pessoais ou históricos para a autoestima". Para muitos, o Bolsa Família entra no leque de provas de que somos inferiores. O argumento, nesse caso, é simples: só mesmo no Brasil se adotaria uma política social que resultaria na acomodação dos pobres face ao trabalho e à educação.
27 de setembro às 23:09 · Curtir · 1

Continuação > O Brasil adotaria políticas sociais que resultariam na dependência, ao passo que, por exemplo, o Reino Unido pós-Thatcher seria o exemplo de dinamismo e de alocação eficiente de recursos. A maioria dos críticos do Bolsa Família também idealiza o que acontece em outros países. Nada mais distante da realidade do que achar que somente no Brasil os mais pobres recebem algum tio de auxilio do governo para sobreviver. Na verdade, o Brasil é um dos países que menos auxílio presta aos mais pobres. Mais uma vez, o exemplo do Reino Unido é paradigmático: lá existe até mesmo o bolsa funeral.

Isso mesmo. Chama-se, em inglês, "funeral payments". O bolsa funeral britânico pode ser utilizado para cobrir despesas com velório, cremação, atestado de óbito, compra do caixão, flores e até mesmo viagem de parente para organizar o enterro. A quantia por funeral é de até 700 libras. Informações detalhadas sobre o benefício podem ser encontradas em www.gov.uk/funeral-pay ments/overview. O morto, um dos beneficiários do bolsa funeral, terá direito a um enterro digno e jamais poderá ser acusado de acomodação causada por uma política social.

No Reino Unido existe também o bolsa aquecimento no inverno. É como se no Brasil existisse um benefício do governo para que as pessoas pagassem o ar-condicionado no verão. Para que um britânico seja beneficiário do bolsa aquecimento no inverno ("winter fuel payment") não é preciso ser pobre; basta ser idoso. Ou seja, todos os que têm mais de 80 anos, independentemente da renda, podem receber de 100 a 300 libras no inverno, mesmo se não morarem no Reino Unido. Há também o bolsa clima frio (www.gov.uk/cold-wea ther-payment), que cada britânico pode solicitar caso a temperatura da região onde mora fique igual ou menor que zero grau Celsius. Vale também a previsão do tempo. Se, por sete dias, a previsão for essa, a pessoa pode requisitar o bolsa clima frio. Parece piada que benefícios desse tipo existam no Reino Unido, mas quem quiser confirmar os encontrará na internet, na página que apresenta todos os benefícios sociais do governo (www.gov.uk/browse/benefits).

O Reino Unido também tem bolsa família, lá denominado "child benefit". Trata-se de um benefício para famílias na qual a renda individual do chefe seja menor do que 50 mil libras por ano. Para cada criança ou jovem abaixo de 20 anos de idade, desde que matriculado na escola ou em algum tipo de treinamento, o governo paga 20 libras por semana. Isso é pago para a primeira criança. Para quem tem mais filhos são adicionadas 13 libras por semana, por criança.

O Reino Unido gasta muito mais do que nós, brasileiros, com numerosos benefícios sociais. Não há a menor dúvida de que a rede de proteção social deles é bem mais ampla do que a nossa. Sabe-se também que há correlação entre bem-estar social e, por exemplo, violência. As sociedades menos desiguais e com as mais amplas redes de proteção social tendem a ter índices menores de criminalidade. Não é possível ter tudo. Não dá para abolir o Bolsa Família e, ao mesmo tempo, não ter criminalidade elevada. As políticas repressivas são importantes, mas não resolvem sozinhas a criminalidade, em particular no longo prazo.
Alguns poderão afirmar: no Brasil nada funciona; temos Bolsa Família e a criminalidade ainda assim é alta. Cabem aqui duas ponderações. A primeira é mais do que óbvia: não fosse o Bolsa Família, a criminalidade provavelmente seria muito mais elevada. A outra ponderação tem a ver com a abrangência da rede de proteção social. Talvez fosse preciso, para diminuir a violência, adotar também o bolsa funeral, o bolsa ar-condicionado no verão e outros benefícios equivalentes aos britânicos.

CIÊNCIA POLÍTICA > Cont.

Novamente, cumpre sublinhar que é impossível ter tudo. No Brasil de hoje, o combate à inflação por meio do aumento de juros pode resultar em desemprego mais elevado. Desemprego crescente ou alto resulta em mais violência. Blindar os automóveis, andar com seguranças e controlar horários e locais frequentados não resolve tudo ? sem falar que não é uma forma agradável de viver.

É fato que as duas principais forças políticas do Brasil, PT e PSDB, convergiram acerca de várias políticas, tanto econômicas quanto sociais. Há consenso acerca de que a inflação precisa ser combatida, de que não se pode dar trégua a ela. Há consenso de que são necessárias políticas sociais como o Bolsa Família. Aliás, o PSDB criou a Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), que assegura uma renda mínima para os aposentados pobres. É também consenso que o seguro-desemprego deve ser mantido.

O Brasil, porém, é bem diferente da Europa. Nossa rede de proteção social jamais se assemelhará à existente nos países europeus. Duvido também que nossa criminalidade se torne um dia tão baixa quanto a deles. Nosso consenso é diferente do europeu. Em termos de políticas sociais, tudo indica que o Brasil já está e ficará entre Estados Unidos e Europa. Teremos mais benefícios do que nos Estados Unidos e menos do que na Europa. Essa é uma escolha social, resultado da interação entre a sociedade e seus representantes. É isso que faz do Brasil o Brasil.

Alberto Carlos Almeida, sociólogo, é diretor do Instituto Análise e autor de "A Cabeça do Brasileiro".

CIÊNCIA POLÍTICA > "SISTEMAS DE GOVERNO" -
Em ciência política, o sistema de governo é a maneira pela qual o poder político é dividido e exercido no âmbito de um Estado. O sistema de governo varia de acordo com o grau de separação dos poderes, indo desde a separação estrita entre os poderes legislativo e executivo (presidencialismo), de que é exemplo o sistema de governo dos Estados Unidos, até a dependência completa do governo junto ao legislativo (parlamentarismo), caso do sistema de governo do Reino Unido.
O sistema de governo adotado por um Estado não deve ser confundido com a sua forma de Estado (Estado unitário ou federal) ou com a sua forma de governo (monarquia, república etc.).

Índice [esconder]
1 Principais sistemas de governo
1.1 Parlamentarismo
1.2 Presidencialismo
1.3 Semi-presidencialismo
2 Ligações externas
Principais sistemas de governo[editar | editar código-fonte]

Formas de governo pelo mundo:
Repúblicas presidencialistas totais.
Repúblicas presidencialistas ligadas
a um parlamento.
Repúblicas semipresidencialistas.
Repúblicas parlamentares.
Monarquias parlamentares constitucionais em que o monarca não exerce poder pessoal.
Monarquias parlamentares constitucionais em que o monarca exerce poder pessoal (muitas vezes ao lado de um parlamento fraco).
Monarquias absolutistas.
Repúblicas unipartidárias.
Ditadura militar
Países que não se encaixam em nenhum dos sistemas acima.
Os sistemas de governo mais adotados no mundo são:

parlamentarismo
presidencialismo
semi-presidencialismo
Parlamentarismo[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Parlamentarismo
O parlamentarismo é um sistema de governo no qual o poder executivo de um Estado depende do apoio direto ou indireto do parlamento, usualmente manifestado por meio de um voto de confiança. Assim, não há uma clara separação dos poderes entre os poderes executivo e legislativo.

Embora alguns critiquem o parlamentarismo por não adotar os freios e contrapesos encontrados no presidencialismo, outros arguam que o sistema parlamentarista é mais flexível do que o presidencial, pois enquanto neste último uma crise política poderia levar a uma ruptura institucional, naquele o problema seria resolvido com a queda do governo e, eventualmente, a dissolução regular do parlamento.

Os sistemas parlamentaristas costumam adotar uma diferença clara entre o chefe de governo e o chefe de Estado, sendo este uma figura simbólica eleita indiretamente ou um monarca hereditário com pouco ou nenhum poder, e aquele, um primeiro-ministro responsável pelo governo perante o parlamento. Entretanto, alguns sistemas parlamentaristas possuem chefes de Estado eleitos e, por vezes, com alguns poderes políticos. Em geral, as monarquias constitucionais adotam sistemas parlamentaristas de governo.

Presidencialismo[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Presidencialismo
O presidencialismo é um sistema de governo no qual há uma nítida separação dos poderes entre o executivo e o legislativo, de maneira que o poder executivo é exercido independentemente do parlamento, não é diretamente responsável perante este e não pode ser demitido em circunstâncias normais.

A noção de separação estrita de poderes surgiu de forma clara na obra de Montesquieu, como resultado de suas observações da história dos sistemas políticos da França e dos Estados da Grã-Bretanha, e foi primeiramente adotada de maneira sistemática pela constituição dos EUA, ao instituir o cargo de presidente.

Embora em tese o sistema presidencialista não seja exclusivo de repúblicas, uma monarquia presidencialista é absoluta[carece de fontes]

 

CIÊNCIA POLÍTICA > Cont.

Semi-presidencialismo[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Semi-presidencialismo
O semi-presidencialismo é um sistema de governo no qual o chefe de governo (geralmente com o título de primeiro-ministro) e o chefe de Estado (geralmente com o título de presidente) compartilham em alguma medida o poder executivo, participando, ambos, do cotidiano da administração pública de um Estado. Difere do parlamentarismo por apresentar um chefe de Estado, geralmente eleito pelo voto direto, com prerrogativas que o tornam mais do que uma simples figura protocolar; difere, também, do presidencialismo por ter um chefe de governo com alguma medida de responsabilidade perante o legislativo.

Cenários possíveis: a) Presidente e Primeiro Ministro do mesmo partido: Constituição "material"; b) Presidente e Primeiro Ministro de partidos contrários: Constituição "formal".

-Presidente da República: Chefe de Estado; -Primeiro Ministro: Chefe de Governo.

__________________________________________________

Presente prá ti Ricardo Bing Reis, com carinho Adri! Bertrand Russell

Ricardo Bing Reis Há alguns anos, tinha em minhas mãos um livro que sequer me lembro como era, quanto mais o autor. Não costumo ler livros tão intelectualizados, gosto de leituras simples mas que me tragam informações para melhorar minha vida. Nunca li um romance após os obrigatórios em tempos de colégio. Por conta própria, sou fascinado por antropologia biológica e neurociência comportamental. Também cheguei a fazer boa parte de um curso de psicoterapia. O que mais gosto é estudar o comportamento humano, mas isso foi consequência de primeiro procurar a 'salvar a mim mesmo'. Aquele livro à que estava me referindo, fez uma referência que me coube muito bem, por ser prática e extremamente prática e realista. Dizia mais ou menos assim: "não perca seu tempo com questões sem respostas'. Exemplifica mas quase não me lembro deles. Algo em torno de 'por que estamos aqui na Terra(?)'; 'qual o sentido da vida(?); 'Deus existe(?)'; 'por que Deus permite a maldade(?)", 'qual o significado da existência humana individual e coletiva(?)'; 'o que havia antes do Big Bang e haverá depois do Big Crunch'; e outras semelhantes. Em verdade, todas essas temáticas nunca foram objetos de minhas inquietações, nunca me desencadeou interesse como objeto de estudo. O que me adianta pensar em temas siderais e/ou teológicos se meu cérebro, internamente estava em fios desencapados? Acho que uma pessoa, para poder dar-se ao luxo de pensar em tais temáticas (e que a nada levam por não terem resposta), precisa estar com seus insights tão em bem estar, que, nada mais precisando para si mesmo, pode dar-se ao luxo de tais temas metafísicos, esotéricos, transcendentais e, porque não dizer, exóticos. Gosto do aqui e agora, do palpável, do cérebro e da mente como estruturas neurobio químicas comportamentais. Mas é importante registrar que sequer sou especialista nessas áreas em que me concentro. O fazia por necessidade e já há alguns anos passei a fazer por prazer. Tais literaturas sobre comportamento humano e principalmente melhorias, acabam sendo meu romance. Me dão prazer mental. O resto eu deixo para quem se dedica a tais temas sem respostas.
30 de setembro às 00:34 · Curtir

Ricardo Bing Reis Mas não custa nada pensar sobre as frases de Russell > "A fé não é racional, é emocional. Crentes reagem emocionalmente quando sua fé é contestada". // Se eu tivesse que dizer algo sobre essa frase, diria que tais pessoas mencionadas são imaturas e intolerantes, que não respeitam a controvérsia, que não tem tolerância, nem resiliência, nem flexibilidade mental. Não tem a capacidade de aceitação e acolhimento do outro. São pessoas radicais (com raízes na mente). Não democráticos e não diplomáticos. Diria isso.
30 de setembro às 00:41 · Curtir

Ricardo Bing Reis "No fundo de suas mentes, os crentes sabem que acreditam num mito e tem medo de que sua crença desabe na presença da lógica". Se me caísse essa em uma prova de redação, e sendo obrigado a dissertar sobre, o faria com fundamento na palavra citada: MEDO. Particularmente, acho que, o mais procurado por alguém em Deus, é um amuleto, um afago, um consolo, uma esperança, uma proteção contra a onipresente, onisciente e onipotente morte. Essa sim é certo que existe. Para fazer seu contraponto, nada poderia ser menos que o Absoluto, isto é, igualmente onipresente, onisciente e onipotente. A morte está,, todos os dias e o dia todo à espreita, tentando nos levar; e um dia certamente conseguirá. Sabedor disso, e até quem sabe principalmente temendo possível sofrimento, agonia e aflição pré, precise se agarrar em algo, mesmo imaginário. É o desespero do Ser Humana, jogado em um mundo sem razão de ser.
30 de setembro às 00:56 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis "As diferenças religiosas levam às guerras, não à Aritmética". Na minha opinião, o que leva às guerras é a maldade de que todos nós, sem exceção, somos portadores. Contudo, alguns tem esse grau de agressividade biologicamente exacerbado e/ou ambientalmente exacerbado. E, ainda, bastante desprovidos da capacidade de administrar suficientemente bem suas irritabilidades por superegos frágeis demais. Tão pouco podemos esquecer os diversos transtornos e distúrbios de personalidade relacionados a isso. Juntando estes dados, temos a fórmula do 'demônio' (no sentido não esotérico, embora seja uma metáfora). Esses sim são os causadores das guerras. Se são desdentados ou não, se usam camisetas regata ou não, se gostam de surfar ou não, se gostam de ler a Bíblia ou não, se gostam de Pepsi ou não, são variantes de gosto. O cerne do guerrilheiro acho ser a maldade, filha da agressividade/raiva/ódio/ira descompensados. Em tempo, quanto a Aritmética, acho que é fruto de pensamento cartesiano, mesmo antes do nascimento de René Descartes, já na Idade Antiga. O cartesianismo seria então a fundamentação de uma forma de raciocínio metódico, tecnicista e científico precedente. Acho.
30 de setembro às 01:11 · Curtir

Ricardo Bing Reis "Quanto menos evidência existe em favor de uma ideia, maior a paixão, maior a violência". Essa é fácil: quanto mais burro se é, mais 'se parte para a ignorância'. E veja-se que 'burrice' e 'ignorância' até seriam a mesma coisa. Logo, o sonso cada vez fica mais tolo, por um círculo vicioso típico do reino das antas, fechado-se os parvos em si mesmo. Acho.

CIÊNCIA POLÍTICA > "REVOLUÇÃO", no sentido mais amplo da palavra.

A revolução globalista
Olavo de Carvalho
Digesto Econômico, setembro/outubro de 2009....
Continuar lendo

Ricardo Bing Reis REVOLUÇÃO GLOBALISTA > Neste estupendo artigo, o Prof. Olavo fala da silenciosa REVOLUÇÃO GLOBALISTA, que nos atinge fortemente, destruindo e atacando os valores fundamentais que formaram a Civilização Ocidental.
Percebemos assim o porquê de valores fundamentais como a família, a propriedade, o trabalho, a honestidade e o dever; serem tão desprezados!
15 de setembro às 18:07 · Curtir

Ricardo Bing Reis Se bem entendi (uma outra leitura que fiz), o que muito frequentemente não acontece, temos 2 termos: Globalização e Globalismo. Globalização manteria conotação mais com a Economia, Sociologia e Intercâmbios (de culturas, de conhecimentos, de mercados e muitos outros etecéteras). Um termo que visa, à princípio (embora possa ser usado com intenções maléficas), melhorias. Já o termo Globalismo teria conotações até com tolas teorias de conspirações para conquistas das mais diversas formas (todas egoístas), de territórios, riquezas naturais, escravidão de povos e outras. Até a alucinadas ideias surreais de conquistar o mundo, ou parte dele !!!
25 de setembro às 21:02 · Curtir

"... Uma vertente desse desafio lá fora, chamado Dare to Bare (ouse se expor), consiste ainda em arrecadar dinheiro e alertar as mulheres para o exame do câncer de mama. Mas as participantes brasileiras, anônimas e famosas, mesmo que nunca assumam, estão preocupadas apenas em chamar atenção, ignorando que filosoficamente estão dando um ideológico tiro no pé, narcisisticamente abraçando a perfeita antítese da crítica original, que envolvia a ação que visava combater os padrões impostos pela mídia..."

Ricardo Bing Reis Ainda criança, ter empregada doméstica nem sempre era fácil, muitas vezes se demitiam por motivos que não sei. Ficávamos com as tarefas até uma nova. Minha especialidade é lavar louça e varrer. Infelizmente, sempre há necessidade de alguém depois fazer uma revisão para corrigir as várias falhas na minha execução. Mas faço.
25 de setembro às 21:51 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis UMA CERTA TROCA DE E-MAILS ENTRE 2 AMIGOS PARA ILUSTRAR -
.........................................

PESSOA 1 >
Acho que o FB não é para pessoas inteligentes.
É, infelizmente, reduto de idiotas.
Imbecis narcísicos em busca de 'curtir' às custas de selfies; não por compartilhar ideias. Esses
raros que tentam fazer das rede sociais algo útil e que traga crescimento, oscilam ente 1 e 3
'curtir'.
As redes sociais são, como o nome diz, a sociedade; tola como nunca foi antes. As pessoas são
nelas, como são nas ruas.
Se tiver mais que 2 linhas, nada se lê.
O que tu achas disso?
E o que tu achas desses jovens que passam todo tempo livre nos smartphones digitando
alucinadamente, 'curtindo' e se selfiando?

UMA CERTA TROCA DE E-MAILS ENTRE 2 AMIGOS PARA ILUSTRAR - Cont.

..........................................
PESSOA 2 -
As pessoas olham o título...
É só isso que as pessoas veem... CAFÉ COLONIAL!!!
Pronto, é o que basta!!! Já chega pra elas!!!
É sobre café colonial que ELAS vão falar...não interessa...
Interessa é o título... Se gostam, se não gostam...
Aí falam da minha gordura... Do texto?...nada!

PESSOA 1 -
Antes eu achava que certas atitudes eram deboche e depois comecei
a observar que não são, são burrices. Por exemplo, funcionários que deixam
de fazer coisas (não entenderam!), te dizem que ligou mas ninguém
atendeu (e não insitiu depois!), coisas assim. Burrice pura.

....................................................................
PESSOA 2 -
São pessoas sem visão do todo. São cumpridores de tarefas específicas.
O que eu tenho notado é uma ausência intelectual nas ações de cada um. Normalmente, vejo presença física no ato, mas parece que a cabeça não está ali, está em outro lugar... é preocupante isso.
Já te falei sobre os profissionais de hoje em dia eu acho; a gente não vê mais gente que realmente sabe a profissão. Eu tenho visto marqueteiros, pessoas que se vendem bem, mas não são capazes de se debruçarem sobre algo de sua área específica e resolver, sabe?
No geral, me preocupa o futuro, com profissionais cheios de títulos pós-graduação, quando nem o que é da a graduação eles sabem. é um acúmulo de títulos; um volume de currículo... só que cheio de ar na verdade.
Eu também detesto o povo brasileiro, burro, idiota, imbecil!...
Todo mundo fala mal desses ladrões ordinários...
Só que depois votam neles!!!!
Vão continuar roubando a todos impunemente.
A burros me perseguem. Eu não aguento tanta gente burra
em volta de mim... eles agora se organizam para me cercarem!!!
As pessoas têm o raciocínio embotado, obliterado, rudimentar...
Vai me dar um troço qualquer dia, por isso evito de falar nisso...
Não falo mais.
Estou envolto por uma névoa espessa de mediocridade...

Comportamento Humano > Os Homens Competem(?); e as Mulheres Rivalizam?

Ricardo Bing Reis História das Mulheres
Uma breve história das Mulheres - Ética e as relações de Gênero http://youtu.be/2Dii0O5qznY

Entenda a diferença entre o cérebro do homen e da mulher!
Pastor Cláudio Duarte explica a diferença entre os... http://youtu.be/w6-Wa1q9vOk

Homem vs Mulher
O Pastor Cláudio Duarte, contando com muito senso de humor, com muita verdade e principalmente com... http://youtu.be/PmCNnqJc7Ek

O SISTEMA É O CULPADO !!!!
QUEM É O SISTEMA????

Ricardo Bing Reis Insisto em repetir que a aparente piegas frase 'aqui se faz aqui se paga', é uma verdade em, pelo menos, uma quantidade mutíssimo significativa das vezes, salvo as exceções como de praxe em tudo. O raciocínio mais direto, é de que "o que de mal aqui se fizer, de mal aqui se receberá", da mesma forma, ou de outra. Sem que isso signifique predestinação ou interpretações esotéricas de qualquer tipo, apenas fatos reais. Voltaire, supostamente, fez um raciocínio da mesma máxima: "Todo ser humano é culpado do bem que não fez". Não fazer o bem, não seria a mesma resultante de fazer o mal? A mim parece que sim. O curioso, penso, estaria em 'voltaire' à máxima inicial que classifiquei por pseudo piegas, contudo, invertendo as premissas; e, então, assim ficando: "O que de bem aqui se fizer, de bem aqui se receberá".
25 de setembro às 20:48 · Curtir ·

Parabéns Professora!

Ricardo Bing Reis Pessoas de aparência muito simples, podem ter uma mente muito rica. Não é nada raro 'bacana' não ter nada de construtivo para dizer, concentrando-se em comentar seu carro novo. precisamos de cérebros ricos, independente do embrulho que é o corpo e a vestimenta. Pessoas que pensam, pessoas vividas, pessoas empíricas e que agregam teorias. E, que conseguem fazer uma análise de todos esses fatores para uma síntese coerente e construtiva. Eu não hesitaria em trazer para o governo uma professora que sabe colocar como poucos conseguiriam, a problemática dos professores, por ser ela uma professora sofrida. Ou será que um ministro tem que ser aquele do carro imortado que gravita sobre si mesmo?
25 de setembro às 20:27 · Curtir · 1

Parabéns Professora!

Ricardo Bing Reis Pessoas de aparência muito simples, podem ter uma mente muito rica. Não é nada raro 'bacana' não ter nada de construtivo para dizer, embora tenha condições de acesso à literaturas e todas as fontes de informações! Mas não acessam nada. Concentram-se em comentar seu carro novo ou sua nova mega casa em condomínio de luxo. Precisamos de cérebros ricos, independente do embrulho (que são o corpo e a vestimenta). Pessoas que pensam, pessoas vividas, pessoas empíricas e que agregam teorias. E, que conseguem fazer uma análise de todos esses fatores, para uma posterior síntese coerente e construtiva. Eu não hesitaria em trazer para o governo uma professora que sabe colocar como poucos conseguiriam, a problemática dos professores, por ser ela uma professora sofrida ao receber seus míseros 900 reais por 20 horas semanais. Ou será que um ministro tem que ser aquele do carro importado que gravita sobre si mesmo, falando o que não sabe sobre o que desconhece (!)?
25 de setembro às 20:33 · Curtir · 1

 

Aguardem, só faltava essa. AFROCOMUNISMO

Ricardo Bing Reis Já ouvi Historiador no rádio comentar que a Princesa Isabel de nada tinha de 'boazinha', pelo menos não por assinar a Lei Áurea, com a Abolição da Escravatura. Em verdade, não havia mais como manter a escravatura, que, mesmo sem remunerar os escravos, geravam alto custo de manutenção aos senhoris. Foi uma forma alternativa de aliviar as finanças. Foram sim, os negro, 'libertados' para a miséria. O recurso foi reunirem-se em casas ditas malocas, cujo agrupamento formou as favelas, tal ainda hoje.
25 de setembro às 20:06 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Por outro lado, se formos ajustar as contas da História, todo mundo deve para todo mundo; todo mundo também tem a receber de todo mundo. Ficar remoendo o passado e ruminando fatos de mais de 120 anos, é, no mínimo; solucionar problemas pelo sistema do cobertor curto. Já que não se investe no Ensino, já que sequer os governantes sabem como desenvolver o Ensino, já que o interesse/vontade em aprender é escasso, sobra tirar daqui para botar fora ali e vice-versa. Criar impostos para dar aos ex-escravos não seria dar o peixe, se omitindo em ensinar a pescar pelo Ensino Público? Então, seguindo a mesma linha de raciocínio, vamos devolver o Acre à Bolívia?
25 de setembro às 20:12 · Curtir · 1

ALEMANHA - A VERDADEIRA LOCOMOTIVA > Enquanto nada poucos tolos brasileiros (em 2010, frente ao PIBão do Brasil, mero fruto da circulação monetária por aqui do 'dinheiro dos outros, hoje ditos abutres') diziam que o Brasil era uma Locomotiva, temos agora (assim como nos 7 x 1 na Copa do Mundo/2014), uma outra aula; desta feita, de como é de fato ser uma Locomotiva Econômica. A Alemanha é a Locomotiva do Crescimento de toda União Européia. Ela puxou o crescimento de 0,3% dos 17 países que usam o Euro. http://youtu.be/K1mckfkbPWk

Ricardo Bing Reis "A capacidade dos povos dos Estados-membros da Zona do Euro, de tolerar desemprego e recessão profunda tem sido notável. Mas não pode ser ilimitada". Martin Wolf , analista econômico de jornal britânico Financial Times. // Entretanto, faltou a ele dizer, que o pior já passou. O povo, de uma forma geral, foi mesmo muito paciencioso. E agora, bem arado e bem semeado, cada um está colhendo o que plantou.
23 de setembro às 00:44 · Curtir

As fases da doença de Alzheimer

Ricardo Bing Reis Caso todos vivêssemos dos 80 aos 130 anos, suponho que um mesmo processo degenerativo assim, ocorreria de forma 'natural, fisiológica, constitucional'. Independente da ação de 'proteínas aberrantes e bizarras'.Ou seja, o processo de envelhecimento iria do 'não mais tão bom (80 anos de idade)' ao 'zero', nesses 50 anos. As 'proteínas peçonhentas' envenenam os neurônios do cérebro, em diáspora galopante, transformando esses 50 anos em 5, ou nem isso! Fiz uma tentativa de analogia. Tentativa.
23 de setembro às 00:15 · Curtir · 1

ECONOMIA > A Recuperação dos Estados Unidos e aumentos dos juros lá, não 'puxaria' os 'fluxos de capitais migratórios e voláteis' para eles? Assim, não pioraria por aqui? Ou por outra, a recuperação dos Estados Unidos, poderia alavancar a economia brasileira? Talvez as 2 coisas, sendo que, no 'balanço final dos números', na minha opinião não profissional, a primeira parte seria bem mais significativa que a segunda; de forma a termos números finais negativos no Brasil o que, imagino, caracterizaria recessão e crise.

......................................................................

Dilma diz que mudanças na gestão econômica vão depender da situação de países como os Estados Unidos.
Em entrevista ao Bom dia Brasil, da TV Globo, a presidente falou que, se for eleita, sua gestão vai apostar numa política econômica mais ofensiva. Ela também disse que a independência do Banco Central representa a criação de um quarto poder.
A petista afirmou que a redução do papel dos bancos públicos não vai resolver o problema em caso de crise internacional. Em tom de ironia, Dilma disse que a independência do BC vai mudar o nome da Praça dos Três Poderes.
A presidente também reforçou que as mudanças na gestão econômica do Brasil vão depender da situação de países como Estados Unidos. E que, se for reeleita, sua gestão vai apostar numa política econômica mais ofensiva.

"...Velho, mas não sou tão velho
Jovem, mas não sou tão ousado
Eu não acho que o mundo esteja vendido
Só estou fazendo o que nos disseram
Eu sinto algo tão certo
Fazendo a coisa errada
Eu sinto algo tão errado
Fazendo a coisa certa..."

______________________________________________

ENSINO PÚBLICO > "Conhecimentos Gerais" deve incluir Filosofia Aplicada ao Cotidiano; tanto no individual, quanto no coletivo.

Mario Sergio Cortella 15 maio 2014
Áudio da palestra ministrada pelos professor Mario Sergio Cortella em Londrina no dia 15 de maio de... http://youtu.be/uC8ByxbvA5s

ENSINO PÚBLICO Cont.

Mario Sergio Cortella Não nascemos prontos http://youtu.be/NYT7vahkr_0

Mario Sergio Cortella ensina filosofia a Gentili http://youtu.be/Y-Ka90psdpI

Mário Sergio Cortella - Provocações Filosóficas
www.fb.com/horizonteampliadoTrecho do programa...

http://youtu.be/Q8ku4b1gsro

Mario Sérgio Cortella - Sabedoria popular e´ filosofia?
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliadoB... http://youtu.be/EqeDy0moBZc

Filosofia no dia a dia com Mario Sergio Cortella
O portal SaraivaConteúdo preparou uma série...

http://youtu.be/3oxP-wjI4lE

Mário Sérgio Cortella - Filosofia nas escolas
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliado BLOG ? http://horizonteampliado.blogspot.com.brCor... http://youtu.be/hLFwNP3uKRI

EDUCAÇÃO PÚBLICA > É fundamentada no Lar, pela Família. O função básica da Escola é o Ensino. Faz-se muita confusão entre estes 2 termos (Educação e Ensino). Embora um possa complementar o outro, cada qual tem sua ênfase. Também acho que pais incompetentes, muitas vezes tendem a culpar a escola por suas incompetências; por não fazer o que eles, pais, não fizeram! Na vida, há de se ter Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas (inclui Família). Dar limites e afeto ao(s) filho(s), implica em muito tempo. Dizer que a qualidade da relação (em curto espaço de tempo), compensa esse tempo escasso, é, no mínimo, meia verdade e meia mentira. Talvez sirva mais como um sedativo da culpa que estes pais sentem pelo 'dinheirismo' em suas cabeças.

Ricardo Bing Reis Não que deva terceirizar a Educação às babás, antes pelo contrário; mas 'dicas' para os pais podem vir da experiência: http://youtu.be/8pXF1XLH7qM

EDUCAÇÃO PÚBLICA > Na Família/Lar - O ADOLESCENTE: http://youtu.be/Szf676p29XI Adolescentes ontem, hoje e amanhã -- Ivan Capelatto cpfl cultura

 

EDUCAÇÃO E ENSINO SEXUAL > Se Educação vem do Lar/Família, até mesmo por uma definição semântica, a sexualidade, penso, deveria ser assunto restrito ao ambiente familiar. Inclusive isso sim é respeito às individualidades. Cada família tende a ter seus preceitos na temática sexualidade, podendo até, incluir padrões religiosos, culturais, circunstanciais, etc. Apenas a família, no seu íntimo, pode avaliar. Disfarçados de 'plurais' e DE 'defensores das liberdades em geral', muitos professores TENDENCIOSOS POR PREGAÇÃO DE IDEOLOGIAS POLÍTICAS, inadequadamente, incutem conceitos inadequados em 'Aulas de Sexualidade' no Ensino Público, sem sequer serem sexólogos, sem sequer ter preparo comprovado para tais responsabilidades em abordar tão complexos temas. Botam todos alunos em uma vala comum, ignorando as diversidades pessoais, ignorando que somos todos 'balas sortidas'. O que sim, neste campo, me parece ser pertinente às Escolas, é auxiliar e complementar naquilo que pode fugir ao conhecimento técnico-científico dos Familiares, tal o estudo anatomofuncional dos Aparelhos Sexuais Masculino e Feminino; Prevenção e Controle das DSTs (gonorreia, sífilis, cancros, papilomas e AIDS, dentre várias outras doenças), pelo não uso de preservativo; bem como gestação não desejada (e até precoce - na adolescência - pela não anticoncepção adequada). Ainda, que o mais correto é usar preservativo (pelas DSTs) associado à anticoncepção, para não surpresas que podem levar até aos sempre perigosíssimos abortos clandestinos. Ah, mas isso exige estudo e, tudo que esses pregadores ideológicos não querem (e não sabem fazer) parece ser estudar (caso contrário, não diriam as besteiras que dizem), quanto mais ensinar, o que quer que seja. Felizmente julgo e espero que esse tipo de 'não mestre' seja a minoria.

EDUCAÇÃO E ENSINO SEXUAL > Cont.

Ricardo Bing Reis Em tempo, enquanto isso, acrescentaria aqui uma postagem que fiz na Linha do Tempo de minha página pessoal com muitos 'curtir': HOMOFOBIA > Antes de qualquer preconceito, deveria este discriminador, considerar que (por algum motivo que desconheço), praticamente todos tem excelente CARÁTER e humanismo!!!
15 de setembro às 10:45 · Curtir

_____________________________________________________

 

EDUCAÇÃO PÚBLICA > Vem do Lar mediante a Família - A Morte da Gentileza!

AS PEQUENAS VILANIAS DO COTIDIANO E A MORTE DA GENTILEZA
POR: SIMONE ARRAIS / 13/08/2010
Meu tio Severino acaba de morrer. Como em tantas famílias, na minha ele era um tio distante, que eu via ocasionalmente quando visitava meus pais, na pequena cidade onde nasci. Estava sempre à sombra de sua esposa, mulher forte e aguerrida, esteio da família.
Ele era um cordato, uma pessoa gentil. Não me lembro de uma ocasião sequer em que tenha ouvido sua voz uma oitava mais alta. No telefonema no qual minha mãe me contou sobre seu falecimento, o choro lamentava a perda de uma pessoa querida. E eu, no meio do engarrafamento das oito da manhã, quedei pensando sobre a falta que pode fazer uma pessoa cordata no mundo.
O que ele deixou? Filhos, netos, bisnetos. Não deixou bens, feitos, nome de praça ou de rua. Não construiu um império, sequer uma pequena empresa. Não sei bem em que trabalhou ao longo da vida, talvez um homem da terra. Na verdade, não sei muito sobre sua história. Talvez as pessoas com as quais conviveu mostrassem aspectos diversos.
Que pequenas vilanias teria cometido ao longo da vida? Foi mesquinho, tirano? Seria sua gentileza fruto do amadurecimento de uma personalidade dura e autoritária ou uma espécie de fardo da resignação do qual sofreu a vida inteira? Tarde demais para especular.
Morreu um cordato e no meio do engarrafamento essa qualidade nunca me pareceu tão necessária. A gentileza de dar passagem a alguém no trânsito é recebida quase com descrédito pelo beneficiado, com um riso de agradecimento culpado ou o polegar levantado como uma promessa: também vou fazer isso de uma próxima.
Tio Severino dirigia? Não sei. Só sei que num mundo em que se mata e morre por status, poder, fama, para não dar passagem no trânsito ou por não se importar com quem anda nas ruas, sua existência fez um enorme sentido. Boa passagem, tio.

Ricardo Bing Reis Passagem que destaco > "Morreu um cordato e no meio do engarrafamento essa qualidade nunca me pareceu tão necessária. A gentileza de dar passagem a alguém no trânsito é recebida quase com descrédito pelo beneficiado, com um riso de agradecimento culpado ou o polegar levantado como uma promessa: também vou fazer isso de uma próxima.
Tio Severino dirigia? Não sei. Só sei que num mundo em que se mata e morre por status, poder, fama, para não dar passagem no trânsito ou por não se importar com quem anda nas ruas, sua existência fez um enorme sentido. Boa passagem, tio".
15 de setembro às 01:10 · Curtir

SEGURANÇA PÚBLICA > Sou a favor de fomentar as FORÇAS ARMADAS (Exército, Marinha e Aeronáutica), para Segurança Pública urbana, rural e, principalmente, de FRONTEIRAS; no controle do narcotráfico e contrabando (dentre outras, como invasões ocultas para biopirataria, etc) . Mas o que mais temos são pessimistas quanto à eficácia e eficiência disto; principalmente se considerarmos os custos. Mas assim penso, porque, muito embora não tenhamos guerras externas, temos múltiplas variantes de diversas e graves guerras internas. Apenas uma opinião.

___________________________________________________

ENSINO INFANTIL & O REFLEXO NA VIDA ADULTA > Criança é rica em fantasias. O Ensino Pré-Escolar tem na fantasia seu objeto de estudo e meio de observação do pequeno aluno. Permite conclusões pela forma dela agir mediante estímulos da imaginação. É a base do desenvolvimento da criança, para o futuro adulto que será A criança em seu mundo Mário Sérgio Cortella Café Filosófico - http://youtu.be/-y1-o_kJ5Kk

 

Mário Sérgio Cortella | Qual a necessidade da arte?
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliadoBL.. http://youtu.be/ZjWZqZb1wdQ

Ma´rio Se´rgio Cortella - Escola e TV - http://youtu.be/gSiMtDe47zs

A criança em seu mundo - Mário Sérgio Cortella - Café Filosófico http://youtu.be/fcxn5ybLNb8

Ricardo Bing Reis Sobre o vídeo acima "A Criança em seu Mundo" > Enviado em 20/02/2012 ao Youtube
De acordo com o educador Mário Sérgio Cortella, nós estamos sacando o futuro por antecipação. Significa que nós estamos gastando os meios que permitiriam a existência de próximas gerações. Segundo sua análise, nós anunciamos às crianças: "Não haverá futuro, não haverá meio ambiente, não haverá segurança, não haverá trabalho. Vocês não têm presente!" A criança tem o mundo da imaginação, da poesia, da fábula, da infância, e muitas vezes, os adultos não conseguem entrar nesse mundo. Mas, segundo o próprio educador, é preciso criar relações mais próximas com as crianças e saber quais são as suas necessidades e desejos para que possamos formar cidadãos conscientes e atuantes. O programa traz ainda a participação da atriz Maria Luisa Mendonça que interpreta o poema "Verbo Ser", de Carlos Drummond de Andrade e texto de Carl Jung. O programa Café Filosófico é uma produção da TV Cultura em parceria com a CPFL Energia
6 de setembro às 15:53 · Curtir

Ricardo Bing Reis Mídia como Corpo Docente:
Quando pensamos no campo da formação ética e de cidadania, os problemas na educação brasileira não são, evidentemente, um ônus a recair prioritariamente sobre o corpo docente escolar; há um outro corpo docente não-escolar com uma estupenda e eficaz ascendência sobre as crianças e jovens. Vide vídeo abaixo.
6 de setembro às 21:29 · Curtir

Mário Sérgio Cortella - A Mídia Como Corpo Docente - http://youtu.be/rug1I69Udmo

Erram as pessoas que acreditam que crianças não ficam deprimidas porque não têm problemas. - http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia&idNoticia=339

A prevalência do Déficit de Atenção e Hiperatividade está entre 3% e 5% em crianças em idade escolar e costuma ser mais comum em meninos do que em meninas. http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia...

Trata-se da dificuldade para expressar sentimentos.

www.psiqweb.com.br

O sofrimento que atinge muitíssimas pessoas, independente do nível intelectual, social e econômico. http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia&idNoticia=89

É considerada criança a pessoa com idade entre zero e doze anos e adolescência entre doze e dezoito; fases onde casos de violência são muito comuns. http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia&idNoticia=146

Transtornos psicóticos na fase final da infância, no decorrer da adolescência com suas peculiaridades. http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia&idNoticia=149

É uma forma de assédio ou intimidação com forte componente de humilhação. http://www.psiqweb.med.br/site/?area=NO%2FLerNoticia&idNoticia=345

_______________________________________________

Comportamento Humano > Reações frente às adversidades de toda ordem; inclusive terminalidade de pessoa querida, ou de si mesmo.

A GIRAFA - Os 5 estágios do comportamento humano
Comportamento humano: os cinco estágios diante das reais dificuldades humanas. http://youtu.be/w38Ed9RPyIw

Patrick Swayze - a última entrevista
A última entrevista (Patrick Swayze: The Last Dance, ABC) do astro dos filmes Ghost, Dirty Dancing e Crepúsculo..http://youtu.be/yZR006BcooQ

Ricardo Bing Reis Também para o LUTO, de pessoa querida; tal a morte do pequeno filho do Robert Plant para quem fez esssa música:
31 de agosto às 02:04 · Curtir

Led Zeppelin - Stairway to Heaven Live (HD)
The footage is from the concert film "The Song Remains..http://youtu.be/9Q7Vr3yQYWQ

 

SEGURANÇA PÚBLICA.

Ricardo Bing Reis Por Clarice Borba > Agora pouco soube que uma professora do Paraná foi esfaqueada , pelas costas, tendo um pulmão perfurado em plena escola.Autor..um aluno.AINDA BEM QUE TEMOS UMA MIDIA, UM POVO. E UMA. JUSTIÇA que , tenho certeza, dará a mesma importancia dada aos delitos cometidos nos ESTADIOS. DE FUTEBOL.
7 de setembro às 18:11 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis ENTRETANTO, EM SE TRATANDO DO BRASIL, NÃO PODEMOS ESQUECER ISSO > http://youtu.be/d21RC3FV4to

Ricardo Bing Reis O QUE FAZER A RESPEITO DA VIOLÊNCIA DOS ALUNOS (MAL EDUCAODOS POR FALTA DE LIMITES), AOS PROFESSORES (QUE REPRESENTAM O ENSINO/ESCOLARIZAÇÃO) > http://youtu.be/S5ENpcGnRKs

Ricardo Bing Reis Pessoas que padecem de Transtornos e/ou Distúrbios Mentais de fortes traços em Agressividade, por Raiva e Irritabilidade exacerbadas; merecem, precisam e devem ter assistência médica gratuita pelo SUS; inclusive recebendo gratuitamente, medicação psiquiátrica pertinente, caso seja indicado. O mesmo valeria para usuários de drogas; ainda mais se pertencerem a esse grupo de Temperamento Forte, Explosivo, Destrutivo e Agressivo.
12 de setembro às 18:29 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > Usos da Tecnologia: vantagens e desvantagens.

Paradigmas da Tecnologia na Educação - HD - Mário Sérgio Cortella
Palestra incrível ministrada pelo filósofo Mario Sergio Cortella no II Encontro de Educação SER... http://youtu.be/1Lvl_pG72Vk

Paradigmas da Tecnologia na Educação - HD - Mário Sérgio Cortella
Palestra incrível ministrada pelo filósofo Mario Sergio... http://youtu.be/1Lvl_pG72Vk

_________________________________________________

ENSINO PÚBLICO > Quão útil é uma aula por vídeo? P.ex: 1 - Você aprendeu?

Evolução Aula 01 - Darwin e a Seleção Natural
Conheça meu Patreon: https://www.youtube.com/watch?v=C87z7xhHneA#t=21

Evolução Aula 02 - Especiação Conheça meu Patreon: http://youtu.be/dmVqyXireaY

Evolução Aula 03 - Origem da Vida Conheça meu Patreon: http://youtu.be/En5csj2F7cI

Evolução Aula 04 - Evolução Humana Conheça meu Patreon: http://youtu.be/rK_1sMriweo

ENSINO PÚBLICO > Cont.

Ricardo Bing Reis EVOLUCIONISMO ANIMAL & O COMPORTAMENTO DOS SERES HUMANOS > A ideia é discutir as mudanças do comportamento e do papel do homem no interior das famílias contemporâneas, do homem que deixou de ser o chefe-provedor da família e, hoje, tem que dividir novos direitos e deveres com a mulher. Veja Vídeo Abaixo.
12 de setembro às 17:25 · Curtir

Jaime Vaz - O que Darwin diria ao homem contemporâneo
A ideia é discutir as mudanças do comportamento e do.. http://youtu.be/RINv5JTJLuc?list=UUWIS30jutbS3-LZv1uldOjQ

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO > Perguntei (mas para mim mesmo, o que sempre deixa grande margem de erro): "O que eu mesmo acho desses jovens e adultos que passam todo tempo livre (e não livre) nos smartphones digitando alucinadamente, 'curtindo' e se selfiando?

Rcardo Bing Reis E, respondi minha pergunta por mim mesmo (o que torna a margem de erro ainda maior que na pergunta) > "Acho que o FB não é para pessoas inteligentes.
É, infelizmente, reduto de idiotas.
Imbecis narcísicos em busca de 'curtir' às custas de selfies; não por compartilhar ideias. Esses
raros que tentam fazer das rede sociais algo útil e que traga crescimento, oscilam ente 1 e 3
'curtir'.
As redes sociais são, como o nome diz, a sociedade; tola como nunca foi antes. As pessoas são
nelas, como são nas ruas.
Se tiver mais que 2 linhas, nada se lê. Quanto mais um livro !
12 de setembro às 15:06 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Qual a importância da busca na vida humana? Como a crescente utilização dos ambientes digitais online, tanto móveis quanto desktop, interferem na orientação do que buscamos? Questões sobre privacidade, controle, poder, são abordados, mostrando a influência que os buscadores digitais (Google, Yahoo, etc.) exercem sobre o cotidiano das pessoas e a sociedade, funcionando como verdadeiros oráculos, os oráculos digitais. VIDE ABAIXO >
12 de setembro às 17:15 · Curtir

Martha Gabriel com Marcelo Tas - A Era da Busca: oráculos digitais http://youtu.be/n150AZ0Jetg?list=UUWIS30jutbS3-LZv1uldOjQ

____________________________________________________

ENSINO PÚBLICO & CRIATIVIDADE > Em aeroportos internacionais, dentre as propagandas, apenas os chinelos Havaianas aparecem como anunciantes brasileiros. E, nos pátios, os aviões da Embraer. Isso é louvável, mas muito pouco para um país continental. Já da Coréia: Samsung, LG, Kia, Hyundai, dentre outros. A Coréia era paupérrima há 40 anos. Agora, depois de investimentos maciços em Ensino, deu nisso. Mas é claro que o povo também tem que querer; e, haver vontade política. Conversei com Química hoje. Contei a ela que nossas Indústrias de Genéricos (que já visitei pessoalmente), são meras montadoras de remédios, tal as montadoras de carro. A medicação (que é o realmente importante), é importado. Ela referiu que já sabia e que parece não haver interesse nenhum em deixar que sejam importados! Simplesmente não aproveitam os excelentes Engenheiros Químicos, Químicos, Bioquímicos, Farmacologistas (inclusive especialistas em Análises Clínicas) que temos no Brasil. Concluindo, ainda me disse que já temos um número suficiente de bolsas universitárias disponíveis para o momento. O que falta, são candidatos em condições de preenchê-las. Aí fica mesmo difícil!... Vejam só, quão deficiente é então, nosso Ensino Fundamental e Médio! Também muitas Empresas não conseguem extrair do mercado, funcionários minimamente qualificados para os cargos mais elaborados disponíveis. Elas próprias precisam investir na formação deles, nos horários de trabalho, por cursos internos. Não bastasse, após treinados, muitos migram para outras Empresas logo depois...

CIDADANIA MUNDIAL > "MÉDICOS SEM FRONTEIRAS" - Estava eu exato agora, em casa lotérica aqui próxima e, ao sair do caixa, encontrei amigo e colega meu de faculdade que me disse:"Bing Reis(!); queres ficar ainda mais rico?... Claro que era uma brincadeira pois, sabe muito bem ele, que nós médicos (salvo exceções), não ficamos ricos! Mas julgava ele que eu estava apostando na Sena ou algo assim. Aí lhe disse: "Pelo contrário, estou cada vez mais pobre; vim pagar minha mensalidade de doação ao Médicos Sem Fronteiras ". Então, ouvi uma resposta que não esperava: "Eu estava certo, tu está ficando rico por dentro. Também vou começar a contribuir"!...

_____________________________________________________

Antes de diagnosticar a si mesmo com depressão...

Ricardo Bing Reis Desconheço Autores > "Quem tem luz exterior caminha sem tropeçar, quem tem luz interior caminha sem medo de viver" + "Se tiver que mudar, mude por você, não pelos outros" + "Todo Ser Humano quer ser reconhecido. Todo Ser Humano precisa escrever sua própria história" + "Alguns viajam o mundo inteiro, mas nunca tiveram a Habilidade de viajar dentro de si mesmo" + "Se queres algo diferente, precisamos fazer diferente". /// Mas cuidado > "Quem ama o individualismo, se torna especial por fora e superficial por dentro"!...
12 de setembro às 11:36 · Curtir · 1

_________________________________________________

Comportamento Humano > A sensação de 'Tempo' é bastante distinta em percepções, nas diferentes Fases do Desenvolvimento Humano.

Ricardo Bing Reis Enviado em 27/05/2010
The Farm - All Together Now !
Click here to subscribe - http://smarturl.it/DemonMusic

Comportamento Humano > Cont.

Ricardo Bing Reis All together now, all together now
All together now in no man's land (together)
All together now (all together), all together now (all together)...Ver mais
12 de setembro às 01:03 · Curtir http://youtu.be/F7MwXniOD44

CULTURA MUSICAL.

The Beatles, por Mario Sergio Cortella
Comentário de Mário Sérgio Cortella sobre carreira dos http://youtu.be/aHeL5jG0uzA

Rcardo Bing Reis Talvez uma parcela dos não apreciam muito os Beatles; sejam nascidos um pouco depois da era Beatles. Nos anos 70 a diversidade era tanta, e tão viciante, que para muitos, os Beatles tenha ficado um pouco para trás. Contrário senso, acho que para os jovens de hoje, perdidos em estilos musicais medíocres (e que não viveram os anos 70 e 80), os Beatles são um sensacional começo. Até um fim, como alguns que conheço e que só ouvem os 4 de Liverpool.
12 de setembro às 00:24 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > Problemáticas Estruturais em Escolas; Funcionais no Corpo Docente; e Despreparo Didático (não por desinteresse dos professores, mas sim falta de preparo) ao Lecionar.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/S5ENpcGnRKs

AGRESSÕES À PROFESSORES,O QUE FAZER(EDUCADOR MÁRIO SÉRGIO...

CIDADANIA MUNDIAL > EPIDEMIA DE EBOLA - Em se tratando de África, parece que muito poucos Países estão dispostas a ajudar. Parece que não havendo retorno financeiro, não há 'financiamento'. Mesmo com a ONU implorando!... Salvo se a endemia/epidemia local, se alastrar em uma pandemia; aí sim, aparecerá o dinheiro pelo MEDO. Apenas pelo medo, não por altruísmo e humanismo. Enquanto isso, doações espontâneas por pessoas humanistas vão ajudando como podem, por exemplo, mediante 'MÉDICOS SEM FRONTEIRAS'.

Ricardo Bing Reis Epidemia de Ebola sobrecarrega novo centro de tratamento na Libéria
O número de pessoas que buscam cuidados no recém-construído centro de tratamento de 120 leitos em Monróvia está aumentando mais rapidamente do que a equipe é capaz de lidar. Os pacientes estão vindo de quase todos os distritos da cidade.
5 de setembro às 23:11 · Curtir

RRicardo Bing Reis Os líderes mundiais estão falhando em responder à pior epidemia de Ebola da História, e países com capacidade de resposta a desastres biológicos, incluindo competências médicas civis e militares, devem enviar imediatamente esses recursos para a África Ocidental, anunciou hoje a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) em reunião especial na Organização das Nações Unidas (ONU) organizada pelo escritório do Secretário Geral da ONU e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A maior propagação do vírus não será prevenida sem o envio massivo de unidades médicas especializadas para reforçar os esforços acerca do controle da epidemia nos países afetados, de acordo com MSF. Em discurso para os Estados-membros da ONU, a presidente internacional de MSF, Dra. Joanne Liu, denunciou a escassez de recursos, que tem dependido de ministérios da saúde sobrecarregados e organizações não governamentais privadas, para combater esse surto excepcionalmente amplo. Apesar dos repetidos pedidos de MSF por uma mobilização massiva em campo, a resposta internacional tem sido letalmente inadequada. As equipes médicas de MSF têm enfrentado o surto na África Ocidental desde março. Grupos não governamentais e as Nações Unidas não são capazes de implementar o roteiro global da OMS para combater o surto crescente e imprevisível. As taxas de transmissão alcançaram níveis nunca antes reportados em surtos anteriores de Ebola. “Seis meses depois do início da pior epidemia de Ebola da História, o mundo está perdendo a batalha para contê-la”, afirmou a Dra. Joanne. “Os líderes estão falhando na luta contra essa ameaça transnacional. Em 8 de agosto, o anúncio da OMS que classificava a epidemia como uma “emergência de saúde pública de interesse internacional” não gerou ação definitiva e os Estados basicamente se juntaram em uma coalização de inércia global”, adicionou. Muitos países detêm mecanismos de resposta a ameaças biológicas. Eles podem enviar civis treinados ou equipes médicas militares em questão de dias, de forma organizada e com lideranças definidas, para garantir altos padrões de segurança e eficiência paraprestar suporte aos países afetados. MSF insiste, no entanto, que quaisquer recursos enviados à região não devem ser utilizados para quarentena, contenção ou medidas de controle de multidões. Quarentenas forçadas geraram apenas o medo e a inquietação, ao invés de conter o vírus. “Anúncios de financiamentos e envio de alguns especialistas não são suficientes”, afirma a Dra. Joanne. “Os Estados com as capacidades requeridas têm a responsabilidade humanitária de se apresentarem e oferecerem a resposta concreta, e tão necessária, ao desastre que se desdobra diante dos olhos do mundo”, diz. “Ao invés de limitarem suas respostas à potencial chegada de um paciente infectado a seus países, eles deveriam abraçar a oportunidade única de, de fato, salvar vidas onde é imediatamente necessário, na África Ocidental.” De imediato, hospitais com alas de isolamento devem ser ampliados, pessoal treinado precisa ser enviado, laboratórios móveis precisam ser envolvidos para melhorar os diagnósticos, pontes aéreas precisam ser estabelecidas para facilitar a movimentação de pessoal e material para e a partir da África Ocidental e uma rede regional de hospitais precisa ser estabelecida para tratar pessoal médico com suspeita de infecção ou infecção confirmada. Em Monróvia, na Libéria, por exemplo, novos centros de tratamento de Ebola com instalações de isolamento adequadas e pessoal qualificado são urgentemente necessários. A fila de pacientes continua a aumentar no centro de ELWA 3, de MSF, que agora conta com 160 leitos. Estima-se que sejam necessários 800 leitos adicionais apenas em Monróvia. A equipe de MSF está sobrecarregada e não pode oferecer mais do que cuidados paliativos. “Todos os dias, temos que rejeitar a admissão de pessoas doentes porque estamos lotados”, afirma Stefan Liljegren, coordenador de MSF em ELWA 3. “Tive de pedir aos motoristas de ambulância para me ligarem antes de chegarem com pacientes, não importa o quão doentes eles estejam, porque é comum que não possamos admiti-los.” Os centros de cuidados de MSF na Libéria e em Serra Leoa estão superlotados de pacientes com suspeita de Ebola. As pessoas continuam ficando doentes e estão morrendo em seus vilarejos e comunidades. Em Serra Leoa, cadáveres altamente contagiosos estão apodrecendo nas ruas. A multiplicação das instalações de isolamento altamente qualificadas permitiria a referência e a admissão precoces, gerando um impacto significativo na mortalidade. As equipes de MSF podiam salvar mais vidas quando as pessoas infectadas com Ebola buscavam tratamento o quanto antes. O aumento da capacidade de isolamento também aliviará os sistemas de saúde dos países afetados pela epidemia, alguns dos quais estão à beira de um colapso. Ao menos 150 profissionais de saúde morreram com Ebola; outros estão com muito medo para voltar ao trabalho. Além disso, centros de triagem precisam ser estruturados, sistemas para gerenciamento dos cadáveres precisam ser ampliados e itens de higiene precisam ser distribuídos em larga escala, juntamente com a ampliação da capacidade de monitoramento ativo. Campanhas de desinfecção são necessárias, bem como promoção de saúde e de higiene entre as populações e dentro das instalações de saúde. “O relógio está correndo e o Ebola está vencendo”, diz a Dra. Joanne. “O tempo de reuniões e planejamento acabou. É hora de agir. Todos os dias de inércia significam mais mortes e o lento colapso das sociedades.” MSF deu início à resposta ao Ebola na África Ocidental em março de 2014 e está atuando na Guiné, na Libéria, na Nigéria e em Serra Leoa. A organização administra cinco centros de tratamento de Ebola com capacidade total de 480 leitos. Desde março, MSF internou 2.077 pessoas, das quais 1.038 testaram positivo para Ebola e 241 se recuperaram. A organização enviou 156 profissionais internacionais para a região e conta com 1.700 pessoas contratadas localmente. Leia mais sobre Serra LeoaNigériaLibériaGuinéEbola 05/09/2014 Profissionais de saúde em risco: a trágica realidade da resposta ao Ebol... - See more at:http://www.msf.org.br/.../resposta-desastre-biologico...

CIDADANIA MUNDIAL > EPIDEMIA DE EBOLA Cont.

Ricardo Bing Reis SEJA UM DOADOR DE "MÉDICOS SEM FRONTEIRAS" > www.msf.org.br

U2 and Africa: Where The Streets Have No Name [With Soweto Gospel Choir]
All rights to: U2 SACEM UMPI UMPG Publishing A video...https://www.youtube.com/watch?v=2mvaO2BcTKY

Ricardo Bing Reis PARA ÁFRICA NADA, NEM SE EBOLA DIZIMANDO; MAS PARA ISSO SOBRA! http://youtu.be/ln0q7GH_K6U

Ricardo Bing Reis http://www.youtube.com/watch?v=FTQbiNvZqaY

Toto - Africa

____________________________________________________

ENSINO & PREPARO DE VIDA PESSOAL (PARA O FUTURO PROFISSIONAL) > Tempo Disponível para Práticas Prazerosas.

Ricardo Bing Reis No entanto, antes de atingir tal nível de auto determinação por escolha pessoal, há de se gramar muito. Noites mal dormidas para estudar, se formar, se especializar, empreender, etc. Os tolos que isso não fazem; e isso não entendem, chamam isso de SORTE (!). Antes de 'deitar na cama, preparar a cama (tédio à parte)'. A seguir, depoimento do meu primo Gustavo Reis (Adeodato Reis) >
Essa madrugada, eu saí do estúdio às 3 da manhã depois de quase chutar o balde inúmeras vezes, mas com mais um vídeo produzido literalmente na raça. Quando eu estou um pouco mais cansado do que o normal, o que é obviamente o caso, sempre acabo errando muito, e aí é comum um vídeo de 6 minutos levar 6 horas para sair. Mas aí eu também lembro dos velhos tempos de 2008, no primeiro ano do Mathematica Et Cetera, quando eu varava as madrugadas preparando e refinando as listas de exercícios das turmas de extensivo (era normal ir dormir às 5 da manhã e acordar às 7 para dar aula às 8), dava sozinho todos os plantões e aulas particulares, tinha turmas de Cálculo todas as noites, cuidava do financeiro, dos emails, do telefone e atendia pessoalmente todas as pessoas que nos procuravam. Em seguida, eu acabo lembrando de alguns de meus mantras profissionais preferidos: “tudo o que é bom dá muito trabalho”, “o sucesso do dia para a noite costuma ser antecedido por anos de dedicação”, “faça sentido, busque propósito e tenha fé”.

Ninguém disse que seria fácil. Mas nós vamos chegar lá. Bom fim de semana!
7 de setembro às 17:39 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/3sjHq_e-ZeA

Dr. Lair Ribeiro - O Sucesso Não Ocorre Por Acaso
Não me interessa o que as pessoas acham, foi com..

____________________________________________________

CIÊNCIA POLÍTICA > A difícil vida de um Político: 'Vestibulares em Urnas' a cada 4 anos; necessidade de achar um espaço para caso não se eleja; as difíceis coligações (para o Executivo ter governabilidade no Congresso) e ainda dar 'um lugar ao sol' a mais políticos ainda; o difícil retorno ao oficio anterior e/ou novos mercados( em caso de desistência em seguir a carreira); etc, etc. Imagino que quase todos não políticos pensam que é 'uma barbada', mas não deve ser nada fácil. São milhares de pessoas que precisam ser 'ajeitadas'. Daí uma 'máquina pública tão inchada'! Há como se evitar isso(?); ou deve isso ser interpretado como um mal necessário no mundo inteiro (1)?... Não estou fazendo apologia pró políticos (nem contra); apenas pensando sobre. Há quem possa salientar, com pertinência na lembrança, que os ganhos (até por vias ocultas e suspeitas) compensariam(!). Mas não temeria tanto eu afirmar, que justo aí sim, fica ainda mais auto decepcionante e frustrante; salvo perfil de personalidade antissocial (boarderline, sociopata e até psicopata - onde, efetivamente, tem-se uma imoral ausência de suficientes escrúpulos). http://youtu.be/8Okbq8W4o7M.

Mário Sérgio Cortella - Relações de Poder
FANPAGE ? http://facebook.com/horizonteampliado BLOG ? http://horizonteampliado.blogspot.com.br 0:32 O exercício do poder sempre gera conflito? 2:21 Conflito...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/KapTA8D0gnA

Você Sabe Com Quem Está Falando? - HD - Mário Sérgio Cortella

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/eEsFE9WqhsU

Mário Sérgio Cortella e Clóvis de Barros Filho | ética e vergonha na cara!

Ricardo Bing Reis CUSTO PÚBLICO INSUSTENTÁVEL > Não bastasse a difícil vida de um Político para eleger-se e/ou conseguir colocação em um emprego do Estado, tanto ele, um funcionário público político; bem como também um funcionário público não político (inclusive concursado); perigosamente tendem a sofrer em períodos de crise econômica ou recessão. Isto porque, seus reais 'patrões' e pagadores da sustentação, são os autônomos, os da iniciativa privada, os da livre iniciativa, os empreendedores e os empresários. Ou será que o dinheiro cai do céu como nas estórias infantis?!... Economia em baixa traduz baixa arrecadação de impostos, e daí resulta falta de recursos para sustentar a REDE PÚBLICA. A conta tem que fechar, não adianta, não há milagres. Se não houver contentamento com os ovos (mesmo que poucos) e comer-se a galinha, aí sim o caos. Inclui Previdência.
9 de setembro às 16:00 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > Estruturas Escolares - Dinâmicas Escolares - Ensino e Qualidade do Ensino (Epistemologia).

"Política Educacional e o direito de aprender: o que nós gestores temos com isso?" Mário Cortella http://youtu.be/pL6K_jHe6tc

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/x6V5iktrG7E

4ª Semana da Educação - Solenidade de Abertura
Para inaugurar a 4ª Semana da Educação, ocorrida...

ENSINO PÚBLICO Cont.

Ricardo Bing Reis Enviado em 17/11/2009
O professor Mário Sérgio Cortella, autor das obras "Não nascemos prontos" e "Não espere pelo epitáfio", ambos de uma série chamada "Provocações filosóficas", fala sobre a antropolatria, que define como a adoração pelo que é humano. Diz que o ser humano supõe, principalmente no campo do conhecimento científico, saber de tudo. Isso seria uma forma de adoração tola. Para ele, a tecnologia precisa ser colocada como apenas uma ferramenta. Isto porque ela deixa as pessoas sem tempo para a reflexão, aproximando-as rapidamente do terreno da alienação. Veja vídeo abaixo.
6 de setembro às 21:21 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/zoS4FaQd2iU

Mário Sérgio Cortella - Jogo de Ideias (2006) - Trecho

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/WXXBO3P2YLA

Tribuna Independente - A Educação no Século XXI - 13/02/2012

________________________________________________

ENSINO DO CIVISMO E DA CIDADANIA (Semana da Pátria) > A Pátria é o nosso condomínio.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/C0LMsDj0TZA?list=RDC0LMsDj0TZA

Inocentes - Pátria Amada
Hino Punk Nacional Brasileiro A maior banda punk do Brasil tocando a sua música mais foda!!!!

Ricardo Bing Reis HINO DA INDEPENDÊNCIA >

Já podeis da Pátria filhos
Ver contente a Mãe gentil;
Já raiou a Liberdade
No Horizonte do Brasil
Já raiou a Liberdade
Já raiou a Liberdade
No Horizonte do Brasil

Brava Gente Brasileira
Longe vá temor servil;
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil,
Houve Mão mais poderosa,
Zombou deles o Brasil.
Houve Mão mais poderosa
Houve Mão mais poderosa
Zombou deles o Brasil.

Brava Gente Brasileira
Longe vá temor servil;
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil:
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.
Vossos peitos, vossos braços
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava Gente Brasileira
Longe vá temor servil;
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns oh Brasileiros,
Já com garbo juvenil
Do Universo entre as Nações
Resplandece a do Brasil.
Do Universo entre as Nações
Do Universo entre as Nações
7 de setembro às 13:54 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/Sa-jI_H1nyA

Hino da Independência do Brasil
Já podeis da Pátria filhos Ver contente a Mãe gentil; Já raiou a Liberdade No Horizonte do Brasil Já raiou a...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/pJQBEDKIZWo

Orquestra Philarmônica São Paulo - Hino Nacional Brasileiro
Orquestra Philarmônica São Paulo, interpretando o...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/2UQw9rBfv88

Hino a Bandeira Legendado.
Hino a Bandeira do Brasil Legendado, Composição: Olavo Bilac

Ricardo Bing Reis INDEPENDÊNCIA DO BRASIL > É aqui que moramos e; de fato, não podemos desistir do Brasil. Lutar por um Brasil melhor para nosso filhos e netos. Visão altruísta de médio e longo prazo!!!...

http://youtu.be/mheime48ibA

Independência ou Morte
Cena do filme de 1972 estrelado por Tarcísio Meira em que D. Pedro proclama a independência do Brasil às...

ENSINO > LIVROS E LEITURAS. http://youtu.be/I6NCCqx47zM

Para ler... Mario Sergio Cortella fala sobre Sócrates

Ricardo Bing Reis Leticia Wierzchowski , com tantos livros bons para os jovens sendo lançados, tais os teus sempre mais que perfeitos, fico intrigado! Mas antes de esclarecer o que me instiga, precisaria ainda, também lembrar o poder mágico que os smartphones (e suas conecções online com redes sociais múltiplas) proporcionam nos jovens. Como o passado pode ousar competir com o presente? Tento agora te expôr a (suposta) problemática. Estava eu em uma livraria no intuito de comprar alguns livros para Laura (então com 11 anos). Entretanto, fiz uma compra que foi motivo de chacota em casa (e fora de casa). Sim, porque meus amigos julgam que, volta e meia ou sempre, estou eu andando na contra mão da história. Ouvi tantas piadas (com ênfase na velhice em que eu já estaria mergulhado, pelo menos psíquica), que até tenho agora vergonha em listar os livros. Em ato heroico para vencer o meu constrangimento, 'confesso' o que comprei: 1- Volta ao Mundo em Oitenta Dias (Júlio Verne); 2- O Escaravelho de Ouro (Edgar Allan Poe); 3- O Manuscrito de Phileas Fogg (Júlio Emílio Braz); 4- Romeu e Julieta (William Shakespeare); 5- Leonardo da Vinci e Seu Super Cérebro (por Michael Cox). Então, perguntaria a ti (especialista): - "Será que o passado é mesmo já passado? Será que, mais ainda, o passado está morto? O passado não tem mais lugar no mundo de hoje? O que me foi importante na infância, hoje já não tem mais qualquer valor? Preciso dessa ajuda do teu parecer, para prevenir novos 'micos' meus logo ali...
6 de setembro às 04:41 · Curtir

Ricardo Bing Reis Leituras proveitosas são lentas e meditativas > http://youtu.be/-D9BEclhyz0

Desejo e Vontade Prof Clóvis de Barros USP

ECONOMIA > CRISE ECONÔMICA.
Na economia marxiana, a crise do capitalismo, crise econômica ou simplesmente crise se refere ao que é a designação dada, por alguns setores político-econômicos, para as oscilações em torno de uma média nos níveis de negócios da economia em nações democráticas com sistema econômico liberal.1 2 Tais oscilações são chamadas pelos economistas de ciclos econômicos podendo também serem chamadas por crises financeiras. Veja, por exemplo, crise econômica ...
Continuar lendo

Ricardo Bing Reis ECONOMIA > RECESSÃO ECONÔMICA - http://youtu.be/XGHchRXoCZE

Ricardo Bing Reis Ser economista e ver esse bando de canalhas destruindo o país, é como um médico amarrado e amordaçado tendo que assistir um paciente ser envenenado por curandeiros! Por Marilia Bertoluci ; bem como o vídeo acima.
6 de setembro às 00:46 · Curtir

Rcardo Bing Reis ECONOMIA > CRISE ECONÔMICA- Acontecem inclusive com países 'tops', como Inglaterra; que penou muito nos anos 60, anos 70 e início dos anos 80 - por mais incrível que pareça. > http://youtu.be/DiWomXklfv8

_____________________________________________________

ENSINO PÚBLICO > Pensamentos e Pensadores.http://youtu.be/d0Uj04-p4zE

ENSINO PÚBLICO > CONT.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/2wxBG1kZIZw

Luiz Felipe Pondé - O Animal em Ruínas

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/zQrGQJbyfho

Marcelo Gleiser - A nova ciência e a manutenção da vida

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/YLhcegJJJ_Q

Luiz Felipe Ponde - A castidade impossível, a luxúria maldita

___________________________________________

ENSINO PÚBLICO > Maus Professores.

Twisted Sister - I Wanna Rock (Official Video) http://youtu.be/SRwrg0db_zY

Ricardo Bing Reis E BONS PROFESSORES > http://youtu.be/Xfo3usNTLPk

 

SAÚDE PÚBLICA > Usos Medicinais dos derivados da Morfina e dos derivados da Maconha. Por Adri San

Ricardo Bing Reis USO MÉDICO (TERAPÊUTICO) DE DERIVADOS DA MACONHA; E DE DERIVADOS DOS OPIOIDES (MORFINA)> A maconha tem mais de 400 substâncias químicas e pelo menos três delas têm funções terapêuticas. A mãe conseguiu na Justiça o direito de receber as doses de um remédio feito com um componente da planta, para utilizar no tratamento de seu filho, que sofria com 40 convulsões por dia. Agora, ele tem apenas três. Também funciona para náusea e vômitos incoercíveis, não raro em certas quimioterapias. A morfina (derivados) é excelente para Edema Agudo de Pulmão; fantástico analgésico (não raro usado em pós operatórios muito dolorosos). Em padecentes terminais (câncer, AIDS, etc) - associados com dor física (e/ou dor psíquica) - podem agir como agente que propicia uma sensação de bem estar, podendo até ser o veículo da humana e digna dita 'morte serena'!
6 de setembro às 01:27 · Curtir

*****Roubado do Pilger...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/ZlLD3118FBA

Psicopatas - Happy Hour - Ana Beatriz Silva
Entrevista com a médica psiquiatra e escritora Dra Ana Beatriz Barbosa Silva sobre psicopatas, tema do livro...

_____________________________________________________

Ricardo Bing Reis olha que legal!! Tu já viu esta entrevista inteira? Vale a pena é de 1959 mas nunca vi coisa tão atual!! Sem falar que prá competir com Bertrand Russel só o Mujica mesmo,

Ricardo Bing Reis Lorde Bertrand Russell,
Ordem do Mérito, Membro da Royal Society e prêmio Nobel de Literatura.
Matemático, filósofo, historiador, cético, ícone da liberdade de expressão e do livre pensamento. .
6 de setembro às 00:15 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/Ut7drCi2mts
6 de setembro às 00:16 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis DECÁLOGO DE BERTRAND RUSSELL > Russell propôs, em sua autobiografia, um "código de conduta" liberal baseado em dez princípios, à maneira do decálogo cristão. "Não para substituir o antigo", diz Russell, "mas para complementá-lo". Os dez princípios são:

Não tenhas certeza absoluta de nada.
Não consideres que valha a pena proceder escondendo evidências, pois as evidências inevitavelmente virão à luz.
Nunca tentes desencorajar o pensamento, pois com certeza tu terás sucesso.

 

Quando encontrares oposição, mesmo que seja de teu cônjuge ou de tuas crianças, esforça-te para superá-la pelo argumento, e não pela autoridade, pois uma vitória que dependente da autoridade é irreal e ilusória.
Não tenhas respeito pela autoridade dos outros, pois há sempre autoridades contrárias a serem achadas.
Não uses o poder para suprimir opiniões que consideres perniciosas, pois as opiniões irão suprimir-te.
Não tenhas medo de possuir opiniões excêntricas, pois todas as opiniões hoje aceitas foram um dia consideradas excêntricas.
Encontra mais prazer em desacordo inteligente do que em concordância passiva, pois, se valorizas a inteligência como deverias, o primeiro será um acordo mais profundo que a segunda.
Sê escrupulosamente verdadeiro, mesmo que a verdade seja inconveniente, pois será mais inconveniente se tentares escondê-la.
Não tenhas inveja daqueles que vivem num paraíso dos tolos, pois apenas um tolo o consideraria um paraíso.
6 de setembro às 00:19 · Curtir

Ricardo Bing Reis Grande parte do Primeiro Filho, o Primogênito, é O Filho. Sendo o primeiro, tende a ser o primeiro em tudo. O segundo (filho do meio), tendo em vista o modo de agir característico do mais velho, tende a ser mais democrático e diplomático, tentando ajeitar as melancias. Ao terceiro (caçula), dada à circunstância dos 2 anteriores, resta a contrariedade. Tendem a ser os mais contestadores, os que mais requisitam. Claro que isso é apenas uma tendência, não uma regra. Mas faz muito sentido se fores observar na prática. Vi isto em um documentário feito com base em um estudo britânico. O cerne, é a forma de disputar os pais na infância. Interessante, nunca mais me esqueci (vi há uns 15 anos).
6 de setembro às 01:35 · Curtir · 1

****O Político e o Idiota. https://www.youtube.com/watch… -

Ricardo Bing Reis A/C Adri San http://youtu.be/cB5krsmVtHE

Ricardo Bing Reis Ricardo Bing Reis QUEM NÃO CUIDA DO QUE É SEU (IDIOTA); NÃO MERECE TÊ-LO, PERDENDO-O PARA O QUE PARTICIPA (POLÍTICO) !!!... > http://youtu.be/SzdY9GzI2vY
4 de setembro às 22:59 · Curtir

Ricardo Bing Reis Clarice Borba
Fato:os jovens não querem votar.Milhares de adultos não acreditam que seu voto fará a diferença.
Indiferença mais descrença=nossa decadência!!!
4 de setembro às 23:00 · Curtir

Ricardo Bing Reis Por outro lado, o VOTO NULO também é um voto. Para mim, soa como uma forma de PROTESTO; e, acho que protestar é um ato muito veemente e válido. Demonstra uma insatisfação/descontentamento insuportável. Entretanto, é combatido pelo Tribunal Eleitoral como sendo uma OMISSÃO. Entendo que se pense assim, mas acho que o Voto Nulo tem mais que 1 conotação. Já o VOTO EM BRANCO, acho que vai para a Legenda que está na dianteira (pelo menos já fora assim; não tenho nenhuma certeza disso). Seria uma forma de dizer que concordará com o que a maioria decidir. Também não me parece ser isso necessariamente uma omissão, apenas uma opção. Mas suspeito que estas 2 formas democráticas de votar, fere o NARCISISMO dos políticos e dos Tribunais Eleitorais; que se julgam serem mais do que são. Acho, apenas.
4 de setembro às 23:10 · Curtir

Ricardo Bing Reis "Os pilares que sustentam um governo estarão sempre na mentalidade dominante dos governados. Os políticos acabam sendo um reflexo do povo. Quando este abraça os valores errados, não adianta sonhar com um messias salvador. Os valores é que devem mudar." Rodrigo Constantino
5 de setembro às 23:59 · Curtir

Ricardo Bing Reis Frases feitas seriam feitas, acho, pelo povo, que consolida formas de pensar, por constatações empíricas. Se assim realmente for, as máximas populares tem procedência e sentido, pela sabedoria popular. Então, me lembrei: "Cada um tem a vida que merece; e, adaptando, cada um tem o governo que merece"...
6 de setembro às 00:02 · Curtir · 1

MUNDO & CONFLITOS DISSEMINADOS EM 2014 > Se a violência (agressividade) não deixa de ser trágica mesmo em caso de legítima defesa (da própria integridade do inocente); imagine só em caso de injustiça. O ano de 2014 está abusando.
www.msf.org

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/SQo3xd7PzgM

Mário Sérgio Cortella | Desejo de Vingança

RRicardo Bing Reis 2014 > Guerra na Síria/Iraque (Estado Islâmico); Guerra na Faixa de Gaza; Guerra na Ucrânia; infindáveis Guerras na África.
5 de setembro às 23:52 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/McuGGYtxrtg

ENSINO DO CIVISMO E DA CIDADANIA (Semana da Pátria) > "Independência ou Morte" foi o brado retumbante de Dom Pedro I. Não morremos; mas também não ficamos independentes. E a nossa real dependência nem sequer é do cruel mundo externo dos 'investidores abutres'; mas muito pior, de nós mesmos. Ficamos auto dependentes, dependentes da nossa falta de Ensino, da nossa falta de Cultura e bom senso. Da nossa ignorância Medieval.

_____________________________________________________

ENSINO DO CIVISMO E DA CIDADANIA NAS ESCOLAS (PATRIOTISMO) > SEMANA DA PÁTRIA: Nada tenho visto sobre. Há 'interesses' de que nos 'desinteressemos' por ele Brasil (desprezando-o)? Vejam aí a Petrobrás... Nos Estados Unidos e Europa não é assim!... Nos anos 70, eu tinha que perfilar todos os dias com a turma de aula e cantar o Hino Nacional (mesmo se garoando), enquanto 1 hasteava a Bandeira Nacional Brasileira. Hoje nem sabem quais são os 3 Símbolos do Brasil (Hino, Bandeira e Escudo). Marchávamos nas ruas e nas esquinas, tínhamos que fazer a curva tão alinhadamente que mais parecia o recuo da bateria de uma escola de samba carioca. Uniforme a rigor. O lema era: 'Brasil, Ame-o ou Deixe-o'. Ah, sabia-se quem é Dom Pedro Primeiro!

Ricardo Bing Reis Paciente que saiu agora mesmo, me disse que nada se fala, pois o feriado se anulou caindo no domingo. Entretanto, segundo ela mesmo, caso fosse um feriadão, falaria-se, mas pela 'folga' e não por patriotismo; o que para mim também pareceu ter lógica e fazer todo sentido.
5 de setembro às 11:52 · Curtir · 1

Comportamento Humano > MULHER DE 50 ANOS (relato de um caso isolado): há poucas horas, encontrei antiga amiga que, como eu, fez 51 anos. Disse-me que agora percebeu que não tem mais tempo a perder. Está sim com pressa para viver. Deletou de sua vida todos os chatos, inclusive o marido que estava insuportável. Está procurando novos horizontes. E que, a visão dos 60 anos logo ali, não a está agradando!...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/wFKcWAWmhTY

____________________________________________

Al Stewart - Time Passages (1978)

AMBIENTALISMO > O dia limite; o dia divisor de águas! Que águas?
Hoje é o "Earth Over Shoot Day 2014". Esgotamos a nossa Cota Ecológica! A partir de hoje, tudo o que consumirmos de recursos naturais do Planeta não será reposto na natureza. Eles entram para a nossa Dívida Ecológica.
O World Wide Fund For Nature (WWF), que faz esse cálculo, definiu esse dia no ano 2000 em 5 de outubro.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/SlZi6iffOGc

A garota que calou o mundo por 6 minutos - Eco 92 Legendado

_____________________________________________

EDUCAÇÃO > Tem conotação íntima com os Limites; que devem ser administrados no Ambiente Familiar no Lar. // PALESTRA - MARIO SÉRGIO CORTELLA Clique Aqui

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/HJOJ4inBqA8

Novas gerações têm poucas referências de autoridade

Ricardo Bing Reis Sobre o vídeo a seguir > Publicado em 06/12/2012 no Youtube -
As crianças de uma determinada faixa etária não se interessam quando você fala diretamente de um assunto com ela, é preciso estabelecer pontes de comunicação para que o diálogo exista e a criança consiga entender a mensagem que precisa ser passada. Esta é a dica de Mario Sergio Cortella um dos palestrantes mais requisitados no Brasil e filósofo, professor de Educação na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo). Segundo ele, uma criança de quatro ou cinco anos não se interessa quando se fala diretamente com ela sobre um determinado assunto. Por isso, ele recomenda um diálogo maior para envolver a criança em uma reflexão e dessa forma passar conceitos sobre como determinada publicidade está oferecendo coisas que não são necessárias, por exemplo. Ele deu esse depoimento para a campanha 'Somos Todos Responsáveis' com o objetivo de apresentar dicas sobre como os pais devem orientar os filhos diante da publicidade infantil.
4 de setembro às 01:10 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > Empreendedorismo: Chefia, Liderança, Gestão e Responsabilidade Técnica. /// http://youtu.be/WjWeJbOVYP8

A arte de liderar - Mário Sérgio Cortella

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/bcRLeJTZO24

Mário Sérgio Cortella Gestão, Liderança e Ética

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/U9QQOMGSWlU Palestra sobre Carreira, Gestão, Vida e Ética - HD - Mário Sérgio Cortella

RRicardo Bing Reis MODELO DE RELATÓRIO DE UM
'MÉDICO RESPONSÁVEL TÉCNICO
POR SERVIÇO NA ÁREA DA SAÚDE'>
Ser Responsável Técnico de uma Clí-
nica Médica é muito mais que ser um
mero Gestor e Burocrata. É muito ma-
is que administrar a saúde financeira
e o trato múltiplo para com os funcio-
nários. É muito mais que controlar e
supervisionar a equipe médica. É mui-
to mais que respeitar e cumprir as Nor-
mas da Saúde Sanitária da Secretaria
de Saúde Municipal no estabelecimen-
to. É isso sim, conjugar tudo descrito,
administrando tolerantemente, de boa
vontade e de bom humor, todas as ad-
versidades, que parecem ser infinitas!

Se for de pequeno porte, o trabalho de
Responsabilidade Técnica pode ser bas-
tante artesanal.
Pode-se até sequer terceirizar à funcio-
nários, procedimentos muito importan-
tes. Pode-se fazer pessoalmente, para
se ter certeza da realização; e da realiz-
ação pela forma mais adequada possível.
O responsável pode sim, fazer pessoal-
mente o fechamento da Clínica, toman-
do, previamente, os cuidados para dei-
xar tudo nas melhores condições possí-
veis de higiene, tanto do prédio (espa-
ço físico) e materiais médicos e mó-
veis.

A Segurança Local, que inclui a seguran-
ça dos funcionários e pacientes, é outra
grande preocupação. Assim, temos con-
trato com a Empresa de Segurança 'X'
(com uma vídeo-câmera na portaria, câ-
meras com imagens que viajam online
para sede da 'X', sistema 'pânico', ras-
treamento veicular, etc).

Faz-se manutenção constante da casa, que
inclusive é Segurada pela Caixa Econômi-
ca contra sinistros.

Exerço essas funções com boas inteções
na Gestão, mediante Liderança e Chefia
com ética e responsabilidade humana com
os funcionários, pacientes e para comigo
mesmo. Em suma, de forma Humanista.

Resp. Médica Profissional > nas consultas,
além de exercer a Medicina Baseada em E-
vidências, procuro fazer o paciente entender
o que está sendo investigado, porque está,
e como está. Detalhamento do tratamento.
Também estar preparado para receber pa-
cientes em casos mais graves, mediante
medicações pertinentes disponíveis, encai-
xe na agenda desses padecentes mais de-
bilitados. Mantenho o celular disponível.
Consultas com excelente tempo para
execução de tais tópicos. Não esquecendo
a tradicional 'Amostra Grátis' (na validade) e
de boa qualidade, para aqueles mais caren-
tes.

Resp. Profissional na Sociedade Física >
Educação em saúde preventiva nas vizi-
nhanças, respeito às diversidades e rela-
ções interpessoais, sem arrogâncias e
vaidades.

Resp. Social Virtual Online > Aculturação
Social relativamente à assuntos relaciona-
dos à área da saúde, mediante web sites
próprios e páginas no Facebook relativas
aos web sites.

Resp. Social Geral, Mundial e Filantropias >
Contribuimos mensalmente com a Institui-
ção "Médicos Sem Fronteiras (MSF)".

Resp. Ambiental > Fazemos coleta de lixo
seletivo, economia de água e de energia elé-
trica. Usamos papel rascunho sempre que
possível (maioria das vezes) e imprimimos a-
penas o necessário e imprescindível. Tam-
bém 'adotamos' nossa calçada, com manu-
tenção, iluminação, vídeo-câmera, cuidado
com a árvore ali presente, etc. Programa
de coleta de pilhas e baterias.

Resp. Fiscal > Impostos pagos em dia, tan-
to Municipais, tanto Estadiuais, tanto Fede-
rais; Receita Federal (Imposto de Renda);
quer também taxas administrativas de Insti-
tuições Médicas como o SINDIHOSPA, CRE-
MERS, AMRIGS, SIMERS, etc.

Resp. Pessoal > Tempo Disponível para a Prá-
tica de Atividades Prazerosas e/ou Familiares.

Resp. Múltiplas > Inclusive Política e de Medi-
cina, em distintas páginas das Redes Sociais.

Referências de Condutas Ético-Legais >
SIMERS, AMRIGS, SINDIHOSPA, CREMERS:
Nenhum processo por Erro Médico, nem por
má conduta dos médicos e/ou danos morais.

Referências de Qualidade de Serviços Pres-
tados há 24 anos (em 2014) - desde 1990-
IPERGS (Instituto de Previdência do Estado
do RS); Cooperativa UNIMED-POA; Saúde-
BRADESCO; Assist. Intern. GOLDEN CROSS.

Comportamento Humano - O FOCO > FOCAR apenas à si mesmo (principalmente se já bastante padecente mentalmente), de forma narcísica, como se o mundo gravitasse ao redor de si, faz com que seus fantasmas/zumbis (medos), explosões/rompantes (irritabilidades) e trevas/abismos (depressões) - cada vez aumentem mais! Ficar restrito a um ambiente domiciliar, por exemplo (salvo recomendações médicas), tende a não ajudar muito. Já FOCAR apenas o externo (o mundo exterior, sem nunca olhar-se internamente, escondendo as suas verdades de si mesmo), NEGANDO tudo isso de forma absoluta, pode resultar no mesmo: aumentos das mesmas dificuldades comentadas, por falta de insights (principalmente se já mentalmente padecente). A moderação e ponderação por análise e síntese; seria a base de uma vida suficientemente boa.

Ricardo Bing Reis Um FOCO continuamente mal direcionado, pode levar à 2 dos mais graves e torturantes sentimentos > DESESPERO E AFLIÇÃO. http://youtu.be/hblH0qov0dQ

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/AAwU9ynCDVc Mario Sérgio Cortella - Esperança Ativa

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO > PROCRASTINAÇÃO: Nem sempre, deixar para fazer amanhã (ou nos dias seguintes), o que pode ser feito hoje, é a melhor conduta(!); visto que, em não raras vezes, boa parte destas coisas acabam se tronando desnecessárias com o passar dos dias. Por outro lado, os atrativos das multimídias e da vida online, nos impelem mais do que nunca às procrastinações (inadequadas)!...

_____________________________________________

Comportamento Humano > Ética e Moral e os Dilemas Pertinentes.Ética com Mario Sergio Cortella http://youtu.be/getlaPonR5Y

Ricardo Bing Reis Hipótese nº 01:
Você está em um trem que tem pela frente cinco pessoas... mas tem um desvio que pode ser feito por você, onde está uma só pessoa.
O que você faz? Salva as cinco pessoas, matando a que está sozinha?

Hipótese nº 02:
Você está em uma plataforma do trem e este matará cinco pessoas... mas você pode salvá-las, derrubando aquela mesma pessoa sozinha sobre os trilhos, parando, assim, a trajetória do trem.
O que você faz? Salva as cinco pessoas, empurrando à morte a que está sozinha?
31 de agosto às 02:47 · Curtir

Ricardo Bing Reis Pensamento de comentarista 1 > Na primeira hipótese eu desviaria o trem pra cima do sozinho. Na segunda hipótese eu não empurraria o sozinho pra salvar os outros. Por que? Não agüentaria viver sabendo que empurrei diretamente alguém para a morte, E na primeira, não fui eu diretamente que causei aquela situação de escolha. E acho que a tendência geral seria isto. O que provaria que a escolha da vida humana não se baseia pelo critério da utilidade pura e simples, como uma conta matemática.
31 de agosto às 02:49 · Curtir

Comportamento Humano > Cont.

Ricardo Bing Reis Pensamento de comentarista 2 > Eu sempre optaria em salvar o maior número possível de pessoas, tendo em vista que pelo menos 1 morte é inevitável. Causaria-me culpa omitir-me em decisão complexa onde o ato é aprovado pela dignidade humana. Não fazer sim é indigno. Acho.
Complemento do comentarista 2 > Mas achei interessante ao teu comentário 6 andares acima. No calor do momento, talvez a emoção aplacasse a frieza da matemática. teria que 'viver' o momento para saber.
Comentarista 2 > Passei o dia pensando nisso! É o dilema mais incrível que já vi. No caso, ser matemático nada mais seria do que botar a razão (matemática) na frente da emoção e sentimentos pessoais de não ser o agente direto proporcionador de uma morte. Assim, a minha tendência agora é concordar que não conseguiria empurrar. Quanto a jogar-se para fazer o 'papel interventor' evitando assim sacrificar o outro, implicaria no mesmo raciocínio de autopreservação. Mas o que me pareceu quase certo, é que, não poucas pessoas correriam para ver a sangueira da(s) morte(s); tal qual o comportamento de abutre/corvo nas estradas quando de acidentes com mortes. Não sei se o sadismo-masoquismo humano supera seu bom senso.
Comentarista 2 > Parece que, agindo de uma forma ou de outra, o que realmente vale é a boa intenção em fazer a coisa certa, de forma altruísta. A frase "... de boas intenções o céu está cheio(!)"; a mim parece tola. Considerando-se ainda que quando se tem horas para pensar, muitas e muitas vezes nos equivocamos, imagine-se mediante circunstâncias que exigem soluções imediatas, de pronto. O erro humano, para um lado ou para o outro é enorme. Entretanto, tendo sido a vontade de acertar soberana ao ato; está correto e digno o feito, para um lado ou para o outro. Acho.
Comentarista 2 > O Erro Humano é inevitável, todos os dias e o dia todo, aqui e ali; sempre presente. Como avaliá-lo e julgá-lo?
1 de setembro às 19:37 · Curtir

ENSINO PÚBLICO E A DIFÍCIL ESCOLHA DA CARREIRA PROFISSIONAL > A difícil (e até muito possivelmente equivocada) escolha profissional em tão tenra idade! Sem ainda sequer o necessário auto conhecimento inerente ao adolescente (talvez menos ainda quanto o conhecimento de como é realmente a vida do profissional para o curso em que nos inscrevemos para bacharelado). Testes vocacionais ajudariam mesmo?

Leticia Wierzchowski >
Uma das coisas que mais me marcou foi quando, aos dezessete anos, tive que escolher uma profissão para o vestibular - o que eu conhecia do mundo ou de mim mesma àquela altura? As convenções exigiam que uma jovem boa aluna seguisse o curso da vida, entrando numa universidade para inaugurar o seu futuro. Foi um período assustador - e porque eu desenhava bastante bem, acabei ingressando na Arquitetura. Mas, após dois anos de dúvidas, tirei o meu time de campo. A vida deu muitas voltas, e hoje estou aqui - com vinte livros publicados. Apesar de toda a instabilidade financeira que a vida de escritor envolve, não me arrependo de nada; mas aquele período cheio de incertezas foi assolador, e até hoje sonho com corredores universitários, e eu perdida no meio deles.

Ricardo Bing Reis Leticia Wierzchowski > Até duzentos anos atrás, a maioria dos homens vivia num único lugar, conhecendo esse modo de vida em todas as suas nuances - na sociedade pré-industrial, uma criança dava uma volta na sua aldeia e poderia apontar todas as suas chances de futuro. Ela conheceria o seu caminho, e seguiria por ele. Com o casamento, era a mesma coisa: a pessoa passava em revista as suas possibilidades amorosas, escolhendo a que lhe pareceria melhor ou mais conveniente. Hoje nós seguimos conhecendo gente nova pela vida afora, e a maioria das profissões nos são um mistério absoluto - como se pilota um avião? como é ser um engenheiro genético? e se eu fosse pra Israel viver num kibutz? como seria trabalhar na indústria do petróleo no Kuait, ou quem sabe largo tudo e vou pra Polinésia Francesa abrir uma pousada?
1 de setembro às 18:11 · Curtir · 1

Ciência Política > A Tarefa dos 3 Poderes é Servir; não é 'Ser Servido'.

Ética, Indivíduo e Sociedade

Ricardo Bing Reis A/C Carlos Bartz , ilustrei o vídeo com teu depoimento (repleto de reflexões pertinentes à grande grau de maturidade e grandeza; no que diz respeito ao teu auto-conhecimento); pela ótica dos fatos políticos descritos em tua vivência. Caso prefira, posso deletar o teu comentário (que encontrei postado na minha Página Inicial). Abraço.
31 de agosto às 03:24 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Carlos Bartz > 28 de agosto · Editado
Nota de Arrependimento: há anos fui PT doente chegando a andar de bandeirinha pelas ruas de Porto Alegre acreditando nas mudanças proposta pelo partido. Meu carro era cheio de estrela em contragosto dos meus colegas mais chegados. Hoje tenho vergonha desse momento porque me sinto traído pelas pessoas a quem acreditava e muito confiei o meu voto e agora estão juntos com os políticos mais podres da política brasileira tudo em nome do continuidade e da governabilidade de fazer valer suas idéias, Fui traído sim por quebras de promessas de campanha e de idéias como o a taxação de inativos, término da corrupção, impunibidade, reducao do valor da pensão, fator previdênciario, privatização e etc. O que me chama a atencao que pessoas inteligentes e bem "informadas" não acreditam sequer no mensalao ou caso Petrobras. O Mundo mudou pra pior ou foi as pessoas que mudaram? Por favor não façam propaganda politica partidária na minha linha de tempo. Nessa hora todos são maravilhosos. Eu não acredito em boi tá tá e nem na história da carochinha. Vai Brasil .
31 de agosto às 03:25 · Curtir · 1

ENSINO & MERCADO DE TRABALHO > "EMPREENDEDORISMO VIA INTERNET": Muitos são os jovens de hoje, empenhados em obter suas rendas oriundas de atividades online. Não poucos são patrocinados. Existe inclusive web sites especializados em localizar doadores voluntários; dentre outras formas.

Pesquisa aponta que jovens estão interessados em empreendedorismo pela internet

ENSINO PÚBLICO > Quando o Rock proporciona Aula de Filosofia!

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/3oxP-wjI4lE

Filosofia no dia a dia com Mario Sergio Cortella

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/8qKeMmFT7pQ

Soluções Simples! - HD - Mário Sérgio Cortella

ARNALDO JABOR > A LOUCURA E TAMBÉM A INCOMPETÊNCIA DO POVO BRASILEIRO TEM RAÍZES DESCRITAS EM SUA PRÓPRIA HISTÓRIA!!!... NESSE CASO, SE OS BONS E COMPETENTES (QUE TALVEZ SEJAM POUCOS) FICAM QUIETOS E OMISSOS; OS MAUS E INCOMPETENTES (TALVEZ A GRANDE MAIORIA), TOMAM CONTA E 'AVACALHAM' O PAÍS.

ESPERANÇA PARECE SEREM OS JOVENS > Às vezes, acho que eu seria muito feliz se tivesse escolhido ser professora, pois ia adorar trocar ideia com esta juventude tão bacana e interessada por política que está vindo por aí!! (Adriana Freitas Reis).

ARNALDO JABOR Cont.

Ricardo Bing Reis TERRA EM TRANSE > Comentário no Youtube - Publicado em 04/01/2014
Na fictícia República de Eldorado, Paulo Martins é um jornalista idealista e poeta ligado ao político conservador em ascensão e tecnocrata Porfírio Diaz e à amante dele, a meretriz Silvia, com quem também mantêm um caso formando um triângulo amoroso. Quando Diaz se elege senador, Paulo se afasta e vai para a província de Alecrim, onde conhece a ativista Sara. Juntos eles resolvem apoiar o vereador populista Felipe Vieira para governador na tentativa de lançarem um novo líder político, supostamente progressista, que guie a mudança da situação de miséria e injustiça que assola o país. Ao ganhar a eleição, Vieira se mostra fraco e controlado pelas forças econômicas locais que o financiaram e não faz nada para mudar a situação social, o que leva Paulo, desiludido, a abandonar Sara e retornar à capital e voltar a se encontrar com Sílvia. Se aproxima de Júlio Fuentes, o maior empresário do país, e lhe conta que o presidente Fernandez tem o apoio econômico de uma poderosa multinacional que quer assumir o controle do capital nacional. Quando Diaz vai para a disputa da Presidência com o apoio de Fernandez, Fuentes cede um canal de televisão para Paulo que o usa para atacar o candidato. Vieira e Paulo se unem novamente na campanha da presidência até que Fuentes trai ambos e faz um acordo com Diaz. Paulo quer partir para a luta armada mas Vieira desiste.
O filme pode ser lido como uma grande parábola da história do Brasil no período 1960-66, na medida em que metaforiza em seus personagens diferentes tendências políticas presentes no Brasil no contexto. Realiza uma exaustiva crítica de todos aqueles que participaram desse processo, incluindo as diferentes correntes da chamada esquerda brasileira. Isto foi um dos motivos pelos quais foi tão mal recebido pela crítica e pelos intelectuais nacionais.
29 de agosto às 23:27 · Curtir

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/9oSR06dQGjY

TERRA EM TRANSE - FILME BRASILEIRO COMPLETO (1967)

UMA OPINIÃO SOBRE A ECONOMIA BRASILEIRA >
ALERTA: O que você vai ler nas próximas linhas é polêmico e revelador. O texto pode ser ofensivo a determinadas audiências. Recomenda-se discrição na leitura.

Olá. Meu nome é Felipe Miranda.
Há quase cinco anos, eu fundei, junto ao Caio Mesquita e ao Rodolfo Amstalden, a Empiricus Research, a primeira casa de pesquisa independente voltada a investimentos do Brasil....
Continuar lendo

Ricardo Bing Reis Desde 2009, penso que a 'Locomotiva Brasil' que culminou no PIBão, foi fictícia, fruto de dinheiro externo que aqui se refugiou após a crise de 2008. E sempre pensei que um dia esse dinheiro voltaria para de onde veio (quando esses países se recuperassem e aumentassem suas taxas de juros, voltando a serem interessantes para investir). O dinheiro não era nosso, não era produzido por nós! Nosso nível de Ensino Popular não justificava, era desproporcional. Nada se melhora de súbito, como passe de mágica, em 2 ou 3 anos. Um crescimento sustentado por Ensino de qualidade leva décadas. Mínimo 3. Estávamos 'circulando' com o dinheiro dos estrangeiros, como se ricos fôssemos. Sempre procurei ser reservado para falar nisso; ousando apenas com um grupo não maior que 10 pessoas. Todos demais me chamavam (e por vezes ainda me chamam) de trágico. Ora, fosse um concurso de catastrofismo, essa opinião acima me deixaria com muita inveja, pois, beirando o terrorismo econômico, conseguiu fazer de mim (um pessimista à ótica quase geral), um cego otimista!... Acho. Entretanto, não duvido de mais nada depois que quebrou a Pan Am, derrubaram o Mike Tyson e as Torres Gêmeas.
17 de agosto às 03:27 · Curtir · 2

ENSINO PÚBLICO > Sem comentários.

Ricardo Bing Reis O cérebro da criança apresenta um processo de amadurecimento que vai se completar apenas aos 20 anos de idade (quando inicia a Fase de Desenvolvimento Humano dito 'Adulto Jovem'). A musicalidade, inquestionavelmente, ajuda a desenvolver melhor o cérebro nesse processo evolutivo que inicia no nascimento (e, por consequência, já vindo intra-útero, de forma inata). Também favorece a socialização, por diversas formas óbvias. Por último (embora deva haver várias outras vantagens que não menciono), é uma excelente Atividade Prazerosa para ser adquirida e, consequentemente, praticada no Tempo Disponível (durante toda a vida).
29 de agosto às 21:40 · Curtir · 1

_____________________________________________

PPOLÍTICA ECONÔMICA > RECESSÃO: até onde entendi, 2 trimestres (necessariamente consecutivos) com Crescimento Econômico (PIB) negativo, caracterizaria o que se chama d 'Recessão Técnica (Potencial)'. Assim sendo, imagino que a continuidade, deve caracterizar o que provavelmente se chamaria Recessão Plena (Ativa); ou algo semelhante. Imagino.

_____________________________________________

Comportamento Humano > Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas: mas cuidar os exageros! Lifeaholic acaba se tornando (paradoxalmente) outra rotina; e lá vem de novo seu inerente estresse (ao talvez até transformar a atividade prazerosa em competição, etc). Melhor sempre o moderado Lifealover; assim como o Workalover (e não Workaholic). Acho.

EDUCAÇÃO/ENSINO FINANCEIRO > Empreendedorismo com prosperidade sim; não necessariamente riqueza. Se o custo é sua saúde e sua vida suficientemente boa (para depois gastar a riqueza atrás da saúde e da vida suficientemente boa; aí também já não! Colocar-se limites!) No primeiro caso temos ambição (bom); no segundo, já ganância (ruim)...
http://youtu.be/VNP5c-BlPj4

_____________________________________________

Comportamento Humano > O nosso inerente e inato poder de destruição (endogenamente mediado pela raiva), poderia ser melhor administrado e melhor canalizado?

_____________________________________________

INFRA ESTRUTURA > Saneamento Básico!

Ricardo Bing Reis Estudo foi realizado pelo instituto Trata Brasil. Menos da metade das cidades brasileiras realiza tratamento dos resíduos.
O desempenho compromete a meta de universalização do saneamento no país para os próximos 20 anos. Natal, Teresina, Macapá, Belém e Porto Velho jamais cumprirão o plano do governo caso o ritmo seja mantido.

ENSINO PÚBLICO > Educação Financeira e Equilíbrio Mental: pessoas desesperadas fazem coisas desesperadas.

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO + TRABALHO COM QUALIDADE DE VIDA > Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosa: Geração 'X' e 'Y'. O dinheiro/salário, já não é mais o primeiro fator de interesse de um candidato por certa Corporação.

_____________________________________________

RESPONSABILIDADE SOCIAL > Políticos não sentem vergonha ao serem flagrados em algum ESCÂNDALO? Acho que sim, mas cederam ao mega poder corruptor das cifras gigantescas!... É mesmo muito difícil ter poder pessoal ético-moral ainda maior para resistir. O dinheiro é hoje (e acho que também sempre antes) um Deus. E, se o Deus Money é mesmo o cultuado, os Bancos são nossos Templos atuais. Mas os que cedem, pagam por isso, mesmo não flagrados, pois SEMPRE há o medo interno, do oculto se tornar explícito (inclusive após 20 ou 30 anos). Sem falar no rabo preso, chantagens, etc. E o medo de manchar o nome da família dos filhos. Além do seu, no mínimo, em sua sociedade mais próxima. Passa a imaginar o que o outro (inclusive amigo), está julgando dele, em foro íntimo; ainda que este outro não demonstre estar julgando; que não demonstre estar sim pensando meeeeeeeeeeeeeesmo dele (e para o resto da vida)! A vida social vira um inferno. E, se o ser humano é mesmo um ser gregário; o preço, ainda que sem a prisão física carcerária, é muito alto. Talvez por isso o filósofo Batman já dizia: 'O crime não compensa'. E o popular 'botar a cabeça no travesseiro e conseguir dormir'. Salvo insones de outra ordem. Acho.

Queen - Scandal (Official Video)

RESPONSABILIDADE SOCIAL > Cont.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/vjKaWlEvyvU

O que é ética? - Mario Cortella

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO - O Criativo > Todos que saudavelmente são 'metamorfoses ambulantes' tendem a ser tidos e taxados como 'maluco beleza'! Basta sair da zona de conforto do lugar comum de senso amplo; para o senso restrito. Ninguém gosta muito de ver ovelhas se desgarrando do grupo (que pensa todo para um tal lado!). Mais fácil para esses 'normais (comuns)' destrutivos, é rotular os criativos de estranho, louco, maluco, doido, pirado, tresloucado, etc... Salvo real transtorno e/ou distúrbio mental. Se de perto ninguém é normal; e, se de médico e louco todos temos um pouco, as metamorfoses ambulantes são os bomlucos.

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO > Generalidades. Observação: se você é um interessado pelo tema, assista outros vídeos pertinentes, de Mário Sérgio Cortella, no Yoube.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/-y1-o_kJ5Kk

A criança em seu mundo Mário Sérgio Cortella Café Filosófico

ENSINO PÚBLICO > Cont.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/seiw4gwsfYA

Mário Sergio Cortella - Qual a postura ideal do professor?

Rcardo Bing Reis Na Pré Escola e na Primeira Fase do Ensino Fundamental, a então criança, precisa, tal como no lar (com os pais), um Ensino Escolar patriarcal: 1+1 = 2. Já na Segunda Fase do Ensino Fundamental, o já adolescente, está em outra fase de sua vida, já tem muito mais premissas; seu cérebro já adquiriu capacidade de grandes abstrações; e já precisa ter razoável condição de aprender por si, mediante análises, associações e sínteses. No Ensino Médio, nem se fala. Ser um autodidata parece decisivo para que grau de intelectualidade a pessoa conseguirá se colocar. No Ensino Superior, sem qualquer medo de estar sendo cruel com o estudante, acho que o professor pode sim 'ensinar pela metade (o raciocínio global)' e na prova cobrar o dobro. É função do aluno estudar em livros de tamanhos bíblicos, incluindo seus rodapés. Primeiro, porque não há como formar profissional de forma 'dada' (os conteúdos são 'infinitos'). O próprio universitário tem que extrair o profissional (que será), de si mesmo; a partir da base ('empurrão inicial') dado pelo mestre. Segundo e principalmente, porque na vida prática cotidiana, as coisas funcionam dessa forma: os problemas se apresentam das mais variadas maneiras, e você tem que resolve-los; além de saber identificar quando precisa pedir ajuda, e saber como e a quem pedi-la. Vencer sua onipotência e onisciência; talvez seja a maior qualidade de um profissional; é sinal explícito de amadurecimento pessoal e profissional. Acho, apenas.
23 de agosto às 01:58 · Curtir · 1

ENSINO PÚBLICO > O Professor - Parte 2.

Ser um bom professor
Dicas de Cortella para ser um bom professor

Ricardo Bing Reis Embora não sendo professor, vou opinar como vejo os que tive de melhor. Não ensinavam como fazer, mas ensinavam isso sim, o porquê daquilo ser feito tal como é. Se ele ensina como se faz, você aprende como se faz aquele modelo, variando as premissas, mas naquele modelo necessariamente. Se a pessoa entende o porquê das coisas serem feitas daquela maneira, ela aprende a ver todas problemáticas correlatas 'de cima' por ter 'a base'; resolve vários outros correlatos, em modelos distintos. Na primeira forma de lecionar, seria como uma TV tela plana convencional; na segunda forma, uma TV 3D. O professor bom, para mim, é aquele que te dá a visão global a partir do cerne; e não o 'cata milho'.
23 de agosto às 00:42 · Curtir

Ricardo Bing Reis Os 'milhos', isto é, as 'filigranas' a serem decoradas à papagaio, não precisam do professor. Basta a memorização dos dados por parte do aluno, em trabalho de associações, paciência e repetição, domiciliar. Acho que o professor competente ensina como o motor funciona; depois, o aluno memoriza ('decora') o nome dos parafusos.
23 de agosto às 00:50 · Curtir

ENSINO PÚBLICO > O Professor - Parte 2. Cont.

Ricardo Bing Reis Chegamos à máxima '...Não dar o peixe, mas ensinar a pescar'... No campo teórico é perfeito, no campo prático, mais que perfeito. O ponto é 'como fazer isso, como saber botar isso em prática'? Para dar o peixe/premissa, basta o professor ser uma pasta que armazena dados. Para ensinar a pescar/pensar, o professor tem que pegar várias pastas; e fazer associações entre todos os dados de todas as pastas. Isso exige sofisticação mental de inteligência endógena (e também a adquirida pela prática metodológica); além de muito gosto em raciocinar, por mais ansiogênico que seja o ato de pensar muito. Quem assim consegue, transfere ao aluno, o 'dificílimo' como se singelo fosse, como que embaraçando pela simplicidade, mas de tema que de simples não tem nada. Ele, professor, terá atingido 'a base', que o faz subir e analisar as problemáticas 'de cima'. E, de novo, que o aluno, a partir desse raciocínio global, abrangente, memorize em casa as premissas que tem sim suas importâncias também. Por isso Sócrates dizia que o bom mestre é aquele cujo discípulo fica melhor do que ele, tendo em vista que o aluno já partirá de onde o mestre findou, tal uma corrida de bastão.
23 de agosto às 01:19 · Curtir · 1

ENSINO PÚBLICO > A má qualidade do universitário brasileiro! Você concorda?

38% dos universitários brasileiros são analfabetos funcionais

Ricardo Bing Reis Marilia Bertoluci ... ando meio desconfiado que nossas escolas excelentes ensinam com muito bom conteúdo, mas cobram pouco nas provas. Imagino que alguns papais não aceitem ver que seus filhos não estão estudando e/ou rendendo o que esperariam das tais escolas excelentes... e caras. Como a máxima diz que o cliente sempre tem razão, sem razão, as escolas podem até estar aliviando nos testes para que o 'cliente consumidor pagador papai' fique pelo menos não tão descontente com a 'escola que ensina mal seu filho'. Também desconfio que os próprios alunos já se eram conta disso: estudar na véspera já está bastando para notas satisfatórias, visto que já perceberam que tem mel na chupeta no dia seguinte. Os pais pagam, os filhos fingem que estudam, o colégio ensina mas sabe que a maioria não aprendeu como deveria; e assim segue o círculo do faz de conta que sabemos.
17 de agosto às 14:44 · Curtir · 1

Rcardo Bing Reis O resultado seriam profissionais que até acreditam dominar suas profissões de forma satisfatória; e, não por má fé, mas sim ilusão consigo mesmos (enganados e ofuscados pelo faz de conta), acabam não conseguindo os resultados nos seus trabalhos. São feitos e refeitos, com perda de tempo, dinheiro do contratante, não mais indicação do prestador à terceiros pelo contratante, etc, etc.
17 de agosto às 14:51 · Curtir · 2

Ricardo Bing Reis Não sabia nada disso. Minha sobrinha esteve estagiando na Flórida (terceiro ano do ensino médio) e disse que o desinteresse dos estudantes americanos que conheceu foi surpreendente. Já na TV essa semana, foi dito que na Coréia do Sul, o ensino é justamente calçado na Matemática, para tecnologia aplicada. Para eles, ensino é quase sinônimo de Matemática. Talvez explique o salto desse que é mesmo, o 'mais Tigre Asiático' dos últimos 40 anos, sem desprezar a China e o Japão.
17 de agosto às 19:48 · Curtir

Ricardo Bing Reis 'Escolas excelentes', pelo menos algumas, na verdade talvez sejam apenas caras e, assim, fazem sugerir ter ensino melhor. A da minha filha se gaba do slogan 'Ensinando a Pensar'. Ela, de 12 anos, me informou que na aula, a professora de Português, durante uns ensinamentos, disse aos alunos: "Prestem bem a atenção nessa página, pois a prova pode trazer questionamentos dela"! Não bastasse, qual a surpresa da minha filha, quando no dia da prova, ela era exato aquela página tal e qual é, na íntegra... Isso é o 'Ensinando a Pensar'?
23 de agosto às 00:35 · Curtir

Comportamento Humano > Tempo Disponível Para a Prática de Atividades Prazerosas. Talvez moderação; sem exageros, nem para lá, nem para cá.

Música e Trabalho: Vamos Dançar (Ed Motta)

Ricardo Bing Reis MÚSICA E TRABALHO > EU NÃO NASCI PRO TRABALHO
Vamos Dançar - Ed Motta/1988

Eu não nasci pra trabalho; Eu não nasci pra sofrer
Eu percebi que a vida; É muito mais que vencer
Já dirigi automóveis; Já consumi capital
Já decidi que o dinheiro; Não vai pagar, não vai pagar a minha paz
Vamos dançar lá na rua; Vamos dançar pra valer
Vamos dançar enquanto é tempo; Nos aplicar a viver.

Ricardo Bing Reis Comentário (no próprio vídeo no Youtube) > Publicado em 31/01/2013:
A experiência de Ed Motta comprova que não vale a pena trabalhar por dinheiro. O trabalho é, aqui, um sacrifício do prazer da vida. Vários são os músicos que criticam a imposição do trabalho na organização do tempo. Está claro que, em nossa sociedade capitalista, o povo, que não detém as forças produtivas, possuindo apenas a força de trabalho, tem no trabalho uma condição irrevogável de inserção social. Aquele que não trabalha e, consequentemente, não tem renda, via de regra, coloca-se à margem da sociedade.
Contudo, o espírito livre e transgressor da arte nos leva a imaginar possibilidades alternativas. Através da música podemos contemplar uma sociedade humanizada, calcada no prazer, na criatividade e na comunhão entre os homens.
20 de agosto às 00:13 · Curtir · 2

Ricardo Bing Reis Acho que não são poucas as pessoas que tem no trabalho uma tortura por 30 anos ou mais; sonhando com a aposentadoria. Quando finalmente aposentados, dessas pessoas, imagino também que não são poucas as que tem, no tempo disponível, um tédio igualmente torturante pelo resto dos anos. Assim não tem jeito mesmo de uma vida suficientemente boa...
20 de agosto às 00:19 · Curtir · 3

Ricardo Bing Reis Para encontrar a moderação, talvez tenha-se que fazer como o Raul Seixas, saindo do lugar comum do dinheirismo desenfreado, sendo um 'workalover' (moderado); e não um 'workaholic' ('trabalhólatra'): há de se pensar muito o mundo e ponderá-lo > http://youtu.be/8m5KGGeKBns

Ricardo Bing Reis Uma possível forma talvez fosse > Trabalho qualificado, praticado de forma intensa (muito boa produção de metas) e intensivo (sem intervalos - ou mínimos- ), para terminar em 6 ou 7 horas de labuta.
20 de agosto às 15:10 · Curtir · 1

ENSINO PÚBLICO > SENSACIONAL: "O Professor é o ofício mais nobre, dentre os mais nobres ofícios. Professor é aquele altruísta que NÃO DEIXA DEFINHAR O FUTURO. Professor nem é profissão, é MISSÃO". (Postado por Clarice Borba ).

Ricardo Bing Reis Não seria um exagero dizer que grande parte dos políticos (senão a maioria), são aqueles nossos ex-colegas que não deram certo na escola. E, por isso, recorreram ao "puxa saquismo" para serem alpinistas sociais e; pasmem, mandar em nós que estudamos. Sem dúvida, a culpa é nossa mesma, que nos permitimos governar pelos incompetentes.
17 de agosto às 13:05 · Curtir · 2

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO E A MÚSICA > A memória (na 'mente') associativa de fatos antigos agradáveis (via sensórios), por exemplo a música; é a saudável saudade eterna.

_____________________________________________

ESSES SERIAM OS MERCADOS ABUTRES?

Ricardo Bing Reis O Fluxos de Capitais Abutres promovem uma onda de consumismo desenfreado mas NÃO SUSTENTADO. Ao migrarem para outros mercados, deixam um rastro de dívidas, inadimplências e crises/bolhas econômicas em geral. Dentre as "coisas sonhos de consumo"; destaque aos imóveis, mediante booms imobiliários seguidos de bolhas imobiliárias. Acho.
7 de agosto às 15:56 · Curtir · 3

Ricardo Bing Reis Fonte hoje sabidamente não tão segura, e assunto isso sim um tanto polêmico > TEORIA DA CONSPIRAÇÃO.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo filme do mesmo nome, veja Teoria da Conspiração (filme).
Teoria da conspiração (também chamada de conspiracionismo) é qualquer teoria que explica um evento histórico ou atual como sendo resultado de um plano secreto levado a efeito geralmente por conspiradores maquiavélicos e poderosos,1 tais como uma "sociedade secreta" ou "governo sombra".2

ESSES SERIAM OS MERCADOS ABUTRES? CONT.

As teorias da conspiração são muitas vezes vistas com ceticismo exagerado e por vezes ridicularizadas e mesmo desacreditadas, uma vez que raramente são apoiadas por alguma evidência conclusiva, contrastando com a análise institucional, cujo foco é o comportamento coletivo das massas em instituições conhecidas do público, tal como é descrito em materiais acadêmicos e relatos dos média mainstream, de modo a explicar acontecimentos históricos ou actuais sob o ponto de vista dominante (governos, instituições, opinião pública popular), ao invés de associações secretas de indivíduos.2 3 Por este motivo, o termo Conspiração é muitas vezes usado de forma depreciativa, na tentativa de desacreditar e caracterizar uma dada crença como bizarra, irracional e falsa, cujo apoiante é ridicularizado e considerado um excêntrico, ou um grupo de lunáticos. Tal caracterização é muitas vezes objeto de disputa, por serem muitas vezes injustas e inexatas .4

No final do século XX e inícios do XXI, as teorias da conspiração tornaram-se um lugar comum nos meios de comunicação, o que contribuiu para o conspiracionismo emergente enquanto fenómeno cultural. Acreditar em teorias da conspiração tornou-se, assim, num tema de interesse para sociólogos, psicólogos e especialistas em folclore.5
11 de agosto às 10:42 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Frase que destaco do texto > ... "No final do século XX e inícios do XXI, as teorias da conspiração tornaram-se um lugar comum nos meios de comunicação, o que contribuiu para o conspiracionismo emergente enquanto fenómeno cultural. Acreditar em teorias da conspiração tornou-se, assim, num tema de interesse para sociólogos, psicólogos e especialistas em folclore"...
11 de agosto às 10:44 · Curtir

Ricardo Bing Reis Acrescente-se que, recuperando-se a economia estadunidense, a tendência mais lógica é eles aumentarem suas taxas de juro para atrair os fluxos de capitais. Com isso, também podem diminuir a emissão de dólares. Os países mais carentes, frente à reduzida oferta do dólar, veem o seu câmbio cada vez menos favorável por subidas consecutivas; e suas inflações subirem ainda mais! Fonte: meu rádio de pilha.
11 de agosto às 15:43 · Curtir · 1

CIDADANIA & ALTRUÍSMO > Para aprender a dividir 'a little bit'; não há qualquer necessidade de ser um comunista ou socialista. O caráter, em nada tem a ver com ideologia. Tem a ver isto sim, consigo para com o outro

Roger Hodgson - Give A Little Bit (From "Take The Long Way Home" DVD)

_____________________________________________

ENSINO PÚBLICO E UM POSSÍVEL SIGNIFICATIVO DESINTERESSE POPULAR >
Educação é o quarto assunto que mais preocupa os brasileiros
Segundo Instituto Datafolha, maior preocupação é com a saúde pública, seguida da segurança pública e o medo de ficar sem trabalho.

Constata-se assim que, existe um empate pela 'lanterna', visto que tanto Ensino quanto Transporte estão com 7%. Assim sendo, não é errado dizer-se que o ENSINO ficou como última preocupação dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros. TODAS as opções são até VITAIS, mas nenhuma tem uma visão altruísta de longo prazo, de futuro maior, que a opção ENSINO. Se esse raciocínio faz sentido, até poderíamos pensar que um percentual significativo do brasileiro não está pensando no futuro de seus netos; mas salvar a si mesmo, uma espécie de "salve-se quem puder"! Sei que é muito mais fácil escrever o que registrei, se de uma forma geral não estou passando tão extremamente pelas dificuldades citadas. Entretanto, mesmo assim, apenas 7% de preocupação com ENSINO é muito pouco. Enquanto as coisas correrem nessa linha, os outros quatro quesitos dificilmente melhorarão significativamente, tanto a curto, quanto médio e longo prazo.

_____________________________________________

ENSINO > Quarto lugar (7%) dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros - Data Folha (inclui vídeo).

Educação é o quarto assunto que mais preocupa os brasileiros
Segundo Instituto Datafolha, maior preocupação é com a saúde pública, seguida da segurança pública e o medo de ficar sem trabalho.

ENSINO > CONT.

rRcardo Bing Reis ENSINO PÚBLICO E UM POSSÍVEL SIGNIFICATIVO DESINTERESSE POPULAR >
Educação é o quarto assunto que mais preocupa os brasileiros
Segundo Instituto Datafolha, maior preocupação é com a saúde pública, seguida da segurança pública e o medo de ficar sem trabalho.

Constata-se assim que, existe um empate pela 'lanterna', visto que tanto Ensino quanto Transporte estão com 7%. Assim sendo, não é errado dizer-se que o ENSINO ficou como última preocupação dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros. TODAS as opções são até VITAIS, mas nenhuma tem uma visão altruísta de longo prazo, de futuro maior, que a opção ENSINO. Se esse raciocínio faz sentido, até poderíamos pensar que um percentual significativo do brasileiro não está pensando no futuro de seus netos; mas salvar a si mesmo, uma espécie de "salve-se quem puder"! Sei que é muito mais fácil escrever o que registrei, se de uma forma geral não estou passando tão extremamente pelas dificuldades citadas. Entretanto, mesmo assim, apenas 7% de preocupação com ENSINO é muito pouco. Enquanto as coisas correrem nessa linha, os outros quatro quesitos dificilmente melhorarão significativamente, tanto a curto, quanto médio e longo prazo.
9 de agosto às 22:41 · Curtir

_____________________________________________

SEGURANÇA PÚBLICA > Segundo lugar (25%) dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros - Data Folha (inclui vídeo).

Segurança é a 2ª maior preocupação dos brasileiros, segundo pesquisa
No Brasil, o mapa da violência mostra que em 2002 o índice era de 28,5. Caiu para 25,2 em 2007 e subiu para 29 em 2012, um recorde.

TRANSPORTE PÚBLICO > Quinto lugar (7%) dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros - Data Folha (inclui vídeo).

Pesquisa: transporte está em 5º lugar entre as preocupações dos brasileiros
Transporte é o tema da penúltima reportagem da série especial do JN sobre os problemas que mais afligem os brasileiros, segundo o Datafolha.

_____________________________________________

DESEMPREGO > Terceiro lugar (12%) dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros - Data Folha (inclui vídeo).

Terceira maior preocupação dos brasileiros é ficar sem trabalho
Segundo uma pesquisa do Instituto Datafolha, ficar sem trabalho é a terceira maior preocupação dos brasileiros.

_____________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Primeiro lugar (32%) dentre os problemas que afetam a vida dos brasileiros - Data Folha (inclui vídeo).

Pesquisa revela que saúde pública é a principal preocupação dos eleitores
JN vai apresentar, nesta semana, série de reportagens especiais sobre os problemas que mais afligem os brasileiros, segundo pesquisa do Datafolha.

Movimentos Populares > Segundo a Wikipedia (segundo a Wikipedia!) -
O ano de 2013 foi um ano em que o jornal 'O Globo', assim como outros veículos das Organizações Globo, foi duramente criticando por diversos setores da sociedade civil. A cobertura das manifestações populares que levaram milhões de pessoas às ruas no Brasil foi distorcida, com enorme destaque à eventuais depredações e sem discussão do processo político e das causas das manifestações. 11 12 Numa capa bastante questionada da edição de 17 de outubro de 2013, a prisão arbitrária em massa de dezenas de cidadãos em espaço público foi descrita com frases como "Crime e punição", "Engajado e baleado", além da descrição de todos como 'vândalos' em letras garrafais.

_____________________________________________

ESCOLAS > EDUCAÇÃO FÍSICA PRÁTICA E ENSINO TEÓRICO SOBRE - Várias modalidades de exercícios para ESTÍMULO CEREBRAL; de acordo com o biótipo da pessoa; e também considerando as distintas Fases do Desenvolvimento Humano.

Dança ativa a memória e a concentração em idosos

Atividades exercitam região do cérebro responsável pela memória na Terceira-Idade

Cidadania > Exemplos de Grandeza: Cindy Crawford dedica também muito do seu tempo a ações de caridade, especialmente as relacionadas com a leucemia, doença que lhe roubou um irmão, quando ambos eram crianças. Metade dos lucros dos calendários por si lançados são destinados a programas de combate à leucemia.

_____________________________________________

Comportamento Humano > A Surreal Vida Paraíso!

Mick Jagger - Visions Of Paradise (Subtitulado)

Ricardo Bing Reis Essa me faz pensar como as chatices me cercam. Toda hora pepino para tudo que é lado. Mas no fundo são coisas pequenas que não deviam incomodar. Talvez me deixe incomodar desnecessariamente..
3 de agosto às 01:29 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis Entretanto, o que não falta são pessoas que tentam deixar transparecer ter 'vidas paraíso' pelos kit felicidades das coisas compradas.
3 de agosto às 01:30 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis A parte boa dos 50 é ver que o tempo já não é mais farto para certas picuinhas. Não há mais tempo para sonhos surreais, o que traz economia de esforços inúteis.
3 de agosto às 01:32 · Curtir · 1

Comportamento Humano > Os medos.

Frouxinhos contemporâneos

Ricardo Bing Reis "... Não é bom falar sobre política, a incursão no tema, quando você atua em qualquer outra área, pode até prejudicar carreiras, arrumar inimizades. Esse é o conceito que aprendemos a seguir, ano após ano, eleição após eleição. Mas silenciar algo tão primordial em uma sociedade não seria uma forma fácil de nos eximirmos de qualquer responsabilidade sobre algo que depende exclusivamente de nossas ações conscientes? Uma característica mais representativa do M E D O do que da lucidez?..." Octavio Caruso
1 de agosto às 15:47 · Descurtir · 2

_____________________________________________

'Muita sabedoria unida a uma santidade moderada é preferível a muita santidade com pouca sabedoria'

Ricardo Bing Reis Adri San , poderia até se dizer que praticamente TODOS (ou praticamente quase todos) seres humanos são monoteístas; e que o nome do único Deus se chama Dinheiro?
31 de julho às 12:47 · Curtir

Ricardo Bing Reis O DINHEIRO COMO DEUS.
Quarta, 30 de julho de 2014
O dinheiro como Deus
“Acreditar em Deus é confiar Nele, mas nós temos substituído a confiança pelo culto: confiamos nosso futuro ao dinheiro”, é o que trata José Ignacio González Faus, jesuíta, professor Emérito de Teologia em Barcelona e em vários países latino-americanos, em artigo publicado no seu blog Miradas Cristianas, 25-07-2014. A tradução é do Cepat.

Há quase cem anos, Walter Benjamin escreveu um artigo intitulado “Capitalismo como religião”: o capitalismo atua religiosamente porque se apresenta como uma “experiência da totalidade”. Contudo é uma religião apenas de culto: sem dogmas nem moral. Esse culto é realizado mediante o consumo, integrado a tese marxista da mercadoria convertida em fetiche enquanto o trabalhador é convertido em mercadoria. Também é uma religião de culto contínuo, no qual todos os dias são “de preceito”. E de um culto de culpa (em alemão Schuld significa tanto dívida como culpa: por isso, de acordo com Benjamin, viver com uma dívida equivale a viver com uma culpa. Curiosamente no aramaico de Jesus acontecia algo parecido: a palavra schabq significava perdão dos pecados e a remissão das dívidas).

1 – Toda religião tem um deus. Por volta de 1936, Keynes em sua Teoria Geral do Emprego, do Juro e do Dinheiro, falou do dinheiro como deus: todas as funções que eram então desempenhadas por Deus são desempenhadas hoje pelo dinheiro. Keynes destaca que não se trata simplesmente da riqueza, mas do dinheiro duro e frio (a liquidez), que permite a disponibilidade imediata e a especulação. Esse dinheiro:

a) dá segurança e garante o futuro: equivalem aquelas palavras salmistas: “te amo, Senhor, Tu és minha rocha, minha fortaleza”.

b) dá segurança porque é o todo-poderoso e onipresente: não se pode conseguir nada sem ele. Finalmente,

c) o dinheiro é fecundo: no capitalismo financeiro o dinheiro já não é usado como meio para criar riqueza, mas ele mesmo produz mais dinheiro: “especular se torna então mais lucrativo que investir” (por isso os Bancos já não dão créditos).

E, a tudo isso poderíamos acrescentar:

d) que hoje em dia o dinheiro também é invisível, como Deus, apesar de seu poder e onipresença. Resumindo: se o dinheiro é o último ponto de referência, também se pode falar dele como “o ser necessário” (clássico termo metafísico para designar a Deus).

2 – Tudo isso coloca em destaque a não neutralidade do dinheiro, que já não é um mero instrumento prático de intercâmbio, como querem os teóricos neoliberais. Também levanta uma questão muito séria em relação à legitimidade do empréstimo a juros, cuja história tem três etapas:

a) Tanto na Bíblia quando no mundo Greco-romano era considerado imoral: Aristóteles qualificava a usura como o mais baixo dos vícios, comparando-a ao proxenetismo que aproveita a necessidade do outro para o enriquecimento próprio. Ao pedir emprestado um quilo de batatas não é justo que obriguem a me devolver um quilo e meio. Por que haveria de ser lícito se peço dinheiro ao invés de batatas?

b) No alvorecer do capitalismo, o dinheiro torna-se uma oportunidade para criar riqueza: se te empresto um dinheiro evito de comprar com ele um campo onde poderia cultivar, ou montar uma pequena indústria. Nesse sentido, o empréstimo me priva de um benefício e parece legítimo que, ao devolvê-lo, me dê alguma compensação pelo lucro perdido.

c) Com a economia especulativa financeira, a coisa volta a mudar: o dinheiro já não é uma oportunidade para que eu crie, mas ele mesmo é fecundo: com menos riscos e com porcentagens de lucros mais altas. Isso pode ser uma grande mentira, mas “funciona” até que se instale a crise. Pois bem: assim como, no início do primeiro capitalismo não se viu que o empréstimo a juros mudaria de modo significado, de forma que continuaram o proibindo; agora nem se vê que, no capitalismo financeiro, os juros voltam a mudar de significado, e continua-se o permitindo. Segundo a tese de Benjamin sobre o capitalismo como religião de culpa, agora o juros se relacionam com o empréstimo, o que é a penitência em relação à culpa.

Deixemos esse problema para o futuro e voltemos a Keynes. Do que foi dito anteriormente deduz-se que o nosso sistema tem dois grandes efeitos: é incapaz de criar emprego e reparte injustamente a riqueza e os lucros. Dois efeitos ou duas desautorizações totais?

4 – Tudo o que foi dito anteriormente nada foi percebido com tanta clareza como o fez Lutero, quando já havia amanhecido o capitalismo. Acreditar em Deus é confiar Nele, mas nós temos substituído a confiança pelo culto: confiamos nosso futuro ao dinheiro, e a Deus fazemos procissões e templos que “não chegam até o céu”. Por isso, em seu Grande Catecismo, Lutero trata do dinheiro ao comentar não o sétimo mandamento, mas o primeiro: porque o dinheiro é “o ídolo mais comum na terra”.

Segundo Lutero, a comunidade cristã deveria ser um âmbito onde não regeriam as leis da economia monetária. Os cristãos deveriam se manifestar ao Deus verdadeiro com sua conduta em questões econômicas. Por isso acrescenta: “sempre disse que os cristãos são pessoas raras na terra”. Contudo essa raridade permite compreender que a frase de Jesus (“não podeis servir a Deus e ao dinheiro”) tem uma tradução leiga bem clara: não podeis servir ao homem e ao dinheiro.

24/07/2014 - “A máquina social é construída em torno das ambições ao Eros universal, que é o dinheiro”, entrevista com o sociólogo Dhristian Ferrer
28/02/2014 - Não à idolatria do dinheiro
28/02/2014 - Chegamos ao ponto de coisificar as pessoas para ganhar dinheiro
12/02/2014 - O dinheiro, no labirinto das relações sociais
20/09/2013 - A serviço de quem? De Deus ou do Dinheiro?
31 de julho às 14:41 · Curtir · 1

EDUCAÇÃO & ENSINO > Coisas que as novas (assim como todas) gerações, precisam aprender. Não existe dinheiro fácil.

'Você só tem sucesso quando trabalha muito'

_____________________________________________

ARGENTINA > Alega que seus credores são ABUTRES.

Argentina recusa negociar dívidas diretamente com credores

_____________________________________________

X O que mais se escuta é que nas eleições irão votar no candidato que está em segundo lugar nas pesquisas, não por ele ser digno do voto, mas pra termos a esperança de que o governo atual seja substituído após tantos anos, o que, democraticamente, é algo muito válido. Quando aprofundamos a conversa, percebemos que os candidatos que estão abaixo nas pesquisas são, no mínimo, tão ruins quanto os que as lideram. Não existem boas opções, simples assim. É uma constatação lastimável, vergonhosa. O sistema político necessita de mudanças radicais..."
http://www.annaramalho.com.br/…/38180-triste-realidade-sist…

Ricardo Bing Reis Também acho que estamos entre os péssimos e os péssimos. Talvez as pessoas estejam dispostas a trocar os péssimos vigentes, em prol de novos péssimos, como imaginária forma de transição para algo, na sequencia (2018), bem menos péssimo. Além da velha frase, há que se mudar os ladrões a cada 4 anos.
24 de julho às 09:20 · Curtir · 2

Triste....
Interessante a última coluna!

Ricardo Bing Reis EDUCAÇÃO E A LEI DA PALMADA > Ainda é cedo para avaliar a chamada lei da palmada, mas tenho certeza de que, protegendo as nossas crianças, ela se tornará um exemplo para o mundo. Pelo que eu sei, se o pai der umas palmadas no filho, pode ser denunciado à polícia e até preso. Mas, antes disso, é intimado a fazer uma consulta ou tratamento psicológico. Se, ainda assim, persistir em seu comportamento delituoso, não só vai preso mesmo, como a criança é entregue aos cuidados de uma instituição que cuidará dela exemplarmente, livre de um pai cruel e de uma mãe cúmplice. Pai na cadeia e mãe proibida de vê-la, educada por profissionais especializados e dedicados, a criança crescerá para tornar-se um cidadão modelo. E a lei certamente se aperfeiçoará com a prática, tornando-se mais abrangente. Para citar uma circunstância em que o aperfeiçoamento é indispensável, lembremos que a tortura física, seja lá em que hedionda forma — chinelada, cascudo, beliscão, puxão de orelha, quiçá um piparote —, muitas vezes não é tão séria quanto a tortura psicológica. Que terríveis sensações não terá a criança, ao ver o pai de cara amarrada ou irritado? E os pais discutindo e até brigando? O egoísmo dos pais, prejudicando a criança dessa maneira desumana, tem que ser coibido, nada de aborrecimentos ou brigas em casa, a criança não tem nada a ver com os problemas dos adultos, polícia neles.
19 de julho às 23:39 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis E AINDA MAIS ESSE PARÁGRAFO > Sei que esta descrição do funcionamento da lei da palmada é exagerada, e o que inventei aí não deve ocorrer na prática. Mas é seu resultado lógico e faz parte do espírito desmiolado, arrogante, pretensioso, inconsequente, desrespeitoso, irresponsável e ignorante com que esse tipo de coisa vem prosperando entre nós, com gente estabelecendo regras para o que nos permitem ver nos balcões das farmácias, policiando o que dizemos em voz alta ou publicamos e podendo punir até uma risada que alguém considere hostil ou desrespeitosa para com alguma categoria social. Não parece estar longe o dia em que a maioria das piadas será clandestina e quem contar piadas vai virar uma espécie de conspirador, reunido com amigos pelos cantos e suspeitando de estranhos. Temos que ser protegidos até da leitura desavisada de livros. Cada livro será acompanhado de um texto especial, uma espécie de bula, que dirá do que devemos gostar e do que devemos discordar e como o livro deverá ser comentado na perspectiva adequada, para não mencionar as ocasiões em que precisará ser reescrito, a fim de garantir o indispensável acesso de pessoas de vocabulário neandertaloide. Por enquanto, não baixaram normas para os relacionamentos sexuais, mas é prudente verificar se o que vocês andam aprontando está correto e não resultará na cassação de seus direitos de cama, precatem-se.
19 de julho às 23:41 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis EDUCAÇÃO E LEI DA PALMADA - PARTE 2 > Por: Anna Ramalho. Categoria: Pesquisado por Octavio Caruso.

Oque deveria estar sendo discutido, caso vivêssemos em uma sociedade que primasse pelo alto nível de educação, seria a necessidade da agressão física, do menor beliscão à chinelada, como forma de disciplinar uma criança. A palmada é um instinto primitivo que funciona de forma banal, uma solução rápida. Exatamente por esse motivo é uma atitude compartilhada por qualquer pessoa, independente do nível intelectual. O efeito desejado é alcançado pelo choque emocional que causa na criança, mais do que pela dor consequencial. Existem pais instruídos que utilizam essa opção apenas em casos extremos, sempre após estabelecerem verbalmente um “alerta” de conduta, tomando o cuidado essencial de aplicá-la sem ninguém por perto, nunca expondo o filho à humilhação pública, já que a intenção real é mostrar à criança que ela agiu errado, não aproveitar o momento para extravasar a raiva dos adultos. Óbvio que esses pais instruídos e sensatos são minoria numa nação que carece de educação, saúde, transporte e segurança. E se você perguntar a esses pais zelosos e inteligentes uma opinião sobre o assunto, possivelmente eles dirão que não acham que é a melhor forma. Eles têm a consciência de que apenas apelam a isso, que sempre dói mais neles que nos filhos, quando se esgotam todas as alternativas, em casos realmente extremos.
Agora peço que volte seus olhos para a realidade brasileira. A parentalidade irresponsável atinge números impressionantes nos locais mais carentes, mães que carregam um filho no ventre e mais três no colo, sem comida na mesa. A frustração diária, nascida de vários motivos, acaba sendo extravasada nas crianças, que são surradas pelos motivos mais tolos. A criança deixa cair sua chupeta no chão, já leva um murro forte no braço, começa a chorar, apanha mais porque está chorando e atrapalhando a novela. É a mesma mãe que bate palmas e chama os vizinhos pra ver a filhinha dançando funk carioca, levantando o pequeno traseiro ao som de letras explicitamente sexuais. Esses pais não praticam a palmada consciente, eles querem exercer poder sobre os filhos, extravasando frustrações pessoais no inocente, desejando verdadeiramente incutir a dor e o constrangimento como punição. O pai faz o mesmo com a mãe. A violência é algo natural nesse conturbado ambiente familiar.
A Lei não é feita pensando no indivíduo, mas sim para proteger o coletivo. Claro que seria perfeito se todos os adultos fossem inteligentes e entendessem que a autoridade deve ser conquistada com base no respeito mútuo, no diálogo franco e carinhoso, guiando sempre pelo exemplo. Crianças imitam os adultos. O bebê sorri automaticamente imitando a expressão facial daquele que o aborda. Bebês sorridentes em excesso normalmente vivem em lares tranquilos, com pais bem resolvidos emocionalmente. Pais que foram disciplinados pela violência quando crianças, normalmente repetem o comportamento com seus filhos. Já aqueles pais que não sofreram agressões físicas quando crianças, normalmente não se sentem confortáveis aplicando esse tipo de estratégia nos filhos. Eles encontram outras maneiras, muito mais eficientes e de efeito duradouro, por conseguinte, colocam pessoas mais equilibradas emocionalmente no mundo. Dentre tantas Leis absurdas que são aprovadas nessa nação, até que enfim algum sinal de sensatez e racionalidade política e que merece elogios.
20 de julho às 00:38 · Curtir

Amigos leitores, meu texto novo em minha coluna no portal do Sidney Rezende:
"... Muito pelo contrário, eu torço para que a violência, leve ou excessiva, tenha sempre espaço nas narrativas literárias, cinematográficas e nos enredos dos jogos eletrônicos, pois esta cômoda forma de negar a responsabilidade (educação familiar, estabelecendo condutas íntegras e éticas) na vida real, colocando a culpa no escapismo, não somente dificulta o entendimento da simples diferença entre eles, como também forma uma sociedade covarde e incapaz de se defender..."
http://www.sidneyrezende.com/…/232529+violencia+no+cinema+i…

Ricardo Bing Reis Ainda hoje ouvi no meu rádio de ancião, que está em estudo no Congresso, a proibição do MMA na mídia. Seria estímulo para jovens brigarem. Já existe grupos de garotos que se juntam nos banheiros das escolas para fazer seus MMA por 'técnicas' de rinha aprendidos nas transmissões de TV. Podem muitos chamar de esporte, eu chamo de luta de rinha (des)humana; e concordo com a proibição de divulgação das tais práticas e qualquer outro 'esporte' semelhante. Incluindo o box, que fui fã nos anos 70. Mas as propagandas e publicidades...
20 de julho às 00:08 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis O mesmo vale para programas tidos como 'inocentes e de diversão' em famosíssimas redes de TV americana. Verdadeiros hospícios televisivos voltados para as mentes infantis que tudo absorvem como uma esponja.
20 de julho às 00:11 · Curtir · 1

_____________________________________________

História Natural e História da Civilização > do Gênesis ao Apocalipse; da Evolução à Involução.

_____________________________________________

obilidade Urbana > Quando a Imobilidade (dos veículos) é obrigatória. Mas uma passagem para pedestre aqui, e outra só a 500 metros(...), fica complicado! Acaba-se atravessando à la louca em qualquer ponto...

Comportamento Humano > 'Money Money' é realmente bom, mas cuidado com o estresse, com seu coração e seu cérebro!

_____________________________________________

EDUCAÇÃO & ENSINO > COPA DO MUNDO NO BRASIL 2014 E A DERROTA PARA ALEMANHA POR 7X1 . (Por Sidney Morais) > Particularmente, achei genial!!!! - Vamos ao texto: "Isso representa mais que um simples jogo!
Representa a vitória da competência sobre a malandragem! Serve de exemplo para gerações de crianças que saberão que pra vencer na vida tem-se que ralar, treinar, estudar! Acabar com essa história de jeitinho malandro do brasileiro, que ganha jogo com seu gingado, ganha dinheiro sem ser suado, vira presidente sem ter estudado!
O grande legado desta copa é o exemplo para gerações do futuro!
Que um país é feito por uma população honesta, trabalhadora, e não por uma população transformada em parasita por um governo que nos ensina a receber o alimento na boca e não a lutar para obtê-lo!
A Alemanha ganha com maestria e merecimento! Que nos sirva de lição!
Pátria amada Brasil tem que ser amada todos os dias, no nosso trabalho, no nosso estudo, na nossa honestidade!
Amar a pátria em um jogo de futebol e no outro dia roubar o país num ato de corrupção, seja ele qual for, furando uma fila, sonegando impostos, matando, roubando!
Que amor à pátria é este! Já chega!!! O Brasil cansou de ser traído por seu próprio povo!
Que sirva de lição para que nos agigantemos para construirmos um país melhor!
Educar nossos filhos pra uma geração de vergonha! Uma verdadeira nação que se orgulha de seu povo, e não só de seu futebol!!

Ricardo Bing Reis Perder a Copa dentro do próprio país, frente a uma goleada humilhante (Brasil 1 x 7 Alemanha), pode ter outra faceta: pode-se dizer que muitas crianças estão hoje, no pós jogo imediato, muito desapontadas, tristes e angustiadas por essa decepção. Entretanto, pode servir aos pais, como grande oportunidade de ministrar um aprendizado de como lidar com as frustrações. A vida é uma sequência infinita de adversidades. Conversar com os filhos (e alunos) sobre o assunto; e, sua projeção para relação com a vida tal qual é, traz muito para o futuro daquela ainda pequena pessoa. Dar presentes compensatórios, está contra indicado, visto que estes aplacariam a dor e anulariam o efeito descrito.
9 de julho às 16:21 · Curtir · 3

Ensino e os Criativos > Esquecem de comer, beber e até dormir...Os horários convencionais não se encaixam na agenda dos criativos. Eles fazem as coisas quando é melhor para eles...Eles observam o mundo com os olhos curiosos de uma criança...Eles seguem seus corações...Eles são humildes e orgulhosos ao mesmo tempo...Eles odeiam suas criações em um dia e no outro estão completamente apaixonados por elas...eles amam tudo que é belo e puro.. (por Graziela Outeiral).

_____________________________________________

Ensino Público > O Benefício Social é em Rede.

_____________________________________________

Comportamento Humano - É o quadripé > Terceira Idade - Altruísmo - Burro de Carga - Vampiros Emocionais. Como saber ponderar onde começa e onde termina cada pé?

_____________________________________________

Ensino & Meio Ambiente/Ecologia >

Escola "X" > Realizar estudos na área de Ciências da Natureza, agregando novas experiências ao currículo pessoal é nossa proposta aos alunos quando oferecemos o curso de estudos avançados na área de Ciências da Natureza. Propõe-se também desenvolver o interesse e o gosto pela ciência, através de vivências e estratégias que utilizam o método científico como base. Outro objetivo do Projeto Natureza é a qualificação da capacidade de ler e interpretar os fenômenos, imprescindível para um bom desempenho escolar, habilidade que vem sendo exigida, devido a sua inquestionável importância, em avaliações externas, como por exemplo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
O projeto será realizado pela equipe de professores de Ciências, Biologia, Química e Física. Optou-se em adotar a metodologia de oficinas porque atende as características dessa faixa etária de forma a que o aluno aprenda os conceitos abordados, fazendo, experimentalmente, as atividades. As oficinas terão a duração de 2 períodos por semana, ocorrendo no turno da tarde, nos laboratórios do Colégio.

Comportamento Humano > A alegria, o bom humor e o dinamismo de um número considerável de jovens energéticos e criativos, é mesmo determinante de melhorias no futuro?

Friends! Best moments.

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/9SOryJvTAGs

The B-52's - "Love Shack" (Official Music Video)
Watch the official music video for The B-52's - "Love...

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/JVDBjVA3-8E

ZZ Top - Gimme All Your Lovin 1986

_____________________________________________

Comportamento Humano > Descontentamento

MAKE YOUR OWN KIND OF HAPPINESS

Educação e Ensino; também no (e para o) Trânsito >
ACIDENTE > Estava indo de táxi levar meu pai no médico. Meu táxi bateu muito forte em outro, ambos à 50 km/h; mais ou menos. Destruíram a frente dos 2 carros. Ninguém se feriu. Sensação estranha, mas menos que eu imaginava que seria. Mas acho que o fato de terem batido ambos na região dos faróis ajudou, saíram cada qual para sua tangente. Mas reconheço que costumo conversar demais com o motorista e isso não parece ser nada recomendável.

Taxi Driver Soundtrack 01 Main Title Taxi Driver Soundtrack - Bernard Herrmann 1976 - Martin Scorcese

Ricardo Bing Reis Foi em um cruzamento. Meu taxista vinha pela preferencial e o outro táxi não parou ao se aproximar da esquina. Não deve ter visto e escrito 'PARE' no asfalto, tanto que nenhum dos táxis sequer teve tempo de frear.
3 de julho às 22:37 · Curtir

Ricardo Bing Reis Foi uma surpresa imediata. 1 segundo antes de bater vi que ia dar no que deu. Parece aqueles 3D da Disney onde o choque é inevitável, só que real.
3 de julho às 22:40 · Curtir

Comportamento Humano > As diversidades culturais e suas correspondentes formas de comportamentos. Também preconceitos étnicos.

Política Internacional - Imperialistas > Guerreiros Agressivos, Megalomaníacos, Super Heróis, Super Homens, Capitães América, 'Salvadores do Mundo e do Planeta Terra', Siderais; & outros tipos de Doentes Mentais Anti Sociais (Sociopatas e até Psicopatas) 'Malucos Surreais'. Em verdade, 'Lobos Predadores e Parasitas da Sociedade' disfarçados de cordeiros. Fazem lembrar alguns filmes tolos?

Battleship & ACDC - Thunderstruck

Ricardo Bing Reis O maior problema do estado é que, tal qual um paciente de hospício, ele acredita possuir superpoderes, podendo violar as regras da natureza como bem entender. Dois exemplos: ele considera ser capaz de ler mentes de milhares de pessoas ao mesmo tempo com uma precisão incrível e ter uma superinteligência capaz de fazer milhões de cálculos econômicos por segundo. Um roteirista de história em quadrinhos não faria melhor.
28 de junho às 09:45 · Curtir · 3

Ciência Política > O Estado Laico.

George Harrison -"Om Hare Om (Gopala Krishna)"

_____________________________________________

Ambientalismo > A questão dos animais: www.peta.org

Ciência Política > Entender qual o real significado de um Decreto exige ler pacientemente todo o seu texto, tarefa relativamente ingrata. Como todo bom Decreto Governamental, trata-se de um emaranhado de regras cuja formulação chega a ser medonha de tão vaga, sendo complicado interpretá-lo sistematicamente e de uma forma coerente. Grande parte do público quase nada domina na área jurídica. "Decreto”, no mundo jurídico, é o nome que se dá a uma ordem emanada de uma autoridade – geralmente do Poder Executivo – que tem por objetivo dar detalhes a respeito do cumprimento de uma lei. Um decreto se limita a isso – detalhar uma lei já existente, ou, em latinório jurídico, ser “secundum legem”. Ao elaborá-lo, a autoridade não pode ir contra uma lei (“contra legem”) ou criar uma lei nova (“præter legem”). Se isso ocorrer, o Poder Executivo estará legislando por conta própria, o que é o exato conceito de “Ditadura”. Ou seja: um decreto emitido em contrariedade a uma lei já existente, deve ser considerado um ato ditatorial.

_____________________________________________

Comportamento Humano > Isso é possível?

Bobby McFerrin - Don't Worry Be Happy

Comportamento Humano > A Mulher hoje.

A incrível geração de mulheres que foi criada para ser tudo o que um homem NÃO quer

Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas > Música.

Tragédia e dor: O Blues, o Rock e o Diabo

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/vBecM3CQVD8 The Rolling Stones - Sympathy For The Devil -HQ

 

Ricardo Bing Reis Algumas bandas de Rock teriam relação com essas tais coisas de Pactos com o Demônio??? Seja como for, o Rock nunca deixará de ser o Rock 'n' Roll!...
5 de junho às 15:19 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/1spF4_Z1P88

SHM 0002
O descontentamento humano através de pinturas e pessoas www.descontentamento.com.br

Ricardo Bing Reis Acho que todas as formas de arte podem sim ter variações infinitas com o virtual, abstrato e coisas assim.
5 de junho às 15:24 · Curtir · 1

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/5EOFktcAxfI

The Cult - Lil' Devil (HD)

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/ZCOSPtyZAPA

The Cult - She Sells Sanctuary

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/Nc5QCJB3fOc

Inxs - Devil inside
Off the album Kick

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/gEPmA3USJdI

AC/DC - Highway to Hell

Ricardo Bing Reis https://www.youtube.com/watch?v=gmNBEJlTpBM

Alice Cooper - I Never Cry

Ricardo Bing Reis http://youtu.be/j8ASok9tBWc

Morrissey - I Have Forgiven Jesus [HD]

"TRABALHOLATRIA"

Morrissey - Everyday Is Like Sunday (Live at the Hollywood Bowl)

_____________________________________________

Rscolas e Ensino > Vídeo em aberto para interpretações!

Van Halen - Hot For Teacher

_____________________________________________

Educação (Na Família; no Lar).

Criança que apanha dos pais desenvolve medos e tem maior tendência a mentir

_____________________________________________

Um Mundo de Estranhos Contrastes.

Phil Collins - Another Day In Paradise

_____________________________________________

Comportamento Humano > Celebrar sempre.

Não deixe de celebrar os grandes momentos por causa da correria do dia a dia

_____________________________________________

Comportamento Humano e Filosofias de Vida. A morte não é a maior perda da vida

Ricardo Bing Reis Frase com algo de pertinente > "Fazer uma mudança em sua vida assusta(!); mas você sabe o que provavelmente assusta ainda mais? Lamentar-se logo ali, ou lá adiante, não tê-lo feito!
15 de junho às 14:29 · Curtir · 2

POBREZA & MISÉRIA > Os Fluxos de Capitais Estrangeiros Predadores, dentre outras várias causas, teriam participação substancial nisso?

_____________________________________________

Comportamento Humano > Vir montado na verdade, pela sinceridade, evita contestações e facilita. Talvez nem sempre.

Criar desculpas pode ser uma das coisas mais nocivas para si próprio

_____________________________________________

Trabalho > Um pouco de cuidado com a frase abaixo; impera Tempo Disponível para a prática de Atividades Prazerosas!... Um misto(!) parece melhor.

Você só tem sucesso quando trabalha muito'

Comportamento Humano > A Multi Ação das Mulheres pode levá-las ao 'esgotamento/burn out'?

Para as mulheres o estresse doméstico é maior que o estresse no trabalho

_____________________________________________

Saúde Pública > O cérebro ainda imaturo, de quem tem menos de 20 anos de idade, seria uma das causas da dependência.

Uma em cada seis pessoas que fumam maconha na adolescência se tornam dependentes

 

LUTO & IDOLATRIA > Morte de um Ídolo, de um bom caráter: não importa seu clube, não importa suas cores; o que importa é a pessoa. Fica o exemplo de obstinação. Fernandão, morto em acidente de helicóptero; 07/06/2014.

Final Libertadores 2006- Inter 2x2 São Paulo - Gol Fernandão

Ricardo Bing Reis Chocado até agora, e muito triste com a morte de um cara muito bacana... Além de ídolo do time do meu coração, capitão da nossa maior conquista em todos os tempos, tive o prazer de conhecê-lo pessoalmente, o que só me confirmou o sujeito especial que ele era como pessoa. Há dois anos jogamos uma partida de tênis num torneio e ele, além de autografar duas camisas minhas do Inter, uma com o número dele na Libertadores 2006, foi extremamente gentil e educado, me tratando como um parceiro de tênis, não como alguém que ele jamais havia visto na vida. Coisas assim é que tornam alguém como ele ídolo... Triste, muito triste tudo isso... Por Marco Aurélio Crespo Albuquerque
7 de junho às 11:10 · Curtir · 2

Ricardo Bing Reis Assim como políticos malignos dão maus exemplos; e, ainda mais, mediante suas atitudes subsequentes em atos e entrevistas 'ensinam os demais (principalmente jovens em formação)' a malfazer; os bons ídolos podem nos ensinar, principalmente às crianças, o outro lado da vida: caráter e obstinação. Assim, precisamos sim de bons ídolos, boas identificações.
7 de junho às 11:16 · Curtir · 3

Ricardo Bing Reis Nenhum ídolo tem mais porte e tamanho do que Ayrton Senna no país
CBN.GLOBORADIO.GLOBO.COM
E talvez ele ainda se mantenha por muito tempo neste posto.
7 de junho às 17:05 · Curtir

Ciência Política e Irritação Popular > O desgaste dos políticos: a incompetência, a corrupção e o desprezo pelo povo, está, com justiça, não só deixando as pessoas descontentes e insatisfeitas, mas também IRRITADAS.

Vaias de público para políticos no Dia do Trabalho são reação de irritação

_____________________________________________

Política Internacional e a Segunda Guerra Mundial > Com todo medo de estar sendo injusto, às vezes me pego pensando se não foram os Russos que ganharam a guerra. E, quando já dentro da Alemanha (aquela que viria a ser a Alemanha Oriental), os 'Aliados' se apressaram para fazer o tradicional teatrinho para posar de heróis. Haveria-se citado no evento, que do cerco de Leningrado/Stalingrado (hoje de novo Sant Petersburg), reacionalmente partiu o massacre dos nazistas? Há esse reconhecimento aos Russos na proporção que se mereceria? No meu tempo de estudante, não. Apenas uma opinião.

Hollande abre cerimônias de aniversário do Dia D

_____________________________________________

Trabalho > Várias podem ser as causas de IRRITAÇÃO NO TRABALHO. Os aparelhos e as notícias ruins, podem ainda ser muito pouco perto de pessoas chatas.

Nervoso no escritório! Quem não tem sorte com a informática!

_____________________________________________

Ensino Público. - Programa Cultura sem Fronteiras

Ensino de Educação Financeira > Em caso de consumismo desproporcional, seja qual for o salário, nunca será suficiente.

Aumento do estresse financeiro prejudica o desempenho profissional do colaborador

Ricardo Bing Reis O aumento do estresse financeiro prejudica o desempenho profissional do colaborador, situação que já foi comprovada em inúmeras pesquisas e tem levado as empresas a criem programas que ajudam seus funcionários a lidar com o seu dinheiro. De acordo com Aline Rabelo, coordenadora da Investmania, rede social do mercado financeiro, aumentar o salário dos empregados não soluciona o problema, é preciso ensiná-los a controlar o orçamento doméstico e poupar recursos. Em entrevista ao jornalista Mílton Jung, no programa Mundo Corporativo, da CBN, Aline Rabelo mostra algumas estratégias que têm sido desenvolvidas para transformar colaboradores em investidores
7 de junho às 10:30 · Curtir

Diversidades.

The Farm - All Together Now [Official Video]

_____________________________________________

Quando as coisas não dão certo.

Todos os países que reduziram a maioridade penal não diminuíram a violência

_____________________________________________

Célula da Sociedade.

Papo Psi, Cinco mentiras sobre as mães

Ciência e Tecnologia > "Chip Cerebral" (?)!...

Americanos trabalham em chip para reconstituir memórias perdidas

Emprego e Desemprego > Para que se tenha empregos, há que se criar vagas. Para fazer isso, há de se ter o empregador e o empregado. E, finalmente, para se ter esses 2, há de se ter qualificação no Ensino.

Nível de desemprego do IBGE é bem compatível com criação de vagas do Caged

_____________________________________________

Burocracia & Desenvolvimento Econômico > A burocracia promove retrocesso.

Brasil precisa de investimentos

_____________________________________________

Ciência Política > A anárquica Política Internacional e a tal Globalização.

Assad é 'reeleito', então tá

Ensino Público > O mais importante é investir na formação de pessoas. A criatividade e o raciocínio lógico na formação escolar, podem se refletir depois no desempenho profissional pela absorção de conhecimentos tecnológicos que lhe permitirão trabalhar em Empresa de Tecnologia ou Indústria de Tecnologia.

Steve Wozniak não faz previsões ousadas sobre o futuro

_____________________________________________

Macro Economia > Inflação.

Os brasileiros não toleram mais a alta da inflação

_____________________________________________

Ensino Público > O desemprego guarda relação direta com a baixa escolaridade.

Que bom que a Pnad contínua do IBGE ainda existe

Macro Economia > A Política Econômica de desestímulos e falta de incentivos às Indústrias (incluindo as de tecnologia), faz com que esta última fique sufocada e não competitiva. Aumenta o desemprego.

Queda das exportações e na confiança do consumidor fazem números da indústria caírem

_____________________________________________

Macro Economia > Mau desempenho econômico e consequente desemprego, desgastam a avaliação do governo corrente.

Brasileiros estão insatisfeitos com a situação atual do país

Ensino e o Mercado de Trabalho > A tendência é cada vez mais, não haver espaço para desqualificados no mercado de trabalho.

Flta de um diploma pode prejudicar meu objetivo de ser gerente?

Mundo Corporativo > Anotações, o hábito de anotar, para auxiliar a memória/lembrança/aprendizado, podem ser fundamentais para trazer ganhos imediatos e secundários.

Não se coloque contra as práticas informais da empresa

_____________________________________________

Emprego e Desemprego > Funcionários preguiçosos.

Colegas pediram para eu maneirar o meu desempenho no trabalho

_____________________________________________

Macro Economia > Fluxo de Capitais Estrangeiros.

Não há crise de contas externas, mas investimentos externos diretos também caíram

Prestação de Serviços ao Consumidor > Call Center.

Call center tem soluçãot

_____________________________________________

Tecnologia > Inteligência Artificial e Computação Cognitiva. Aplicações na Medicina.

Computação cognitiva marca uma nova era na área de inteligência artificial

Ensino

Escola da Vida: diálogo não representa submissão

_____________________________________________

Comportamento Humano > A memória/ lembranças & os 'esquecimentos úteis e necessários'.

Algumas coisas nós temos sim que deixar de lado

 

Comportamento Humano > O estresse do cotidiano urbano.

Escola da Vida: intolerância com o outro é reflexo de disputa por espaço

_____________________________________________

Comportamento Humano > As coisas e compras teriam um efeito fugaz. Logo ali adiante já queremos mais, de novo. Já as Lembranças de alegrias e satisfações adquiridas durante a vida; bem, essas são intermitentes e eternas.

Encantamento da posse não dura'

Educação e Ensino Público > A 'Disciplina Descontentamento Humano'. Dentre outros temas, aborda 'sofrimento humano' e até, inclusive, a 'morte'. Lecionar sobre 'sofrimento humano', é bem mais palpável e viável, visto que muitos já passaram e/ou estão passando por. Contudo, como abordar o assunto 'morte' com os jovens (?), se, para eles, é como se ela simplesmente não existisse; ou ainda, como se fossem imortais !?

Bon Jovi - It's My Life

 

BUROCRACIAS e DESCONFIANÇAS > Tenho a sen-
sação de que no Brasil, você é tido como culpado até
que prove em contrário. O coerente não seria seres
considerado inocente até prove-se o contrário? No
primeiro caso, suponho que o ônus da prova caiba ao
acusado. Na segunda circunstância, suponho que o
ônus da prova recairia sobre o acusador. Assim,
aqui, mais do que em qualquer lugar, há de se ter tudo
arquivado e armazenado para caso se tenha uma sur-
presa!... Além disso, como parte-se do pressuposto de
que 'todo mundo é suspeito', pede-se documento de
tudo e de todos, para você provar-se não transgressor.
É cultural (dado ao povo que se tem?), suspeitar de uma
pessoa (mesmo sem indícios contra ela)? Talvez por isso,
solicita-se ao requerente de algo (principalmente em Ór-
gãos Públicos e Cartoriais), apresentação de uma pilha
de documentos, mesmo para coisas de fato muito simples,
banais e corriqueiras. Acho, não tenho qualquer certeza.

_____________________________________________

Imperialismos > A Arrogância e a Burrice matam?

O Preço da Arrogância
Que patada na cara, heim? Merecida!

BUROCRACIA > Engenheiro acaba de me relatar que, quando iniciou junto ao seu pai nos idos 80, um projeto era aprovado em média de 1 semana. Ele, hoje, leva até 3 anos e meio. Ou outra ainda, caso rádio seja confiável, um especialista em tecnologia, mediante entrevista, informou que na ÁFRICA, repito, ÁFRICA, um agricultor pode obter um microcrédito por smartphone. Como se dizia, acredite quem quiser.

_____________________________________________

"... Acho que o governo, elemento motivador dessa e de outras medidas emburrecedoras em vários setores, está se equivocando num conceito básico filosófico: a ignorância é uma dádiva. Não devemos facilitar, empobrecendo o valor da literatura, mas sim estimular no leitor a necessidade de querer entender o que inicialmente não compreende..." acesse aqui

Ricardo Bing Reis A falta de conhecimentos, isto é, o despreparo intelectual do trabalhador brasileiro, seria responsável por enorme parte do mal rendimento e má competitividade da Indústria Brasileira. Na mídia, assisti documentário onde 1 brasileiro poderia levar até 3 à 5 dias para desenvolver o mesmo trabalho que um europeu levaria para fazer em único dia. Ora, se o rendimento intelectual do trabalhador brasileiro é mesmo tal qual se descreve, imagine mais ainda ele desgastado pela mobilidade urbana caótica, onde pode levar 2 ou 3 horas para chegar ao trabalho e outro tanto para voltar para casa!... Em suma, somando-se pouco intelecto com exaustão, a Indústria (e o país), não pode dar ceto!
28 de maio de 2014 às 15:31 ·

"... Isso pode parecer uma futilidade esquisita, uma notinha em uma revista de fofoca, mas é sintomático de uma juventude totalmente perdida, adeptos da cultura do rebanho, com valores invertidos e, claro, um tremendo mau gosto musical. E o mais triste é perceber que, por trás de cada adolescente bobo disposto a pagar altas somas por segundos ao lado desses boçais, estão pais irresponsáveis que aceitam desembolsar esses valores..." http://www.annaramalho.com.br

Ricardo Bing Reis Gostei mesmo foi desse parágrafo:É importante que os pais incentivem nos filhos o apreço por artistas de qualidade, sem cultivar neles a admiração imediatista por esses ídolos de barro, que são fabricados pelas produtoras e possuem prazo de validade muito curto. Não pense que estará sendo ruim com seu filho por negar essas futilidades caras, tente ensiná-lo a valorizar o dinheiro que é conquistado com dificuldade, lição que os pais desses artistas com certeza ignoraram. Não se preocupem em presenteá-los sempre com os eletrônicos mais novos no mercado, ensine-os a riqueza que se encontra na poeira de um sebo. Crie adolescentes que olhem menos para a tela de seus smartphones, mas olhem mais nos olhos de seus interlocutores. Fazendo isso, tenho certeza que nunca irão se preocupar em arrumar desculpas para não pagarem os preços altos desses “meet and greet”.
28 de maio de 2014 às 15:41 ·

Comportamento Humano > O Sofrimento Humano e a Morte: O que se diz em rotina é que 'A única certeza é a Morte'. Assim, o Ser Humano, cedo ou tarde, de uma forma ou outra, Morre. A questão, penso, não é a Morte em si, como um fato isolado. Mas sim, o término de uma vida que vinha até ali, até aquele momento. Talvez tenhamos em senso comum a vida como sendo boa. Mas quantos tem de fato uma vida boa? Quando uma pessoa viveu uma vida suficientemente boa, conseguindo manter certa alegria de criança, ou alegrias em quantidades satisfatórias em boa parte de cada fase de seu desenvolvimento humano, há de se lamentar sua morte, com pesar e até pranto. Por outra ótica, justo esse não se precisaria lamentar, pois soube viver!... Contrário senso, se uma pessoa teve uma vida sofrida e muito sacrificada, como um fardo, a morte para essa pessoa vem como um alívio, como 'descanse em paz'. Por outra ótica, poderia-se lamentar não ter um certo tempo a mais para aproveitar ainda algo da vida. Assim, para cada circunstância, a MORTE oferece 2 interpretações. Cada qual de nós que ficamos, que faça a sua interpretação, em seu LUTO. Entretanto, uma circunstância parece ser um tanto inquestionável, embora tido como polêmica para tantos outros: quando alguém está tomado pela parte já final de uma doença sabidamente terminal, com sofrimento sobre humano, que lhe tira a dignidade, a morte lhe é bem vinda!... Foi assim que Montaigne classificou seu final (se bem li em algum lugar, e se bem me lembro, ainda não com essas exatas palavras): "Estou tal monta doente que a morte me é bem vinda"!...

'Deste, nada se leva. Dos outros se traz apenas pedras para exame em laboratórios'

Movimentos Populares > Protestos.

Escola da Vida: há várias formas de protestar

_____________________________________________

Comportamento Humano > Estar em Paz, ter Paciência e ser Tolerante, de forma alguma tem relação com Passividade e Conformismo. Na primeira parte, tem-se uma Vida de Lutas, mas estratégicas, concatenadas, maduras, sem necessidade de solavancos e enfrentamentos em vias de fato. Mas há sim luta (e pode ser muita). Na segunda parte, tem-se a Apatia, o Desânimo, a Letargia, a Submissão, a Indolência, a Indiferença; em suma, a Indignidade, por falta do Lutar por si e pelos seus.

'A não-violência, sob uma forma ativa, é boa vontade para com tudo o que vive'

CONDUTAS FRENTE À INJUSTIÇAS PESSOAIS > É Preciso às vezes até dar sim, 'Socos em Ponta de Faca'; metáfora traduzida por Resistência, Insistência, Persistência, Obstinação e Pulso (muito) Forte. A Injustiça é, talvez, uma das circunstâncias que mais REVOLTA um Ser Humano, corroendo-o internamente.

'É preciso em certas ocasiões dar murros em pontas de faca'

Ricardo Bing Reis Há de se valorizar, e muito, a razão, o pensar, as concatenações. Porém, nessas atividades elaborativas, nunca subestimar as particularidades de suas emoções. O balanço parece ser a melhor forma para que a pessoa não VIOLENTE SUA NATUREZA. Aqui, Natureza no sentido das emoções biologicamente determinadas pela neuro biogenética.
26 de maio de 2014 às 08:25 ·

Gestão de Negócios > As emoções (medo/ansiedade/TOC/Fobias; irritabilidade; e, desânimo), fazem parte de todas as atividades de todos os seres humanos. Com amigos, colegas, em casa, no trabalho, etc. É inevitável. Às vezes podem ser vantajosas, às vezes podem ser prejudiciais. As emoções precisam ser administradas. O melhor rota para isso, é a razão, o pensar, o raciocinar; sempre sem desprezar ou subestimar as emoções. Daí, pode emanar a confiança (suficiente capacidade de saber correr riscos calculados), serenidade para poder ter empatia e entender o lado do outro; e, ânimo (vontade de atuar, de efetivar, de realizar, de ter atitude).

Toda decisão tem forte componente emocional

MATURIDADE EMOCIONAL E AS ADVERSIDADES > A pessoa suficientemente madura, não 'descarrega' suas raivas e frustrações (quiçá por injustiças), em pessoas como familiares, amigos, colegas, funcionários, prestadores de serviço, etc. Poupa as pessoas, indistintamente, e administra a si mesmo.

Maturidade emocional é a competência para lidar com as frustrações

Ricardo Bing Reis Mais ao final do programa, inclui Relacionamentos Interpessoais (Online e de Corpo Presente); e, também inclui a palavra TOLERÂNCIA e sua relação com a palavra AMOR.
26 de maio de 2014 às 08:43

_____________________________________________

Comportamento Humano > A Vida aos 50 anos. Por Fernando M Schneider

Ricardo Bing Reis Relato, convenhamos, de alguém que cresceu com as onipresentes e inevitáveis adversidades vida; de quem amadureceu. Parabéns.
24 de maio de 2014 às 14:57

Comportamento Humano > O Mal Estar da Civilização: É mesmo um Mad World?

Mad World by Tears For Fears Original HQ 1983

_____________________________________________

Ideologia > A Vida Imaginária e Utópica; e, a Vida Possível.

Dreamer composer Roger Hodgson, co-founder of Supertramp, w Orchestra

_____________________________________________

Ensino Público.

School - Supertramp

_____________________________________________

Comportamento Humano > Convivências.

Estudo nos EUA diz que homens e mulheres pensam diferente

_____________________________________________

Diversidades Culturais > Teísmo, Religiões, o Místico, o Mítico. Também, a Desrealização e o Realismo por Interesses.

Depeche Mode " personal Jesus " - one nigth in Paris (live HQ)

Carreira Executiva > Tende a haver um apogeu, onde a Empresa estimula, pois o funcionário dá o sangue por ela (entre 20 e 40 anos). Contudo, também tende a haver um ocaso, onde a Empresa não estimula mais tanto o funcionário, pois dá 'somente' seu suor por ela. Mas pode perfeitamente não ser assim.

Achar que remuneração é essencial na retenção de talento é erro

_____________________________________________

Comportamento Humano & o Dinheiro> O workerlover e o workerholic - Os excessos (maior nos workerholic e bem mais ponderados nos workerlovers), podam as pessoas do Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas. 'Desse mundo não se leva nada', 'O último paletó não tem bolso'; são fatos, mas também é fato que há de se ter via trabalho, um pouco mais que o mínimo necessário para uma vida digna.

Deste, nada se leva. Dos outros se traz apenas pedras para exame em laboratórios'

_____________________________________________

O Mundo em que Vivemos

The World In Which We Live

Empregos & Desempregos > Seus Mecanismos e suas Dinâmicas.

_____________________________________________

Empregos & Desempregos > Seus Mecanismos e suas Dinâmicas.

Nível de desemprego do IBGE é bem compatível com criação de vagas do Caged

_____________________________________________

Nacro Economia > A quase ninguém interessa reconhecer uma crise ou bolha, por exemplo, imobiliária! Interessa aos jornais(?), que tem grande parte de suas rendas, por páginas e mais páginas (em seus Classificados de Imóveis, e/ou Publicidade de Empreendimentos Imobiliários); tais divulgações? Já o Desemprego, parece emanar mais do Mercado Imobiliário em baixa, que da Indústria em baixa. Pelo menos nos países despreparados. Os preparados, com indústria e tecnologias fortes, talvez nem embarquem em euforias da construção civil.

Preços 'administrados' pelo governo servem, sim, para barrar a inflação

_____________________________________________

Império Chinês & Império Estadunidense > Economia Chinesa é alta com 7% de aumento no PIB, mas já foi bem mais. EUA estariam em recuperação pífia? Crise Econômica é Mundial?

China é grande dúvida

mpério Chinês Imprevisível > Uma Bolha Imobiliária estaria se formando. E, nada traz mais desemprego que queda no mercado imobiliário e de construção civil.

China é grande dúvida

_____________________________________________

Ensino & Vida Profissional > As Empresas costumam estimular muito os jovens (entre 20 e 30 anos), que dão seu sangue pela empresa. Aos 40, já não mais tanto, que dão seu suor pela empresa.

Consegui meu primeiro emprego e gostaria de um conselho para juntar dinheiro para o futuro

_____________________________________________

Finanças Pessoais > Depois da Euforia, tende a Crise, a Bolha. A bem dizer, nem toda Crise é por uma Bolha, mas as Bolhas são crises.

Devo vender um imóvel hoje e só voltar a comprar após as Olimpíadas?

_____________________________________________

Comportamento Humano > Mudanças: Podem ser por crises Vitais (das Diferentes Fases do Desenvolvimento Humano); ou Crises Acidentais (inesperadas)

Três mudanças fazem tão mal quanto um incêndio'

Desemprego - Parte 2.

Dados do Caged são bastante negativos

_____________________________________________

Desemprego - Parte 1.

Caged confirma redução da atividade econômica brasileira

_____________________________________________

Comportamento Humano > Doenças, Terminalidade, O Morrer, A Morte, o Luto. Modos de ver o 'Descanse em paz'!... Da Labuta que é a Vida.

Adão foi o primeiro grande benfeitor de nossa raça

Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas > A Música.

'A música é um mundo rival feito pelo homem'

_____________________________________________

Reforma Fiscal.

Brasileiro trabalha 151 dias só para pagar imposto, diz IBPT

 

Descontentamento & Disciplina Descontentamento Humano > Comportamento Pessoal - Possivelmente não tão raras pessoas vivem a realidade que segue:
- "Todos os dias, é uma pilha de coisas para pagar, uma pilha de coisas chatas para fazer, um monte de novidades que melhor seria se não tivessem vindo; etc... O dia acaba e nada de prazeroso foi feito. No outro dia, a mesma coisa. Passa 1 ano, igual. Passam 10, 20. A pessoa fica velha e não aproveitou"!

SHM 0002

Ricardo Bing Reis Subject: Re: Pensamento pessoal.
From: andreoliveiradesouza
To: ricardobingreis
Isso pode ser verdade, mas depende muito de cada um... A vida, por si, vai indo para o lado ruim, se não interviermos no processo...
Deixar a vida nos levar, invariavelmente, acaba mal; se a gente não fizer algo sobre o rumo das coisas... Na verdade, a vida é um somatório imenso de segundos...
19 de maio de 2014 às 13:08

Ricardo Bing Reis 2014 09:13:18 -0300

Subject: Fwd: Discussões na vida pessoal aumentam riscos de morte precoce
From: andreoliveiradesouza
To: ricardobingreis
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Discussões na vida pessoal aumentam riscos de morte precoce
Estresse causado por conflitos pessoais provoca alterações na pressão arterial e doenças cardíacas

Pessoas que discutem por razões mesquinhas têm mais chances de morrerem jovens, de acordo com novo estudo feito pela universidade de Copenhague, na Dinamarca. Brigas frequentes na vida familiar, com os colegas de trabalho e parceiros não só prejudicam a felicidade, como também provocam irritação e ansiedade. As informações são do Daily Mail.

Pesquisadores avaliaram aproximadamente 9.875 homens e mulheres com idades entre 36 e 52 anos para observarem o impacto de reações psicológicas e estresse sobre a morte prematura. Os participantes foram questionados sobre a relação com amigos, família, filhos, colegas de trabalho e coisas que os deixavam infelizes.

Os resultados apontaram que o estresse causa alterações na pressão arterial e doenças cardíacas, principais fatores para morte precoce. Indivíduos em constantes conflitos nas relações pessoais apresentaram de 50% a 100% mais probabilidades de morrerem por complicações causadas por estresse. Quase 10% dos voluntários culparam as crianças como causa do estresse e 9% disseram que as discussões com os parceiros agravavam a situação.

Cerca de 8% relataram se sentirem pressionados com as demandas de relações sociais. Os participantes que estavam desempregados ou que foram demitidos também mostraram taxas elevadas de morte precoce.

"Os resultados deste estudo sugerem que as relações sociais são realmente mais como uma faca de dois gumes, uma vez que também podem ser destrutivas quando não são saudáveis", disse Simon Rego, coautor do estudo e diretor de treinamento de psicologia no Centro Médico Montefiore, no AlSubject: Re: Pensamento pessoal.
From: andreolidsouza@gmail.com
To: ricardobingreis@hotmail.com
Isso pode ser verdade, mas depende muito de cada um... A vida, por si, vai indo para o lado ruim, se não interviermos no processo...
Deixar a vida nos levar, invariavelmente, acaba mal; se a gente não fizer algo sobre o rumo das coisas... Na verdade, a vida é um somatório imenso de segundos...bert Einstein College of Medicine, em Nova York.

Os resultados provam que os homens são vulneráveis sob pressão extrema e isso explica por que pessoas cada vez mais jovens sofrem doenças cardíacas e derrames.

Foto: Getty Images.

Autor: Redação
Fonte: Terra - Saúde
19 de maio de 2014 às 13:37 ·

escontentamento & Disciplina Descontentamento Humano - CONT.

Ricardo Bing Reis Ás vezes fico pensando se isso não seria ainda mais marcante naqueles que tem no dinheiro o topo de seus valores... Muitos amigos, que era de alegrias radiantes e contagiantes aos 20 anos, hoje são cabisbaixos e amargos! Claro que os motivos de crises em uma vida podem justificar, porém, as expectativas não correspondidas também podem, pelas frustrações. Acho.
20 de maio de 2014 às 09:09 ·

_____________________________________________

Fluxos de Capitais Migratórios e Predatórios > Os Mega Investidores (quando cruéis e dados ao capitalismo selvagem) ao imigrarem seus trilhões, podem aquecer mercados de certos países em um dado momento; e depois, ao emigrarem para outros países (por conveniências), deixam crise por onde passaram, levando uma pseudo prosperidade ao novo contemplado (à vítima).

Resultado do varejo é pior do que esperado

_____________________________________________

C ompetitividade Industrial > Certas Ideologias, suspeito, parecem ter dificuldades em concatenar suas Ideias(?)!... Idolatram o operário e o serviçal. Até aí, louvável. Contudo, odeiam o empreendedor, odeiam o empresariado, odeiam os industriais, etc. Tudo por odiar o lucro, que talvez seja o que se chama de 'mais valia' (mas que talvez não tenha nada a ver uma coisa com a outra). Fato é que, assim, aparentam fazer de tudo para prejudicar tais corporações, aumentando suas taxas de energia elétrica, encargos trabalhistas, burocracias e impostos. Resultado é a falta de competividade para com indústrias do exterior. Não precisa ter mais que um par de neurônios para constatar que o resultado é o desemprego. Ora, se é mesmo verdade que idolatram o operário e o serviçal, como explicar a falta de estímulos (e, até desestímulos) que proporcionam ao empreendedorismo, o que culmina em seus desempregos (com todas mazelas que vem na esteira do desempregado)?

Empresários industriais estão menos propensos a investir

_____________________________________________

Educação Pública > O Caráter, nos diversos Perfis de Personalidade.

'A ética é a estética de dentro'

_____________________________________________

Educação Pública e Ensino Público > "Disciplina Descontentamento Humano".

Como faço para adquirir autoconhecimento?

_____________________________________________

Comportamento Humano e Relações Afetivas > Homem que deprecia sua mulher frente à outrem (e vice-versa), pode, em verdade, justo admirá-la(o) naquilo!...

Por que alguns homens se autoafirmam para os amigos depreciando a parceira?

_____________________________________________

Emprego e Empreendedorismo > A procrastinação, nociva a si e ao grupo de trabalho.

Minha procrastinação vem aumentando e tenho atrapalhado a rotina de colegas

_____________________________________________

Comportamento Humano > A necessidade de uma capacidade de decisões rápidas em certas circunstâncias.

Decisão imediata, o protagonismo decisivo e inadiável

_____________________________________________

Setor Energético > Talvez já tenha nascido a, em breve, solução para as problemáticas energéticas mundiais. E o ainda melhor, energia limpa.

Maior central de produção de energia solar do planeta já está funcionando

 

Ciência e Tecnologia > A difícil e arriscada pretensão de fazer previsões.

As previsões do futuro que nunca se confirmaram

_____________________________________________

Emprego e Empreendedorismo > O Profissional Eternamente Descontente e Insatisfeito.

Busca pelo emprego perfeito mudou o mercado

_____________________________________________

Macro Economia Internacional > Embora toda maré adversa, a Alemanha ainda consegue crescer 2,5%.

Hollande continua devendo crescimento

_____________________________________________

Macro Economia > Após vários anos de condutas econômicas improvisadas, é inevitável a política do 'cobertor curto'. Justifica-se daqui, desnuda-se a incoerência ali!...

Como o governo vai conseguir dinheiro para fechar as contas públicas?

_____________________________________________

Macro Economia > Os Reflexos nas Finanças Pessoais e Familiares.

Não podemos aumentar o crédito toda hora

_____________________________________________

Comportamento Humano > As bebidas alcoólicas 'tira você de si' ou 'bota o de si para fora'?

A maioria se esconde na sobriedade

_____________________________________________

Ensino Público e Comportamento Humano > Comunicação e Expressão & Interpretação.

A pintura é uma poesia que se vê e não se sente, e a poesia é uma pintura que se sente e não se vê

_____________________________________________

Macro Economia > Império Chinês.

Promessas de mudança na China são música para os ouvidos

_____________________________________________

Ciência Política > O Congresso Nacional Brasileiro.

ENCONTRAR AMIGOS COM A MESMA DESORDEM MENTAL QUE VOCÊ

Comportamento Humano, Estresse & Atitudes Relaxantes > Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas.

Amúsica causa mudança em nosso cérebro
Segundo o médico Charles Limb, da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, as canções penetram em sistemas fundamentais de nosso cérebro, que são sensíveis à melodia e às batidas, e exercitam nosso cérebro de maneira única.
Quando você gosta ou não da música esse evento ‘chiclete’ é conhecido como “Earworm”, termo utilizado pela primeira vez em 1980, em tradução literal do alemão Ohrwurm, como afirma o neurologista Oliver Sacks, no livro “Alucinações Musicais”.
Mas, em casos extremos, essas músicas chicletes podem ser ruins para o dia-a-dia de alguns de nós. Algumas pessoas não conseguem trabalhar, dormir ou sequer se concentrar, porque as músicas os impedem.
Cientistas acreditam que a música é, de alguma maneira, uma adaptação evolucionária que ajudou os ancestrais humanos. Certas músicas são associadas com a lembrança de alguém, ou uma emoção, ou até um estado de espírito. Basta lembrar-se de casos de esportistas que escutam músicas animadas ou agitadas minutos antes de suas competições.
Faça um teste, assim que acordar ouça uma música bem animada. Sua disposição será diferente.