POSTADO EM REDES SOCIAIS

Comportamento das Pessoas > As Diferentes Fases do Desenvolvimento Humano.

Propaganda - Duel HQ Official -INDISPONÍVEL

____________________________________________________

Segurança Pública & Narcotraficantes > Observo pessoas comentando a criminalidade (e essa, como tendo pilar nos narcotraficantes e seus subalternos). Isso me causa perplexidade, quando a observação parte de drogaditos. Ora, se ele é o receptor, não é justo ele o real pilar do banditismo?

____________________________________________________

Eu prefiro que o povo esteja marchando nas ruas, demonstrando sua compreensível revolta, do que vê-los como bobos alegres tentando completar o álbum de figurinhas. Com suas bocas cheias de dentes, abraçados em seus “Fulecos” de pelúcia

Copa do Mundo

____________________________________________________

INOVAÇÃO > Inovação é como se fosse uma palavra 'inovadora'... Está em voga como definição de como criar-se o novo, de como desenvolver-se o novo, de como obter sucesso (financeiro) com o novo. E, no mais das vezes parece que a Inovação está ligada à Tecnologia e às Comunicações. Algo também em torno de Gestão de Corporações. Pouco se sai disso. E no Ensino? Talvez, a por mim preconizada 'Disciplina Descontentamento Humano', uma disciplina de ensino escolar curricular para os níveis fundamental, médio e superior.

Qual o futuro das enciclopédias?

____________________________________________________

Comportamento do Homem Moderno > Vida Cotidiana Impaciente, em Correria, em Pressa, em Severo Estresse. Sem Tempo para nada. Uma Luta contra o Relógio. É Possível ser Feliz com a Agenda Cheia? Aprender a ter Paciência, Tolerância e Resiliência virou uma façanha?

Agricultura é a arte de saber esperar'

POSTADO EM REDES SOCIAIS

Comunicações & Tecnologias > O padrão e qualidade dos sinais de internet, em todas suas modalidades, em destaque atualmente, para os smartphones, é um dos principais parâmetros classificatórios para a análise do potencial de evolução de um país. É sinal de sofisticação. Internet lenta, que até 'sai do ar', talvez possa também significar povo lento!... A Tecnologia Verde é outro quesito com auto grau indicativo de evolução social.

Tecnologia verde começa a ganhar espaço em nossas vidas

____________________________________________________

Segurança Pública > Em um futuro não definido, se curto, médio ou longo, as pessoas terão chips de localização. Assim, tal temos sistema de vigilância domiciliar e rastreamento veicular, teremos também o rastreamento de pessoas.

Futuro da tecnologia vestível começa a levantar dúvidas

____________________________________________________

Hstória da Civilização > Todos os Povos já erraram e não pouco. Resta saber se cada qual aprendeu ou não com os erros.

Escola da Vida: tortura é extremamente marcado por nossa humanidade

Escola da Vida: a gente se acostuma com as coisas podres

____________________________________________________

A vida como não raro é.

Tendência à Distração.

Página restrita

____________________________________________________

Do lado esquerdo carrego meus mortos. Por isso caminho um pouco de banda'

Ranking Políticos
O sistema educacional brasileiro não gera EDUCAÇÃO, apenas PROGRESSÃO.
Somos contra a progressão continua!

Ricardo Bing Reis As mais graves dificuldades nas salas de aula parecem ser duas: 'Desmotivação no ambiente de aprendizagem'; 'Estabelecer impunidade aos bagunceiros'. Anarquia e falta de perspectivas de vida e na vida; lembram desesperança.
4 de abril de 2014 às 14:08 ·

Ensino Público.

NÓS APOIAMOS O ENSINO DE MÚSICA NAS ESCOLAS

Ricardo Bing Reis A musicalidade, tanto para quem instrumentaliza quando a quem aprecia, pode ser uma das mais valiosas atividades prazerosas a tomar parte no tempo disponível para isso.
5 de abril de 2014 às 12:52 ·

Ricardo Bing Reis E de custo muito baixo, quase zero.
5 de abril de 2014 às 12:52 ·

O sistema educacional brasileiro não gera EDUCAÇÃO, apenas PROGRESSÃO.
Somos contra a progressão continua!

Ricardo Bing Reis As mais graves dificuldades nas salas de aula parecem ser duas: 'Desmotivação no ambiente de aprendizagem'; 'Estabelecer impunidade aos bagunceiros'. Anarquia e falta de perspectivas de vida e na vida; lembram desesperança.
4 de abril de 2014 às 14:08

Ensino Público.

NÓS APOIAMOS O ENSINO DE MÚSICA NAS ESCOLAS

Ricardo Bing Reis A musicalidade, tanto para quem instrumentaliza quando a quem aprecia, pode ser uma das mais valiosas atividades prazerosas a tomar parte no tempo disponível para isso.
5 de abril de 2014 às 12:52

Ricardo Bing Reis E de custo muito baixo, quase zero.
5 de abril de 2014 às 12:52 ·

Saúde Pública > A visão, a cegueira.

Página restrita

____________________________________________________

CONHEÇAM AS 5 HIPÓTESES QUE POSSIBILITAM A VIAGEM NO TEMPO

____________________________________________________

Maracutaia precisa acabar

Passar muito tempo em uma empresa pode ser um fator negativo em minha vida profissional?

________________________________________________

'Uma mão lava a outra'

_______________________________________________

Trabalho, Emprego e Desemprego > Como manter-se nele.

'Não posso perder meu emprego'

Trabalho, Emprego e Desemprego > Perfil de Personalidade Empreendedora e Não Empreendedora.

'Não quero mais buscar café para minha gerente'

____________________________________________________

Trabalho, Emprego e Desemprego > Procura de; como proceder para.

O que as empresas esperam que um candidato a emprego coloque no quadro 'objetivo'?

____________________________________________________

Trabalho, Emprego e Desemprego > Mercado de Trabalho.

Não consigo encontrar emprego

Criminalidade, Roubo/Assalto, Furto, Homicídios, Outros Crimes, Contravenções, Arrependimentos, Remorso/Culpa, Simulações, o Desculpar, o Perdoar, a Punição, a Impunidade, etc.

Violência, perdão e mudança de vida

Boomtown Rats - I Don't Like Mondays (+Lyrics)

The Cure - Friday I'm In Love Live @ Reading and Leeds Festival 2012 - HQ

Queen - It's A Hard Life (Official Video)

A vergonha não nos torna imóveis

____________________________________________________

A autocrítica superficial é falta de juízo

____________________________________________________

Surdez.

Página restrita

____________________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Hipertensao Arterial. Os Sorrateiros Inimigos de Sua Vida seriam aqueles que agem silenciosamente (na surdina), por isso traicoeiros. Aculturacao impera para que se valorize a necessidade de precaucao.

Página restrita

MACRO ECONOMIA' & 'FLUXO DE RECURSOS/CAPITAIS (ESTRANGEIROS E DOMÉSTICOS)' > Os fluxos de recursos estrangeiros e domésticos (de mercados internos, não estrangeiros), podem entrar e/ou sair de seu país (ou de diversos países) de forma instantânea, via transações virtuais nas Bolsas de Valores de todo o mundo. Seriam assim, Capitais Voláteis Migratórios. Wall Street, no Centro Financeiro de Nova Iorque, está muito associada à imagem de uma grande estátua em bronze figurativa de um Touro, o qual representa a força dos Mercados Financeiros (acho que em quase) todo mundo. Também estimula o otimismo naqueles que participam desses mercados. A chifrada do touro representaria um impulso para que as ações subam, como que 'na marra'. Nesse caso, pode-se pecar por excesso de otimismo, algo em torno de um comportamento (megalo) maníaco (não confundir com 'maniático', mas que também poderia ser, se por uma obsessão-compulsão por dinheiro). Comportamento que guardaria uma certa analogia com aquele que se observa em jogadores (não aqueles eventuais ou circunstanciais) de um Cassino (os ditos 'jogos de azar', que são bem nominados, visto que, neles, muito mais se tem azar que sorte). Um certo grau de irresponsabilidade social pode estar incrustado nessas transações nos mercados financeiros mundiais, caracterizando o que se chamaria de Investidores Predadores. Embora alguns duvidem, parece haver sim os Investidores Não Predadores. Fonte (razoável): meu radio de pilha.

Consumismo > Mas aqui também temos o consumo consciente.

Why Women Wear Bikinis

____________________________________________________

Políticos Governantes Cruéis & Chefes Corporativos Cruéis > São de tudo, menos Líderes genuínos.

Temos de ser cruéis. Temos de recuperar a consciência tranquila para sermos cruéis

____________________________________________________

Finanças Pessoais, Dívidas & Cônjuges > Como melhor proceder.

Endividados não devem sofrer sozinhos

CORPORATIVISMO & COMUNICAÇÕES >
Subject: Congresso Brasileiro de Comunicação Corporativa 2014
From: jornalismo@agenciaradioweb.com
To: ricardobingreis@hotmail.com
Date: Tue, 6 May 2014 01:38:44 -0300
Caso não esteja visualizando corretamente esta mensagem, acesse este link.
Congresso de Comunicação Corporativa
será realizado em maio, em São Paulo
Evento será no Centro de Convenções Rebouças e reunirá perto de 500 convidados em três dias de discussões e cerca de 30 atividades
Está marcado para os dias 6, 7 e 8 de maio, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, a 17ª edição do Congresso Brasileiro de Comunicação Corporativa, encontro organizado pela Mega Brasil Comunicação que terá como tema central Inteligência e comunicação estratégica na era da sociedade participativa.
Com cerca de 30 atividades, entre conferências, mesas-redondas e palestras temáticas, o Congresso terá este ano dois momentos especiais: a homenagem a Míriam Leitão, com a entrega do Prêmio Personalidade da Comunicação 2014; e o Fórum do Pensamento, que debaterá O Brasil dos sonhos e o Brasil real, com as participações do professor e cientista José Goldemberg, do empresário Jorge Gerdau Johannpeter, do presidente da Editora Abril Fábio Barbosa e do professor e consultor em comunicação Gaudêncio Torquato.
O Congresso terá participação de executivos de empresas como Petrobras, Coca-Cola, Vale do Rio Doce, McDonald's, Santander, Samsung, Chocolates Garoto e Unilever. O encontro abrigará ainda o lançamento do Anuário Brasileiro da Comunicação Corporativa, com distribuição gratuita para os participantes.
As inscrições podem ser feitas diretamente no site da Mega Brasil – www.megabrasil.com.br –, onde também estão detalhes e a programação completa do evento. A homenagem à jornalista Míriam Leitão, na noite do dia 6 de maio, e o Fórum do Pensamento, na manhã do dia 7 de maio, serão abertos ao público, bastando aos interessados confirmar presença com Amanda Castro (amandacastro@megabrasil.com.br). Outras informações diretamente na Mega Brasil pelo 11-5576-5600.
Descadastre-se caso não queira receber

Ambientalismo, Urbanismo e Profilaxia/Preventivo da Dengue (!) -
A prefeitura de Washington-EUA, instalou há alguns anos calçadas de borracha, feitas de pneu reciclado. A prefeitura buscou nessa alternativa sustentável uma solução, pois anualmente eram gastos cerca de US$ 5 milhões reformando as calçadas que rachavam devido as chuvas e raízes de árvores.
Os gastos para implantar essa ideia foi superior ao esperado, porém o investimento compensa devido a durabilidade do material, que por ser de borracha é totalmente maleável e não racha. Além de minimizar o impacto ambiental, já que as placas são feitas de pneus reciclados, material que ocupa os depósitos de lixo e preocupa as autoridades.

____________________________________________________

O bom de ter uma coluna semanal em uma nação tão bizarra e incoerente é que nunca falta material. Somos realmente o país da piada pronta. Vou analisar de forma objetiva dois eventos recentes que movimentaram as redes sociais. A morte do dançarino do "Esquenta" e o protesto "somos todos macacos"...

Hipocrisia

____________________________________________________

XQue hei de fazer em Roma? Não sei mentir'

ENSINO PÚBLICO > 'DISCIPLINA DESCONTENTAMENTO HUMANO': São várias as formas de Leitura. Leitura tende a ser a base da Cultura. E Cultura, seria o amor à 'Palavra'. Leitura de Romances, Leitura de Ciências Humanas, Leitura de Conhecimentos Gerais, Leitura de Artes, Leituras Infantis, Leitura de Poesias, Leitura de Crônicas, Leituras de Ciências Exatas, Leituras Técnicas, Leituras Míticas, Leituras Místicas, Leituras Surreais, etc, etc. Basta visitar uma Livraria para você se deslumbrar; pode até ficar com pensamento embaralhado e confuso de tantas opções interessantes. E ter vontade de comprar tudo... Também Leitura Corporativa e Leitura de Técnicas Motivacionais. Talvez os Livros mais procurados e mais disponíveis sejam os Livros de Auto Ajuda. A 'DISCIPLINA DESCONTENTAMENTO HUMANO', não se enquadra dentre as leituras de Auto Ajuda. Mas se fosse assim qualificada, nada mudaria. São apenas terminologias classificatórias, nada mais. Tentei, muito mais por esforço e muito menos por conhecimento, fazer dela, uma Leitura de Educação, uma Leitura de Ensino, uma Leitura Inspiradora, uma Leitura Criativa e Inovadora. Sobretudo, uma 'Leitura de Aculturação sobre a Vida' e uma 'Leitura Edificante para A Vida (do atual jovem e futuro adulto)'. Bem sei, muito petulante e presunçoso, mas não custa tentar. Pelo menos me dá prazer em fazer.

'Everest – O diário de uma vitória' é uma leitura inspiradora

____________________________________________________

ENSINO PÚBLICO >
'DISCIPLINA DESCONTENTAMENTO HUMANO'

X> Idealizei e criei essa inédita e inovadora Disciplina de Ensino Escolar Curricular (ainda por ser adequada para que seja lecionada no Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Ensino Superior).
> Aborda (propositalmente, de uma forma muito básica e sumária), o Ensino (Informativo) para uma Educação (Formativa) voltada à Prevenção das Reações Comportamentais (a partir das Emoções e dos Sentimen-
tos), frente às infindáveis Adversidades e Perdas na Vida Real (Realismo do Cotidiano).
> Meta: Melhorias Futuras para as Pessoas e para a Sociedade, via preparo prévio no Ensino de todas as Escolas, através da 'Disciplina Descontentamento Humano'.
> A seguir, muito simplificadamente, 4 tópicos abordados, dentre vários:
1) 'O SOFRIMENTO HUMANO', inclui o DESCONTENTAMENTO HUMANO:
a) 'A Máquina Anti-Morte' > 'O Corpo Humano como sendo uma Limitada Máquina Anti-Morte, análoga ao Funcionamento e Comportamento dos demais do Reino Animal', 'O Estresse Biológico de Fuga e/ou Luta';
b) 'O Cérebro' > 'Como o Gerenciador e como o Beneficiário da Máquina Anti-Morte', 'A Sede das Emoções e dos Sentimentos';
c) 'Perfis de Personalidade' > 'As diversas formas de Comportamento Humano', 'As Normalidades', 'Os Transtornos Psíquicos e Distúrbios Men-
tais', 'As Emoções (Raiva, Medo, Depressão) e os Sentimentos';
d) 'Créditos Anti-Morte' > 'O Dinheiro como Créditos Anti-Morte e o Trabalho como Forma de Obtenção', 'O Estresse Psico-mental';
e) 'Descontentamento Humano' > 'O Eterno e Inato Descontentamento Endógeno Inerente a Todos os Seres Humanos', 'O Mito da Felicidade';
f) 'O Tempo Disponível para a Prática de Atividades Prazerosas' > e outras Formas de Melhorismos.
2) 'A MORTE / A FINITUDE'; 'O MORRER / A TERMINALIDADE'.
a) 'A Morte como o maior Tabu, dentre os maiores Tabus';
b) 'A Toda Poderosa Morte (Onipotente, Onisciente e Onipresente), como a Motivação para a Vida';
c) 'O Contato Íntimo com a Morte (Síndrome do Pânico e Síndrome do Estresse Pós Traumático);
d) 'As Doenças Graves e as Doenças Terminais';
e) 'O Luto e a Melancolia'.
3) 'DIVERSAS FASES DO DESENVOLVIMENTO HUMANO', organizados
em 2 agrupamentos (por mera didática):
a) Agrupamento Primeiro > Relacionado à Educação/Formação, que emana do Lar/Família - Compreende a Infância (primeira década da vida), o Adulto Jovem (terceira e quarta décadas da vida) e o Idoso (sétima dé-
cada da vida em diante);
b) Agrupamento Segundo > Relacionado ao Ensino/Informação, que emana da Escola/Professores - Compreende os Adolescentes (segunda década da vida) e Meia Idade (quinta e sexta décadas da vida).
4) 'OUTRAS HIPÓTESES'; Achismos, Suposições, Curiosidades, Observações e Participações.
Ricardo Bing Reis.

"... Existem cada vez menos lacunas a serem preenchidas. No passado éramos o centro do universo. Hoje, descobrimos Kepler-186f, um planeta fora do Sistema Solar e parecido com o nosso, com possibilidade de habitar formas de vida. E a NASA afirma que poderão existir 40 bilhões de planetas semelhantes em zonas habitáveis na Via Láctea, um futuro próximo instigante para os jovens cientistas. E sabe o que me irrita? É que, por mais fascinantes que sejam os caminhos da Ciência, os religiosos fundamentalistas parecem preocupados apenas com a sexualidade do povo..."

Sobre a crença cega…

Ricardo Bing Reis Talvez o adultério tenha sido, por exemplo, na longa Idade Média das trevas, um dos principais elementos desagregadores de famílias e, assim, Sociedades/Culturas. Para tentar mantê-las razoavelmente agregadas por atenuação das brigas e crimes que auto destruíam essas sociedades, teria-se então criado regras e regulamentos extremados (pelo princípio do 'quer 5, pede 10'!). Quem sabe teria surgido daí o radicalismo das ideologias religiosas? Não sei bem.
1 de maio de 2014 às 15:39

____________________________________________________

XFORA PT
CURTA NOSSA PÁGINA: FORA PT
Twitter: @twitforapt - http://bit.ly/1fJmi35

O Plano Maligno do PT para acabar com a imprensa, sociedade, família e liberdade.

Rcardo Bing Reis Acho tão estranho que ainda hoje, alguns distintos governos de certos países, insistem em menosprezar e tentar represar o fluxo do rio (povo), com rede de pescar (suas ideologias tolas, retrógradas e obsoletas). Não podem ser políticos inteligentes e de vanguarda. Não podem.
1 de maio de 2014 às 15:02

____________________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Vacina Anti Gripe A.

QQuem deve receber a vacina?
Para escolher os grupos prioritários o Ministério da Saúde seguiu recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Além das crianças de seis meses a menores de cinco anos, integram este grupo pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, também devem se vacinar.
Quais são os vírus que a vacina protege?
A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado que são: Influenza A (H1N1); Influenza A (H3N2) e Influenza B.
A vacina contra gripe imuniza contra resfriado?
Não, pois o resfriado é diferente de gripe. A vacina não imuniza contra o resfriado causado por outros vírus.
Qual é o período de vacinação?
Entre 22 de abril e 9 de maio. No sábado (26), acontece o Dia “D” de Mobilização Nacional. Todos os postos de saúde estarão abertos para vacinação. O horário de funcionamento é das 8 às 17 horas, podendo ser alterado conforme definição da Secretaria Municipal de Saúde de cada localidade.
CONTINUAR LENDO

Ricardo Bing Reis Porteiro do meu edifício > - "Nossa Educação é ridícula. O Ensino é ridículo. Comportamento Social Cultural cotidiano tende, não raro, até ao ridículo. Portanto, o Povo (generalizando) é ridículo. A Saúde Pública é ridícula. A Segurança Pública é ridícula. A Previdência Social é ridícula. A Infra Estrutura é ridícula. A Indústria é ridícula. Condições Urbanísticas das Cidades são ridículas. Serviços (diversos) são ridículos. Congresso é ridículo. Judiciário/STF é ridículo. Executivo é ridículo. Salvo o Território e Riquezas Naturais ('gigante pela própria natureza...'), de gigante teríamos apenas os Impostos e a Corrupção. O Brasil é ridículo". Pela ótica dele, estaríamos em DESORDEM E RETROCESSO?
27 de abril de 2014 às 22:55 ·

Ricardo Bing Reis Sempre vivemos em crise , nossa história é pura crise! Mas me nego a me engajar na "ideologia da teoria da conspiração", que nada mais é que instalar o pessimismo permanente, induzindo a uma expectativa que tudo pode sempre ficar pior (mesmo que fique ...) num povo já tão usado e abusado...Autoestima é tudo , até mesmo no coletivo... Adri San
30 de abril de 2014 às 12:57

____________________________________________________

Trabalho > Ambiente: caso seja muito suspeito de algum colega de trabalho ser padecente de algum transtorno e/ou distúrbio de persona-
lidade (sendo ele egosintônico - não sabedor de si mesmo),
como proceder para ajudá-lo e também não 'contagiar'
colegas, prejudicando o ambiente na Corporação?

____________________________________________________

Trabalho, Emprego /Desemprego e o EMPREENDEDORISMO > INOVAÇÃO: Criar ideias novas não é nada fácil. Implica em pensar algo diferente do que se é pensado via de regra, obviamente no senso comum. Esse senso restrito e minoritário é justo a INOVAÇÃO. O diferente é tido como 'maluquice', por menos informados. De fato, o inovador pode sim ser um 'maluco', pode não ser. Mas há de se considerar que a 'inovação louca' pode dar certo e que, a inovação não louca pode dar errado. As ideias inovadoras é que mudaram o mundo, mudam e sempre mudarão. Agregam o novo (i-nova-ação), agregam o mais à mesmice..

Ricardo Bing Reis INOVADOR seria a pessoa que vê e enxerga diferente, as mesmas coisas que todos enxergam da mesma forma. É o tal 'estranho', é o tal 'anormal', é o tal 'excêntrico', mas que em verdade guarda relação com a genialidade. Mas cuidado com aqueles exóticos que se fazem de inovadores e criativos alternativos, que até podem ser sim inovadores, mas que podem perfeitamente não ser, por simulação de ser 'genial'. O verdadeiro inovador tende a não se preocupar em manter um esteriótipo de 'estranho', com cabelos esvoaçantes, etc...
28 de abril de 2014 às 15:41 ·

Ricardo Bing Reis Para ser um INOVADOR, a pessoa precisa saber lidar bem com os erros. É uma pessoa que tenta coisas não feitas antes; é uma pessoa que tem a coragem de vencer seus medos e ansiedades, amplificadas pelos olhos críticos de quem faz sempre a mesma coisa, o...Ver mais
28 de abril de 2014 às 15:42

Estados Imperialistas > Não seria tão incoerente imaginar que comunidades diversas controlem as ações de países diversos. Ou por outra, que países façam, indiretamente, o que certas comunidades neles contidas, querem e até impõe. Os colonizadores dos Estados Unidos parecem ter devastado civilizações indígenas em avançado grau evolutivo. Não que civilizações de baixo grau evolutivo merecessem ser assassinadas friamente. Depois, não bastasse, tomaram vários territórios do México, possivelmente na mão grande. Tanto é que, metade do território estadunidense tem nome espanhol!... Não satisfeitos, tentaram estender suas garras pelo mundo por esporulação. As ações militares no Vietnã, Camboja, Golfo Pérsico (se me lembro ainda), Iraque, Afeganistão, etc, etc; são de intenções bem conhecidas(!), embora sempre 'justificadas' por pretextos tolos, tal Guerra Fria, combate ao Terrorismo (forjado ou não). Conclui-se daí com uma facilidade que embaraça, que os Estados Unidos não são exemplo para nada nesse quesito 'Humanidade'. O que mais causa desconforto, é que nunca aprendem com os erros. Nunca. Já a negociação com a Rússia para aquisição do Alaska por uma bagatela, bem, essa, nunca entendi.

Vietnam Video Project gimme Shelter

____________________________________________________

Comportamento Social e Relacionamentos Pessoais> Frente a uma sociedade com pessoas espaçosas e folgadas, cabe a um eventual assediado comprometido ter compostura. Mesmo que ter pessoas gravitando em torno de si reforce o ego, a postura de impor limites ao assediador(a) basta como suficiente para injustificar o ciúme do parceiro. Permanecendo o ciúme a despeito disso, há de se considerar inveja para com o sucesso pessoal do atraente e/ou projeção de suas próprias fantasias de traição. Mas pode nada ser assim.

'Tenho muito ciúme de mulheres em volta de meu marido no trabalho'

 

Sociedade: Diversidades Raciais e Étnicas > Os índios parecem ter um 'temperamento forte', grau de irritabilidade significativo, resistiram quase à morte aos Impérios Escravagistas Europeus; e aos Predadores Estadunidenses. Amantes da Natureza, talvez possam ser considerados os precursores do Naturalismo, do Ambientalismo e da Ecologia. Vivem e compreendem a Natureza. Acho. E espero.

The Cult - Indian

Comportamento Social > O Consumismo: Já no início do século XX, associou-se os motores V8 do Henry Ford à belas mulheres e à vida de playboy. Esse esteriótipo ficou tão enraizado no inconsciente coletivo, que virou parâmetro de felicidade, como se ela estivesse nas coisas materiais (embora possa sim ajudar em parte). É uma vida muito cara, e que impulsiona a indústria automobilística e outras. Não deixa de ser consequência de marketing fruto da Revolução Industrial iniciada no século ainda anterior, XIX. Muitos coroas, na tal 'Idade do Lobo' ou na variante 'Tio Sukita' (que seria a Meia Idade - dos 40 aos 60 anos; ou até na Terceira Idade) insistem nesse paradigma...

The Dukes Of Hazzard - AC/DC (shoot to thrill)

SOCIALISMO > De uma certa forma, acho que poderia-se dizer que a Ideologia do Socialismo é a igualdade entre as pessoas(!); e, se o lerdo não vai para frente nem se empurrado (pois volta a parar pela inércia); resta criar obstáculos para o ativo ficar lerdo. Contudo, as pessoas são balas sortidas, mesmo fazendo a mesma coisa.

'Se duas pessoas fazem a mesma coisa, não é a mesma coisa'

____________________________________________________

COMPORTAMENTO EM SOCIEDADE > Os Estigmas Sociais: Ainda faz sentido uma frase assim? O interesse financeiro permanece norteando grande parte dos 'relacionamentos' sociais? Em caso de casais; não é machista a primeira sentença(?) e uma forma de prostituição a segunda? Entretanto, se o sucesso é medido pela conta corrente, até não faria sentido o raciocínio (mesmo que medíocre!)?

____________________________________________________

SOCIALISMO & O BRASIL > Está ficando cada vez mais óbvio que o atual governo brasileiro, está tentando de todas as formas dar corpo ao seu sonho incontido de implantar um socialismo no Brasil. Em todas as áreas isso está ficando cada vez mais evidente. Saúde, Ensino, Tributos, etc. O que o governo não percebe, é que no Brasil há sim uma grande quantidade de pessoas pensantes, mesmo que, paradoxalmente, a maioria não pense(!)... Não se deram conta ainda que não há campo fértil para o socialismo no Brasil. Não combina com nossa Natureza e natureza. E é por aí mesmo que tendem a cair do cavalo. Não se pode enfiar goela abaixo uma ideologia em um país continental, com 200 milhões de pessoas. As ditaduras militares de exércitos gigantescos não fazem mais sentido. E essa ditadura indireta não vinga. Quando mais insistirem nisso, mais se afastarão disso. Caso se mantivessem na forma de governar que vinham até 1 ano atrás (2013), até poderiam se manter por mais tempo. Quem tudo quer, tudo perde. Quem não conhece essa máxima? Pode sim até ganhar a próxima eleição, mas o desgaste, paulatinamente, enfraquece. É a tal morte lenta, a morte serena.

Ricardo Bing Reis Devido ao acesso à literaturas e mídias distintas(e igualmente, convívios), pensamos; e pensamos de formas um pouco divergentes, de pontos de vista um pouco distintos. O que é ótimo. Característica de quem concatena por si, não induzidamente. Contesta-se. Acabamos por não ler uma única cartilha. E, não rezamos por uma única cartilha. Quem pouco pensa, inseguro, se agarra na primeira leitura que consegue entender. Entendendo metade da laranja já é demais. Daí, penso, incutir-se com facilidade ideologias de esquerda na cabeça 'dos injustiçados sociais'. É uma cultura tão rasa quanto um pires. Mas acho que o DESCONTENTAMENTO das pessoas gere as pessoas. Caso se tenha experimentado da fruta, não se quererá mais voltar à 'restos'. A Classe D passando à C; e, a Classe C passando à B, mesmo que grosseiramente classificando, gerou um provar da fruta. Entretanto, foi um pseudo crescimento, falso, pelo dinheiro dos outros, pelos investidores estrangeiros, incluindo, suponho, os investidores predadores dos fluxos de capitais voláteis migratórios. Com saída desse fluxo, restou o que se é; isto é, pouco. O Brasil seria bem menos que aparentou no período do PIBão. Restou o contraste do que realmente pode-se ter, e a fantasia que se viveu. Passar-se do pior ao melhor, acostuma rápido; entretanto, acho que o caminho inverso chega a ser revoltante. Retroceder, geraria uma condição revoltante, e essa, seria o estopim para Revolta. INSATISFAÇÃO então seria a condição crucial. O mesmo mote que elevou a esquerda à salvador dos ditos fracos e oprimidos, pode, paradoxalmente, ser o ocaso. Entretanto, para ajudar no contra peso, seria sim bem interessante pararmos de pensar e fazer uma cartilha bem bitolada, simples, paradigmática, estereotipada e dogmática. Idiota até... Algo em torno de uma seita, que, baseado em paixões, tudo aceita. Vejo o socialismo brasileiro como uma seita, que foi minuciosamente trabalhada e impregnante, por, no mínimo, 3 décadas. Ou esquecemos daqueles pregadores que faziam corpo à corpo em todos os ambientes?
19 de abril de 2014 às 13:19 ·

CÂNCER E AMBIENTALISMO ( A Destruição do Planeta) > O Corpo Humano é o portador do câncer de que sofre. Até aí, tão óbvio quanto a álgebra de 2+2. É o hospedeiro da doença, que, assim, é nosso indesejado hóspede. O Câncer tenta nos matar por expansão local e/ou metástases ('espraiamento'). Já nós, somos hóspedes do Planeta, que assim, é nosso hospedeiro. Vendo assim por essa ótica (pelo desprezo e agressividade para com o nosso local de vida), passamos nós à condição de câncer; e nada mais coerente que essa analogia, visto que agimos como um parasita, como um tumor maligno a destruir a Terra. Iniciados à tempo, os procedimentos médicos podem reverter o câncer por cirurgia, quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, etc. Contudo, muito em breve (ou já tardiamente) não teremos mais remédios para a destruição ambiental. O Planeta está na UTI.

Ricardo Bing Reis Recebo seguido revistas de Planos de Saúde e outras Instituições, também de Bancos e Incorporadoras. Tudo em papel de luxo e não sei o que fazer. É terrível jogar fora, mesmo em lixo seletivo. Mas quase nada dessas mala direta me interessam.Como saber se será de fato reciclado? Mesmo quem não tem filhos jovens tem com o que se preocupar. Todos temos sobrinhos, amigos, etc... É dramático. Devia ser proibido.
3 de abril de 2014 às 23:29 ·

Ricardo Bing Reis Estamos sufocados pelo planeta em destruição. Estamos sendo oprimidos pelo calor, estamos sendo oprimidos pelas catástrofes climáticas, estamos jogados sobre o tatame sem termos como nos mexer mediante o golpe imobilizador que a Natureza ferida e revoltada está nos aplicando. Ora, se somos justo nós que causamos à Natureza os estragos e destruições que estão se voltando contra nós mesmos, somos nós mesmos que estamos nos auto destruindo, via reflexo indireto por outrem. Outrem que tem nome: Natureza. E, da malignidade auto destrutiva das pessoas, parece estar em destaque, a ganância/cobiça; de querer ter sempre cada vez mais, destruir cada vez mais para mais materializar suas coisas, cada vez mais descartar, cada vez aumentar mais o círculo vicioso de formação das trevas, das línguas de fogo do sol, que dilaceram os daqui de baixo, pela rarefação da camada de ozônio. O Inferno em Terra.
13 de abril de 2014 às 01:29 ·

Ricardo Bing Reis Por outro lado, agora sem analogias, mas pura realidade em si, os gases resultantes da destruição da Natureza agem como radicais livres, elementos oxidantes que, tal como se estivéssemos constantemente fumando via ar 'livre contaminado e impregnado', nos deprime o sistema imunológico, ao mesmo tempo que provoca irritações celulares. Ora, pelo estímulo nocivo constante, acabam por causar caos no núcleo celular ('chefe gestor da ordem e organização de toda célula'), provindo daí, tenha-se certeza, cânceres variados, não só de vias respiratórias superiores e inferiores.
17 de abril de 2014 às 13:37 ·

Ricardo Bing Reis Claudete Santos , essa sensação é péssima. Compartilho. Mas tem aquela estorinha do passarinho tentando apagar incêndio com sua gota...
18 de abril de 2014 às 23:28 ·

Ricardo Bing Reis Muitas vezes me vejo pensando decepcionado com nossa geração do início dos anos 60, a que pertenço. É a geração dominante do momento e/ou que será nos próximos 10. E, o que temos aí parece ainda pior que antes. Tanto no Brasil quanto em todo mundo. Acho que a gana por dinheiro impregnou de tal forma nossas cabeças que deixamos de pensar de forma ampla. A ganância desestruturou nossas mentes. Ninguém pensa nas próximas gerações, é o tal salve-se quem puder. Pelo menos percebo assim!
18 de abril de 2014 às 23:51

MTV Pública - Animação Destruição do Planeta Desmatamento

EDUCAÇÃO FINANCEIRA & FINANÇAS PESSOAIS > Interessei-me por uma coleção com 4 volumes. Somatório dos 4 livros ficava com preço salgado. De início, comprei só 2. Passado o efeito psicológico da primeira metade, vou comprar os outros 2. Gosto de me enganar assim, para não ficar a sensação do custo. Comentarista especializado em finanças na rádio, sempre diz que PREÇO/CUSTO é o que você cobra ou paga, VALOR é o que você oferece ou adquire. Então, aparente alto preço, pode ser pouco pelo valor oferecido (seria o investimento) e vice-versa (seria o gasto). Ou o popular dito 'o barato sai caro'. Outro sentido para gasto e investimento seria, ainda segundo ele: dispender em que não rende é gasto(casa na serra, carro mirabolante, roupas desnecessárias, etc, etc); investimento seria dispender em que dará lucro, em que renderá. Não que o gasto não possa ser coerente, exageros não são. O tal 'viver de aparências' seria uma grande tolice. Já isso quem escreve sou eu mesmo. Livros bons sempre serão investimentos, nunca gastos. Conhecer e saber nunca é demais. Já isso deveria ser senso comum obrigatório. Nem que a pessoa se engane em 2 investidas de compra.

____________________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Câncer: Informações bem básicas e interessantes.

O que é câncer? Definição
Posted: 16 Apr 2014 05:15
O corpo humano é formado por tecidos e os tecidos são formados de células. A células são as menores unidades que constituem o nosso corpo; elas crescem e morrem de maneira ordenada e regular.
O que é câncer?
As células sadias que formam os tecidos são como tijolos na construção de uma casa. Porém, elas podem ficar doentes, crescendo de forma desordenada, como se fôssemos construir uma casa com tijolos com formas e tamanhos diferentes. É nestes casos que se forma o câncer, também chamado de tumor maligno ou neoplasia.
Este crescimento desordenado de células pode comprometer outros órgãos e tecidos próximos ou longe do local originalmente doente. É o que chamamos de metástase.
Saiba o que é quimioterapia, como ela funciona no organismo e quais são os efeitos colaterais do tratamento, clique aqui.
O post O que é câncer? Definição apareceu primeiro em Combate ao Câncer - Informação é melhor remédio para a prevenção.
O que é Quimioterapia?
Posted: 16 Apr 2014 05:14 PM PDT
É um tipo de tratamento em que se utilizam medicamentos para combater o câncer.

Os medicamentos, em sua maioria, são aplicados na veia, podendo também ser dados por via oral, intramuscular subcutânea, tópica e intratecal, como explicaremos a seguir. Estes medicamentos se misturam com o sangue e são levados a todas as partes do corpo, destruindo as células doentes que estão formando o tumor e impedindo, também, que se espalhem pelo corpo.
Como é feito o tratamento?
Após a consulta médica e a liberação dos exames laboratoriais, sua quimioterapia será marcada e você receberá do enfermeiro da central de quimioterapia orientações sobre o seu tratamento, de acordo com a prescrição médica. O tratamento, que será administrado por profissionais capacitados da equipe de enfermagem, pode ser feito das seguintes maneiras:
Ambulatorial: – o paciente vem de sua residência para receber o tratamento.
Internado: – o cliente é hospitalizado durante todo o período do tratamento.
Como é administrada a quimioterapia?

CONTINUAR LENDO

SAÚDE PÚBLICA > Depressão

Você reconhece os sintomas de depressão?

____________________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Talvez, repetindo, talvez, às vezes a relação humana eventualmente deteriorada do médico para com os pacientes, guarde considerável relação com uma insatisfação na remuneração dos planos de saúde ou de seus empregadores para consigo (públicos e/ou privados). Também com excessivas e prolongadas jornadas de trabalho (superiores à 40 horas semanais no todo). Ou ainda, na minha suspeita, ambas as coisas, propulsionadas por ganância de querer-se ter mais do que é adequado à realidade. Tudo isso pode explicar, porém, acho, jamais justificar. A medicina atual, salvo raras exceções, não casa nada bem com as riquezas materiais. Sempre sugiro aos jovens postulantes à futuros médicos que, caso queiram entrar na medicina pensando em dinheiro, que não o façam, que procurem ser empreendedores em outras áreas. Boa vontade e respeito é o mínimo que se é exigido no trato com qualquer ser humano; qualquer que seja...

____________________________________________________

CATASTROFISMO parece ser exagerar-se a realidade, ver elefantes onde há formigas. Prudência é estar conectado com a realidade, ver os fatos minimamente dentro dos parâmetros da vida, das coisas e das instituições, suficientemente proporcional tal qual são. Prever dificuldades institucionais, principalmente as financeiras, pode eviatar severas enxaquecas futuras. Acho. Também não confundir com agourar (a marca registrada da infantilidade e imaturidade).

Standard & Poor's rebaixa nota de crédito de mais nove bancos brasileiros

"... Seu falecimento, como é o caso com todos os artistas, apenas ativa um legado que deverá ser a fonte de onde atores no porvir irão buscar saciar sua sede..."

Ricardo Bing Reis Tanto a maldade quanto a bondade (dentre as bilhões de pessoas do mundo atual), proporcionalmente, sempre existiram, há milênios. Talvez a proporção tenha variado aqui e ali, para mais e para menos; entretanto, o nosso lado maligno e benigno, que existe dentro de todos nós (em alguns mais preponderante um que outro); sempre esteve presente. O grau/intensidade da maldade e da bondade também. Essa energia, tanto a positiva quanto a negativa, não se dissipa; talvez tenha um limite para fazê-lo, se fizer. Dessa forma, a maldade de sempre, sempre volta-se contra uns e outros, dependendo do período e da forma como vem. Mas que vem sempre vem. Seria o efeito dominó infinito, tanto do bem (círculo virtuoso), quanto do mal (círculo vicioso), quanto de ambos. Indiferença pode haver nos seres humanos entre si, mas não desses para com suas próprias maldades e bondades. Acho.
13 de abril de 2014 às 00:41 ·

Ricardo Bing Reis Se isso estiver razoavelmente correto, aquela maldade das guerras da Idade Antiga se reproduziram depois nas guerras da Idade Média, repetindo-se nas guerras da Idade Moderna e ainda depois nas guerras da Idade Contemporânea. Parece que sempre houve, há e haverá uma agressividade mínima bem significativa a se perpetuar, de uma forma ou de outra, contudo, sempre presente. Da mesma forma que a bondade sempre se manifesta e se contrapõe. Para bem de todos. Talvez daí dizer-se que a História sempre se repete.
14 de abril de 2014 às 14:16 ·

Machismo controverso e a morte de José Wilker

Macro Economia & Brasil.

Especial Entrevista com Luiz Carlos Mendonça de Barros - Órama

_______________________________________________

Uma das características que mais me irrita no brasileiro é sua capacidade incrível de esbravejar sobre qualquer tópico em um dia, mas esquecê-lo completamente no dia seguinte. Parece que vivemos de aparência, como que agindo conforme o que dita a modinha do momento. O problema que causou a revolta não deixa de existir, muito pelo contrário, normalmente se intensifica com o silenciar do povo. É o caso da popularmente conhecida “Lei da Mordaça”, a lei das biografias, que causou comoção no ano passado, mas que ninguém mais discute...

OCTAVIO CARUSO CONT.

Ricardo Bing Reis A submissão e o poder de indignação de uma pessoa, de pessoas e de povos, talvez tenha certa relação com suas raças e etnias. Embora a irritabilidade, o medo e a depressão tenham participação de origem genética muito penetrante no comportamento dos diferentes perfis de personalidade, em se tratando de Poder do Estado, a submissão pelo medo e depressão acaba se sobrepondo à raiva e sua consequente irritabilidade, indignação e revolta. Não se trata de acomodação ou comodismo, não se trata de passividade; porém, penso, impotência no mais das vezes, visto quem estar governante ter o poder de polícia e de forças armadas a seu favor. Como enfrentar isso com galhardia sem medo? Beiraria a tolice auto suicida (sob análise da integridade física), se jogar em um campo tão arriscado de brigas, lesões e prisões em combate perante aquele armado, treinado e que tem a seu favor o lema: 'para os amigos, tudo; para os 'inimigos', os rigores da Lei'... Essa imposição cultural da 'democracia ditatorial' se fez presente até hoje, suponho, em todos os povos, em todos os tempos, com revoluções populares aqui e ali, com sucessos aqui e ali; entretanto, nunca a tônica e sim a exceção.
13 de abril de 2014 às 00:28 ·

Ricardo Bing Reis O governo chegou ao poder via movimentos populares por catequizações em massa, no dito corpo a corpo. Agora, vive o outro lado da democracia. A mesma que põe no poder, pode tirar de lá, dependendo do seu desempenho. Não aceitar que o ciclo político pode estar acabando, é uma demonstração de que se é democrata nas horas boas e ditador nas ruins. Por outra, sempre ditador, pois quem uma vez ditador é, sempre ditador é. Tanto quanto se pode ser capitalista nos lucros e socialista nos prejuízos. Depende do que for mais conveniente na hora. O discurso é flexível e 'democrático' para a circunstância vigente. Talvez faça sim parte da Natureza humana querer se impor. O democrata e diplomata, seria então, aquele que consegue dominar à si mesmo. É sinal de grandeza. Consegue se administrar suficientemente bem. Também sabe reconhecer, por exemplo, a hora de sair do governo por rejeição popular. Violentar a opinião e vontade do povo, tem prazo de validade muito curto em tempos de redes sociais, por mais que se tente também limitá-las. Sempre haverá ainda muitas outras formas de comunicação não controláveis.
13 de abril de 2014 às 01:06

_______________________________________________

Ensino Público > No Brasil, 25% dos adultos são analfabetos. Desses, parte é por analfabetismo funcional; parte é por analfabetismo absoluto. Como estruturar um programa/planejamento de melhorarmos?

Refundar a educação pública é um objetivo, mas ainda não existe o 'modo de fazer

BRASIL......

Ricardo Bing Reis Em um país de dimensões continentais, parece que as coisas ficam mais difíceis. Além do Brasil, também a China e a Rússia tem complexos problemas de construção e manutenção de infra estrutura. Mesmo para os Estados Unidos. Não na Califórnia nem na Flórida, mas procure ver regiões interioranas e periferias de grandes centros urbanos... Canadá, Noruega, Suécia, Finlândia e Austrália, tem todos também dimensões continentais, contudo, a população gira entre aproximadamente 5 e 20 milhões de habitantes (ou algo parecido) e se concentram quase todas ao sul de cada país citado, exigindo uma malha de infra estrutura mais concentrada e menos ampla. Países mais compactados tal Alemanha e Japão parecem serem mais propícios a planejamentos e execuções mais fáceis (ou menos difíceis!). Acho.
13 de abril de 2014 às 01:46 ·

RÚSSIA......

_______________________________________________

Ricardo Bing Reis Somente a cidade de Buenos Aires, tem quase a mesma quantidade de Livrarias que toda região sudeste brasileira, ou uma relação algo próxima disso. Então, somos incultos porque temos poucas livrarias(?) ou temos poucas livrarias porque somos incultos? Ora, se não há mercado, não há o mercador, o mercantilista. Dessa forma, fica evidente que pouco temos livrarias, porque pouco lemos, pouco sabemos, pouco culto somos. Parece que a burrice está generalizada, parece que a tolice está disseminada. Parece endêmica, parece epidêmica, parece pandêmica. E, eu acredito que, o maior atestado de ser parvo, é não precaver perigos; é não ser cuidadoso; é não pensar nos possíveis imprevistos; é não pensar no perigo antes que ele apareça e aconteça. Fonte de informações relativas às livrarias: meu rádio de pilha.
13 de abril de 2014 às 01:18 ·

CHARGE

Ricardo Bing Reis Tempo Disponível Para Prática de Atividades Prazerosas & Ambientalismo Ecológico > Dispor de bom tempo diário, implica em diminuir carga e sobrecarga de trabalho. Isso é mais facilmente viável caso se trabalhe por iniciativa privada e caso se ofereça mão de obra (bem) qualificada, para render (bem) mais, por (bem) menos tempo. Para isso, geralmente deve-se também, não almejar tantos 'quereres', senão haverá incompatibilidade de metas para uma vida suficientemente boa. A diminuição do consumo (condição imperativa para poder-se aliviar a sobrecarga de trabalho que implica em longas jornadas), proporciona multi vantagens, dentre elas, o já mencionado lazer e, indiretamente, atitudes ecológicas e ambientais. Isto pois, consumindo-se menos, também descarta-se menos coisas a serem jogadas ao lixo, poluindo-se menos.
12 de abril de 2014 às 17:50 ·

Mega Economia & Mega Investidores (não predadores e predadores); e os reflexos na vida(?) pessoal e familiar > O estilo de vida de quem trabalho no Mercado Financeiro e de Bolsas de Valores (etc), parece mesmo ser enlouquecedor. Além das consultorias e atividades dentro das gigantescas Corporações, tem-se a exaustiva tarefa de estar sempre diariamente super atualizado, mediante múltiplas fontes de informações, quer pela mídia, quer outras origens. Não parece ser um ramo muito compatível com uma vida de tempo disponível para a prática de atividades prazerosas; quanto mais com a paternidade/maternidade (pelo menos não, suponho, com boa qualidade; não raro sequer de corpo presente, quanto mais de corpo atuante e participativo na família). Lamentavelmente, tal 'way of life' da trabalholatria (vício pelo trabalho - workaholicismo) e dinheirolatria (vício pelo dinheiro - ganância/cobiça ), é igualmente encontrável em diversas outras profissões. Reiterando para ênfase, DIVERSAS OUTRAS PROFISSÕES. Vale a pena ser milionário nessas condições de vida? Muitos acham que sim.

Imagine Só - Cenas do Filme

Náquina Pública Inchada > Isso não pode dar certo! Mais cedo ou mais tarde explodirá! As contas com funcionalismos, assim como as contas da Previdência, não tem mais como fechar. Governantes não estão mais satisfeitos em comer os ovos de ouro das galinhas; já querem comer todas elas (contribuintes empreendedores, empresários, profissionais liberais, autônomos, da iniciativa privada, etc). O limite (que são as fontes secando) não tardará, caso mantenha-se a forma como as coisas estão sendo feitas. E aí, como fica?

CARGOS COMISSIONADOS ONERAM O PAÍS

 

Burocracias e Desconfianças > Tenho a sensação de que no Brasil, você é tido como culpado até que prove em contrário. O coerente seria seres considerado inocente até prove-se o contrário. No primeiro caso, o ônus da prova caba ao acusado. Na segunda circunstância, o ônus da prova recai sobre o acusador. Assim, aqui, mais do que em qualquer lugar, há de se ter tudo arquivado e armazenado para caso se tenha uma surpresa!... Além disso, como parte-se do pressuposto de que 'todo mundo é suspeito', pede-se documento de tudo e de todos, para você provar-se não transgressor. É cultural (dado ao povo que se tem), suspeitar de uma pessoa (mesmo sem indícios contra ela). Talvez por isso, solicita-se ao requerente de algo (principalmente em Órgãos Públicos e Cartoriais), apresentação de uma parafernália de documentos, mesmo para coisinhas muito simples, banais e corriqueiras. Acho.

O importante desafio das empresas diante da gestão de documentos

_______________________________________________

Vida Estudantil e Profissional > O estudo e o trabalho tendem a ser sempre rotineiros, até entediantes. É assim mesmo. Quanto mais se espera deles, mais pode a pessoa se frustrar, mesmo quem ama o que faz... Quem trabalha em coisas diversas, com distintas tarefas durante a semana, pode ter, exatamente no fato de ser ofício variável, o elemento enfadonho. É importante que o Jovem saiba disso, para não desanimar e fazer desistências que travarão no mesmo impasse, logo ali.

Ricardo Bing Reis O lado bom disso é que, fazendo-se a mesma coisa todos os dias e o dia todo, executaremos bem feito, o melhor que se pode oferecer.
9 de abril de 2014 às 13:34 ·

As coisas podem parecer mas não são sempre iguais

Economia e Investidores Estrangeiros > Imagino que, assim como tem-se investidores predadores, tem-se também investidores sem intenção de prejudicar os países; e sim, fazer negócios que sejam bons para ambos. Estes últimos sim interessam. Os primeiros precisam ser identificados, garimpados e evitados, por mais que se precise de seus capitais. Considerando-se os investidores interessantes, fica difícil de trazê-los para um país sem Ensino, sem Saúde Pública e, à ótica deles, muito principalmente sem Infra Estrutura, Reforma Política e Reforma da Máquina Pública (e gastos com funcionalismo, gastos burocráticos, burocracias, etc). Para o investidor, não há indícios suficientes de confiabilidade de que receberá de volta o dinheiro emprestado e com juro combinado. Tivemos um PIBão em 2010 pois a enorme quantidade de dinheiro circulante não era nosso!!! Foi um crescimento fictício, surreal, baseado na circulação de mercadorias e prestações de serviços, sem fundamento em solidez econômica e independência financeira do país (por indústria pujante, ou avanços nas pesquisas tecnológicas e mercado de tecnologia, etc). Nada disso. O dinheiro externo, ao sair, deixa uma realidade explícita: o despreparo do país em gerar suas próprias riquezas, incapacidade de sustentar-se por si só. Último recurso é elevar as taxas de juro (taxa Selic) para estratosféricos 11 ou 12%. Aí, os investidores arriscam-se, pois o juro mirabolante compensa o risco. Mesmo que não se pague toda dívida contraída, acaba compensando o investidor! Porém, como pagaremos tais juros? Essa são as Políticas Econômicas suicidas dos países e povos que não desenvolvem suas competências. Acho.

Ricardo Bing Reis Até onde eu sei (nunca tão longe), o capital volátil que circulou no Brasil de mais ou menos 2009 à 2012, seria provindo do Hemisfério Norte, entenda-se, da crise econômica dos Estados Unidos e União Européia, a partir de 2008. O dinheiro migratório veio para os Emergentes do BRICS. Com a recuperação do 'Primeiro Mundo' em aproximadamente 2013, o fluxo de capitais especulativos migrou de volta, deixando o BRICS a ver navios. E, agora, o povo se acostumou a ter, se acostumou a ter também perspectivas crescentes de aquisições. E, a realidade mudou. Suspeito que acostume-se com o melhor quase que de imediato. Já passar de uma condição melhor para uma pior... Poderia dizer-se então, ser daí o descontentamento e a insatisfação que impulsionam os movimentos sociais?
9 de abril de 2014 às 17:21 ·

FMI reduz pela quarta vez seguida previsão de crescimento do PIB brasileiro para 2014

A Sociedade e as Redes Sociais > Se a sociedade tem coisas do bem e boas, por que as redes sociais deixariam de ter coisas do mal e ruins(?) dessa mesma sociedade? As redes sociais são a própria sociedade, via online. E, penso eu, a tendência lógica seria pensar-se que, são justo os mesmos comportamentos do meio social que se replicam nas redes sociais.

Ricardo Bing Reis As redes sociais reproduziriam online o comportamento social, tanto nas suas coisas do bem e boas, quanto, igualmente, nas suas coisas do mal e ruins. Seriam reflexos.
9 de abril de 2014 às 13:47 ·

Redes sociais tem lado extremamente negativo

_______________________________________________

Ambientalismo > Acho que não seria exagero nenhum dizer que os rios são destaque na ecologia. Temos mais de 80% de nosso corpo em água (precisamos beber), o gado precisa se hidratar também, e a agricultura sem irrigação... Os rios determinaram o modo de vida sedentário (no sentido de não precisar matar '1 leão' por dia, pela sempre incerta caça!), através da agricultura. São o berço das civilizações, onde elas se organizaram tal está aí. Assim como prosperaram pelo benefício das águas doces nos primórdios da Idade Antiga há aproximadamente 7 mil anos (acho), justo daí podem sucumbir pela poluição dos recursos hídricos.

Mesopotâmia #2 - O que é Crescente Fértil

Planejamento Financeiro Pessoal (também Familiar/Profissional) & Saúde Pública > Problemas financeiros são pontos negativos na busca da longevidade sadia, visto desencadearem severo estresse. Pode, não raro, abreviar a vida por doenças geradas (diretamente, ou exacerbadas indiretamente como coadjuvante) pela ansiedade e depressão nas crises financeiras

Conheça 10 fatores que encurtam a expectativa de vida

_______________________________________________

Saúde Pública e a Drogadição > Não bastasse as fragilidades psico-mentais do dependente químico, leva-se o padecente ao limite de suas resistências. Nada pode ser pior que o desprezo que isso representa para qualquer pessoa, quanto mais para portadores de distúrbios e/ou transtornos psico-mentais.

Pacientes são flagrados dormindo no chão do Cratod, em São Paulo, por superlotação

Saúde Pública, Ensino Público, Economia e Política Econômica > Opinião e ponto de vista sobre um planejamento e plano de governo; ou 'desplanejamento' e falta de plano de governo. Ideologias Políticas e seus reflexos na Economia e no Social. É mais inteligente, mais trabalhoso e mais elaborado fazer um Plano de Governo(?), ou fazer-se valer de artifícios de linguagem indolentes?

Todo brasileiro precisa ver este vídeo

Educação (Formação) & Escola (Informação) > A família, como se diz, é a base da sociedade. Seria a célula do tecido social. Isso porque, é na família que se processa a educação; por meio de carinho e limites. É a encarregada da formação do caráter (salvo limitações orgânicas mentais). A escola, tem como função primordial, o ensino, isto é, fornecer a informação e também ensinar a pensar. Isso não quer dizer que as funções não possam ser, em menor intensidade, invertidas; ou seja, a família auxiliar no estudo e a escola auxiliar na educação. Entretanto, se cada um não fizer suas funções básicas de forma muito significativa, o outro não terá como compensar. Por isso, certos pais incompetentes, terceirizam a educação de seus filhos às escolas. Claro que não vai dar certo!

Escola não é a única responsável pela educação de crianças

Finanças Pessoais e Públicas; Economia > Sustentar-se economicamente baseando-se no consumismo e prestações de serviços, a partir do fluxo de capitais de investidores predadores não seria uma areia movediça? E, já nos milenares conhecimentos da Bíblia, não se dizia para construir sua casa sobre a pedra (pensamento independente de credos!)? Assim, não estaríamos sujeitos à vontade do investidor predador!?... Não se pode reclamar quando não se pensa por si, quando não se produz por si, quando não se financia por si mesmo. Depender dos outros sempre foi inseguro? Claro. também penso que é sim função do governo proteger seu povo menos esclarecido, mediante imposições de fatores de limitações e corretivos aos capitais especuladores predatórios, sob pena de um caos generalizado no país. Milhões de pessoas (não capacitadas por falta de instrução; e, até pessoas tecnicamente pensantes), em muitas vezes, precisam de um suporte, precisam de uma ação paternalista do Estado. A função do Estado não é apenas recolher impostos; porém também, dar tranquilidade e segurança aos seus contribuintes. Tal relação de pais e filhos. O país, então, deveria ser como uma grande família, o que também inclui as limitações familiares.

Venda de imóveis residenciais novos caiu 49,1% em São Paulo no mês de fevereiro

_______________________________________________

O Ensino Público e a Política Eleitoral (e Eleitoreira) > Para eleger-se em um país culto, há de se apresentar e disponibilizar cultura. Fazer um Plano de Governo e deixá-lo à análise de um povo culto não é exaustivo (pela controvérsia e ideias distintas, mas que podem ser complementares!)? Em contra partida, cativar um povo inculto não seria tão fácil quanto tirar o doce de uma criança? Uma população de pensamento em estilo prato raso, precisa de um pensamento em estilo prato fundo para ser direcionado? O maior mote para um governo inculto manter-se no poder, poderia ser a própria falta de lucidez de seus cidadãos(?), por insuficiência de conhecimentos para avaliar e distinguir o bom do ruim, até para si mesmo? Parece mesmo comodismo cultural, e também um recurso, o candidato estudar apenas a metade da laranja (ou nem isso), mediante pretextos ideológicos, que atalham o raciocínio dos incapazes, de obter uma visão mais ampla e completa dos fatos. Exige mais premissas, mais conclusões e mais dinamismo de pensamento. É desnecessário isso entre um povo despreparado, pois ele povo, em sua maioria, não entenderia mesmo... Quanto mais sucinto e básico, quanto mais prato raso, mais votos!

ECONOMIA & SOCIEDADE > Talvez esse enunciado também possa, um pouco forçosamente, ser interpretado por Capitalismo & Socialismo. Títulos e temáticas, penso, já meio obsoletos. Um socialista poderia pensar (e quiçá o faça) que , se há um rico, vários pobres foram 'produzidos' para isso. Matematicamente faria sentido e seria um injustiça mesmo, algo predador e parasitário; mas a Economia, por mais incrível que possa parecer, vai muito além de meros números, são pessoas que a gere, são pessoas que se relacionam com números e cifras, nunca somente um ou outro; porém sim, um somatório; em uma relação onde ambos saem ganhando. Tanto que existe a pesquisa de mercado/consumidores.

Socialistas recebem aula de Capitalismo

Comportamento Social > O convívio continuado e sem intervalos, pode gerar tédios uni ou bilaterais. Ou multilaterais, se grupos (de trabalho, de excursão, de estudo, de esporte, de religião, etc, etc). É importante sempre que possível, e de bom senso (sem exageros nem omissões), dar tempos de privacidade a quem nos cerca. Soa primário dizer isso, mas muitos (que até extremados são no 'grude'), parecem não verem a si mesmos, 'alugando' os outros. São os chatos que literalmente torturam. Também vale para não chatos, pois a relação sem solução de continuidade, desgasta o dia a dia também de pessoas não impertinentes..

Ficar grudado como chiclete no outro nem sempre é gostoso

Comportamento Social CONT.

Ricardo Bing Reis Uma senhora de 86 anos me confidenciou que estava se separando do marido. Já casada há mais de 60 anos, me causou espécie. Perplexo, perguntei como pudera isso acontecer. Ela respondeu que ele era empresário e nunca estava em casa. Quando vendeu a empresa já bem idoso, ficou em casa com ela; então ela disse que percebeu nunca o ter conhecido bem... Era tão ranzinza e chato que não aguentou mais!!!
3 de abril de 2014 às 23:37

Ricardo Bing Reis Considerar isso, pode ser muito importante para os relacionamentos, para casais; e para com os filhos também. Overdose de 'nãos' e de limites podem dar efeito inverso. Induz à minar amizades, até as mais sólidas. As pessoas ansiosas, fóbicas, obsessivo compulsivas, observo, tem um grau de insegurança que as predispõe mais a esse tipo de comportamento desagradável para quem convive com. Dentre outros perfis de personalidade igualmente inconvenientes, poderiam ser classificados de vampiros emocionais.
4 de abril de 2014 às 08:21 ·

_______________________________________________

Empreendedorismo > Consultorias.

Como Funciona o Processo Coaching
O Coaching é realizado em Sessões (reuniões) que duram entre uma hora e uma hora e meia no máximo.
O Processo de Coaching prevê uma média de 12 a 15 Sessões, mas pode limitar-se a uma ou duas Sessões apenas dependendo de cada caso.
O intervalo entre as Sessões,normalmente é de uma semana.Em casos especiais pode haver um intervalo de quinze em quinze dias, ou mensal (mais raramente) conforme o objetivo e atividade profissional de cada cliente.
A que público se destina o Coaching ?
O Coaching é uma metodologia de desenvolvimento comportamental e como tal destina-se às pessoas que estejam vivenciando um momento de desconforto e estejam desejando retornar a um dia a dia produtivo, rentável, feliz e mais saudável.

CÂNCER E OS ESTADOS IMPERIAIS > Analogia para que povos Imperialistas (que sonham em conquistar o Mundo) pensem 2 vezes, ou bem mais!... O Câncer seriam células que sofrem, grosso modo, uma espécie de mutações; adquirindo uma condição caótica, são células enlouquecidas que agridem as vizinhas, destruindo-as para ganhar espaço por entre os tecidos. Pode ocorrer de, seu crescimento ser tão grande que promove a formação de vasos sanguíneos acessórios (reação neovascular). Entretanto, em caso de crescimento exagerado, uma parte do tumor acaba por não ser mais vascularizada (isquemia) e essa fração termina por morrer (necrose tumoral). Da mesma forma, os povos metidos a Imperialistas, são caóticos e malucos que agridem os vizinhos, e pelo menos de alguma forma destruindo-os para conquistas territoriais e/ou econômicas. Em todas tentativas Imperiais até hoje, o ocaso pós apogeu, ocorreu por excesso de espraiamento, ficando vários setores enfraquecidos por excessiva expansão. Impossível vigiar tudo por todo o tempo e por todo sempre. Daí resultou a contra partida contra o Império Romano, do Império Napoleônico e do Império Nazista, para citar apenas 3. Então, quem quer se lançar à façanha maligna, que tenha em mente que o tumor maligno pode auto limitar-se em sua própria malignidade.

Câncer - Causa e tratamento

Saúde Pública > Nem o diagnóstico é simples. É difícil e longa a investigação etiológica para se chegar a um diagnóstico de alta probabilidade; e certeza. As dificuldades já começam por aí.

Dia de conscientização do autismo

_______________________________________________

Comportamento Social > O contraditório, ao inverso do que parece para muitos (intolerantes) e do senso comum, é a grande chance que temos de enriquecer nossos pensamentos. Mesmo que não seja procedente, lhe trará ainda mais dados, nem que para evitá-los. Além disso, o pensamento supostamente antagônico, ao invés de ser sempre um confronto de pareceres, pode, nada raramente, serem partes complementares de uma mesma verdade; isto é, duas metades de uma laranja.

Aprenda no confronto

Escola da Vida

Escola da Vida: brincadeira só é alegre quando todos se divertem

Ricardo Bing Reis Comportamento Social e o Outro > Assim como em negócios 'o bom é quando todo mundo sai ganhando'; também em brincadeiras 'o bom é quando todos se divertem'. Brincadeiras de zoar, podem ser até sentidas como bullying pelo outro, sem que você tenha exata...Ver mais
1 de abril de 2014 às 17:44 ·

Profissionalização > Estudar, e muito, é básico. Contudo, conhecer a si mesmo é, no mínimo, igualmente importante. É a dita mão de obra mais qualificada que o trabalhador pode oferecer de si (a melhor qualificação possível disponível por aquela pessoa). A pessoa psicoanalisada e/ou medicada (quando necessário), terá no seu ofício, um equilíbrio emocional e sentimental mais sólido para lidar com as adversidades cotidianas, tanto em relações humanas intra empresarias, quanto nas extra empresariais. Também na execução das tarefas. Renderá ainda mais em ainda menos tempo, sem tanto estresse, por conhecimento, auto conhecimento e auto estima.

XEstou pensando em mudar para uma área que não exige tanta concentração e atenção a detalhes'

Empreendedorismo & Qualidade Total > O cliente deveria ter a sensibilidade de se colocar no lugar do Empreendedor. Essa empatia, se faz necessária para que ele perceba que não há milagres. Pode-se almejar basicamente 3 coisas: preço barato, rapidez e qualidade. Se você cliente tiver bom senso, verá que só se pode oferecer os 3 itens, aos pares. A Qualidade TOTAL não existe. É um conceito dos anos 90 e que invadiu os anos 2.000! Não há como chegar-se à perfeição. É surreal. O Empreendedor deveria ter isso em mente (sem esperar o infarto para que finalmente perceba), para precaver-se. O cliente precisa desenvolver em si o bom senso, até para sua satisfação dentro da proporcionalidade da realidade, colocando-se imaginariamente no lugar do prestador do serviço.

Cliente é você ao contrário

IMAGINE

Ricardo Bing Reis Considerando-se os diferentes perfis de personalidade e caráter por todo o mundo, acho que ele, John Lennon, tem razão ao dizer-se que pode ser um sonhador, pois é mesmo. Acho que precisamos viver na realidade. O papel e a música aceitam tudo, o comportamento das pessoa não. Caindo no mundo real, o que se pode fazer de melhor é aumentar as vigílias, as denúncias; e medidas rígidas para casos anti sociais graves (psicopatas e sociopatas). E, se o cidadão de bem (e principalmente do bem) puder fazer um esforço extra, seria uma forma de as coisas melhorarem mais ainda, sem precisar entrar no mundo surreal das fantasias e dos sonhos.
1 de abril de 2014 às 14:43

Comportamento Humano e a Opressão > A pior sobrecarga opressiva é a que damos a nós mesmos. É o perfeccionismo ou o 'querer abraçar o mundo'. Por uma analogia, se oprimimos a nós mesmos, a somatização da pressão pode resultar, após anos, em isquemia cardíaca. É o estresse resultando em vasculopatia (coronariopatia ou AVCs). Por ironia, a dor da isquemia cardíaca, muitas vezes, é uma sensação de opressão no peito, uma angina (um angor pectoris).

Liberdade essencial, a ausência de opressão

_______________________________________________

Comportamento Social > Bom Humor é quando se consegue rir de si mesmo. Sinal de maturidade e tolerância consigo mesmo. Rir dos outros tem outra classificação: cinismo e/ou fofoca. A primeira circunstância é grandeza; a segunda, mediocridade, imaturidade. Precisar puxar os outros para baixo na tentativa de se sobressair em algo é muito mesquinho.

Rir dos outros é pobreza de espírito

_______________________________________________

Funcionalismo (Público ou Privado) & Empreendedorismo > É difícil a decisão de mudar de ofício quando não se está nada satisfeito com o trabalho que se exerce. O Ansioso tende a não se adaptar tão bem na livre iniciativa, procura estabilidade (proteção). O mais Maníaco (aquele com seus medos atenuados), tem maior predisposição ao risco. Tenho a forte sensação, mas nenhuma certeza, de que os ansiosos, perfeccionistas, obsessivos e compulsivos são a maioria.

Mauro Halfeld está de férias e retorna em abril

"... O resultado da pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que 58,5% dos entrevistados brasileiros concordaram totalmente ou parcialmente com a frase “Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”. Como protesto pelo resultado da pesquisa que confirma o alto nível do machismo na sociedade brasileira, um grupo de mulheres inicia um movimento público divulgando fotos sensuais de si próprias nas redes sociais. Um selfie de topless com os dizeres: “Não mereço ser estuprada”..."

O ccaso “mulheres merecem ser estupradas”

Ricardo Bing Reis Hoje, em quase todo o mundo de cultura ocidental (e também em grande parte do mundo oriental), as mulheres se vestem da mesma forma em estilo (e, dentro do estilo, com enorme gama de variações). A sensualidade feminina está quase generalizada e bem evidente, o que não tem nada de mais, desde que não vulgar(e nem isso justificaria um estupro). Isso está tão difundido, que banalizou; isto é, todos já estamos acostumados com o estilo. Foi assim também quando surgiu o biquini (acho que nos anos 50) e a mini saia (pelos 60). Assim, ninguém pode declarar-se surpreso com os novos (e já antigos) hábitos. Alegar as vestimentas como motivação, é estar fora do mundo, ou, muito mais provavelmente, eximir-se do ato criminoso. (Mal) explica e jamais justifica. Até pode ser forma de se aliviar da culpa (se é que um estuprador sente culpa!). São o que se diz 'tarados', por distúrbios e/ou transtornos de caráter e sexual (desvios sexuais). Acho.
1 de abril de 2014 às 14:16 ·

Cidadania Mundial e a Tecnologia > A tecnologia realmente fez das pessoas 'Metamorfoses Ambulantes'(?); ou será que o insuficiente e inadequado 'senso comum' ficou ainda mais difundido(?), deixando o estrito senso ainda mais restrito?

Metamorfose Ambulante

 

Planejamento Financeiro Pessoal: Compra de Imóveis sempre requer um cuidado extremo, para o sonho da casa própria não virar um pesadelo. Vale a pena ter conhecimentos mínimos de Economia e Política Econômica, inclusive em ótica internacional, para prever e precaver-se de até 'tragédias' financeiras e pessoais (reflexos na vida conjugal - não são muitos os casamentos que resistem a uma gravíssima crise financeira - , reflexos na vida em família, reflexos na saúde psíquica, reflexos que se manifestam por sobrecarga emocional e estresse, etc, etc, etc)!... Quem não conhece alguém que já tenha entrado em uma fria?

BOLHA IMOBILIÁRIA

_______________________________________________

Perguntei sobre INFLAÇÃO à Sardenberg na Rádio CBN, terça (24/01/2014).

Por que a inflação brasileira aumenta mesmo em tempos de 'vacas magras'?

Ricardo Bing Reis Raciocínio e Pergunta > "Quando resolvo combinar os índices, muitas vezes fico sem entender como as coisas funcionam!... É sabido que em tempos de 'vacas magras', aumenta-se o juro (Taxa Selic) para atrair capital estrangeiro. Também sobe o dólar. O que não consigo entender é por que aumenta a inflação(?)! Explico minha dúvida: se o crescimento é insuficiente e até deficitário, temos tendência de desemprego e menos dinheiro circulante no mercado. Passamos a ter, teoricamente, sobras de produtos. Pela lei da oferta e da procura; e, tendo em vista a baixa da procura, o preço dos produtos não deveria diminuir(?), não deveria haver deflação ao invés de inflação"?
30 de março de 2014 às 01:22 ·

Ricardo Bing Reis Na ampla e longa resposta, ficou dito que há muitas outras coisas envolvidas. Citou diversas, entre diversas. A que captei e percebi como mais impactante para elucidar onde estava o erro enigmático da pergunta, recaiu sobre justo a alta do dólar. Essa alta, encarece a importação de matéria prima para industrializações diversas. Peças eletroeletrônicas, insumos para agricultura, medicamentos genéricos para serem processados em 'montadoras de medicamentos', etc. // Comentário paralelo de economista meu conhecido: 'Poder-se-ia ainda, alegar que tais produtos vem da China onde o preço é mais acessível. Mesmo que assim fosse, e talvez não seja, são em dólar (ainda que não caros), mas tal sempre foi em dólar e em valor até então mais baixo.
30 de março de 2014 às 01:30 ·

FATO.....

Ricardo Bing Reis Nossa colonização, acho, provavelmente não foi das melhores. Enquanto os Estados Unidos recebeu a família Real Inglesa e sua Côrte, recebemos nós possivelmente degradados, bandidos, doentes, doentes mentais, sem terra, sem teto, etc. Imagino eu. Quem de elite cultural e social pegaria um navio aventureiramente para 'tentar a vida' nas selvas brasileiras?
27 de março de 2014 às 17:43 ·

Ricardo Bing Reis Há 40 anos, meu pai dizia que nós filhos, ainda adolescentes, herdaríamos um Brasil como potência próspera e com poucos problemas sociais. Mesmo sendo sexta ou sétima economia do mundo, temos ainda agora alto índice de analfabetismo; e, continua não próspero e com uma sociedade caótica, ainda bem pior ao que estava quando ele disse o dito.
30 de março de 2014 às 00:45 ·

_______________________________________________

Ensino Público e os Resultados Econômicos > Se a Escola é a maior responsável pelo Ensino/Informação, cabe sim a ela, escola, a função de preparo de pessoas instruídas e futuros bons profissionais. Isso, evidentemente refletirá em mão de obra de muito melhor qualidade, e uma produtividade maior. Porém, os resultados, além da questão estrutural (construção de escolas, material escolar, uniformes, alimentação, etc), vai à questão funcional. O potencial de intelectualidade genética do aluno é inquestionável para os resultados, mas ele tem que querer aprender. A obstinação pode inclusive suplantar dificuldades mentais de raciocínio (o dito QI). Da mesma forma, professores com excessiva dificuldade de concatenar as ideias ou péssima didática, nem deveriam ter sido admitidos. Não bastasse, uma parcela que desconheço, acredito, não tem a menor vontade de ensinar, não tem a menor intenção de ajudar; não raro até se esquivando e se escondendo atrás de atividades burocráticas para fugir das salas de aula (sem que isso signifique que todos que estão nessas atividades são refugiados do contato com os alunos). Acrescente-se a esse trágico cenário, o fato de ser hilário o salário dos professores na rede pública (e talvez também na rede privada). É grave fator predisponente de desleixo de muitos mestres, por geração de intenso (e coerente) descontentamento/insatisfação. Há de se entender também, que muitos alunos vem sem a educação de casa e agridem os professores, tanto psiquica, quanto até fisicamente. Situação é complexa e faltam ainda mais dados.

Não há desenvolvimento econômico sem melhorar o ensino fundamental, diz OCDE

O Ensino e a Criminalidade > Se, a formação do perfil de personalidade (salvo distúrbios mentais orgânicos) se faz no lar, mediante formação de caráter por afeto e limites, não será a Escola (mediante o Ensino) que conseguirá desenvolver essa função. Pode ajudar o menor abandonado e meninos de rua a sairem delas, bem como acolher um pouco mais aqueles que sofrem maus tratos em famílias caóticas (nesse caso, nem seria um lar!). Também oferecendo maior instrução e melhores perspectivas e esperanças frente à vida. Mas, reitera-se, o caráter basal vem do lar.

Educação escolar ajuda, mas não tem poder mágico de solução

_______________________________________________

"... A internet já era um ambiente livre, criativo e seguro. Quais interesses verdadeiramente estão por trás desses esforços políticos?..."

O Marco Civil da Internet

Ricardo Bing Reis Interpretações nas entrelinhas das normas (?), para 'direcionar e orientar' as postagens das 'pessoas que disso precisam'? Os próprios internautas já não fazem a auto vigilância denunciando os casos inconvenientes? Caso sim, e acho que sim, por que essa 'ajuda altruística'?
29 de março de 2014 às 00:01 ·

_______________________________________________

Empreendedorismo > Se você não quer passar pelas dificuldade de convivência com chefes intolerantes e/ou incompetentes, não se esqueça de recorrer à livre iniciativa ou iniciativa privada. Terá sim seus períodos de ansiedade pela responsabilidade, além da falta de estabilidade; mas não viverá 30 anos em eventual significativo sofrimento; bem como medo das demissões. A autonomia não tem preço.

Novo gerente nos critica independentemente do resultado alcançado

Tempo Vago para Atividades Prazerosas > Quem dispende quase todo o seu tempo para acumular fortuna, por mais rico que fique, é sim um incompetente no quesito 'Vida Suficientemente Boa'. Um equilíbrio entre trabalho e (muito) tempo vago para (muitas) atividades prazerosas, é o caminho da competência. Muitos, do senso comum, acham-se importantes por trabalharem 12 horas por dia. São, em verdade, pessoas imaturas e incapazes de entrar no senso restrito (ou bom senso) e ter uma vida distinta da multidão não pensante que anda por aí. São pessoas bitoladas. São máquinas cegas. Claro que é importante ter sobra de dinheiro; mas que isso não custe os prazeres. 'Time is money' é a forma mais tola de 'gastar o tempo', 'gastar' no sentido de desperdiçar. E, tempo é tudo que queremos e tudo que precisamos; tanto no sentido do cotidiano, quanto no de longevidade..

'Morrer rico é extrema incompetência'

_______________________________________________

O Admirável Mundo Novo de 2014: O que chamamos de vida moderna (pelo menos em relação ao comportamento das variadas sociedades), seria mesmo uma vida moderna(?) ou seria uma qualidade de vida que mais parece nos remeter à Idade Média (Idade das Trevas)? Salvo o exagero, talvez sim.

O mundo está fora do eixo

_______________________________________________

política Externa/Relações Exteriores > Os Estados Unidos hoje são 'cão que ladra mas não morde'? Tudo indica que sim. União Europeia, Rússia e o Leste Asiático parecem que não se importam mais tanto com o antigo mega poderoso Tio Sam!

Direto dos EUA: ‘Linhas vermelhas’ viram saia justa para Obama

ADORO VIDA INTELIGENTE NO PLANETA...

MOTIVACIONAL! TODO MUNDO DEVERIA VER ESSE VÍDEO! ESSE E O CARA!!! DIGNIDADE ACIMA DE TUDO!!!

Ricardo Bing Reis Genial. Muitos tem cultura gramatical, etimológica e epistemológica. Muita cultura de papel e internet. Entretanto, concatenar ideias próprias a partir de premissas, é para muito poucos. Muito poucos mesmo. Esse senhor do vídeo, não só procura garimpar premissas mais verídicas possíveis, como também interage com elas, premissas, criando um raciocínio tão claro quanto sábio. É a inteligência agregada ao bom senso. Quantos e quantos pós graduados em variadas ciências não conseguem ver isso? Também boa dose de maturidade, vivências; pautadas em conhecimentos adquiridos nem sei de onde. Repito, genial.
27 de março de 2014 às 22:48

Empreendedorismo e Corporativismo (Recursos Humanos)> Estagiários Adolescentes (por volta de 18 anos); ou funcionários Adultos Jovens (20 à 40 anos), tem formas diferentes de 'ficar no corredor tomando cafezinho' para descontrair das sobrecargas internas e externas. O de outrora 'cafezinho de corredor', nos dias atuais, são as redes sociais por smat phones, etc. É importante permitir válvulas de escapes de pressão para as pessoas não explodirem (crise de ansiedade), ou implodirem-se (somatização). Claro que excessos obsessivos devem ser bem analisados e adequadamente limitados.

Mudanças tecnológicas estão separando gerações

Patriotismo.

ANEXO INDISPONÍVEL

Ricardo Bing Reis Até podemos falar mal do Brasil, porque é nosso. Entretanto, talvez seja melhor não fazê-lo tanto assim para 'consumo externo'. Imagino que à muitos interesse que menosprezemos o que é nosso. Quem não cuida do que é seu, não merece tê-lo... Muitos pensam assim e, temos que nos proteger desses grupos. Temos aqui riquezas que muitos outros não tem. Então, talvez seja de não desvalorizarmos assim nossas riquezas. Por exemplo, rios, fontes energéticas, minérios, petróleo, biodiversidade e biodiversidade genética, florestas, etc. Nosso povo é que não tem ajudado pois, andar para trás com tudo isso à disposição, exige grande talento retrógrado.
27 de março de 2014 às 18:05 ·

"... Investimos menos em saúde que a média dos países africanos. Vocês realmente acreditam que um governo que trata com desleixo a saúde e a educação, realmente se preocupa com o que seus filhos estão assistindo na televisão? Acorde, preguiçoso povo brasileiro. Estão preparando o gado para o abate e vocês nem percebem. Viva o politicamente incorreto..."

O politicamente incorreto

_______________________________________________

Ricardo Bing Reis Acho estranho que governos que se dizem sociais e socialistas não investem justo no social; no ensino, na saúde, na segurança pública, na previdência, na infra estrutura, etc. Contra senso que deixa até uma mula pasma.
27 de março de 2014 às 17:47

_______________________________________________

Caso Isolado > Relato casual.

ANEXO INDISPONÍVEL

Ricardo Bing Reis Senhora disse-me que seu marido, comunista, sempre foi 'vaca na sombra', nunca quis realmente trabalhar. E atribuía suas dificuldades financeiras ao 'sistema social capitalista selvagem e predador'. Nunca havia eu observado que tal slogan poderia ser usado como explicação para lerdezas.
27 de março de 2014 às 17:40 ·

"... Qual o conceito torto de “liberdade” que considera coerente no discurso uma Ditadura Militar? Será que os gênios que marcharam nesse final de semana compreendem que as manifestações em regimes militares só são autorizadas e possíveis de serem realizadas quando são a favor do regime?..."

Marcha da Família com Deus pela Liberdade

Ricardo Bing Reis Estou começando a desconfiar das coisas que se diz. Como em tudo, existe sempre vários pontos de vista; tudo parece ter várias interpretações. Acho que vai do interesse de quem fala.
27 de março de 2014 às 17:37

_______________________________________________

Normas Autoritárias podem vir disfarçadas de Democráticas.

ANEXO INDISPONÍVEL

Ricardo Bing Reis Direitos Humanos e Respeito à Diversidade são obviedades. Todo mundo, a partir de 3 anos, já sabe o que deve (e pode) ou não fazer. Usar esses códigos, digamos assim, pode ser forma de manipular as pessoas, cerceando delas, uma naturalidade não maliciosa no trato com os outros. Acentua-se o medo nas relações interpessoais, afastando as pessoas.
27 de março de 2014 às 17:31 ·

Ricardo Bing Reis Da mesma forma, Códigos de Regulamentação de Internet podem dar margens à variadas interpretações nas entrelinhas, servindo para que se faça exato o contrário do que se encontra no texto inicialmente (para inglês ver)! Aí, pode-se estabelecer uma censura nas redes sociais; coisa de ditadores.
27 de março de 2014 às 17:33 ·

QUEM QUER INVESTIR EM PAÍS COM BAIXA CAPACIDADE DE PRODUÇÃO? OU POR OUTRA, QUEM QUER ARRISCAR INVESTIR EM UMA PAÍS QUE, NO ENSINO, CONSEGUE A FAÇANHA DE FICAR ATRÁS DO AFEGANISTÃO?

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Nessa semana, a S&P, uma das três maiores agências de classificação de risco do mundo, rebaixou a nota de crédito do Brasil em um degrau, para BBB-, último nível ainda considerado como grau de investimento. Na mesma leva decidiu reduzir ...

CONTINUAR LENDO

Movimentos Sociais > Quando as coisas vão de mal à pior, cada vez ainda pior, há outra saída?

John Lennon - Power To The People

TRABALHO & QUALIDADE DE VIDA > Dificilmente se obterá real qualidade de vida se o trabalho lhe toma tempo em excesso. Dizer amar o que se faz e/ou que se pratica exercícios, parece explicar, mas não justificar serem ambos, suficientes como os pilares de uma vida qualificada em lazer... Aparenta até uma forma de se passar uma borracha na realidade (pela necessidade de aparentar uma auto imposta felicidade; e/ou negação dos fatos por uma ganância velada). Parece prudente considerar-se que faz-se necessário tempo vago para outras atividades prazerosas. Também para família. Como fazer?

'Trabalho consome todo o meu tempo'

_______________________________________________

Certos índices classificam o risco de se investir em determinado país (pela situação financeira dele e pela sua credibilidade em capacidade de pagamento). Há quem diga ainda, que existe também outros interesses de grupos econômicos influenciando nas notas/índices (nada sei sobre isso).

Standard & Poor's rebaixa nota de crédito da dívida do Brasil

_______________________________________________

Percepções Pessoais e Coletivas da Realidade > Pelo menos em certos casos, a percepção de fatos como negativos, ansiogênicos e geradores de medo, estão um tanto quanto dissociados da realidade, os sentimentos estaria exagerados frente as fatos. Mas também poderiam estar minorizados. Seria a percepção errônea significativamente desproporcional, para os 2 lados.

Seja sereno com coisas assustadoras

DINHEIROLATRIA, TRABALHOLATRIA & O GANANCIOSO > Schopenhauer já sintetizava que quanto mais se bebe a água do mar, mais sede se tem. Analogamente, para muitos, quanto mais se tem, mais se quer. Para o ganancioso, a avidez pelo dinheiro é insaciável; impede-o até, muitas vezes, de aproveitar a vida com o já muito que tem, visto que despreza e desperdiça seu tempo atrás de ainda mais dinheiro. Alegar que tira férias anuais para viajar pelo exterior, como forma compensatória, é mais uma de suas tolices.

Pensar menos faz bem

DINHEIROLATRIA, TRABALHOLATRIA & O GANANCIOSO > Alertas para o Empreendedor.

Destino te deu uma trégua e um recado

"Born In USA' > 30 anos após o remake da música (por encomenda do Republicano Ronald Reagan na campanha de reeleição), parece que ninguém mais tem tanto medo das ameaças dos Tios Sams da Casa Branca.

Bruce Springsteen - Born In The U.S.A.

Ricardo Bing Reis Música teria sido criada para filme de 1981 sobre o fracasso dos Estados Unidos no Vietnã. Alterado justamente com sentido para o contrário. Fonte: radinho de pilha.
24 de março de 2014 às 08:08

_______________________________________________

EDUCAÇÃO > Formação é na célula familiar; e, exige tempo para seu exercício com qualidade.

Ricardo Bing Reis 'Tempo' no duplo sentido > 'Tempo' disponível para que os pais exerçam suas funções para com os filhos; e, 'Tempo' para que os efeitos apareçam. Ter que dizer todos os dias a mesma coisa, não raro, se faz necessário.
24 de março de 2014 às 08:07 ·

 

ENSINO > Em determinado ranking, Brasil fica em penúltimo lugar em qualidade de ensino.

BRASIL FICA EM PENÚLTIMO LUGAR NO RANKING DA QUALIDADE DE EDUCAÇÃO

XENSINO PÚBLICO, AMBIENTE FAMILIAR E SAÚDE MENTAL PÚBLICA > COMO PROCEDER COM AQUELAS CRIANÇAS (NÃO POUCAS), QUE CHEGAM À ESCOLA PERTURBADAS POR AMBIENTES FAMILIARES CAÓTICOS?
VI Encontro Sobre Saúde Mental na Escola
Psicanalista Maria Lucrécia Scherer Zavaschi abriu a programação com apresentação da palestra “Violência na Escola”
Teve início nesta segunda-feira (17) o VI Encontro Sobre Saúde Mental na Escola, evento que abordou em seu primeiro encontro os temas Bullyng, Notificação de Violência e estrutura e funcionamento da Educação Especial da Rede Municipal e Estadual. A psicanalista Maria Lucrécia Scherer Zavaschi abriu a programação com a apresentação da palestra “Violência na Escola”. Segundo ela, o tema perpassa diferentes momentos históricos, gerações e se manifesta de muitas formas. “A violência acompanha a espécie humana e depende muito do ambiente. No caso das crianças, percebe-se que elas levam para a escola o que encontram na família e na sociedade”, ressaltou.
O psiquiatra contratado do Serviço de Psiquiatria da Infância e Adolescência do HCPA, David Simon Bergmann, destaca que o evento tem como um de seus principais objetivos instrumentalizar os professores para que eles possam lidar com alunos que menifestem complicações emocionais da melhor forma possível. “Na maioria das vezez, os professores são os primeiros a identificar as dificuldades da criança e, a partir deste momento, é importante que saibam dar o encaminhamento adequado para cada caso”.
A programação do evento é composta por um total de cinco encontros que abordam diversos aspectos relacionados à saúde mental e o cotidiano em sala de aula. As próximas edições estão agendadas para os dias 14 de abril, 5 de maio, 2 e 16 de junho. Entre os pontos a serem tratados encontram-se o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Cyberbulling, Transtorno de Oposição e Desafio, entre outros. Mais informações pelo telefone (51) 8943-6814.
Autor: Imprensa
Fonte: HCPA

_______________________________________________

Educação no Japão
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Auditório Yasuda, Universidade de Tóquio.
A educação no Japão remonta anterior à introdução da escrita chinesa no século VI. Inicialmente restrita às classes aristocráticas, a educação atingiu a população em geral no Período Edo, em que havia escolas específicas para a classe dos samurais, mas também escolas mistas que ensinavam escrita, leitura e aritmética. Graças a esse sistema, calcula-se que em 1868, época da Res.

Educação no Japão CONT.

Janiz Suzuki Oi Ricardo, só gostaria de comentar sobre o item do Ensino Elementar (os meus dois filhos estão); no texto fala que o almoço consiste em pão, prato principal e leite, na verdade não é só pão, oferecem arroz ou massas também. Aliás, o cardápio é bem variado, cada dia é um ¨menu¨ diferente. Em casa, meus filhos eram meio chatos para comer na idade pré-escolar, mas depois que começaram a escola, aprederam (digamos assim) a comer, experimentar de tudo. Acho que graças à variedade que oferecem na escola e incentivo dos educadores para não desperdiçar ou provar os alimentos.
Realmente, como diz no texto, os alunos que servem e são responsáveis pela organização após as refeições. Também são separados em turmas e limpam todas as salas, escadas, corredores e banheiros também.
19 de março de 2014 às 22:21

Ricardo Bing Reis Nada como depoimento de quem está vivendo no lugar!... 20 de março de 2014 às 15:37 ·

ENSINO Público > Brasil tem hoje um deficit de mais de 32 mil professores no Ensino Médio. Não menos grave, é que, além disso, as redes de ensino também tem 61 mil professores fora das salas de aula, cedidos para áreas administrativas.

Veja os destaques do CBN Total desta quinta-feira

_______________________________________________

Poderia ser ainda melhor adaptada(?), para redução de custos, e servir como modelos de casas populares (a fim de diminuir a problemática de carência em moradias para classes financeiramente carentes)?

Casa por R$ 80 mil, entregue em 45 dias, usa estrutura de container

Ricardo Bing Reis A mesma ideia poderia ser visto como uma grande opção para constituir Escolas Públicas; nada desconfortáveis e nada disfuncionais.
19 de março de 2014 às 22:03

Empresas e famílias

Empresas e famílias brasileiras pagaram mais de R$ 1,1 trilhão em juros entre 2011 e 2013

_______________________________________________

AMB (Associação Médica Brasileira) > Iniciativa para denúncias, e aculturação; de como os Serviços Públicos de Saúde estão sendo prestados nos atendimentos.

CAIXA PRETA DA SAÚDE

_______________________________________________

Preparo Pessoal para o Mercado de Trabalho; e o Mercado de Trabalho para com o bem Preparado > Procurar descobrir seus talentos e desenvolvê-los, parece ser o atalho para uma posição corporativa ou empreendedora de sucesso. Caberia então à Empresa, saber classificá-lo e colocá-lo no cargo certo, na hora certa.

O CHA do RH

Cidadania Mundial > Assista esse vídeo. São poucos segundos

MÉDICOS DEM FRON.TEIRAS

Cdadania Mundial > Desculpar a imagem forte, mas é porque se trata de de realidade! Faça doação mensal ao Médicos Sem Fronteiras: www.msfbrasil.org

INFRA ESTRUTURA > Saneamento Básico e reflexos na Saúde Pública: O Brasil ocupa a 112° posição no ranking de saneamento básico entre 200 países.

Empresas públicas de saneamento têm problemas financeiros e são incapazes de investir, diz pesquisador do Trata Brasil

_______________________________________________

Comportamento Humano e Cidadania > Demonstrar compreensão e acolhimento frente à dificuldade e limitação de uma pessoa (sem querer tirar vantagem disso), seria uma forma de amor.

Fragilidade que tranquiliza também existe

Cidadania e Ambientalismo > Em especial para a orla. A sujeira e o lixo deixados na beira mar, são recolhidos pelo repuxo e, no mar, causam grandes transtornos ecológicos. Cada vez pior. E, muitos navios também jogam seus lixos direto no mar. Fonte: meu radinho.

Ricardo Bing Reis Sem fiscalização, alto número de Cruzeiros prejudicam o oceano no Brasil. Navios despejam lixo na água. Outro problema é a pesca ilegal, que ameaça a vida marinha.
19 de março de 2014 às 15:30

 

Nostalgia em relação ao passado pode nos fazer bem quando temos clareza que não é mera ficção.

Lembranças também podem ser invenções

_______________________________________________

O sonho vem quando você vai buscá-lo.

Sonhar é bom, ter delírios não

Saúde Pública > Estresse do cotidiano desencadeia ansiedades (e até depressão). Muitos recorrem aos ansiolíticos ('tranquilizantes') para a problemática, menosprezando os efeitos adversos.

Aumenta o uso de sedativos no Brasil

_______________________________________________

SAÚDE PÚBLICA > Transtornos e Distúrbios Mentais, acrescidos do uso de psicoativos degradantes. Gravíssima e muito frequente problemática social.

Álcool, drogas e problemas psiquiátricos: uma combinação perigosa

EDUCAÇÃO > Se a família é a célula da sociedade, e é; e se a educação vem de casa; e vem, imagine o que vem de um lar caótico? Como o fruto pode deixar de ser caótico? As discussões veementes contínuas e diárias, quase que todos os dias e o dia todo, devem, imagino, desencadear na criança, ansiedade e medo da perda de um dos pais por separação. Muitas vezes ambos os pais, em caso de separação, conseguem manter o mesmo afeto e expressá-lo de corpo presente; mas, até que ocorra, vai explicar ao pequeno que será assim!...

Crescer em ambiente familiar de agressão pode aumentar problemas psiquiátricos na vida adulta

Finanças Pessoais > Talvez seja de desconfiar das coisas que sobem demais (pois tendem a baixar demais)?

Brasil liderou valorização dos imóveis por 5 anosF

_______________________________________________

Finanças > Bolha Imobiliária é bem possível e até bem provável.

sim, nós temos uma bolha imobiliária

 

ENSINO > Na adolescência, pode ter muito a ver fazer um esforço estudantil intenso, pelos rigores do Ensino Médio. Na Idade Adulta Jovem, de novo sim pelos rigores da Faculdade. Porém, jamais deve-se dispensar o futebol, o jazz, as baladas, as paqueras, as praias e as caipirinhas. Mas é sim época de dedicar-se muito. No início da vida profissional, quem montar escritório/consultório achando que o telefone vai tocar, está enganado. Não vai. Por uns 10 anos, tem que ralar, sair atrás dos clientes. E, parece que muitos jovens estão se achando; e já querem faturar alto ainda recém saídos da faculdade. Depois de muitos anos de mão de obra muito qualificada, é que realmente pode-se chegar ao luxo de dar-se tempo vago para atividades prazerosas de forma realmente muito intensa. Mas, para isso, tem que saber deixar de ganhar dinheiro (muito diferente de perder dinheiro. No primeiro, deixa-se de produzir o muito excedente por opção. No segundo, perde-se o que já conquistara). Opinião minha. Ah, se beber aquela caipirinha, não dirija.

Patriotismo > O que temos lá em cima da ponte? Uma bandeira dos Estados Unidos!... Cultivar patriotismo é fazer uma Nação que zela pelo que é seu. Desprezar, é dar espaço por janelas abertas para que venham 'subtrair' nossa biodiversidade, invadir paulatina e sorrateiramente nossa Amazônia para tentar pegá-la na mão grande, nossos minérios, nosso tudo. A quem interessaria pregar o patriotismo como sendo uma tolice? Quem promove tal desprezo pelo Brasil pelo próprio brasileiro? O brasileiro por si só? Também sim, porém suspeito que não só. Ah, o narcotráfico é algo muito obscuro. Fato é que cada vez se tem mais bilionários nesse mundo. Digamos que 0,1% tenha chegado ao seu primeiro bilhão por vias suspeitas, já não terá causado grande estrago? Investimentos em grandes bolsas de valores receberiam dinheiro estranhos? Acho que não, pelo menos não, com toda certeza, em Wall Street... Fato é que os bilionários cada vez mais querem se esconder dos rankings das revistas especializadas. Parece que o glamour se foi. Pode ser sim por motivo de segurança. Em, quiçá 01% , pode não ser bem isso. Não sei afirmar nada sobre isso (agora sim) com segurança.

ENSINO PÚBLICO > Mesmo sendo a sexta (ou sétima?) economia mundial, temos escolas fisicamente precárias, quando tem; e, de funcionamento não menos ruim. Não raro sem professores, o que corresponde a não ter escola. Como pode o povo uma potência econômica passar por isso?

Alunos protestam contra a falta de professores na rede pública de ensino do DF

_______________________________________________

Inhttp://cbn.globoradio.globo.com/editorias/pais/2014/03/18/ALUNOS-PROTESTAM-CONTRA-A-FALTA-DE-PROFESSORES-NA-REDE-PUBLICA-DE-ENSINO-DO-DF.htm

Oceano recebe todo o lixo de comunidade em Santos

_______________________________________________

LEITURA, MEMÓRIA E FONTE DE INFORMAÇÕES > Aquele que estuda e lê muito, não raro, não tem como dar com exatidão, a origem de seus dados. Assim, ler muito poderia dificultar citação de fontes dos dados. Recorrem ao 'acho que', 'se não me falha a memória', 'li não sei aonde', etc... Basta fazer analogia com livrarias: nas pequenas, acha-se os livros em segundos e estão bem onde se sabe estarem (não são tantos); em livrarias gigantescas, demora e ainda exige pesquisa prévia no computador.

Percalço também pode identificar qualidade na formação

 

ENSINO E MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA > Ao que parece, boa parte dos infinitos maus serviços exercidos pelas prestadoras, teria, possivelmente, muito a ver com mão de obra desqualificada. Intelectos mau preparados.Técnicos e profissionais de má qualidade, evidentemente não prestam trabalho de qualidade. Quanto mais a tecnologia evolui, cada vez mais se afastariam da excelência. Não bastasse, parece que os brasileiros não relacionam tanto assim suas vaidades com a precisão de seus ofícios. Na Alemanha, os servidores, inclusive de trabalhos menos sofisticados, prezam pelo capricho já que vêem aquilo como indicativo de suas competências intelectuais. E, convenhamos, ninguém gosta de passar atestado de incompetente.

Boas notas no ensino médio garantem salários melhores, mostra pesquisa

Economia e Saúde Pública > Os Chineses, exemplarmente, estão contestando seus próprios PIBões sequenciais. Ocorre que esse crescimento econômico exuberante, isso é, esse dinheiro, está custando muito caro. Já que a energia para tal incremento industrial provém de usinas termoelétricas (muito poluidores pelo uso do carvão), a poluição aumenta deveras. Todos sabem do grande potencial poluidor dessa fonte de energia. Seus resíduos, além de poluir a camada de ozônio, proporcionam partículas em suspensão na atmosfera, já em baixas alturas, ao redor dos meios urbanos e também rurais. Funcionam como radicais livres ou oxidantes entrando direto pelo seu nariz, comprometendo toda sua via aérea superior e inferior, entrando na circulação e lesando os órgãos internos. Seria como se você fosse um tabagista pesado, como se você estivesse em uma garagem fechada e o carro em ligado lá dentro. Que organismo suporta esse processo de 'enferrujamento' por tanto tempo? Além do envelhecimento precoce, doenças pelo sistema milenar 'água mole e pedra dura, tanto bate até que fura'... Assim, o rebote anti econômico se faz por gastos na área da saúde para recuperar essas pessoas, se é que são recuperáveis. Nessa conta do PIBão, eles, chineses, deram-se conta que deve-se descontar o custo da tentativa de remediação da saúde das pessoas. E a conta parece não resultar em um fechamento muito bem.

 

Economia e Saúde Pública CONT.

Ricardo Bing Reis Assim, o raciocínio direto passa a ser: 'será que vale a pena crescer tanto assim (à pena paga pelos malefícios ao povo e custos para tratamento de doenças)?
16 de março de 2014 às 14:28 ·

Ricardo Bing Reis 2 iniciativas preliminares serão imediatamente tomadas> Primeira: retirada de circulação de carros antigos, todos, pelos seus potenciais poluidores. Não podem ser vendidos. Os donos serão ressarcidos por generosos bônus a serem utilizados na compra de novos; sendo os velhos desmontados; Segunda: ampla reengenharia química do funcionamento das termoelétricas, visto que não há outra forma eficiente para prover as necessidades energéticas na China. // A China, dessa forma, declara Guerra à Poluição e parece ser o primeiro país do mundo a por em PRÁTICA o zelo pela natureza. Teóricos nunca faltaram. Vamos torcer para que façam mesmo o que estão dizendo. Fonte do raciocínio primário e básico: meu radinho de pilha.
16 de março de 2014 às 14:35

Ricardo Bing Reis 'poluir' a camada de ozônio > 'destruir' a camada de ozônio.
16 de março de 2014 às 14:37

Ensino > Dicas de Didática; para Professores, para Alunos e para interação de ambos. Didática seria o fundamento para adequada ambiência nas Escolas.

Escola da Vida: dicas de estudo

Ricardo Bing Reis Não dar o peixe e ensinar a pensar, pode, em alguns casos, ser dar ao estudante, o cerne do raciocínio em que gira o pensamento central da temática. A partir daí, o estudante tem os requisitos para resolver as problemáticas. Assim, os problemas e questões a serem resolvidos e respondidos, girarão em torno da questão central. E, achar a questão central sim é muito complicado, exigindo, não raro, horas de estudo. Uma vez achada, tudo parece se transformar em uma brincadeira de exercício de raciocínio complementar.
14 de março de 2014 às 22:58

Ricardo Bing Reis Costumo, quando minha filha me pede para, eventualmente, ajudar em um estudo, apenas dizer a ela o raciocínio central a partir de onde ela tem que pensar. Melhor ainda que ela capte por si. Desvantagem é que pedi para me fazer um link para uma postagem. Fez e, quando pedi outro, ela me disse: 'o raciocínio é aquele, agora tu faz'...
14 de março de 2014 às 23:02

Filosofia de Vida > Tempo Vago para Atividades Prazerosas. Aqui, em destaque, espera-se que a pessoa tenha a Família e as Amizades em alta. Saber e conseguir compartilhar, de forma agradável, pontos de vista em acordos e desacordos, pode ser o pilar de sustentação para uma grande amizade.

Gosto partilhado ajuda a entender a amizade

_______________________________________________

Comportamento Humano e Comportamento das Sociedades > Apreciar 'desgraça dos outros', não seria necessariamente inveja do portador para com o vetor do sentimento; mas possivelmente confortar-se em saber que sempre existe alguém em situação (qualquer que seja) igual ou mais delicada que a nossa. Isso é normal e compreensível, sem que represente qualquer malignidade ou transtorno anti social de personalidade; a não ser que de fato se atue com maldade. Ou por outra ainda, comprovação nos outros, de que todos somos padecentes de termos sido jogados à esmo num mundo enlouquecedor, em uma luta contínua e árdua contra os sofrimentos, as doenças, a terminalidade e a morte. Muito poucos tem capacidade de reconhecer isso. Exige um grau de maturidade quase não encontrável. Parece que nesse mundo, temos, isso sim, uma densidade demográfica de "perfeitos", superior à 7 bilhões de pessoas sobre a crosta terrestre.

A atração mórbida pelos tropeços de quem nos é próximo

Finanças Pessoais > Investimentos em 'tempos bicudos'.

Decidi adiar a compra de um imóvel com a esperança que os preços caiam

_______________________________________________

Finanças pessoais > Investimentos em momentos complicados.

Evite comprar imóveis nos próximos 12 meses com intenção de alugá-lo

_______________________________________________

Empreendedorismo > Agronegócio (agropecuária e agroindústria): muito interessante, mas exige conhecimento de causa e, que não se esqueça, 'é o olho do dono que engorda o gado'...

Qual a melhor opção para se investir: empreiteira, restaurante ou agropecuária?

CULTURA (?) > Nisso, convenhamos, o Brasil é muito bom!.. Nosso melhor produto de exportação seriam as bobagens e as promiscuidades? Em Miami, não se fala em 'Brazil', exceto em outdoor de cirurgia plástica: "Tenha um bumbum brasileiro". Poderia-se dizer que por aqui a 'cultura do funk' é endêmica, pandêmica e até epidêmica (transmissível)?

BBB - Música (Tema) do Big Brother Brasil - Inteira / sem cortes com letras

FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO NO BRASIL > Simulação para imóvel de 60m²! Está ou não está dura a vida no Brasil?

Qual é a renda para comprar um imóvel de 60m²?

Ricardo Bing Reis Imóveis, carros e até certas roupas custam a metade do preço nos Estados Unidos. Demais, preços muito semelhantes. Sistema de Saúde e Previdência melhores. Fica difícil argumentar ao jovem do porque ficar no Brasil.
14 de março de 2014 às 15:32 ·

_______________________________________________

TURISMO > O que estaria acontecendo para a FIFA desistir de 50% dos quartos de hotel para a Copa do Mundo no Brasil? Talvez ajude a raciocinar, que muitos brasileiros já estão desistindo de morar no Brasil; principalmente jovens que desejam migrar para o exterior. Se assim é, por que viriam do exterior para onde se quer sair?

Fifa desiste de 50% dos quartos de hotel para a Copa

Comunicação / Tecnologia.

Quatro em cada dez brasileiros possuem acesso à internet, mostra Ipea

_______________________________________________

Funcionalismo Público > Administração Pública talvez esteja muito inchada por excesso de Servidores Públicos, gerando exagerados custos aos contribuintes, possivelmente desnecessários. Talvez e possivelmente.

Estados e DF nomeiam um funcionário comissionado por dia

Alemanha (em alemão: Deutschland), oficialmente República Federal da Alemanha (em alemão: Bundesrepublik Deutschland, AFI: ['b?nd?s?epu?bli?k 'd??t?lant] Ltspkr.png ouça),6 é um país localizado na Europa central. É limitado a norte pelo mar do Norte, Dinamarca e pelo mar Báltico, a leste pela Polônia e pela República Checa, a sul pela Áustria e pela Suíça e a oeste pela França, Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos. O território da Alemanha abrange 357 021 quilômetros quadrados...
Continuar lendo

Portal:Estados Unidos
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Conteúdo · Temas gerais · Resumo do conhecimento · Portais · Categorias · Anexos por tema · Glossários · Índice A-Z
Portal dos Estados Unidos da América
Bandeira dos Estados Unidos da América...
Continuar lendo

Telecomunicações > Acredite-se, o Brasil já foi exemplo de qualidade em telecomunicações nos anos 70. Inclusive exuberante desempenho da então EBCT (ou algo similar, a 'Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos', os tais telegramas - 'mails rápidos' via carteiros - os precursores dos e-mails via internet). Hoje tudo decepciona. Todo e qualquer meio de comunicação é precário. Manutenção e reparos então, nem se fala. Como desenvolver um país que não se comunica bem? As propagandas pela comunicação não são a alma dos negócios? E ainda, como ficam as necessidades institucionais, corporativas, familiares, pessoais e afetivas?

Telefonia móvel tem a pior avaliação entre os serviços de telecomunicação oferecidos no Brasil

Saúde Pública > Distúrbios e Transtornos Mentais: é sabido de todos que a Depressão é uma das afecções mais incapacitantes na sociedade, tanto qualitativa quanto quantitativamente. E, o tratamento, não raro é longo.

Página restrita

_______________________________________________

Empreendedorismo > Motivação e Modo de Agir.

Nada motiva mais a pessoa do que o próprio desafio

_______________________________________________

Economia > Dinâmica do Desemprego.

Bão existe modo de escapar de certas regras econômicas

Economia > Além dos relevantes diversos fatores citados, parece haver um outro, oculto, muito perigoso. Chama-se ANSIEDADE popular. A ansiedade das pessoas pode propiciar o repasse inflacionário imediato aos seus serviços prestados e/ou produtos; sem sequer haver necessidade para isso, pelo menos naquele momento!

Inflação qem ajudou e atrapaçhou e o que pode ocorrer daqui para frente

_______________________________________________

cérebro, Seleção Natural, Sobrevivência do Homo Sapiens; e aplicação prática ao Empreendedorismo por analogia às ferramentas de trabalho.

Vantagem ferramental ajuda a explicar a evolução humana

Empreendedorismos & Engenharias.

Qual o curso superior que vai me garantir um bom salário em curto prazo?'

_______________________________________________

EPB (Estudo dos Problemas Brasileiros) > "Sociologia - As mulheres ainda são oprimidas"?

Mulheres foram e ainda são oprimidas

... Uma juventude que pensa apenas em concursos públicos, já que é filha de uma nação que não incentiva talentos individuais, empreendedorismo. A valorização da obediência subjugando o estímulo à inovação. Vence aquele que possui mais facilidade de decorar, uma habilidade mecânica que não diz absolutamente nada sobre a inteligência de uma pessoa..."

Geração “concurso público”

Ricardo Bing Reis A burocracia não deixa de ser a coluna vertebral da sociedade. Seria o fator de sustentação e organização, para que 'as coisas' funcionem. Contudo, 'as coisas' não estão funcionando(!), por diversos fatores e, dentre eles, por altos impostos para sustentar uma máquina estatal burocrática inchada. 'A coisa' seria a 'livre iniciativa ou iniciativa privada'. Exigem, do heroico empreendedor, um preparo excepcional, uma grande capacidade de vencer e administrar adversidades. Poucos querem enfrentar esses desafios. Parece ser mais fácil empregar-se e garantir o salário mensal, férias, 13°, seguro saúde, plano de saúde, FGTS, previdência, etc. 'Ser dono do nariz', implica desafiar o desconhecido, conviver com todos os tipos de oscilações e prever-se com relação à tudo isso, além de manter seu empreendedorismo vivo, a despeito dos impostos aviltantes, matéria prima caríssima, vinculações ao dólar, etc. E, pasme-se, ainda enfrentar o 'ódio ao lucro dos autônomos' por parte de certas ideologias governamentais, que, esquecem ser justo o empreendedor seus patrões maiores, por serem os produtores e os contribuintes primários, por serem os produtores das riquezas; e, não só um prestador de serviços. Precisamos de engenheiros, profissionais na área da tecnologia, administradores, economistas, etc. E competentes. Precisamos urgente; e, um governo que estimule e não os sucateiem. Vamos 'morrer todos juntos na praia'? Acho.
11 de março de 2014 às 17:13

Ricardo Bing Reis Octavio Caruso , ao acaso, acabo de ouvir o comentário de Mauro Júlio no rádio e talvez amanhã (12/03/14) já esteja disponível no aplicativo da CBN para compartilhar. Tudo a ver com esse tema. Grande abraço.
11 de março de 2014 às 18:18

Idolatrias boas e idolatrias não tão boas.

The Beatles Concert in Manchester color

_______________________________________________

INTERPRETAÇÕES E DEBATES.

Raiva tem um viés argumentativo

_______________________________________________

32 mil escolas rurais fecharam no Brasil nos últimos 10 anos. Ainda fecham 8 escolas rurais por dia. O êxodo rural até poderia explicar uma parte, mas acho que não justifica, na maior parte.

Escolas rurais diminuíram por causa do êxodo

INTERPRETAÇÃO: Grande problemática, não raro geradora de mal entendido, dúvidas e confusões.

existem outros pontos de vista

_______________________________________________

Empreendedoras domésticas

empreendedoras brasileiras não trocam os negócios próprios pelo emprego formal

_______________________________________________

Mão de obra muito baixa

Brasil continua com oferta qualitativa de mão de obra muito baixa

_______________________________________________

2014

2014 será um ano congestionado de perigos para o Brasil

_______________________________________________

crise da União Européia > pelos números atuais, parece que já foi pior. Entretanto, ainda permanece grave. PIBs de 2013: Alemanha (0,4%), França(0,3%), Bélgica(0,2%), Espanha(-1,2%), Itália(-1,9%).

Ricardo Bing Reis Grosso modo, parece que a União Européia está conseguindo equilibrar-se, está conseguindo estagnar-se e conomicamente; mas ainda não consegue retomar sua condição de forte prosperidade, como sempre fora.
6 de março de 2014 às 12:26

crise da União Européia CONT

Ricardo Bing Reis Haveria uma sutil diferença entre os termos riqueza e prosperidade. Rico seria aquele com acúmulo de qrandes montas de capitais. Pode ser de herança. Próspero seria aquele capaz de produzir sua própria riqueza. Dessa forma, não necessariamente rico (riqueza no sentido de renda significativa). Muito limitadamente, seria talvez razoável observar que, se zerássemos as finanças de cada um, o ex-rico permaneceria assim, enquanto o próspero, paulatinamente, recuperaria seus rendimentos. Por outro lado, acho que ambos termos podem ser congruentes e divergentes.
6 de março de 2014 às 12:33 ·

Ricardo Bing Reis Os 2 termos acima, serviriam para indivíduos, grupos de trabalhos corporativos, Nações, etc. A Europa teria ainda sua riqueza histórica, mas precisaria reatar com sua prosperidade, também histórica.
6 de março de 2014 às 12:35

Ricardo Bing Reis Ao que tudo indica, os alemães teriam uma filosofia de poupança acima da média. Gastam (e bem) em coisas necessárias, evitariam as desnecessárias. Tendo dinheiro próprio armazenado, não precisariam dos fluxos de capitais voláteis predadores ('dinheiro dos outros'), evitando crash em sua economia. Claro que a crise mundial afeta, mas em nenhum momento tiveram índices de crescimento negativos desde 2008. Parece também, ter servido (e ainda estar servindo) de âncora para a ainda existência da União Européia(UE). Parece razoável dizer que, se a UE ainda existe, deve isso à Alemanha. Seria um exemplo de competência. As palavras chaves para a prosperidade alemã parecem ser ORDEM E PROGRESSO. Já vi esse slogan antes em algum lugar...
9 de março de 2014 às 01:36 ·

Muitas reformas (dentre elas as já sabidas, Reforma Fiscal, Reforma Trabalhista, Reforma Política, enxugamento da máquina pública, etc) são necessárias para que o Brasil tenha, finalmente, seu crescimento genuíno (independente do dinheiro dos outros, dos fluxos de capitais voláteis predatórios). Para isso, não seria necessário, para ontem, uma Reforma no Ensino, para lapidarmos pessoas com nível intelectual suficiente em boa qualidade na mão de obra e das vidas pessoais?

Brasil não vai explodir, mas tem sérios problemas para retomar crescimento

Ricardo Bing Reis Com a circulação dos fluxos voláteis predadores, simulamos uma riqueza que não temos. Aparentamos ser um país rico quase à nível de potência mundial. Simulamos e aparentamos. Com uma Reforma do Ensino, agregamos uma chance de real e significativa prosperidade, que ainda está apenas engatinhando. Ou menos. Acho.
6 de março de 2014 às 13:07 ·

Ricardo Bing Reis De uma certa forma, a palavra explosão se refere a uma bolha, que fura. Porém, para que haja uma explosão, seria necessário tratar-se de uma grande potência econômica. Houve bolha nos Estados Unidos, na Itália, na Espanha, etc. São economias potentes e, suas quedas, são lá de cima. Faz ploc! Já países emergentes, os antigos subdesenvolvidos, que nunca tiveram tanto, não terão tanto que cair. É a máxima 'quanto mais se sobe maior a queda'; ou por outra adaptada, 'quanto menos se sobe, menor a queda'. Então, os emergentes não teriam bolha, mas um retorno ao status financeiro basal insatisfatório de eterna crise, tal antes da entrada dos fluxos de capitais voláteis predadores. É um retorno à crise perene de onde nunca deveria ter saído, para não gerar falsas expectativas, que só fazem atrasar ainda mais uma nação, por achar ser o que não é. Bolha é para rico, deslize é para empobrecidos. Teremos um pouso sereno, porque a altura é baixa, senão, nos estraçalharíamos na pista de pouso. Mas que esse pouso, mesmo 'sereno', será tumultuado, parece que poderá ser.
9 de março de 2014 às 01:22

Muitas reformas CONT.

Ricardo Bing Reis As potências econômicas quando caem, caem para patamares muito mais baixos que o platô que tinham até se dar o crash. Já os emergentes, caem ao patamar basal de sempre, sequer tem 'potencial' para entrar no abismo. Cai na planície. O que se esperaria d...Ver mais
9 de março de 2014 às 01:29

Ricardo Bing Reis Suponho.
9 de março de 2014 às 01:29 ·

_______________________________________________

PUTIN

Putin segue o exemplo de Rasputin

_______________________________________________

OPINIÃO PÚBLICA

É impressionante a leviandade da opinião pública

_______________________________________________

O MAL

O mal vence sempre

_______________________________________________

ONCOMPETÊNCIA BRASILEIRA

O que é feita a incompetência brasileira?

Ambientalismo > Lembro que em 1974 ou por aí, a França realizou testes de bombas nucleares no Atol de Mururoa. Parece que em 1966 também. Quase nada ou NADA se fala sobre esse assunto. Fiquei embasbacado com o desdém que se comentou o assunto e caiu no esquecimento. Até onde me lembro, foram testes autorizados, formalizados. Assim, o 'Homo Sapiens (Sapiens?)', determina à própria Natureza, quando ela está ou não morrendo. A Natureza acha que segue as Leis da Biologia Botânica; mas não, segue as determinações da arrogância humana(?)! Há quem diga que a mortalidade dessas bombas eram menos significativas que outras de americanos e cia. Então, a matança de corais e outras formas de vida, se justificaria, pois é menos péssima e menos terrível que as outras. Essa Natureza devastada não passaria de uma Natureza Morta, tal um quadro, morte pela metade, uma 'morte não matada'. Ela morreu porque quis, não era para ter morrido, os documentos não autorizavam desfecho trágico. Não é só o Brasil que faz fiascos ecológicos destruindo, lamentavelmente, florestas; temos muitas e muitas companhias.

French Nuclear Test "Achille"

Ricardo Bing Reis Também o narcotráfico é um círculo vicioso, tanto no sentido real da palavra vício, quanto no figurado de uma sequência sem fim. As drogas partem, por exemplo, do noroeste da América do Sul e passam pelo Brasil rumo aos Estados Unidos e Europa. A culpa das pessoas serem drogaditas parecem até ser da América do Sul, por serem produtores e distribuidores. Não fossem os RECEPTADORES nórdicos, o que aconteceria com o narcotráfico?
9 de março de 2014 às 00:01 ·

Infra Estrutura > Alemanha.

RIcardo Bing Reis Em cidades como Porto Alegre, não consegue-se fazer simples interposição de ruas e avenidas que impliquem em espécie simplificada de viadutos, não sem antes virar uma via sacra. Muitas das estradas estaduais e federais estão em fase final de existência, deterioradas por buracos, desníveis, falta de acostamento e tudo mais. Imagine-se quantas décadas levaria-se para um viaduto de transposição de um rio? Não que seja tanto mérito assim fazer (há grande percentual de obrigação política nisso, por respeito ao contribuinte), mas mais por demérito nosso.
8 de março de 2014 às 12:46 ·

_______________________________________________

O TEMPO

O tempo é um grande mestre, que devora seus alunos

_______________________________________________

CARGA TRIBUTÁRIA PESADA

Ricardo Bing Reis Os impostos e a burocracias seriam gravíssimos entraves que inviabilizariam o empreendedorismo, pedra fundamental do desenvolvimento liberal. Não se tem os ovos de ouro comendo a galinha. E, parece que no Brasil, não há mais satisfação apenas com os ovos, querem comer a galinha... Bela estratégica antropofágica.
8 de março de 2014 às 19:08

_______________________________________________

Cidade da Esperança.

Journey - City Of Hope (official video)

Ricardo Bing Reis A pobreza implica em improvisações, violentando os planos diretores. Inclusive recuos viários podem acabar sendo desrespeitados. As burocracias em prefeituras, que já travam ricos e médios, acaba sendo simplesmente impensável para a classe pobre. Faz-se as obras da forma como se pode. E, não há como viver sem que se façam obras de melhorias nas comunidades. As irregularidades acabam sendo inevitáveis. As consequências podem ser de alta gravidade. A burocracia seria o cerne das tragédias? Acho que talvez; pelo menos em parte, sim.
3 de março de 2014 às 01:17

Ricardo Bing Reis Enquanto as pessoas mantém a indignidade, certo grau de revolta (sem vandalismos, mas como força motriz para buscas de melhorias reivindicatórias), medo administrável de um futuro sombrio e um certo grau de depressão inconformista; há vida. O perigo é a INDIFERENÇA. O oposto do amor não seria o ódio, mas a indiferença. Quando as pessoas se aproximam da falta de ESPERANÇA e falta de PERSPECTIVA, o momento passa a ser CRÍTICO. Não são nada poucos os jovens que já estão planejando sair do Brasil para procurar novos e melhores horizontes. Não seriam esses a primeira leva de DESESPERANÇOSOS e desistentes pela falta de dignidade mínima de uma Pátria Mãe desnaturada?
8 de março de 2014 às 18:24 ·

CHARGE

Ricardo Bing Reis Teria eu ouvido no rádio que 16 mil escolas rurais fecharam no Brasil, não sei de quanto tempo para cá. Não me comprometeria com o número, não tenho certeza, apenas posso dar certeza que é um número espantoso, inacreditável, algo em torno desse aí. Que o rádio retifique e informe que estou totalmente enganado.
8 de março de 2014 às 18:05

Ricardo Bing Reis Mesmo que fossem 1.600 (e menos que isso seguramente não é), já beiraria o apocalipse cultural de um país. Espero que seja ainda menos que 160, melhor, 16. Espero.
8 de março de 2014 às 18:08 ·

Ricardo Bing Reis O Brasil já teve um Movimento Brasileiro de Alfabetização, o MOBRAL. Mesmo que o início tenha sido caótico e infrutífero, por que não se fez as retificações e adequações necessárias para desenvolve-lo no prumo (por exemplo, adequá-lo para além de simples alfabetizações)? Se levado à cabo, com seriedade, 40 anos depois (agora!), os frutos não estariam brotando? Ninguém está exigindo um resultado comparável à Coréia do Sul, mas bem melhor que estamos, estaríamos.
8 de março de 2014 às 18:14

Guerras.

Ricardo Bing Reis Se todas as guerras terminaram em acordos, tácitos ou por tratados, por que não fazer acordos antes de fazer-se as guerras?
6 de março de 2014 às 13:47

Ricardo Bing Reis Muitos líderes(?) mundiais estão adorando as confusões políticas do início de 2014. Viraram foco dos holofotes, seus sonhos de criança. Até ensaiam um retrocesso à comportamentos da Ditadura, após incremento recente das Democracias (pelo menos teóricas). Putin e Obama brincam de 'se tu tirar meu doce, tiro tua bicicleta' no sério conflito da Ucrânia pela Crimeia; na Síria acho que ninguém se entende num repique da Primavera Árabe atrasada (acho); o Maduro da Venezuela esbanja 'Ima-d-uridade', no Brasil os políticos bem que se envaidecem de serem os centro das atenções de milhares de pessoas nos movimentos populares, subestimando-as...
8 de março de 2014 às 17:58 ·

O Perfil de Personalidade e o Perfil de Consumidor. Pelo menos em parte, Antropologicamente explicável?

Mundo Corporativo: como a antropologia explica a cabeça do consumidor

Ricardo Bing Reis Se, o Eterno e Inato Descontentamento Endógeno do Ser Humano for uma realidade; possivelmente, esse, projetado em coisas, levaria à uma busca infindável por aquilo que nunca satisfará suficientemente...
8 de março de 2014 às 12:38 ·

Descontentamento Humano e Descontentamento Social > Quando uma pessoal necessita demais de feriados, fins de semana e férias, talvez ela esteja com sua vida em contínuo desequilíbrio, que implique na NECESSIDADE de pausas compensatórias (geralmente insuficientes); por contra peso à labolatria auto imposta (ou trabalho forçado e em exagero, imposto por terceiros no caso de empregados). Não que essas 'folgas' não sejam importantes e úteis, mas se isso virou uma NECESSIDADE, é, possivelmente, porque o cotidiano não está sendo suficientemente razoável. Haveria de ponderar se não caberia uma reengenharia da vida pessoal.

Uma sociedade que pode interromper tudo pra descansar é muito saudável

Descontentamento Humano e Descontentamento Social CONT.

Ricardo Bing Reis Quantos de nós, ao voltarmos de férias, já em 48 horas estamos em estresse qual estávamos antes delas? Quantos de nós não se aliviam do estresse nem durante as férias? Isso pode ser sintomático de que algo está errado, de que algo está continuamente insatisfatório, de que algo precisaria mudar.
8 de março de 2014 às 12:24 ·

Ricardo Bing Reis Para muitos, férias é um processo onde cansados ficam exaustos. No entanto, com os aeroportos da forma como estão, das confusões neles e portos, com a pressa dos prestadores de serviços em dar-lhe as informações (querendo livrar-se de você), filas enormes, alfândegas, paranoia de terrorismo, aluguel de carro, com o estresse no trânsito/rush, procura de hotéis, dificuldade de comunicação (porque os gringos falam com gírias, regionalismos, metáforas locais, acentos e contrações de linguagem), procura de locais turísticos que teimam em ser sempre distantes, etc e etc; há, muitas vezes, compatibilidade em encontrar-se assim no pós férias.
8 de março de 2014 às 12:34

_______________________________________________

Descontentamento Individual e Descontentamento Coletivo (com possível certa participação de etiologia também nos Movimentos Sociais) > O processo de amadurecimento pessoal (que tende a ter relação com idade, mas que pode não, pois muitos jovens atingem este estado precocemente; contra partida, muitos idosos ficam cada vez mais infantis), implica em proporcionalidade, isto é, em conduta razoavelmente métrica com a realidade. Com o avançar da idade, as pessoas que amadurecem, tendem a conseguir discernir entre os desejos fantasiosos da infância, e a realidade da vida como ela é. Observa-se que, por exemplo, muitos desejos já não são factíveis com o tempo de vida útil, por exemplo profissional, não mais condiz com as aspirações. Não se trata de derrotismo, não se trata de conformismo, não se trata de incompetência, não se trata de acomodação (como tolos imaturos pensam e insinuam); pelo contrário, é sim conduta de vencedor ver a si como se é de fato, é vencer seus medos pessoais incorporar seus limites e vulnerabilidades, não raro de onisciência e onipotência (os deuses absolutos da incompetência pessoal).

Desejos devem ser viáveis e factíveis

Descontentamento Social (e Movimentos Populares), podem, pela matemática do somatório, ser a união dos Descontentamentos dos diferentes Seres Humanos. Evidentemente que, assim, o somatório seria de uma gama de muitas variantes de descontentamentos. Entretanto, talvez pudéssemos pinçar um não tão raro fator de insatisfação, qual seja o da Laborolatria - popular 'workaholicismo'- (esse, para poder sustentar um consumismo que foi-lhe incutido em seu inconsciente, pelo inconsciente coletivo do senso comum), como caminho direto à felicidade, coisa que, não raro, parece ser um mau caminho.

Em busca da serenidade

Ricardo Bing Reis Resulta na paradoxal busca da serenidade, como contraponto ao trabalho exaustivo visando alcançar a compra de coisas, coisas que jamais serão insuficientes pois, não estando a vida suficientemente boa nelas, dão a sensação, por falta de lucidez, que o ...Ver mais
8 de março de 2014 às 11:39 ·

Ricardo Bing Reis Sem tempo vago para os prazeres pessoais,, como atingir a 'paz de espírito'(?), a serenidade(?), a calma? 'Amar-se o que se faz (em tudo, desde trabalho à família e amigos), implica também em dar-se limite ao que se faz. Enjoar-se e nausear-se do que s...Ver mais
8 de março de 2014 às 11:47

_______________________________________________

jJOÃO E KIM

rRcardo Bing Reis Se analisarmos o nível intelectual de vários dos nossos políticos, observaremos que um percentual muito significativo é de parlamentares (e até do executivo) mal preparados. Ficaria, talvez, muito difícil para eles, entender a importância do ensino. Como valorizar o que não se conhece? Como valorizar aquilo que se privou? E, pior ainda, caso julgue-se "vencedor à despeito de sua ignorância e despreparo, pois 'venceu' sabendo pouco mais que nada"?!.. Como mostrar à ele (ele que nem o médio sabe), que o que ele vê (e não vê), seria uma projeção do nada de si mesmo?
6 de março de 2014 às 13:34

JOÃO E KIM CONT.

Ricardo Bing Reis A problemática do Brasil, seria um círculo vicioso de despreparados: os eleitores despreparados, elegem políticos despreparados que, não investem em ensino de qualidade justo por serem despreparados. Assim, gera-se mais e mais cidadãos e eleitores despreparados. Teremos ainda mais políticos incompetentes nas eleições seguintes. E, isso não para mais.
6 de março de 2014 às 13:40 ·

Ricardo Bing Reis Dessa forma, se a Coréia do Sul está em círculo virtuoso; e o Brasil em círculo vicioso, a tendência é o 'gap' entre eles ficar cada vez maior. Tanto no ensino quanto na economia. Em alguns anos, a diferença poderá ser abismal. Já deve ser.
6 de março de 2014 às 13:44

_______________________________________________

Economia Brasileira & Inflação.

Ricardo Bing Reis Uma inflação pode ser maquiada por artifícios matemáticos, e também por represar-se repasses de preços ao consumidor, por exemplo, em anos de eleição, visando conter os índices, favorecendo a campanha eleitoral. Veja-se o caso atual na gasolina (estarí...Ver mais
7 de março de 2014 às 09:52

_______________________________________________

Serviços Públicos e Privados no Brasil. Estão devendo em qualidade?

Rompimento de fibra afeta redes da GVT, TIM e Vivo em parte do Brasil

Ricardo Bing Reis Sistema de geração de Energia Elétrica, ao que se comenta na mídia, está devendo muito à população e indústria, com risco que beiraria os 20% de apagão em diversas regiões do país. Isso que somos privilegiados pela natureza em rios, vento e sol. Quem não gostaria de ter o meio ambiente do Brasil?
7 de março de 2014 às 09:42

Serviços Públicos e Privados no Brasil. Estão devendo em qualidade? CPNT.

Ricardo Bing Reis Serviços terceirizados, como de telefonia e internet, 3G e 4G, muitas vezes parecem fornecer muito menos do que anunciam. Serviços bancários estão também por vezes frequentes precários. Com relação à serviços públicos (quer federais, quer estaduais e municipais)...
7 de março de 2014 às 09:46 ·

_______________________________________________

Economia Internacional: O ser humano não aprende com seus erros? Haveria uma tendência obsessiva e compulsiva das pessoas à repetição de erros? A ganância e o consumismo são um mal incontrolável? O Way of Life americano do 'Why Not(?)' em comprar-se coisas e mais coisas, não estaria, atualmente, sendo um tiro no pé? Uma cultura de mais economia e poupança não viria em boa hora(?), mesmo que em 'já era sem tempo(!)?

EUA vivem temor de nova bolha imobiliária

Ricardo Bing Reis Se errar é humano; e, se repetir o erro é burrice(!), não aprender com os erros dos outros, mediante deduções, em defesa da sua auto estima, também não seria burrice?
3 de março de 2014 às 17:23

REALIDADE > A pessoa realista, pode facilmente ser confundida com pessimista, mau humorada; e até, aquele que agoura. Para poder ver a realidade tal qual é, faz-se necessário desvincular-se de fantasias ideológicas, libertar-se de suas paixões coletivas e, principalmente, individuais; dentre as quais, pinçaria a ansiedade pelo medo da realidade, a vida por impulsos (não querendo, evidentemente, pagar após, a conta, tanto financeira, quanto emocional). A dificuldade em prever o futuro, teria relação com esses fatores descritos, além de uma baixa procura por premissas das mais variadas fontes, a fim de estabelecer um auto controverso pessoal. Falta de premissas, levam, obviamente, à falsas conclusões. Parando no meio do caminho, confunde o realista com pessimista, mau humorado e que agoura a vida dos outros.

Governo brasileiro precisa parar de se enganar e ser mais realista

Ricardo Bing Reis Agourar (dicionário): "a palavra agourar, significa, primariamente, 'antever, prever acontecimentos - tanto bons quanto ruins'.
3 de março de 2014 às 17:10 ·

Ricardo Bing Reis Agourar, secundaria e popularmente, passou a ter um sentido quase que exclusivamente para eventos e interpretações negativas. Torcer contra. Amaldiçoar, malfadar. Por exemplo: 'Pessoas invejosas agouravam sua promoção'.
3 de março de 2014 às 17:14

REALIDADE CONT,

Ricardo Bing Reis O realista, seria aquele que 'agoura' no sentido primário da palavra (isto é, com melhor neutralidade possível, tanto para o bem, quanto para o mal). Já o fantasioso e apaixonado pelas ideologias diversas (pertencente possível e até provavelmente ao senso comum), projetaria-se no realista, em tentativa de derruba-lo (este sim, em seu bom senso), vendo-o como pessimista, mau humorado (características que, quiçá, lhe cairiam bem, até pela inveja).
3 de março de 2014 às 17:20 ·

Ricardo Bing Reis Como reza a matemática, pequenos aumentos percentuais sobre o bruto de altas montas das potências econômicas, representaria, em forma absoluta, muito mais que percentuais maiores de PIB, mas de economias menos enriquecidas e emergentes. Alguns PIBs de 2013: China(7,7%), Coréia do Sul(2,8%), Brasil(2,3%), Estados Unidos(1,9%), Grã-Bretanha(1,9%), África do Sul(1,9%), Japão(1,6%), México(1,1%).
4 de março de 2014 às 00:02

Ricardo Bing Reis Esses números percentuais podem induzir desavisados, em primeira vista, à conclusões errôneas. Também pode-se tentar manipular a opinião pública de um país por conclusões intencionalmente equivocadas, mediante raciocínios parciais e/ou de premissas/dados errados. Jogos de raciocínios que induzem ao erro, não são raros, principalmente em países de baixa escolaridade e de baixo nível cultural e intelectual. Forma-se opiniões (por dados deliberadamente mal interpretados) por artifícios que induzem o cidadão; mas que, por vezes, também deixa-se ludibriar.
4 de março de 2014 às 00:15 ·

ECONOMIA > A Economia resultaria do somatório da educação financeira de cada pessoa? Aparentemente, sim. Assim, o comportamento das pessoas, baseado em suas emoções e sentimentos, nortearia os impulsos ideológicos e de consumo(?), mediante paixões internas mal analisadas e mal elaboradas?

Ricardo Bing Reis Se por um lado a paixão em si pode cegar e ensurdecer; pode, por outro, ser o fator de motivação para vencer inércias e vidas entediadas. Talvez a Teoria da Sexualidade de Freud tenha algo relatado sobre isso. Talvez.
3 de março de 2014 às 23:38

Sociologia Brasileira > Histórico Caos Social: Pobreza, vida periférica e à margem em vilas e favelas, narcotráfico, drogadição, violência, crueldade, criminalidade. E, não sempre nas classes pobres. O que fazer?

Cidade de Deus - 2002 - Trailer

Ricardo Bing Reis O que tenho são muitas perguntas e muito poucas respostas. Desconfiar de quem é o contrário!...
3 de março de 2014 às 23:35

Economia Internacional: lado Atlântico do Mercosul insiste em morrer abraçado

Mercosul 'emperra' relação do Brasil com União Europeia

Ricardo Bing Reis Interessante que 2 países centrais, que poderiam optar pela fração do Pacífico, optaram também pela fração do Atlântico. Seria o caso, pelo menos (do país sem mar) da Bolívia. Talvez o outro não banhado por mar, Paraguai, também. Assim, teríamos aqui, uma recusa do desenvolvimento econômico em prol de ideologias. Nada pode ser menor.
3 de março de 2014 às 17:28 ·

Reforma Fiscal e Reforma Política.

Ricardo Bing Reis A gana fiscal relativa aos lucros da iniciativa privada, pelas evidências, tem tudo para acabar em auto canibalismo do Brasil. Os parasitas do empreendedorismo (máquina pública inchada), não se contenta mais com os ovos de ouro, quer comer a galinha...
3 de março de 2014 às 13:18

_______________________________________________

Economia Internacional: maior importador brasileiro na América Latina é a Argentina. Maior parceiro econômico brasileiro em geral, seria a China. Se Argentina vai de mal à pior; e, a China (embora ainda com PIB muito bom) dá sinais de desaceleração; como poderia o Brasil, pela lógica, ficar imune à tudo isso? Qual o passe de mágica?

Como a crise na Argentina pode afetar o Brasil?

 

Economia Internacional: conforme já se suspeitava pela lógica do Perfil de Personalidade da Natureza Humana, a corrupção é sim uma multinacional. Grave na União Européia, onde se julgava que as punições exemplares atenuariam suficientemente bem a problemática. Também lá precisa-se incrementar os mecanismos de controle (mas quais seriam?)! Alguém duvidaria que, logo nos Estados Unidos, é diferente?

Corrupção custa 120 bilhões de euros à Europa por ano

_______________________________________________

Economia Internacional: A crise nos emergentes, a priori, não desencadeará uma crise global (nórdicos ocidentais manter-se-iam em crescimento). E a crise nos emergentes chegará à nível de bolha na econômica deles (emergentes)? Em todos países onde houve bolha econômica (e imobiliária), especialistas locais sempre diziam que seus países eram casos especiais e livres do risco!... Especialistas estariam tentando evitar pânico e proteger seus negócios e seus mercados, atenuando a situação por dourar a pílula?

Instabilidade em emergentes será longa, mas analistas afastam chance de crise

Economia Internacional: crise econômica no BRICS e correlatos (de maior risco no Brasil, mas de maior monta na China), pode puxar a recuperação dos nórdicos (Estados Unidos, União Européia e correlatos) para baixo?

China pode gerar 3ª onda da crise econômica pós-2008

_______________________________________________

Economia Internacional: recuperação dos nórdicos (Estados Unidos, União Européia e correlatos) impulsionará também os emergentes (BRICS e correlatos)?

Após anos de queda, economias 'correm' para recuperar produtividade do trabalho

_______________________________________________

Economia Internacional: México > Crescimento fictício pelos fluxos de capitais predadores e/ou genuíno por vizinhança aos Estados Unidos?

Emergente 'da vez', México levanta debate sobre crescimento

"... São tantos temas que eu gostaria de abordar, mas conscientemente reconheço que estamos iniciando uma semana de intensa folia, mais um feriadão prolongado, nesse Brasil que prima por permanecer deitado em berço esplêndido, quiçá numa rede preguiçosa..."

Noite dos Mascarados

Ricardo Bing Reis Até acho que longas jornadas de trabalho são luxuosas formas de manter o estresse em níveis mais baixos. Tempo livre para atividades prazerosas seria o pilar de sustentação de uma vida suficientemente boa. Entretanto, tal situação luxuosa, não vem 'do nada'; para atingi-la, há de se antes gramar o terreno árido. Isto é, atingir uma certa estabilidade, para depois sim permitir-se regalias. Isso valeria para povos, nações, países e; muito ainda principalmente, à estado individual (pessoas que buscam condições emocionais mais ligadas às satisfações e contentamentos). O Brasil, penso, ainda passa longe de dar-se a esse luxo. Em futuro, talvez breve, mais provavelmente distante, poderá ser.
3 de março de 2014 às 01:45 ·

Ricardo Bing Reis Para chegar-se a jornadas de trabalho de 6 horas diárias, implica-se em uma mão de obra muito qualificada, muito especializada e ainda muito elaborada (por um ensino de qualidade e árdua dedicação ao aprendizado do saber). Além de trabalhar por iniciativa privada, para, como se diz popularmente, 'ser dono de seu nariz'. Não é nada fácil convencer um chefe que você rende, em 6 horas, mais que o suficiente para a empresa em que se é executivo/funcionário.
3 de março de 2014 às 01:52 ·

Civilizacao.

Ricardo Bing Reis Suponho que, talvez a União Européia, de cultura milenar, tenha maior intimidade com estilos homogêneos de cidades. As Américas, de culturas seculares, muito menos.
3 de março de 2014 às 01:21

_______________________________________________

Civilizacao.

Ricardo Bing Reis De certa forma, as cidades seria pequenos Países, os Países seriam grupos de cidades. Assim, é muito difícil um País ser homogêneo, ter cidades com iguais padrões estruturais e funcionais. Isso implicaria em planos diretores padronizados, estilos urbanos definidos (a partir da cultura popular). Povos heterogêneos como nas Américas, dificultam construções de cidades harmônicas. Os estilos se misturam. Parece até criar-se um estilo à parte, o anárquico, onde cada um faz o que quer (desde respeitado o plano diretor, ou nem isso). A Alemanha consegue manter o mesmo estilo e a mesma qualidade urbana, quer em grandes, médios e pequenos centros. Até ínfimos burgos apresentam a mesma estrutura e dinâmica de grandes cidades. Denota muita organização.
3 de março de 2014 às 01:05 ·

É, a festa acabou. Agora, a ressaca

The party is over.

Ricardo Bing Reis No momento, é como se o Mercosul (consideremos assim), estivesse dividido em Mercosul Pacífico e Mercosul Atlântico. Os países banhados pelo Oceano Pacífico, estão fazendo alianças com Estados Unidos e União Européia. Chile, Peru, Equador, Colômbia (e também os da América Central e México). Os banhados pelo Oceano Atlântico, estão tomando caminhos cheios de poeira onde ninguém se encontra? Vejamos. São eles, Brasil, Argentina, Venezuela; e, não custa incluir Cuba. Governos democráticos liberais por lá, governos de comportamentos não tão progressista por cá. Percebe-se a diferença entre os blocos(?);e, quem tem melhor prognóstico de futuro? Os ditos antigos países 'pequenos' da América do Sul já estariam com uma visão do devir, mais elaborada que a brasileira?
1 de março de 2014 às 02:36 ·

_______________________________________________

Educação (no lar) & Ensino (na escola) > "O ponto de vista depende da vista de quem está em outro ponto". São as variantes interpretativas. Mesmo frente ao bom senso, o sonso (e portador do mal que acusa e censura) vê, projetivamente, maldade onde não existe. Costumo me impor aos sonsos. Talvez seja tolice, não entendem. Acho que tento, ao menos.

EXCELÊNCIA > Hospital Städtisches Klinikum Karlsruhe , da Universidade de Freiburg (Estado de Baden-Würtenberg - Alemanha); fundado em 1787.

_______________________________________________

Os militares estão unidos em torno do General Augusto Heleno para disputar as eleições para Presidente da República em 2014.
Devido à sua conduta ilibada, é apo..

Ricardo Bing Reis Várias são as pessoas com quem converso, que desejariam a volta dos militares. Mas por vias democráticas, pelo voto, tal está aí; sem golpe.
25 de fevereiro de 2014 às 19:32

Ricardo Bing Reis Em se tratando de Democracia, se por vias do voto, por que não pode se candidatar? Todos brasileiros são passíveis de candidatar-se pela Constituição; caso não, não seria uma democracia! Haveria, acho, uma correlação falha de cidadãos militares com ditadura. Pode não ser assim. Podem ser democráticos sim.
25 de fevereiro de 2014 às 19:42

Diz-se em forma de máxima, e no mínimo razoavelmente pertinente, que ciclicamente, a História da Civilização se repete. Muitos jovens não dão muita importância para a História. Alguns ingênuos, ainda dizem que não se vive do passado. O que não consideram, é que a vida futura pode depender de informações e de exemplos que ficaram lá em um passado distante. Desconhecendo, a chance da máxima se repetir aumenta muito.

Bombadeiro B-52 na guerra do Vietnã

_______________________________________________

Ricardo Bing Reis Perder o emprego por justa causa e devolução do dinheiro, seria, como se diz, o mínimo do mínimo.
19 de fevereiro de 2014 às 09:55

Infelizmente, as imagens são verdadeiras. Já foram todas vistas nos jornais, revistas, vídeos e televisão. Infelizmente, os relatos são verdadeiros. Já foram todos ouvidos nos rádios e conversas entre nós. Nunca vi um caos tal está aí. E, o vídeo foi bem complacente com a realidade; não acham?

FIFA World Cup 2014 - THE REAL BRAZIL

_______________________________________________

"...Pela comoção nas redes sociais, acredito que o povo brasileiro estava aguardando o aval da Rede Globo para, enfim, respeitar algo que é natural desde que o mundo é mundo. Assistindo as várias postagens exaltadas, senti por alguns minutos que estava na Idade Média. Em qual mundo aquelas pessoas estavam vivendo? A única pessoa que poderia ter se surpreendido com a cena é aquela dona de casa alienada, que nunca sai de sua casa, não assiste cinema, não gosta de teatro, nunca leu um livro e teve como único entretenimento em toda a sua vida uma televisão velha que só pega a Globo..."

A Sociedade Precisa do Aval da Rede Globo?

A Sociedade Precisa do Aval da Rede Globo? CONT.

Ricardo Bing Reis Acho que as pessoa não pensantes tem no JN a suas Bíblias da informação. Omitindo verdades no JN, ou maquiando-as, produz-se no Brasil, com toda facilidade, descaminhos inclusive (e até principalmente) políticos, seja qual for o governo. Parece que o JN dança conforme a música da hora.
3 de fevereiro de 2014 às 13:02

Ricardo Bing Reis Muitos políticos não tem qualquer compromisso com a coerência. Se conveniente for, logo ali já dizem diferente do que falaram logo antes. Explicam mas não justificam. Tendem para o lado mais fácil, para onde pesa o prato da balança.
18 de fevereiro de 2014 às 14:09

Ricardo Bing Reis É senso comum que a educação vem de casa. Assim, a formação e os limites viriam desde tenra idade. Mas, não se deveria desprezar os limites que vem da sociedade. As pessoas em cargos públicos, precisariam, penso, de melhores fatores de controle. E puni...Ver mais
19 de fevereiro de 2014 às 09:42 ·

- No Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, Síria e no Iraque JUNTOS.
- No Brasil há mais assassinatos que em toda a AMÉRICA DO NORTE + EUROPA + JAPÃO + OCEANIA.
- A guerra do Vietnã matou 50.000 pessoas em 7 anos. No Brasil se mata a mesma quantidade em um ano.
- Ano passado foram 50.177 segundo o governo, segundo a ONGs superam 63.000 mortes.
- Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado....

CONTINUAR LENDO

_______________________________________________

Lobos Predadores de Wall Street: Tônica é a Obsessão > "O dinheiro nunca é o suficiente"

Os Lobos de Wall Street (THE WOLF OF WALL STREET 2013) - Trailer HD Legendado

Ricardo Bing Reis São tão infelizes que só tem dinheiro.
18 de fevereiro de 2014 às 14:22

A obsessão do senso comum > O dinheirismo.

Pink Floyd - Money - Lyrics Video

_______________________________________________

 

Vida urbana à margem, mesmo que não periférica.

R.E.M. - Talk About The Passion

"... O argumento pró-Black Blocs costuma ressaltar que protestos pacíficos não resolvem os problemas que os estimulam. Mas se a violência resolvesse alguma coisa, o Oriente Médio já seria hoje dominado por uma população zen, que entoa em grupo as canções do “ABBA”. A racionalidade, antítese de qualquer impulso violento emocional, é o único caminho para se conquistar qualquer objetivo..."

A morte de Santiago não foi em vão…

Ricardo Bing Reis Entrevistado de documentário em emissora de televisão, que não lembro qual nem quando, referiu que movimentos populares tal John Lennon com megafone nunca resultam em nada. Por outro lado, o vandalismo e a quebradeira, além de ser crime, acaba dando pretexto para o lado foco também usar de violência. A violência sempre favorece aquele que não tem argumentos. O mentalmente articulado, prefere a conversa, visto que vem montado na verdade. Talvez, um meio termo dentro da Lei: protesto pacífico, mas de forte pressão (evitando assim a repressão em vias de fato), expressando toda revolta (no sentido de insatisfação), sem quebradeiras, contravenções e atos criminosos de todos os tipos. Acho.
18 de fevereiro de 2014 às 14:19 ·

Ricardo Bing Reis Às vezes acho que faz parte da Natureza Humana o autoritarismo. Precisa muito insight para identificá-lo e mantê-lo administrável e administrado.
3 de fevereiro de 2014 às 13:06 ·

_______________________________________________

Ricardo Bing Reis Seria a 'way of life' do mundo capitalista selvagem do consumismo? Acho que criar necessidades pode ser uma forma de. Quando se vai a um shopping, observa-se slogans como 'seja poderoso', 'seja diferente', 'seja você mesmo', 'seja fashion', 'seja sensual', 'conquiste aquele príncipe/princesa', etc. É berrante a relação entre carros de luxo e mulheres maravilhosas. Desde o surgimento do V8 Ford 29 do Sr. Henry Ford. Sabe-se muito bem as palavras chaves a serem usadas. 'Poder' é a mais evidente, relacionado ao objeto a ser vendido. A outra palavra sedutora é FELICIDADE. Como se você não pudesse ser feliz sem aquele determinado eletrodoméstico, e assim vai. Se o descontentamento humano é de fato inerente, endógeno e assim, eterno; fica fácil fisgar tolos que acreditam estar ali a solução de suas insatisfações. Saber disso, acho, poderia evitar chegar-se em casa e ver que boa parte daquelas compras seria dispensáveis; aquelas que ficam nas gavetas e prateleiras sem nunca serem usadas. É também o efeito do financiamento bancário automático parcelado via cartão, que lhe dá a sensação de não precisar pagar (de tão baratas que ficam as parcelas). É a falsa sensação da felicidade por aparências, para sermos o artificial, mediante o poder traduzido pela posse de COISAS. É como se a FELICIDADE pudesse ser comprada. As melhores 'coisas' são de graça...
3 de fevereiro de 2014 às 13:20 · Curtir

DIVERSIDADE > Racial(Biogenética) / Étnica(Cultural): Respeite o ponto de vista das pessoas, às vezes estamos vendo a mesma coisa porém de formas diferentes. São as INTERPRETAÇÕES, baseadas ou não, em pré conceitos.

_______________________________________________

Perfil de Personalidade de um 'Investidor Predador' & Movimentos Sociais (pacíficos e não pacíficos - agressividade popular).

Ricardo Bing Reis Os 'investidores predadores' seriam, muito provavelmente, portadores de 2 distúrbios/transtornos: 1- Distúrbio/Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) de altíssimo grau; 2- Distúrbio/Transtorno de Sociopatia grave. Pelo menos é uma tendência se mantivermos um raciocínio lógico. O TOC é muito comum, mas em geral o vetor da obsessão (pensamento) e da compulsão (atuação repetitiva e maniáticas, como se aquilo fosse atenuar ou aplacar a obsessão em pensamentos ruminantes que o perseguem) são variados, mediados por ansiedade. Nesses 'investidores predadores', o vetor é o dinheiro, o dinheiro à todo custo, o dinheiro custe o que custar. Praticamente nada mais os interessa na vida. Quase nem a família, ou já isso.
11 de fevereiro de 2014 às 14:06 ·

Ricardo Bing Reis Esse TOC dinheirista (de si para consigo e de si para com os outros), já começa ao despertar (quando consegue dormir apesar da ansiedade; ou, caso durma, sonhando com cifras). É assim o dia todo e todos os dias. É uma doença. E, como sempre, os similares sempre se encontram, formando grupos de doentes por distúrbios mentais. Para a sociopatia serviria o mesmo. Se, a palavra 'predador' lembra selva, logo nos vem à lembrança, a expressão 'capitalismo selvagem'. Que não se confunda, de forma alguma, com capitalismo ou economia liberal, pela livre iniciativa e iniciativa privada, que tem conotação com a realidade no sentido construtivo, nada a ver com o caráter destrutivo desses 'capitalistas selvagens predadores'. Que não se trace também relações com o socialismo como 'contra ponto salvador'.
11 de fevereiro de 2014 às 14:16 ·

Ricardo Bing Reis O TOC dessa natureza específica (de fundo obsessivo-compulsivo por dinheiro e mais dinheiro), não tem fim. Também há pessoas que juntam artigos de jornais infinitamente (aqui, o vetor é a gana por informações - bem menos mal. Nesse caso da obtenção contínua de informações, o que classificaria como distúrbio/transtorno ou não, é a característica de ser ou não fator gerador de sofrimento, de si ou para os outros.). O mesmo se daria em juntar dinheiro. Qual o limite? Parece não haver, a insatisfação e o sentimento de que algo sempre falta é impreenchível, há um vazio interior abismal e infinito. Por isso a obsessão-compulsão é infinita. Nunca tem o suficiente. Nunca basta. A ansiedade emanaria do medo da solidão e sensação de abandono internas. O medo da miséria e também de rejeição das demais pessoas da sociedade, não lhe dá trégua. O dist No Mundo Maravilhoso de Disney, seria o Tio Patinhas. Acho.
11 de fevereiro de 2014 às 14:29 ·

Perfil de Personalidade CONT.

Ricardo Bing Reis Não raro, são também pessoas que se sentem à margem da sociedade, que se sentem rejeitadas (e se sentem inferiorizadas por isso). Para obter aceitação, parecem precisar mostrar-se competentes mediante posse de coisas. E, o que mais traduz poder de consumo de coisas, sem dúvida, é o dinheiro. Até podem, sendo ricos, ultra ricos, participarem mais ativamente da sociedade mediante maior aceitação, mas por conhecidos ou pseudo amigos de conveniência, dificilmente amigos de verdade, visto que não é nem um pouco imperceptível seus comportamentos egoístas. E, quem de livre vontade gosta de quem só pensa em si mesmo, sem qualquer tipo de troca ou retorno? Talvez uma pessoa que padece de masoquismo. Esse tipo de TOC valeria à todos workaholics, ricos ou até não ricos (o que ainda mais vale, é a intenção e a pretensão de chegar à um caminhão de dólares). Mas há de se reiterar que, os 'capitalistas selvagens predadores' são muitíssimo mais que ricos convencionais, são multi bilionários.
11 de fevereiro de 2014 às 14:42 ·

Ricardo Bing Reis A riqueza fruto de trabalho moderado, com equilíbrio, sem prejuízo para sua sanidade psicomental e/ou somática, é sempre muito bem vinda. Principalmente aquela decorrente de perseverança e prosperidade. A riqueza pura e simples, por herança, pode ser bem distinta da riqueza da prosperidade. Na primeira, ganha-se. Na segunda, faz-se. Próspero, muito grosso modo, poderia ser definido por analogia em que seria aquele que, sendo-lhe tirada toda riqueza, saberia reconquistá-la. O herdeiro, não próspero, ao perder tudo, não saberia o caminho de volta à ela. Outro exemplo: diversos ganhadores de loterias e outros jogos de azar. O rico gerador de empregos é de grande valia social, ajuda os mais necessitados. Igual forma, os mais necessitados, prestando serviço ao rico, ajuda-o em sua monta. É um círculo virtuoso. São partes de uma mesma laranja, não de metades distintas. Assim, capital e social são indissociáveis.
11 de fevereiro de 2014 às 23:00

_______________________________________________

QUEBRAS/BOLHAS & CRISES

Yhe Crash of 2016: The Plot to Destroy America--and What We Can Do to Stop It

Ricardo Bing Reis Lê-se aqui a Introdução do Livro The Clash of 2016. Independentemente se haverá crise de 2016 ou não, é interessante pela descrição, por si só, da dinâmica do mode de operação dos 'mega investidores voláteis PREDADORES'.
11 de fevereiro de 2014 às 12:33

QUEBRAS/BOLHAS & CRISES.

Thom Hartmann defende que a crise de 2008 ainda não acabou

Ricardo Bing Reis Program Milênio - Globonews (10/02/2014) - dublado e subtitulado.
11 de fevereiro de 2014 às 10:22 ·

_______________________________________________

QUEBRAS/BOLHAS & CRISES.

Thom Hartmann on "The Crash of 2016: The Plot to Destroy America—and What We Can Do to Stop It"

QUEBRAS/BOLHAS & CRISES. CONT.

 

Ricardo Bing Reis Vídeo de entrevista para' Democracy Now!'.
11 de fevereiro de 2014 às 10:51

Ricardo Bing Reis Ainda mais em: www.crash2016.com

Ricardo Bing Reis Outro web site pertinente: www.rebuildthedream.com

QUEBRAS/BOLHAS & CRISES.

The Crash of 2016... What you need to know.

"... O vigilantismo (ato nascido do impulso emocional) não funciona por uma razão filosoficamente simples: A única forma de melhorar esse panorama em longo prazo é deixando o racional subjugar a emoção. O problema é que somos o oitavo país com o maior número de adultos analfabetos no mundo. Resoluções que necessitem de racionalidade são sempre contundentes “pedras em nossos sapatos”..."

É correto fazer justiça com as próprias mãos?

Ricardo Bing Reis Falta de critérios pode gerar hipercorreções. Outros podem se aproveitar para executar seus 'mal entendidos'. A polícia serviria para isso, mas é muito raro ser efetiva. Escrever certo por linhas tortas, corrigir um erro por outro erro, parece bem pior; são 2 erros. Mas que a polícia tem que fazer seu trabalho, sim, precisa. Mas parece que a boa vontade deveria partir de cima. Economiza-se em áreas vitais?
10 de fevereiro de 2014 às 15:25

É correto fazer justiça com as próprias mãos? CONT.

Ricardo Bing Reis O isolacionismo de parte da sociedade, que se aliena em condomínios fechados, causa uma segregação social ainda pior. E o tiro no pé pode ser a consequência. Compreende-se perfeitamente que busquem por segurança. É direito reconhecido. Cada qual mora onde quiser. Entretanto, não deixam de sair às ruas, onde está o foco e as consequências da problemática. Há de se proporcionar um inserimento social, fazer-se amizades com todas as classes sociais e status financeiros, com todas raças e etnias. Integrando, aumenta o que se denomina VIGILÂNCIA SOCIAL: o grupo/coletivo dinamicamente mais coeso, pode tender a proporcionar uma entropia social do bem, onde um passa a zelar pelo que é do outro, pura e simplesmente por se sentirem todos participantes de uma mesma sociedade, urbana ou não. E as denúncias brotarão. É sabido, que a denúncia é a melhor forma de pôr a polícia em ação, com investigação direcionada. A denúncia é quase onipresente (hoje até com registros por câmeras/filmadoras espalhadas por tudo). A polícia não tem como ser. Assim, a polícia seria o braço da sociedade para botar em prática os interesses da população. Ficar à parte, achando-se livre dos problemas sociais, como se vivesse em uma ilha de prosperidade em um país desabando, é ainda muito pior. Vai pagar por insegurança nas ruas. A partir daí, é discutível a 'tolerância zero' ou não; mas, seja de uma forma ou seja de outra, sempre impõe-se o cumprimento das constituições e dos direitos humanos. Suponho.
10 de fevereiro de 2014 às 15:44 · Curtir

Ricardo Bing Reis Onde escrevi 'amigos', talvez seja mais coerente a palavra 'conhecidos'. Que podem ter seus relacionamentos evoluírem sim à amizades verdadeiras.
10 de fevereiro de 2014 às 21:44 ·

É correto fazer justiça com as próprias mãos? CONT.

Ricardo Bing Reis Suponhamos 3 elos: o primeiro seria as polícias. O último seria os presídios. O elo de ligação, as pessoas e sua vigilância social. Esse elo de ligação faria a intermediação, a conexão entre o início e o final da ação de segurança. Ambos fariam melhor efetividade operante se 'conectados' via sociedade vigilante. Mas antes, faz-se necessário uma polícia bem equipada, com suficientes condições de trabalho e altos salários para melhor resistir-se às tentações de corrupção, mediante medo de perder emprego (infelizmente isso é assim mesmo, embora grande parte dos policiais sejam conscientes e dedicados). Por outro lado, suponhamos que de fato a atividade privada dos presídios (com punições exemplares para fugas e mal funcionamentos) seja a melhor opção para a problemática. Aí sim a vigilância social resultaria em seu efetivo funcionamento. Acho.
10 de fevereiro de 2014 às 21:52 ·

Ricardo Bing Reis Não temos falta de Leis, temos falta de Instituições efetivas, as Leis não seriam aplicadas. A impunidade impera e, assim, as pessoas ficam a tal ponto indignadas, que acabam também cometendo infrações na 'justiça pelas próprias mãos'. Isso em praticamente nada difere da terra de ninguém do far west.
11 de fevereiro de 2014 às 08:41

Ricardo Bing Reis Mais de 90% dos crimes no Brasil ficam imunes. Resulta a nítida e coerente sensação de impunidade. A polícia mal investigaria a maioria dos casos. Elucida muito poucos. A falta de medo por ausência de punições e penalidades, predispões à criminalidade generalizada. Fonte: rádio de pilha.
11 de fevereiro de 2014 às 08:44

Ensino no Brasi

Chico Anysio - Escolinha do Professor Raimundo - Rolando Lero: Que disse D.Pedro II antes de morrer

Tributação sobre medicamentos.

MTributação sobre medicamentos.

_______________________________________________

Alltamiro Borges: A mensagem de um péssimo 2014 de FHC

Ricardo Bing Reis Pseudo crescimento econômico baseado em dinheiro dos outros, pelos fluxos de capitais especulativos migratórios (e oscilantes, para os receptores), apenas fazem ocultar ainda mais, por certo período, as deficiências sociais com pedra fundamental no ensino muito insuficiente (o Brasil estaria em quinquagésimo sexto lugar na avaliação anual do ensino mundial). Saindo tal fluxo (para novos mercados mais promissores naquele momento), a verdade eclode. Como disse amigo: teremos que chegar no fundo do poço para recomeçarmos quase do zero. Única saída concreta seria Plano de Ensino para resultados talvez em 20 à 30 anos, visando ser sólida potência em 50 anos. Mas qual político vai pensar assim, se em 50 anos estarão mortos, despreocupados com os filhos dos outros... Mas considere-se que não sou nem economista, nem especialista em educação.
27 de janeiro de 2014 às 12:41

_______________________________________________

A POLÊMICA 'LEGALIZAÇÃO' DA MACONHA NO URUGUAY E ESTADO DO COLORADO NOS ESTADOS UNIDOS.

Bezerra da Silva e Barão Vermelho - Maladragem da um Tempo

Ricardo Bing Reis De fonte não segura, os alunos no Estado do Colorado, em maior número do que antes, estariam, mais do que sempre, assistindo às aulas muito sonolentos e distraídos. Enquanto isso, no Uruguay, as praias estariam com odores característicos, por todo litoral. Não sei da veracidade dos fatos. Supondo, caso sejam procedentes, que o uso liberado da maconha, estaria talvez funcionando como uma 'amostra grátis' nesses locais. O que aumentaria o número de usuários. Não bastasse, ainda aumentaria o narcotráfico (e não diminuiria), conforme seria a esperança da boa intenção da medida.
27 de janeiro de 2014 às 13:03

POLÍTICO

Ricardo Bing Reis Se Democracia é o poder do povo, pelo povo e para o povo; e, se é também o poder da maioria (pelo voto direto e livre), cada povo tem, na Democracia, o governo que merece. Assim sendo, a maioria do povo brasileiro mereceria os governos que tem? Não parece difícil concluir que sim. Cabe à minoria pensante, ter em mente que vivemos nesta realidade. Nunca deixar de lutar, mas não deixar-se abater psiquicamente tanto, tendo em mente que o que se pode fazer pelo nosso país, tem limite nele mesmo. Acho.
27 de janeiro de 2014 às 10:57

_______________________________________________

Marta é condenada e tem direitos políticos suspensos

Ricardo Bing Reis Pessoalmente, sempre achei que o respeito, tem alguma relação com certa dose de medo. Se não há fiscalização, não haveria medo suficiente. Se a circunstância (situação) faz o malfeitor, há de se punir os cujos, desencadeando assim, razoável dose de medo nos demais. Acho que essas medidas de punir exemplarmente os malfeitores da administração pública, tem efeito de polícia em todos. Também vejo as denúncias, como sendo o principal mecanismo de indício para início das investigações dos casos. Dessa forma, respeitar-se-á mais o povo e o país. Em países nórdicos, as irregularidades dos políticos dá cadeia mesmo.
27 de janeiro de 2014 às 11:03 · Curtir

_______________________________________________

"... Não há como analisar uma nação por méritos individuais. Se você não se encaixa no cenário deprimente que irei expor nas próximas linhas, não se sinta ofendido. Diferente do conde Afonso Celso, que se ufanava de seu país, estou muito envergonhado. Não existe nada pior que o patriotismo acrítico..."

Ricardo Bing Reis Infelizmente, acho que não há civismo na maioria dos brasileiros. Observa-se que nos Estados Unidos, até o comércio convencional, não raro, expõe a bandeira do país deles. No Brasil, expor a bandeira em órgãos não públicos, não é tido como orgulho, mas, por vezes, até uma infração. Parece compatível dizer que há indícios de que a corrupção lá é sim também muito grande, entretanto, contrário ao que temos aqui, há, pelo menos, também um grande amor pelo país. Fazem por ele. Tenho pensado que aqui a vaca está morrendo e não haverá, em breve, leite nem para os corruptos.
27 de janeiro de 2014 às 10:52

 

 

B